Skip to content

Palmeiras 1 x 1 Timão, 3 pontos voando e 1 na mão.

08/01/2010

Timão entrou no 4-3-1-2 e eles num 4-2-3-1. Não gostei e comento mais adiante, mas, de cara, já sabia que o maior prejudicado seria o Bruno Cesar. E foi.

Corinthians começou melhor e com maior volume de jogo. Num belíssimo contra-ataque de Iarley e BC: 0 x 1 JH, impedido aos 21 min. Na seqüencia, a velha história “muda o técnico e certas coisas continuam as mesmas”: o time recua até o empate: 1 x 1 Timão aos 33 min, no rebote do goleiro.

Kleber jogava, provavelmente orientado, para cima da dupla Willian/Chicão com um só objetivo: amarelar os zagueiros. O que lembra um comentário rápido sobre a arbitragem do PC: verde o quanto pode e depois média, média e média. Fico imaginando se não é mais fácil aplicar a regra do jogo do que fazer essas arbitragem políticas dos juizes paulistas. Amarelo para Chicão.

Lá pelos 30 min, Felipão faz a mudança mais importante do jogo: Ewerton cai agora pela direita, melhor lado deles e pior nosso. Agora eles dominam e levam o domínio pouco objetivo para o intervalo.

E o 2º tempo começou já com Kleber ainda procurando o jogo em cima dos zagueiros e ele consegue mais um amarelo, agora no Willian (ao longo do jogo, a linha de 4 será toda amarelada). Palmeiras era todo pelo meio.

Passado o ímpeto inicial adversário, fomos nos impondo no toque de bola, mas pecando na pouca presença de área.

Aos 18 min, saiu o BC e entrou o DF. Estranho, mudança muito ruim, pois o problema era no comando de ataque, não na armação. Com a mudança, a bola não parou mais no meio e o Palmeiras começou a dominar: agora a bola batia no ataque e voltava. Mas Felipão tirou o Lincon do seu lado e o jogo voltou a ficar nosso.  Jucilei — em ótima partida — se lançou a frente armando jogadas pela esquerda, mas não eram jogadas verdadeiramente coletivas.

DF é atacante e poderia, talvez até deveria, ter entrado no lugar do Iarley, mas entrar no lugar do Bruno foi erro. Erro para o time, para o Bruno e para o DF, que entrou na posição errada.

E o que aconteceu a partir dos 25 min? ACABARAM as pernas dos DOIS TIMES! Os buracos defensivos, as tropicadas na bola, a dificuldade para chutar… Tudo se põe na conta do cansaço. E chegamos até mais, mas não se chutava com um mínimo de decência. Era o caso de entrar logo com dois jogadores descansados e definir o jogo.  O que só foi ocorrer aos 44 com Paulinho e Souza.

Não gostei. Os 3 pontos estiveram na nossa frente durante 30 minutos do 2º tempo e não aproveitamos.

Gostei menos ainda do sistema de 3 volantes. Isso, meus caros, é ser excessivamente defensivo.  Com Mano, 1 dos volantes – geralmente o Elias — jogava na meia. Com Adilson, eram 3 volantes recuados e o Bruno Cesar isolado e ele isolado não deu certo quando o Mano tentou. Com o cansaço (e eles cansaram mais do que nós), sobraram espaços para o avanço do Elias e Jucilei, prejudicados, contudo, pela saída equivocada e prematura do Bruno Cesar.

Medo de vencer.

PS: Até a coletiva foi ruim.

Em tempo: para quem não sabe, campeão brasileiro (tirando 2009) precisa de 73 pts ou 64% de aproveitamento. Faltam 48 pts (1,8 pts/jogo ou, a cada 4 jogos: 2 vitórias, 1 empate e 1 derrota. Tá vendo como é importante buscar os 3 pts?).

Anúncios
22 Comentários leave one →
  1. Luís Fontes permalink
    08/03/2010 13:28

    Meu Deussss, mal estreou e ja colocou os inúteis Souza e Defederico… Assim não dá, quantos anos serão necessários para o Adilson perceber que estes dois não tem condições para jogar no Coringão…

    Minhas esperanças de mudança na armação do time foram por água abaixo com a entrada destes dois… se continuar insistindo com Souza e Defederico, tempos difíceis virão!!!

    Curtir

  2. EDDIE/SCCP1910 permalink
    08/03/2010 8:16

    O ponto negativo da estreia do Adilson foi o excessivo numero de faltas cometidas pela equipe. O time controlou pouco a bola e a consequencia foi uma marcação muitas vezes “não encaixada”.

    A principio não tenho nada contra os 3 volantes, desde que sejam jogadores que saibam jogar. E que o Elias volte a jogar um bom futebol
    Uma alternativa seria o Edu, no lugar do Elias ou até do Ralf, isso ajudaria muito no controle maior da posse da bola

    Não gostei da saida do Bruno Cesar, por outro lado fiquei contente pois o Adilson enxerga o Defederico como meio-campista. Já é um avanço
    O erro foi ter confiado a ele toda a armação da equipe e essa não é sua caracteristica, mas eu acho que o Adilson enxergara isso quando tiver maior conhecimento do elenco.

    Falta atacantes ao Corinthians (Ronaldo eu nem conto mais). Uma equipe que passou pela minha cabeça

    Julio Cesar; Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Edu, Elias, Jucilei, Bruno Cesar e Defederico; Dentinho

    Curtir

  3. Kleyton Morais permalink
    08/03/2010 0:18

    eu acho que o ADILSON BATISTA estreou mal no timão,, so tira meia para colocar volante , na VERDADE O CORITNHIANS SO TEM VOLANTES , ATAQUE QUE E BOM SO TEM VELHINHOS, POXA PRESIDENTE MANDAR IR EMBORA O SOUZA, IARLEY, e contrate dois atacantes bons para o nosso time que sejam matadores,,,,,aí sim nos vamos ter chances de ganhar o brasileirao 2010…… lembrete contrate um lateral esquerdo que estamos precisando para ser reserva do RC…. EU SOU CORINTHIANS COM MUITO AMOR,,,,,,

    Curtir

  4. Fernando Souza Jr. permalink
    08/02/2010 20:10

    Acho que o Adílson estreou mal, foi confuso na condução da equipe e a substituição foi ridícula, matou o time no segundo tempo. A única explicação que eu encontrei foi a de que ele caiu no conto do vigário segundo o qual o DVDerico é meia. Mostrou, com isso, que desconhece o elenco. Achei uma puta mancada. Ficou mal até com a torcida porque, com a bolinha que o time vem jogando, até o alambrado do Pacaembu sabe que o Bruno Cesar é peça fundamental e, mesmo não fazendo uma partida excepcional, é um cara que pode ser decisivo numa bola parada, num chute de fora, numa enfiada de bola. Nosso problema continua sendo a falta de agressividade e contundência no ataque, e a mania de recuar além da conta quando faz um gol, dando a bola de graça para o adversário.

    Curtir

  5. Emboava permalink
    08/02/2010 14:58

    Realmente o jogo foi estranho… o Kléber eh um grande jogador ao meu ver… e o Lincon… também… mas foi só isso no Palestra… jah o Corinthians estava jogando muito recuado… aih tirou o BC e aih acabou… o Iarley tava quase morto em campo, será que não deu pra ver ali do banco de reservas? o DF, coitado… deve ser um bom jogador… mas nunca entra em um bom momento…

    Curtir

  6. ANDRE.T permalink
    08/02/2010 13:13

    Bom, o estrago ja foi feito e acho q temos que olhar pro proximo jogo, contra o Fla. Teremos a volta do RC6 (fundamental) e do Dente, e a perda do BC q tomou o 3.o cartao amarelo. Acho dificil o Adilson manter o esquema pois não tem substituto pra mesma função do BC (Danilo não tem a mesma movimentacao, e o DF nem sei por que ainda insistem). Acho que ele pode fazer um 4-4-2 com Elias-Jucilei-Paulinho e Danilo (ou tcheco) e utilizar mais os laterais (L. Castan de lateral não da…), não tenho nenhum problema com 3 volantes, o que acho dificil sao 3 volantes sendo um cabeça de área estilo Ralf e sem ter um atacante que decida.

    Curtir

  7. Robson Nóbrega permalink
    08/02/2010 8:49

    Não quero ser repititivo, tudo sobre o jogo já foi falado, mas como jogou o Jucilei hein!!

    Quando ele usava o corpo ninguém conseguia tomar a bola, só via palmeireinse batendo e voltando.

    Show!!

    Curtir

  8. 08/02/2010 0:09

    Ainda bem que avisei antes aqui sobre as substituições do Professor Pardal hein???

    Curtir

  9. Raphael permalink
    08/01/2010 21:03

    Sobre o jogo, vocês já colocaram muito bem… gostaria apenas de reforçar que PC Oliveira é bizarro e já deveriam ter encostado de vez esse cara. Prejudicou os dois lados, mas ao meu ver errou mais contra nós.

    De resto, vejo o Timão muito dependente do Bruno Cesar, tanto na criação quanto no “por a bola na rede”. E hoje, jogando isolado, quebrou de vez o nosso ataque.

    Sobre o jogo de hoje, vejo que o Adilson já está tentando colocar a sua cara no time… a começar pelo esquema tático. Espero que me engane, mas acho que os 3 volantes serão uma constante daqui para a frente. O esquema funciona muito bem se o time adiantar bastante a marcação e foi o que fizemos nos começo do jogo. Mas não tenho dúvida de que o melhor esquema seria o 4-2-3-1, até mesmo com o Iarley lá na frente como “referência”.

    Por mais que tenhamos muito campeonato pela frente, acho que uma vitória Domingo é essencial para que o novo treinador tenha tranquilidade no trabalho.

    E por fim, vi ontem o jogo do Fluminense e é exatamente o que li aqui num post sobre o Muricy. Mesmo jogando em casa, a postura deles é covarde jogando apenas nos contra-ataques. Conca está jogando demais e fazendo a diferença no time. Mas me chamou atenção que investiram bastante em Elenco, como sabido essencial para um campeonato de pontos corridos. Para o ataque eles tem Fred, Washington, Emerson, Rodriguinho e Allan: 4-5 bons jogadores. Enquanto isso, aguentamos há mais de ano o péssimo Souza como reserva e agora o pouco eficiente Iarley como titular. Enquanto isso Godot segue twitando…

    Curtir

    • 08/02/2010 7:32

      Tinha até esquecido do Godot…

      Acho difícil que esse esquema de 3 volantes sobreviva sem um super-craque matador. Um cara que ache soluções para a partida sozinho.

      Curtir

    • 08/02/2010 14:52

      O PC de Oliveira estava afastado exatamente por ter apitado mal contra o Palmeiras no Paulistão. Resolvem voltar com ele justamente nesse jogo.

      Não deu outra: quis fazer média com Deus e o mundo.

      Curtir

  10. Fernando permalink
    08/01/2010 20:10

    Taí, também não gostei. Repito o que disse lá no blog do Paulo Monteiro: o tal de Adílson fez uma substituição péssima, trocar BC – um dos artilheiros do campeonato – por Defederico, foi foda… agora sei porque o cara era chamado de Professor Pardal lá no Cruzeiro. Adílson precisa se ligar, poderíamos ter ganho; fizemos o primeiro e novamente (como acontecia com o Mano direto) recuamos muito. Coisa pra se consertar imediatamente. Mas o mano Juça mandou bem hoje. Se ele conseguisse dominar a bola naquele lance na esquerda da área e chutasse, era caixa na certa.

    Sei lá, eu sei que é apenas o primeiro jogo do cara, mas não dá pra vacilar. O Mano estava a 100 por hora, embalado, e o Adílson vai ter que continuar no mesmo ritmo, não vai poder tirar o pé do acelerador. No começo do jogo, até estávamos bem, depois o time caiu muito de produção, ele substituiu mal e o time não andou. Não tô com muita confiança no cara, não… mas vamos deixar as cornetadas pra depois.

    Contra o Flamerda, é ganhar ou ganhar. Abs!

    Curtir

  11. mucio rodolfo permalink
    08/01/2010 19:43

    Acho que o resultado foi razoável. Como todo mundo já falou, a grande besteira cometida pelo Adilson foi a substituição do Bruno César pelo Defederico, quando poderia ter sacado o Elias. Não gostei do que foi apresenteado pelo Alessandro (muito mole em alguns lances), do Leandro Castan (talvez fosse melhor ter apostado no Dodô ou ter colocado o Danilo por ali- ainda mais que estavamos com três voltantes), do Elias (está justificando porque foi preterido ao Jucilei na convocação da seleção) e do Iarlei (que de bom só fez o passe para o Bruno César no gol do Timão.

    Curtir

  12. Cesar Augusto permalink
    08/01/2010 19:36

    Não gostei.

    Começamos bem, impondo nossa maior condição técnica, nosso maior entrosamento, mas, para variar, após o gol, recuamos e sofremos o empate.

    O Palmeiras nos encurralou, especialmente, pelo lado esquerdo da nossa defesa e ganhou praticamente todas as “segundas bolas”. Não tivemos contra-ataque, nem cadência, nem marcação decente até o fim da primeira etapa.

    No segundo tempo, em princípio, nada mudou. Sofremos com a falta de inspiração de Elias e Bruno Cesar e com a melhor coordenação do time alviverde. Eles jogaram melhores, mas não souberam vencer, porque tem um atacante pouco inteligente que toda hora se colocava em posição de impedimento, o Ewerthon. Após a saída do Lincoln, equilibramos a partida, na base do toque de bola pouco objetivo e, como você bem disse, o Palmeiras pregou no aspecto físico.

    Ao final, o resultado acabou sendo justo e bom, porque se tivesse que existir um vencedor, certamente, não seria o Corinthians. Demos sorte.

    Não gostei da saída do Bruno Cesar, que foi prejudicado pelo esquema. Jogou muito isolado. E não aguentou a marcação implacável e, às vezes, violenta do Pierre, que bate muito, mas tem a complacência da arbitragem e da mídia em razão da sua história de vida.

    Acho que o ideal naquele momento seria a saída do Iarley para a entrada do Souza. O Corinthians não tem presença de área com o Iarley. E jogando contra defesas fechadas, como será a maioria dos jogos em casa, precisamos de uma referência na aŕea.

    A verdade é que sem o Gordo, não temos ninguém para empurrar a bola para dentro. Logo, necessitamos de um centroavante artilheiro, que, neste momento, é uma posição com uma carência muito grande não só no Corinthians, mas no futebol brasileiro, em geral, com raras exceções.

    Júlio Cesar foi relativamente bem.

    Alessandro foi mal. Chicão foi péssimo na primeira etapa, mas melhorou no segundo tempo. William teve dificuldade com o Ewerthon, que é burro, mas é muito mais rápido que nosso capitão. Castán não comprometeu, defensivamente.

    Ralf errou muitos passes e marcou muito pouco. O Lincoln deitou e rolou enquanto esteve em campo.

    O Elias foi bem discreto. Nota 5, com muita boa vontade.

    O Jucilei foi o melhor do Corinthians, de longe. Marcou com eficiência e apoiou sempre com grande precisão.

    Bruno foi vítima do esquerma de 3 volantes. JH foi bem, fez o gol e era o mais lúcido do ataque. E Iarley foi razoável, mas não tem presença de área. Serve se jogarmos no contra-ataque.

    Adílson fez o básico.

    Esse 4312 de hoje não me pega, sinceramente, especialmente porque neste sistema os laterais devem apoiar sistematicamente o ataque e no Corinthians não temos jogadores com tais características. Os laterais do Cruzeiro, Jonathan e Diego Renan são exímios apoiadores com claras deficiências defensivas, diferentemente dos nossos laterais que jogam mais posicionados e só apoiam na boa.

    Logo, com o elenco que temos, esse 4312 tem prazo de validade.

    O ideal, por enquanto, é um 442, com quadrado no meio. Ralf ou Jucilei, Elias, Bruno Cesar e mais um, que pode ser, porque não o Tcheco. Na frente Dente e JH, mas precisamos de um homem de referência com mais qualidade.

    Quando o gordo voltar, se voltar, teremos que voltar ao nosso eficientíssimo 4231, com Ronaldo na referência. JH e DEntinho pelos lados e BC no meio. E um meio com Elias e mais um que pode até ser o Jucilei, quando tivermos que atacar predominantemente.

    Enfim, não gostei, mas podemos melhorar e, com inteligência, brigaremos até o fim com o Fluminense, que tem um elenco numeroso e de boa qualidade para os padrões brasileiros.

    Curtir

  13. jef permalink
    08/01/2010 19:27

    Também achei errada a saída do BC. A coisa só melhorou quando o Jucilei, o desobediente, resolveu ir mais à frente tentar alguma coisa.

    Porém, com nosso ataque, creio, estamos queimando bons meias. Os atacantes não se movimentam, não dão opção, não fazem nada…

    Curtir

  14. Marcos Andrade permalink
    08/01/2010 18:59

    Tenho que falar na arbitragem, pois foi fundamental, e NA MAIORIA das vezes é, para o resultado do jogo. O gol do Timão estava impedido, mas o dos Porcos também, o tal tira-teima da Rede Otário de TV só engana otário, eles malandramente (como qualquer Juquinha de vida fácil e ordinária) congelaram a bola algum tempo antes para dar a impressão de não impedimento, mas estava. Assim em erros de impedimentos UM a UM. Mas tiveram pelo menos dois penaltis escandalosos não dados para o Timão, um corte de Volei e outro manchete de Volei também. Fora o fato de que o zagueirinho mediocre chamado Danilo (só é talvez menos pior do que o mediocre Lugano deveria ter sido expulso umas tres vezes). Quanto ao jogo concordo basicamente com tudo que tu falastes e principalmente sobre a mudança completamente equivocada na saída do Bruno Cesar, eu teria tirado o Iarley. Mas o time mostrou que é bem superior aos Porcos.

    Curtir

Trackbacks

  1. Timão 1 x 0, perdas e danos. « Não pára de lutar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: