Skip to content

Que tal? A imprensa é nossa como o céu é do avião!

06/17/2010

Até porque, não a outro fator o São Paulo atribui as incontáveis manifestações de apóio que o Estádio do Morumbi recebeu desde o início desse processo. Logo após o anúncio da decisão da FIFA/LOC, a Imprensa cumpriu seu papel de forma irretocável, ao produzir um sem número de comentários, na TV, no rádio, nos sites, nos blogs, ressoando o sentimento cristalizado na opinião pública que compreendeu a proposta do São Paulo de oferecer à Cidade o Estádio do Morumbi enquanto uma alternativa viável e responsável para servir aos propósitos da Copa do Mundo do Brasil. Nota oficial no. 1 do SPFC ou A IMPRENSA É NOSSA COMO O CÉU É DO AVIÃO!

Ah, e vocês já estão sabendo do movimento (oficial) que eles estão lançando contra “dinheiro público em estádios de São Paulo”?

Repararam no meu grifo?

Pode em Maceió, Santana do Livramento, Rio Branco… Mas Sampa, não!

Ah, mas podia fazer metrô na porta do estádio, invadir terreno público, obras e mais obras para eles, melhor, para o “Patrimônio Social” deles. De repente… num pode mais! É tudo corrupção!

Como é mesmo que eles gostam de falar:  “SPFC só está fazendo a parte dele”, “que culpa temos se vocês não tiveram competência em pegar dinheiro do governo?”, “CT de Cotia foi autorizado pelo Ministério dos Esportes, é diferente”, “A pista de atletismo está lá! SPFC pode fazer academia”…

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. 06/19/2010 9:59

    O PHA fez uma boa lembrança: com o veto ao panetone, vai eclodir a nova Revolução de 32. Santa mãe!

    Curtir

  2. Luís Fontes permalink
    06/18/2010 10:53

    Esses caras são uns ridículos tal qual o clube que eles representam…

    Só acho que nosso clube deveria marcar uma posição mais firme contra esse antro de bandidagem…

    Curtir

  3. EDDIE/SCCP1910 permalink
    06/18/2010 8:03

    No trecho abaixo eles dizem que o Governo podia dar infraestrutura para a area do Morumbi, porem em outra região ou Estadio seria uma afronta aos cofres publicos.

    O São Paulo se tranqüiliza ao constatar as seguidas manifestações do Governo do Estado e da Prefeitura no sentido de que não realizarão investimentos públicos para a construção de novas arenas, até porque entende que tal manifestação significa que também não haverá investimentos públicos para prover infraestrutura para estádios privados geridos com a finalidade de servir como fonte de lucro para “empreendedores” interessados em utilizar a oportunidade da Copa do Mundo como fonte para “novos bons negócios”.

    Curtir

  4. David Emmanuel permalink
    06/18/2010 0:24

    Sei que é um pouco comprida essa resposta, coloquei ela no Blogue do Trio em resposta au são-paulino Aurélio que duvidou de um Corinthiano, quando este afirmou que laudo Natel enquanto governador da ditadura, sentava no banco pra coagir os juízes.

    “Aurélio, num outro post você pediu ao Blefe uma história de Laudo Natel. Quanto a ele não sei se tem, mas eu tenho uma interessante.
    Não possuo em minha lembrança, datas exatas mas um pesquisa no Google eu as acharia, mas isso nem é necessário.

    Obviamente você não tinha nascido na segunda metade da década de 60, época em que os generais estavam com tudo, mas você como bom conhecedor da história de seu clube deve saber dos carnês de prêmios (semelhantes aos do baú) lançados para o término da construção do Morumbi.

    Eram vermelhos, e se não me engano tinham na capa além do escudo são-paulino a imagem de um fusca e outros prêmios. Eu com os meus 7 ou 8 anos, já Corinthiano (maloqueiro e sofredor, graças a Deus) e na minha inocência (naquela época em uma cidade pequena do interior, que mal começava a receber os primeiros sinais de TV, a rivalidade entre torcedores era algo bem mais sadio que hoje), até achei legal quando minha mãe, professora primária da rede estadual de ensino, assim como suas colegas receberam 20 daquelas belezinhas.

    Não entendi bem a indignação dela com aquilo, afinal como pregou a professora de minha classe que tentava vender os carnês (era pra gente conversar com os nossos pais), com essa compra estávamos ajudando a construir uma grande obra para o país. Só alguns anos mais tarde fui saber que elas eram obrigadas por ordem do então governador Laudo Natel a vender aqueles carnês, pouco importando se era para alunos ou não, o importante era vender com a primeira prestação quitada, o governo não aceitava devoluções.

    Queira você ou não a história está ai para todo mundo ver, e ainda existem muitas testemunhas vivas desse período negro de nosso país em que seu clube sempre foi tão intimo dos governantes e coincidentemente cresceu e prosperou a sombra dos generais.

    Não há como negar Ademar de Barros, Laudo Natel, entre outros, não dá pra esconder oficiais chegando de helicóptero para assistir partidas do São Paulo, não dá pra esconder aquilo que hoje corre em toda internet e fartamente documentado, vocês são-paulinos deveriam é estar é tentando construir um novo presente e não negar o passado, mas redimi-lo.

    Eu como Corinthiano sinto orgulho de meu time e de minha torcida, no recente episódio MSI, que muito manchou nossa história, não vi corinthiano tentando negar o óbvio, ao contrário tanto que agora já começamos um movimento para que não aceitemos esse tal estádio público. Não precisamos de ajutório de governo nenhum para erguer estádio, é preferível continuar com a Fazendinha (na marginal sem número, como vocês gostam de falar) , a ter dinheiro do povo edificando nossa casa. O dinheiro gasto nela tem de ser o do nosso povo.

    Esse movimento começa com Corinthianos conscientes, mas tenho absoluta certeza que logo será comprado por toda nossa torcida, como disse, já tomamos no lombo e sabemos o quanto isso doí e graças a Deus aprendemos a não dizer amém para tudo que a diretoria quer, pois usamos o passado não para negá-lo, mas para aprendermos.

    Quanto ao fato de num passe de mágica vocês começarem a se preocupar com o uso do dinheiro público em outro estádio, coisa que até antes de quarta defendiam como algo absolutamente compreensível e em prol do país e de repente virou corrupção, só confirma que estão agindo como o corno abandonado que vai atrás da mulher e prefere mata-la a vê-la com outro. Tá na hora de crescerem.”

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: