Skip to content

Conclusões de uma bela Copa

07/09/2010

DataBoteco=========================

  • Terminadas as semis, minhas anotações táticas estão disponíveis nesta planilha aqui — vou atualizando jogo a jogo, lendo os principais saites e temperando com minhas observações (dos jogos que assisti).
  • Até agora, como foram os sistemas táticos (é uma média do que dizem os saites):
Sistema Jogos V D E Gols
4-4-2 32 10 15 7 37
4-2-3-1 42 23 14 5 54
4-3-3 8 2 4 2 12
4-3-2-1 3 1 1 1 4
4-3-1-2 6 3 2 1 7
3-6-1 3 0 2 1 0
3-3-1-3 3 2 1 0 3
3-4-3 7 1 2 4 5
3-5-2 2 0 1 1 0
4-2-2-2 7 2 2 3 8
4-1-4-1 5 1 2 2 3
5-3-1-1 3 0 3 0 1
4-4-1-1 1 1 0 0 1
135
  • Lembrando sempre que a tabela não olha a parte técnica (as melhores seleções escolheram o 4-2-3-1 como sistema).

BotecoFacts=========================

  • Ay, celeste regaláme un sol…
  • Na minha opinião, a ordem de favoritismo agora é: ESPANHA >>>>>  Holanda. Inverti em relação às semis. E por quê? Porque todo o problema holandês se resume ao miolo de zaga (e o goleiro): toscos. Enquanto o melhor da Espanha é o toque de bola pelo meio: Xavi, Xabi, Iniesta, Pedro, Villa… Toque de bola é o forte. Já o fraco é a finalização — a Espanha chuta muito pouco à gol.
  • Seleção da Copa, atualizada — mudei o sistema para o 4-2-3-1, mas repare que ele tem a queda para o 4-2-2-2 quando Xavi retorna ao meio:

Conclusões de uma bela Copa=========================

  • Essa Copa para mim foi muito superior as de 2002 e 2006. Fico num empate com a de 1998, que foi muito boa.
  • Taticamente, foi uma Copa muito aplicada, o que significa dizer que não teve moleza para as grandes seleções ou os craques. Só acompanhei duas grandes exceções:
    • A seleção da Coréia do Norte que apareceu com um falecido 5-4-1 e tomou um sacode de Portugal
    • E a seleção brasileira, vejam só, quando tomou o segundo gol e virou um bando em campo: todas as seleções quando estavam perdendo a classificação em campo, não abandonaram o jogo e sempre mantiveram-se conscientes do que fazer. O Brasil foi o único que desistiu.
  • A linha de 3 zagueiros é passado no futebol de ponta. Quem utilizou perdeu ou só manteve por momentos do jogo.
  • O 4-2-3-1 foi supremo e o HOMEM DE REFERÊNCIA lá na frente é regra. Não precisa ser um centroavante ao melhor estilo “boneco de Olinda”, mas o cara precisa ficar centralizado e não bater cabeça com os pontas: vimos isso na Espanha, que passou a jogar melhor quando centralizou o “1” e vocês, junto comigo, aprenderam isso onde mesmo?… NO TIMÃO! É só procurar no boteco o tanto de vez que eu escrevi que fulano não centralizava e prejudicava os pontas…
  • Uma questão que fica é: o 4-2-3-1 vai acabar com o lateral brasileiro? Uma rápida explicação: uma invenção que o Brasil trouxe ao futebol são os laterais que marcam e atacam. Isso é tão brasileiro, que é a posição que o Brasil mais exporta para o exterior. Nessa Copa, com o uso mais apurado do 4-2-3-1, vimos os laterais ficarem presos pela presença dos wingers adversários na sua área de atuação (exemplo: Maicon). Estamos vendo o fim dos laterais que apóiam com contundência?
  • Sobre o próximo técnico: Felipão é o nome ideal? Por suportar a pressão no cargo sim, mas pela evolução tática que vimos nessa Copa… JAMAIS! A não ser que ele tenha aprendido alguma coisa nesses últimos anos, pois de tática ele é bem fraco.
  • Minha sugestão: já que o Brasil não disputa eliminatórias, vamos fazer um Campeonato de Pontos Corridos para Técnico! A cada amistoso, torneio etc., entra um técnico novo. Daqui a 4 anos, aquele que tiver mais pontos leva. Simples. (Uma variante possível seria atribuir pontos para os quesitos “agradou a mídia”, “beleza” etc.).
Anúncios
9 Comentários leave one →
  1. 07/12/2010 12:28

    Um comentário só, Álvaro: a Espanha é o time que mais chuta na Copa, com 121 tentativas segundo o site da Fifa. Também é das que mais acerta o gol, empatada com Holanda e outras, mas perdendo certamente no aproveitamento. Agora, imagina esse time da Espanha com um centroavante jogando bola…

    Curtir

  2. Luís Fontes permalink
    07/12/2010 10:20

    A melhor noticia sobre a copa do mundo veio ontem… galvão bueno vai parar de narrar em 2014!!!!!!! Ele não tem idéia de como fiquei contente com esta noticia… para melhorar ainda mais só falta agora o bandido do luciano do vale anunciar a mesma coisa!!!!

    Curtir

  3. manuel permalink
    07/11/2010 10:31

    Pelo que percebi, os times que estao se dando bem são os times com volantes que sabem jogar, e não só marcar. Talvez por esse problema dos laterais que o Alvaro falou.

    O Brasil foi na contramão dessa onda. Melhorou quando entrou o Ramirez. Para mim o cartão amarelo dele determinou o fim do Brasil na copa. Aliás, só fizemos um golzinho contra a Holanda porque o Felipe teve um lampejo de Xavi. No mais ficamos tocando a bola na defesa sem conseguir sair para o ataque.

    Quanto ao Felipão: eita cara de sorte!

    Se for olhar o que ele ganhou no Palmeiras, a conclusão é a seguinte: ele só virou esse ídolo dos verdes porque eliminou o Corinthians 2 vezes na Libertadores. É só isso. E o mérito foi todo do Marcos. Assim como na final da Libertadores que ele ganhou.

    Na copa de 2002 o Brasil teve jogos horríveis. Lembro em particular o jogo contra a Belgica e a semi contra a Turquia. O Marcos tb quebrou o galho dele algumas vezes lá.

    A ironia é que o Felipão virou um megamilionário nos últimos anos, em troca de quase nada. Se ele tivesse vergonha na cara daria metade do dinheiro para o Marcos.

    Curtir

    • Marcos permalink
      07/11/2010 10:50

      Concordo plenamente, e digo mais: o Felipao eh apenas um Dunga piorado, porem com uma imensa sorte; nao sabe armar times, eh burro como o Dunga, mal educado, ignorante, sacana (alguem se lembra dele segurando a bola contra o Timao num lateral para ganhar tempo?). Se a nossa solucao for ele estamos sem solucao.

      Curtir

  4. mucio rodolfo permalink
    07/11/2010 0:02

    Segundo suas palavras, a seleção brasileira foi a única que desistiu….E aquele papo de que brasileiro não desiste nunca????????????? Aliás esta seleção foi especialista em desmentir propagandas. O “Fabuloso” aparecia todos os dias nas telas desafiando se os outros iam encarar e na hora H não encarou ninguém. O Robinho, por pouco, o único Gol que ele teria visto era aquele do comercial…..Quanto ao técnico, não arrisco um palpite, pois a CBF é uma caixinha de surpresas, isto desde os tempos em que era CBD. As vezes inventa um Parreira (1983), um Falcão, um Dunga….Outras vezes convida o nome evidente, como o Tele Santana, o Wanderlei Luxemburgo…Hoje aposta-se numa volta do Felipão, num Mano Meneses, mas não se surpreendam se pintar um Ricardo Gomes ou um Leonardo. Valeu.

    Curtir

  5. Marcos permalink
    07/10/2010 19:49

    Vou sugerir, tambem, a minha selecao: Julio Cesar (o Felipe Melo foi o unico responsavel pela suposta falha no gol da Holanda, alias se nao fosse ele talvez o Brasil nao estivesse na Copa), Maicon, Friedrich, Puyol e Coentrão (nao por falta de opcao, mas sim por ser um excepcional jogador, deveria ter entrado na lista do 10 melhores do Mundial); Schweinsteiger, Xavi; Muller, Sneijder e Villa; Diego Forlan. Haaaaaaaaaaaahhhh, o Lugano tem lugar no banco de reservas do timinho da minha rua, desde que ele prometa nao dar cotovelada, beliscao, unhada e nem puxar o cabelo de ninguem. Alias, soberba a sua atuacao hoje, principalmente no terceiro gol da Alemanha, onde num unico lance ele conseguiu fazer um penalti, quase furar dando um pico para cima depois dar um salto de baleh e perder de cabeca, como ele sempre perde (soh ganha quando empurra ou segura) eheheheheheheh!!!!!!!!!! E quanto ao tecnico da Selecao do Brasil, tem dois nomes: Parreira e Luxemburgo (apesar de nao ter o carater como qualidade), o resto eh de mau a pior.

    Curtir

    • manuel permalink
      07/11/2010 10:20

      O lugano estava se dando bem marcando o pequeno cacau, na base da força.

      Qdo o tecnico alemão colocou aquele grandão, ele desmontou a defesa uruguaia e ganhou o jogo.

      Curtir

  6. Raphael permalink
    07/10/2010 10:47

    Como o Cesar Augusto bem colocou, acho que uma das sacadas dessa Copa foi o sepultamento dos volantes brucutus. E isso é fruto da mudança tática no apoio dos laterais, como o Alvaro colocou no texto. Sem laterais apoiando o jogo todo e com meias atacando como quase-pontas mas defendendo como meias, o trabalho defensivo dos volantes ficou mais tranquilo e o time com isso mais leve.

    O 4-2-3-1 que dominou a Copa é reflexo do esquema que os melhores times Europeus já adotaram em massa pelo menos nos últimos 4 anos. E também mostra como aqui no Brasil estamos atrasados, ao constatarmos que a maioria dos times joga ainda num 4-2-2-2 quadradinho ou ainda acreditam no 3-5-2 que deu certo no Bambis FC.

    Por fim, queria trazer pra discussão de todos uma dúvida: por que temos tantas faltas durante o jogo no futebol brasileiro? A minha resposta mais óbvia é que os juizes aqui são péssimos e marcam qualquer coisa, mas seria só isso? Acho que passa muito pela construção dos times com poucos bons volantes e meias, o que acaba gerando times com pouca posse de bola e ligação quase-sempre direta pro ataque. Há também o problema cultural, o jogador chiliquento (aquele que sabe que fez a falta e reclama mesmo assim), as “faltas-bobas”, a confusão entre “pegada” e “parar o jogo”… não sei! O fato é que o futebol brasileiro truncado e parando a cada 30 segundos não é bom e acaba gerando seleções como essa SeleDunga.

    Abs

    Curtir

  7. Cesar Augusto permalink
    07/09/2010 22:00

    Essa Copa, realmente, foi melhor que 2002 e 2006, que foram horríveis, especialmente, a de 2002, que ganhou boa dose de generosidade dos analistas tupiniquins apenas porque o Brasil venceu. Só isso.

    A minha seleção, também no 4231, é a seguinte:

    Casillas, Lahm, Lúcio, Pique e Coentrão (por falta de melhor opção); Schweinsteiger, Xavi; Muller, Sneijder e Villa; Diego Forlan.

    Nesta Copa tivemos bons destaques individuais e, na fase final, houve uma considerável melhora na qualidade técnica das partidas e a final entre Holanda e Espanha, duas escolas que gostam do bom futebol, confirma esta tese.

    O estilo brucutu está definitivamente sepultado. Volantes, como os do Brasil, são raridade. O estilo Dunga, tosco, deve ser enterrado para o bem do futebol brasileiro que pode ganhar ou pode perder, mas tem que jogar um futebol “a brasileira”.

    Nesta Copa tivemos destaques individuais, sim, mas o que ganha, e não é de hoje, é o aspecto coletivo.

    A Argentina dependia em demasia do Messi. E o Brasil, do Kaká. Dançaram.

    Todas as Seleções que chegaram as semifinais tem seu jogo pautado no aspecto coletivo. A Espanha é sensacional no toque de bola, no posicionamento, mas falta definição, uma boa definição. Entendo que a má fase de Fernando Torres contribuiu para o pouco número de gols da Fúria. Entendo, também, que se a Espanha tivesse um meia como o Messi, ou o Kaká, por exemplo, golearia todos os adversários tamanha a supremacia técnica e tática que impõe a seus adversários. A Espanha é favorita contra a Holanda, que depende demais do Sneijder, que será marcado incansavelmente pelo Busquets.

    A Seleção Espanhola é um espelho do Barcelona, mas não tem a cereja do bola, isto é, o Lionel Messi.

    Será um jogaço e que vença o melhor. Por esta Copa entendo que a Espanha mereça o título. Mas, na história do futebol, os holandeses contribuíram mais, especialmente, em 1974, que foi uma revolução tática que assombrou o mundo.

    >>>

    Eu jamais escolheria o Felipão como Técnico da Seleção. Como você bem disse a escolha do Felipão só se sustenta na questão de suportar a pressão. Ele, e mais ninguém, é o único que entraria com a confiança do povo e da opinião pública.

    Mas na questão tática, o Felipão nunca foi uma sumidade. O forte das suas equipes sempre foram a marcação, o jogo pesado, os chuveirinhos e a determinação de acreditar até o último instante. As vitórias dos times comandados pelo Felipão sempre se deram no trinômio Sangue/Suor/Lágrimas, com exceção, talvez, da conquista de 2002, onde Ronaldo, Rivaldo, Roberto Carlos, cafu e Ronaldinho Gaúcho, em menor proporção, decidiram para o Brasil.

    Para 2014, Felipão é pouco. Ele não é o homem certo para resgatar as origens do futebol brasileiro, principalmente, se considerarmos que a geração 2014 não é essa coca-cola toda como estão vendendo.

    A gestão Dunga não renovou a Seleção e, por consequência, teremos que começar do zero para 2014.

    Espanha, Alemanha e Argentina, do meio para a frente, ja tem, desde já, a base pronta para a Copa seguinte. Bases, a meu ver, fortíssimas.

    Portanto, a escolha do técnico tem que ser muito bem pensada.

    Leonardo não tem condições. Ricardo Gomes idem, razão pela qual sobraria, dos nomes citados, apenas o Mano Menezes e o Muricy.

    Eu, modestamente, contra tudo e contra todos, escolheria Vanderlei Luxemburgo como técnico para 2014.

    Por que?

    Porque Vanderlei Luxemburgo foi o maior técnico brasileiro dos últimos 20 anos e, em minha opinião, analisando aquilo que demonstrou em suas equipes ao longo deste período, é a única pessoa capaz de fazer o Brasil jogar como Brasil.

    Repare que as equipes do Luxemburgo, gostando ou não da sua pessoa, sempre venceram jogando um futebol ofensivo, equilibrado, destemido e, principalmente, organizado.

    O Felipão sempre venceu no sangue, suor e lágrimas que, com um pouco menos de sorte, transformaria as conquistas em frustrações.

    O Muricy sempre venceu, em campeonatos longos, porque cá entre nós, sempre teve o melhor elenco. E, em mata-mata, ressalte-se fez os leonores sofrerem.

    O Mano Menezes seria uma mescla entre Luxa e Muricy. Entre os citados é o meu preferido, mas repito, escolheria, contra tudo e contra todos, Vanderlei Luxemburgo.

    Eu duvido que qualquer destes técnicos teria mais gana que o Luxa para vencer esta Copa e resgatar a sua moral.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: