Skip to content

Ficou claro como se ganha um campeonato de pontos corridos?

09/05/2010

Fonte: Lance!

Depois dessa rodada, acho que ficou muito claro como funciona a coisa.

Se você está disputando o título, você joga só o seu campeonato, não deve olhar o campeonato do adversário para não tomar decisões precipitadas.

No campeonato de pontos corridos, você deve ter um ÚNICO MODELO DE JOGO, acreditar nele e mantê-lo nos jogos fora e nos dentro. Não adianta inventar, surpreender etc., mantenha o seu melhor MODELO DE JOGO e some pontos jogo a jogo.

O nosso próximo adversário tem, nos 4 últimos jogos: 3 vitórias e 1 empate. Vencer, nesse caso, vale mais do que 3 pontos. Empatar não cai o mundo, pois a maioria vai perder pontos na casa deles.

Mantido o MESMÍSSIMO desempenho do Coringão até aqui (100% em casa e um lixo fora) seremos campeões com aproveitamento de 68,5% (o usual é ser campeão com 64%).

Rezemos pois, para que Adilson mantenha o time do 2º tempo de ontem e mantenha o nosso melhor MODELO DE JOGO. Ah, e quando o Prof. Adilson aprender essa lição, poderá almejar algo mais como treinador.

Para mim não há jogos em casa e jogos fora. Há jogos para ganhar e penso que a maior dificuldade que existe em ganhar jogos fora tem muito a ver com o aspecto psicológico. As equipas que jogam em casa jogam mais desinibidas e atacam mais; as equipas que jogam fora defendem mais. Mas, analisando as coisas de uma forma muito pragmática, são 11 contra 11, o rectangulo tem mais ou menos as mesmas dimensões e tem que se jogar o jogo. J. Mourinho.

======= ATUALIZADO ===========

Roberto Carlos já aprendeu conosco(*):

Jogar no Pacaembu se transformou em sinônimo de vitória para o Corinthians. Mas, longe de casa, o desempenho alvinegro não é o mesmo. Confiante na manutenção do ótimo retrospecto diante da Fiel, o lateral-esquerdo Roberto Carlos acredita que o Timão não precisará triunfar tantas vezes como visitante para chegar ao quinto título do Campeonato Brasileiro.

– Temos que tirar uma lição. Temos que conseguir duas vitórias fora. Eu estou pedindo só duas. Elas virão na hora certa – afirmou. Fonte: Globo.com

(*) Na verdade, ele passou a carreira inteira disputando pontos corridos.

Anúncios
5 Comentários leave one →
  1. Luís Fontes permalink
    09/08/2010 10:54

    É isso ai Alvaro, e outro ponto importante é não perder pontos para as equipes pequenas… tb acho que estamos no caminho certo, só não tenho confiança na volta do ronaldo, temo que ele se torne um problema para um ataque que vai se achando com Iarley e J. Henrique!

    Curtir

  2. David Emmanuel permalink
    09/06/2010 12:30

    O RC é aquilo que se chama de macaco velho, sabe que as vitórias fora de casa não podem se tornar uma obsessão. Acho que vai precisar mais que isso, pois manter os 100% como mandante não vai ser fácil.

    Curtir

  3. Emboava permalink
    09/06/2010 11:03

    Parece que temos medo de ganhar fora de casa… eu não vejo tanta diferença entre os estádios… acho que falta uma postura ganhadora… amanhã tem o jogo Argentina X Espanha… vamos ver se o Adilson assiste a Espanha e vê como eh que se joga fora de casa… ou mesmo o Barça…

    Curtir

  4. 09/06/2010 9:42

    Sabe o que começa a preocupar? O fator Ronaldo. Quando ele entra, o time muda.

    Outra: é quase impossível pedir para um treinador novo NÃO fazer testes. Há muita vaidade no meio; o fulano quer dar a “cara” dele ao time. Acho apenas que ele poderia fazer isso mantendo o mínimo de coerência; no caso, o Corinthians não tem um Ramires, um volante quase meia.

    Curtir

  5. mucio rodolfo permalink
    09/05/2010 22:56

    Boa noite a todos.
    1-A gente esta tão acostumado a secar os nossos adversários mais próximos na tabela que soa estranho quando você diz que não devemos nos importar por exemplo com os resultados do Fluminense, do Internacional, do Cruzeiro, do Santos…..
    2-VErdade que quando uma equipe faz a sua parte, ou seja, ganha a maioria dos jogos que disputa, o resto vem a seu favor. A maior prova disso foi o Corinthians em 2001 que começou muito mal o paulistão daquele ano, deu uma arrancada na metade do mesmo e passou de ameaçado de rebaixamento a campeão do torneio.
    3- No futebol brasileiro da atualidade são poucos os jogadores excepcionais que conseguem se adaptar a mudanças constantes na forma de jogar. Por isso concordo com voce quando afirma que o Adilson deveria se definir por um modelo e o empregá-lo tanto fora como dentro de casa.
    4- O primeiro comentário que eu fiz no seu blog foi sobre aquele Corinthians de 79. Você inclusive postou um vídeo de uma vitória contra os bambis por 2×1. Você deve se lembrar que o que atrapalhava aquele belo time era a falta de um padrão de jogo, padrão de jogo que só fomos obter com a troca do José Teixeira pelo Jorge Vieira.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: