Skip to content

Timão 0 x 2 Figueirense, não vejo ninguém na minha frente (um jogo de pebolim).

08/21/2011

Figueira entrou diferente do previsto aqui: sem Somália, melhor, sem um centroavante fixo de área, indicando que, provavelmente, queria mais força no meio de campo. Eles começaram num 4-3-3, bem distribuído, que marcava forte nossa saída de bola e era cuidadoso ao já marcar nossos volantes no nosso campo. Como resultado, a bola não chegava na linha Alex-Danilo-JH. Quando a bola chegava, eu me sentia o profeta do apocalipse ao cantar no pré-jogo que esses jogadores não teriam condições físicas de jogar quarta-sábado.

Era uma tristeza!

Lentos, estáticos, imprecisos…

No próprio gol do Figueira, perto dos 40 min, o baixinho ganhou na arrancada do Welder lá do meio de campo. Um constrangedor 0x1.

Fomos para o intervalo com a certeza de que o time deveria ser mexido em 2 peças, para começar. E voltamos para o 2º tempo com Émerson no lugar do Wélder B. A mesma idéia do jogo passado, mas agora o Alessandro ficou em campo.

Como o Figueira não conseguiu mais sustentar a marcação alta que fazia no 1º tempo, Timão começou a ter mais saída de bola pela esquerda e a jogar, pelo menos, no campo adversário. Contudo, Émerson veio buscar a bola muito atrás, se auto-anulando no seu forte, as jogadas de penetração. Depois de uns 10 minutos, Tite reconheceu que Danilo deveria ter sido VETADO para o jogo e este saiu MUERTO, para a entrada do Willian, o chutador.

Não consigo exatamente criticar o Tite, pois Willian seria a pedida de 9 em 10 torcedores, mas para um jogo em que você precisar criar, tabelar, driblar a escolha deveria recair sobre mais um meia-atacante. Só que ele olha para o banco e está lá o Morais.

Enfim, com a substituição, o eternamente marcado Alex ficou sem nenhum interlocutor em campo.

Willian entrou e fez o que sabe: chutar a gol de qualquer posição e quase consegui o justo empate. Figueira desistiu do contra-ataque e foi jogar todo atrás da linha da bola.  Tite ainda tentou o Edenílson no lugar do marcado Paulinho. Forte e empolgado, Edenílson chegava todo feliz com a bola… Procurava a tabela… Procurava o passe… Kdê? Estava lá todo mundo parado.

Os caras ainda fizeram um 0x2 irrelevante.

Sem força física, Timão jogou como um time de pebolim controlado por crianças: todo mudo parado e chutando aleatoriamente.

Criticar Tite neste jogo não é tão simples. Inicialmente, ele poderia ter vetado a escalação de alguns jogadores sem condições atléticas, mas como o próximo jogo é daqui a 8 dias, talvez o risco compensasse. Outro ponto, fácil de perceber ao final do jogo, foi a escolha pela saída do Welder. Errado, pois faltava penetração ao ataque e Welder arrisca mais o drible. A inversão do Alessandro com o Edenílson, ao final do jogo, foi uma BESTEIRA sem tamanho. Ele isolou um jogador descansado para um setor de campo que o Corinthians já não queria mais jogar.

O pior de tudo é que perdemos a chance de colocar aqueles 3 pontos letárgicos de vantagem. Agora, todo time acha que pode ser campeão.

Em tempo:

Copo meio cheio: para quem não sabe, campeão brasileiro (tirando 2009) precisa de 73 pts ou 64% de aproveitamento (em 2010 foram 71 pts). Faltam só 36 pts (1,8 pts/jogo – se empatar 18 partidas e perder 2, leva).

Anúncios
60 Comentários leave one →
  1. Cleber permalink
    08/22/2011 16:46

    Se não me engano o Alex era um bom Lateral-Esquerdo no começo da carreira não era? Por que não testar ele por ali e deixar o Danilo na Meia-Esquerda ?

    Curtir

  2. Daniel CMS permalink
    08/22/2011 16:37

    Na boa, o Tite paga uma de tecnico moderno e que conhece estatistica mas nao sabe nem o comeco do que esta ocorrendo no mundo neste quesito. Aos que tem interesse, saiu uma materia na revista de fim-de-semana do Financial Times sobre o uso de estatistica no futebol e como foram contratados uns PhDs pra desenvolver metricas para os times de futebol, servindo nao apenas para a gestao do time como para contratacao de novos jogadores.

    Se o Tite fosse realmente moderno ele treinaria muito mais bola parada (de onde saem 30% dos gols), colocaria jogadores na cabeca da area adversaria apos escanteios e laterais (para onde vao a maioria das bolas rebatidas por defensores), etc e tal.

    Mas o cara e´um imbecil, que só nao é pior que o Prof. Pardal… A gente tá muito ferrado na mão dele.

    Desculpem o desabafo.

    Abs

    Curtir

  3. Cleber permalink
    08/22/2011 16:02

    Eu tbm acho que vai ser bem dificil perder pro Palmeiras, eu até coloquei 1×1 no bolão porque se tiver falta pro Marcos Assunção bater e o JC tiver no gol ja sabem né………

    Curtir

  4. Morgana permalink
    08/22/2011 15:55

    Depois a gente fica dizendo que o Álvaro é pessimista:
    “se empatar 18 partidas e perder 2, leva”
    🙂

    Curtir

  5. Thiago Guadalupe permalink
    08/22/2011 15:33

    Para quem já acha Weldinho melhor que Alessandro… peguem a jogada toda do primeiro gol do Fiqueirense. Alessandro dá o combate adiantado, quase no meio campo, os zagueiros saíram no Julio Cesar deles que conseguiu fazer o cruzamento… desde o início tava claro que Weldinho teria que fazer a cobertura no meio da area… só que ele chega atrasado furando a bola, JC nosso goleiro nível América-MG fura tb, e gol… Em resumo, Welder = menino (tem muito a aprender ainda!) – não cabe compara-lo com o experiente e eficiente Alessandro.

    De resto, sobre esse jogo revoltante acho que já disseram tudo… só teria entrado com Liedson e Emerson como disse antes do jogo… JH tá perdido nesse time! Olha que no time do Mano, na minha opinão, ele era o principal jogador daquele time.

    O tempo de vacilo acabou em seu Adenor, temos que voltar a jogar com a faca nos dentes!!!

    Começando pela vitória que teremos em cima do time feio, a la felipão, da porcada!

    VAI CORINTHIANS!!!

    Curtir

  6. Cleber permalink
    08/22/2011 14:41

    Sera que se perdemos pros Porcos o Tite cai ou o Andres continua bancando ele?

    Curtir

  7. paulomonteiro permalink
    08/22/2011 10:57

    Caro Alvaro, quanto ao seu comentario, faço questoa de vir respoder aqui tb, pena que no futebol nao tem conselho tipo CREA ou CRM, a merdabilidade entre tecnicos e cartolagem esta liberada, quem paga a consequencia é a gente, ou no caso do seu comentario, o coitado que compro o apto…

    abçs

    Curtir

    • 08/22/2011 13:27

      Hehe!

      Mas eu ainda acho que a solução é ter, na comissão técnica, interlocutores que cobrem internamente o técnico.

      Acho que eles ficam muito livres e não são isso tudo.

      Curtir

  8. André Pinheiro permalink
    08/22/2011 9:06

    acbo de ler que o cara vai mexer no time de novo, pra mim da pra jogar com essa escalaçao desde que o danilo nao jogue aberto e o jh tenha alguma função no time, pq ele ta perdidinho da silva, sera que é tao dificil armar o time no 4222 que todos nós sempre vimos o time do corinthians jogar? 2 volantes, 2 meias aproximados e 2 atacantes tb aproximados. sabado o liedson jogou isolado no meio de 2 grandalhoes o jg inteiro, dai o tite bota o emerson e eu penso agora o sheik vai jogar encostado no liedson, dai o que vemos é o sheik fazendo o que o jh fez no 1º tempo, ou seja, ela nao mudou nada, só trocou jogadores, esse esquema do tilte ai nao da, ele mata o danilo, o jh e o liedson.

    Curtir

    • 08/22/2011 13:25

      É o que o Manu lembrou também e que o PVC escreveu na ESPN.

      Esse é o sistema mais brasileiro do mundo e acho que é bom para pts corridos.

      Curtir

  9. Cleber permalink
    08/22/2011 8:32

    Eu não assisti o jogo inteiro, só vi os gols, no 1º gol era obrigação do JC cortar o cruzamento e ele ficou parado esperando o arremate !!!
    Mais alguem alem de mim acha que o Danilo é mais seguro que o JC no gol ?

    Curtir

  10. Fernando permalink
    08/21/2011 23:48

    Souberam dessa? O Adenor mostrando o dedo pra alguns torcedores no jogo?

    http://chutaquiehmacumba.blogspot.com/2011/08/um-dedo-de-prosa.html

    Curtir

    • 08/22/2011 13:24

      Eu li.Ficou até engraçado!

      Antigamente, era a maneira como se derrubava técnico: todo mundo ia no alambrado atrás da casamata do técnico no final do jogo.

      Curtir

  11. 08/21/2011 20:33

    # O time jogou mal mas pelo menos teve algumas chances, e até bola na trave meteu. Tem gente por ai comparando essa partida com a aquela do Tolima, mas pra mim não tem nada a ver. O Tite falhou ao demorar a perceber que o Danilo não tinha condições de jogo, mas tirando isso, não vejo toda essa culpa que estão tentando botar nas costas dele. Pra mim falta “agudez” nas jogadas ofensivas, e isso está relacionado aos jogadores de frente, que ou são pouco objetivos ou simplesmente finalizam mal.

    # De repente essa derrota possa até ser positiva, considerando o discurso do Tite de buscar alternativas táticas para o time. Quem sabe ele não arrisca e arma o time como a gente vem pedindo, com um quadrado no meio….

    # É irritante ver os resultados finais da rodada e saber que poderiamos ter aberto vantagem de novo com uma vitória ontem. Mas, de qualquer maneira, ainda estamos na frente. Temos 1 semana inteira para nos prepararmos, enquanto os 4 times que estão nos perseguindo (incluindo o nosso próximo adversário) terão jogos de mata-mata no meio dela. Impor-se fisicamente em relação aos suínos será obrigação. E, na verdade, pelo que deu pra ver no jogo de hoje deles contra o SP, técnicamente também. Eta timinho sem qualidade do caramba viu…..

    # Querem tirar o Tite e botar quem no lugar? Carpa? Osvaldinho? Levir Culpi? Antônio Lopez? Pra mim, tirando o Paulo Autuori, não tem ninguém melhor do que ele disponivel. Portanto, prefiro continuar torcendo e esperando que o Tite se manque e corrija os próprios erros.

    # Domingo que vem, quando acabar a rodada, meu palpite é que teremos: 1° Timão; 2° Vasco; 3° Fla; 4° SPFW.

    Curtir

  12. Márcio permalink
    08/21/2011 19:29

    Vou voltar ao jogo da última quarta para falar do de ontem. Mesmo com a vitória contra o Atlético/MG não gostei do que vi: um time desorganizado, sem noção do que fazer e que só resolveu jogar quando a água bateu no peito, com os 0 x 2 contra. Fiquei com uma perspectiva ruim para o jogo seguinte, imgainando que nosso “treinador” poderia repetir a burrada pelo fato de termos virado o jogo na quarta. E não deu outra.

    Definitivamente, não é mais possível continuar com um técnico que tem conceitos primários e que morre abraçado às suas convicções, quando os fatos mostram que elas não são as melhores. O fato estatístico apontado pelo Cesar Augusto é eloquente: nas 10 primeiras partidas, 9 vitórias; e nas 8 seguintes, só duas. Será que o senhor Adenor Leonardo Bacchi é tão burro a ponto de não ver isso, de, no mínimo, não se questionar o porque disso e, com base nas respostas, ver o que precisa mudar?

    Ele é um técnico que não consegue fazer o time reagir quando a situação é adversa (exceto na quarta passada, reconheço, mas aquilo foi exceção à regra titeana), e que também é incapaz de dar um padrão tático ao time. Ele é um ótimo técnico para Guarani, Ponte Preta, Paraná Clube, Sport Recife e outros do mesmo quilate, mas jamais para o Corinthians. Esse cidadão está fazendo hora-extra no PSJ desde a derrota para o Tolima, na Colômbia, pois a apatia que a quipe apresentou naquele jogo é a cara do Tite e sua incapacidade de contagiar o time e fazê-lo reagir.

    Se o Tite é burro a ponto de não enxergar certas coisas, que o Andrés não seja mais burro ainda de continuar a mantê-lo. O grande problema é arrumar um substituto, porque trazer um Dorival Júnior da vida também não dá. Tivesse eu o poder do uso da caneta no PSJ tentaria o Renato Gaúcho, pois acho que o perfil dele, mais bocudo, sem a fleuma titeana, tem mais a ver conosco.

    Dizem alguns que o Mano Menezes já estaria queimado com o Ricardo Teixeira e que ele poderia sair da seleção no final do ano. Esse seria o melhor nome, mas esperar até dezembro com o senhor Adenor no nosso banco de reservas é mais arriscado que deixar carteira perto de político.

    Curtir

  13. múcio rodolfo permalink
    08/21/2011 19:05

    Antes de mais nada devo dizer que perder em casa para um Figueirense da vida quando se espera a vitória é foda. Mas não é por isso que eu vou dizer que o ano acabou e que estamos entregando um campeonato ganho. Aliás, é bom lembrar que o do ano passado, ao contrário da opinião de alguns, não estava praticamente ganho, pois jamais colocamos mais de 4 pontos sobre o segundo colocado e quando o Adenor pegou o time, como bem lembrou alguém num comentário anterior, o time estava atrás de Flunimed e Cruzeiro. E já que o negócio é evocar o passado, vamos lembrar que nem o Osvaldinho ou o Madureira que tinham a disposiçao times muuuuuuuuuuuuuuuuito melhores conseguiram colocar dez pontos sobre o segundo colocado. Ontem o Tite errou em colocar o mesmo time com o que começou a partidada contra o Galo. Só que ele não podia colocar o Emerson desde o começo porque este não aguenta correr os 90 minutos e teoricamente ele seria bom para incendiar a partida no segundo tempo. Ele não poderia ter colocado o Jorge Henrique na lateral esquerda porque não é em todas as partidas que uma improvisação funciona (O Leão em 2006 colocou o Rosinei e o Elton como alas contra o Rio Claro: 5×0 para o Timão. Tentou o mesmo contra os bambis e tomou uma cacetada). O ideal seria manter o Weldinho na direita (o Alessandro já está sentindo o peso da idade e o garoto me parece ter mais potencial do que ele) e colocar o Denner na lateral esquerda. Outro erro do Adenor é não cobrar dos jogadores. Ele poderia, por exemplo, avisar ao senhor Chicão que sua obrigação não é ir ao ataque bancar o ponta de lança. Ver o time alçar bolas na área contra uma defesa alta e bem postada e não reagir é algo inadmissível. O fato é que a gente vai passar uma semana desconfiando das possibilidades deste time no campeonato, mas ai vem uma vitória e como diz o nosso grande goleiro que é tão bom nas palavras

    Curtir

  14. Fernando permalink
    08/21/2011 18:23

    Com o Tite & panelinha bela, estamos fudidos. Só isso. Acho que já deveríamos discutir aqui neste boteco hipotéticos nomes para uma eventual substituição do paneleiro. Apesar disso, é difícil, não há muitas opções disponíveis no mercado e o Andrés ama tanto o cara que, desconfio, vai bancá-lo até o desastre final no campeonato. Por outro lado também seria cansativo eu vir aqui e repetir os mesmos rosários de bobagens e pataquadas táticas covardes que o Adenor impõe ao time domingo sim, outro também.

    Então, vamos jogar nomes disponíveis na mesa!

    Curtir

    • 08/22/2011 8:12

      Márcio seria um resgate e um cara que conhece o clube. Mas, no futebol tático como está, só se ele melhorou muito.

      Já o Ney Franco é um mega tático, mas não conhece o clube.

      O ideal eram os dois juntos!

      Curtir

  15. 08/21/2011 14:56

    Eu sou da tese de que praticamente qualquer técnico, hoje, é melhor do que o Tite.

    Perdemos ontem porque uma série de coisas inadmissíveis aconteceram: tomar um gol de um time pequeno, não ter capacidade de penetração, má finalização, falta de protagonistas… Há tempos o Tite vê que o time tem esses problemas, e cadê a solução?

    Se a diretoria não fizer nada, esse time do Corinthians terá o mesmo fim de todos os times do Adenor: começa bem, cai de produção, e termina com tapinhas nas costas “Ah, disputamos bem, mas…”.

    Chega. Pra fora com esse cara!

    Curtir

  16. Luís Fontes permalink
    08/21/2011 13:20

    Mais uma vez perdemos pontos imperdiveis para times pequenos… aqui na CBN de floripa o atacante do figueira deu entrevista antes do inicio do jogo e afirmou que iriam jogar fechado no erro do Coringão para sairem com a vitória e os 3 pontos. Na mosca.

    Nosso time já é motivo de chacota de clubecos e certeza de vitória, na pratica é o “poste mijando no cachorro”, inves de apreoveitarmos estes jogos para distanciarmos na tabela, ganhar folego e botar terror nos adversarios é justamente o contrario que acontece.

    Agora só resta torcer para o entregacional ao menos empatar com o time da globo para fecharmos a rodada com um preju menor.

    Obs: a zaga do figueira bem postada e com jogadores altos, porque raios passamos 45 minutos tentando cruzar bolas de fora da área e não ganhamos uma jogada siquer????

    Será que o tite que estava de fora observando o jogo não tinha obrigação de gritar que pelo alto não dava???? Será que ele não tinha a obrigação de gritar que as jogadas deveriam ser feitas pela linha de fundo ou chutando cruzado de fora da área para aproveitar a chegada por baixo do liedgol ou do wilhan???? Será que ele não tinha a obrigação de gritar que com o campo molhado era preciso chutar mais bolas de fora da área para o gol e não fivar cruzando a bola alta????

    Sei não, mas pra mim tem jogos que se ganha na tática, o chamado jogo de xadres dos técnicos e tem outros que se ganha no ímpeto, na raça e fazendo apenas o basico, e com o técnico apenas dando orientações simples e motivando os atletas. Ontem era um destes jogos.

    Curtir

    • 08/22/2011 8:09

      A bola alta foi resultado do time estático e com os volantes bem marcados. Quando o Tite mexeu colocando mais atacante e tirando um armador, dificultou mais ainda a criação e a bola subiu mais ainda!

      Curtir

  17. Cesar Augusto permalink
    08/21/2011 12:54

    Infelizmente, mais uma vez, o Corinthians está deixando preciosos pontos pelo caminho. Cansado ou não, o Corinthians não pode perder para o Figueirense, ainda mais no Pacaembu. O Figueirense, também, estava cansado, pois jogou, assim como o Corinthians, na quarta-feira.

    O time está previsível demais e não tem uma característica de Corinthians altamente importante:

    Não ganha na marra.

    Esse é um time de cordeirinhos adestrados pelo Adenor. Ninguém faz nada diferente daquilo que é pedido pelo treinador. O único jogador que tenta algo diferente é o Alex. Dos pés do Alex saíram as principais jogadas do Corinthians, mas isso foi insufuciente para vencer o Figueirense.

    A substituição do segundo tempo foi lamentável por obrigar o Emerson a jogar aberto pela esquerda quando o mais óbvio era colocá-lo para jogar mais próximo ao Liédson. Neste esquema do Adenor, os atacantes jogam muito longe um do outro e, por consequência, o Liédson fica isolado. Era mais simples trocar o Danilo, morto fisicamente, pelo Edenílson e trocar o Liédson, péssimo no aspecto técnico e físico, pelo Emerson. Se não desse certo, aí sim, tiraria um lateral e colocava o William, no desespero.

    O Adenor foi muito pretensioso na primeira substituição ao achar que todo treinador é bobinho como o Alex Stival, que não ganha de ninguém.

    O Corinthians ganhou 9 das 10 primeiras partidas e ganhou apenas 2 das 8 subsequentes, o que fez o percentual do Corinthians cair para 68,5%. É mais realista, evidentemente, mas o Corinthians não soube jogar com a liderança nas mãos, não soube jogar com a condição de protagonista.

    Acho bom, o Corinthians começar a procurar novos rumos, pois, caso contrário, a tendência é o barco afundar.

    Estamos no pior momento do campeonato e a equipe terá a sua sequência mais complicada a partir de agora, pois vejamos:

    Palmeiras, em Prudente;
    Grêmio, no Pacaembu;
    Coritiba, no Couto Pereira;
    Flamengo, no Pacaembu;
    Fluminense, no Engenhão;
    Santos, no Pacaembu;
    São Paulo, no Morumbi.

    São 7 jogos de definirão o futuro do Corinthians. Teremos problemas, pois não nos impusemos frente aos pequenos e demos condições à concorrência de brigar pelo título.

    Talvez jogando fechadinho, no contra-ataque, a La Adenor, consigamos resultados mais expressivos

    Porém, perdemos ótimas oportunidades de abrir vantagem na liderança, tendo em vista a dificuldade dos jogos. Além disso, jogo a jogo, esse time demonstra que não tem espírito de campeão.

    É um time de coadjuvantes, do goleiro ao ponta-esquerda, passando pelo banco de reservas e, principalmente, pelo Treinador, o coadjuvante dos coadjuvantes.

    Ou o Corinthians acaba com o Coadjuvante Adenor ou o Adenor Coadjuvante acaba com o Corinthians.

    O duro será escolher algum protagonista para comandar esta nau prestes à afundar.

    Curtir

    • múcio rodolfo permalink
      08/21/2011 19:12

      Cesar. O Corinthians tem se especializado em contrariar as previsões. Quando a gente pensa que ele vai se ferrar por pegar grandes adversários, ele consegue ótimas vitórias -suadas, sofridas, mas ótimas- e quando a gente pensa que ele vai atropelar por pegar times de pouca expressão, ele decepciona a torcida. Esta sequencia que vc citou é complicada, mas tb o era quando começou o campeonato. Tirando o fato de que cada jogo é uma história, a diferença é que desta vez o Coritiba nos recebe com o time A e os sardinhas terão as focas principais da cia. E se é complicado para gente, vai ser para eles também. Verdade que algumas vezes eu sinto que falta um certo espírito neste time, mas eu não arrisco em dizer que este time não tem cara de campeão. O time de 90 não tinha cara de campeão e acabou sendo.

      Curtir

      • Márcio permalink
        08/21/2011 19:37

        Múcio, o time de 90 não tinha cara de campeão mas tinha espírito, coisa que, a começar por nosso “treinador”, não consigo ver no elenco atual. Fosse eu o Andres colocaria esse elenco para ver filmes sobre a nossa história (princialmente o “23 anos em 7 segundos”).

        Não temos um supercraque no nosso elenco atual, mas temos jogadores voluntariosos. Se eles tivessem alguém na chefia que soubesse explorar o corinthanismo neles, tenho certeza que nosso desempenho seria bem melhor. Porque quando a coisa não vai na bola, tem que ser na raça. É revoltante notar que nosso “líder” é incapaz de explorar isso.

        Curtir

      • 08/22/2011 8:07

        O problema Mucio, é que o Corinthians não parece ser um time que entende de pontos corridos, como entende, por exemplo, o SPFC.

        É incrível a nossa falta de competência em lidar com jogos fáceis. Somos um time de muita cobrança, então parece que ficamos mais concentrados nos clássicos.

        Já o SPFC olha jogo a jogo (talvez seja pela falta de cobrança, não sei).

        Curtir

    • 08/22/2011 7:50

      Bela análise.

      Olhando a sequência de jogos podemos afirmar que Timão perderá o título não nesses jogos que virão, mas naqueles de 3 pontos.

      É muito difícil de acreditar que o time terá aproveitamento de 65% em cima só de clássicos. Mas, enfim, é o que deve ser feito.

      Curtir

  18. Nicolas permalink
    08/21/2011 12:38

    Um bom número de corinthianos observou que o Tite repetiu a mesma escalação que iniciou contra o Atlético-MG. O Tite, portanto, está invertendo um adágio do futebol. Com o Tite, o adágio passa a ser assim: ” em time que está perdendo não se mexe “. A impressão é que o Tite tem uma relação de compadrio ou de favorecimento com certos jogadores. Ele já disse em certa ocasião que tinha uma dívida com o Júlio César pois este havia salvado o seu emprego. Assim, apesar das suas falhas, teremos de aturá-lo até o final do campeonato.

    Eu até concordo com a sua tese do cansaço. Era até visível durante o jogo. O problema é que o Figueirense também jogou na quarta-feira. Pode ser que os jogadores trintões acusem mais o desgaste. De qualquer modo, acredito que o técnico deveria sim ter poupado os jogadores muito desgastados. Não há grandes craques que façam muita diferença em campo. Com uma certa dose de malícia, seria uma medida inteligente. Tiraria a responsabilidade e, em caso de derrota, o técnico poderia alegar o desgaste como desculpa. E acho que é bom que outros jogadores tenham a oportunidade de jogar. O Tite é que não deve gostar muito. Poderia fazer com que os seus homens de confiança saiam do time.

    Curtir

    • 08/21/2011 22:51

      Eu concordo que ele deveria ter poupado os caras, até para sinalizar à equipe, que ela deveria jogar com mais inteligência.

      Mas Tite é o cara que pois o time titular para disputar as primeiras partidas inúteis do Paulista e cansou o time para a Libertadores.

      Curtir

  19. Paulo permalink
    08/21/2011 12:09

    Daria mais uma chance pro Adenor: ganhar, e bem, domingo próximo. Se não ocorrer, embora não acredite que haja técnico disponível no mercado muito melhor que ele – que é mediano -, a porta da rua é serventia da casa! E isso antes que seja tarde, mesmo que venhamos a trocar seis por meia dúzia, até pra tentar dar uma sacudida no elenco – acomodado e cheio de panelinhas. E que passe a imperar o critério meritocrático na definição das titularidades. Basta de “amiguinhos” do treinador, pois isso cria uma armadilha para o próprio time, que vira refém dos “bem-relacionados” e não evolui. Precisamos também nos livrarmos do karma maldito do R-9, com a sua célebre e desastrosa frase de 2009, quando conquistamos a Copa do Brasil: “Agora vamos brincar no brasileiro”. Chega! Por outro lado, reconheço que se ele ganhar bem dos porquinhos poderemos cair numa armadilha, pois ele conquistará uma sobrevida como treinador que talvez, mais adiante, nos seja fatal. Mas o fato é que não dá pra mandar embora um cara que é líder do campeonato, não tem como justificar isso.

    Curtir

    • 08/21/2011 22:49

      Fica muito difícil tirar o treinador líder, ainda mais depois de um jogo que ele perdeu na parte física, não necessariamente na tática.

      Contudo, depois de você escrever esse post, já começou a boataria com o Ney Franco, que nem sei se segura o rojão num time como o Corinthians.

      Curtir

      • André Pinheiro permalink
        08/22/2011 9:32

        o unico treinador lider que vi ser demitido foi o marcio em 2005.

        Curtir

  20. Raphael permalink
    08/21/2011 11:36

    Mais uma derrota em casa… numa rodada em que poderíamos abrir 6 pontos de vantagem sobre o Flamengo – 3 jogos de vantagem, já que teríamos uma vitória a mais.

    O Tite caiu na re-errabilidade que já havia dado errado no último jogo, com o Welder improvisado e o Alessandro morto pela direita. Quando foi pro desespero, ao invés de repetir o que deu certo no último jogo, trocou o lateral errado. Além de burro, é muito pretensioso.

    Outra: faz teeeempo que falamos aqui da necessidade de uma variação tática no time, para se jogar com o Emerson ou mesmo dois meias. No esquema atual, é notório que falta aproximação e participação dos dois extremos, que sempre jogaram isolados no 4-2-3-1 do Adenor. Ele não enxerga e jamais mudará isso… é burro demais.

    Ontem teve um lance do Castán no ataque que subiu meio pressionado mas cabeceou a bola sozinho, fraquinho, sem jeito, pelo lado do gol. São estes lances que definem a linha da medíocridade e o Castán foi reprovado mais uma vez.

    No lance do gol o nosso goleirinho café-com-leite falhou de novo. Ali atrás ele tinha a obrigação de ver que só havia UM atacante na área e que pelo posicionamento dos zagueiros estes não cortariam. O goleiro ali tem a obrigação de atacar a bola! E no final do jogo ele reclamou das vaias… queria o quê seu fdp? PALMINHAS!?

    E a nossa base que não oferece sequer um lateral esquerdo ou até um volante canhoto (não temos nem no elenco principal) que possa ser improvisado por ali decentemente…

    Começamos o campeonato marcando muito, geralmente por pressão e a defesa era o ponto forte do time. Mas nos últimos jogos tomamos 897123 gols… não tá aí o erro? Acho que a urgência hoje está em arrumar um lateral esquerdo (talvez até o Castán) e voltarmos a retranca, uma vez que Alex e Danilo não marcam ninguem.

    Esse time ainda não tem cara nem futebol de time campeão e com o Tite liderando o bando jamais terá. Se a diretoria bancar o cara e Flamengo, Bambis, Porcos ou Vasco aproveitarem as chances, perdemos mais um título de maneira BIZARRA.

    FORA SANCHEZ

    Curtir

    • Márcio permalink
      08/21/2011 19:08

      Raphael, tive exatamente a mesma sensação que você ao ver os melhores momentos do jogo (ouvi pelo rádio pois estava fora de SP). Falo do primeiro gol do Figueira. A forma como o JC (não) vai para a bola é característica daquelas jogadas que diferenciam um grande goleiro dos demais, medianos (coisa da qual ele não vai passar).

      Ele é um goleiro reativo, incapaz de sequer tentar se antecipar aos lances. Para mim, ele não é digno de vestir nossa camisa.

      Curtir

    • André Pinheiro permalink
      08/22/2011 9:35

      concordo, mas pra fazer justiça o garoto denner que ia pro banco deu azar e tb se contundiu

      Curtir

  21. Mario Santiago permalink
    08/21/2011 11:08

    A culpa da derrota é do Tite. Mas não é por causa da postura do time não. É porque ele ainda mantém o Alex no time. O Alex não tá jogando nada. Desde que ele virou titular o time desandou. É um jogador que não passa, não marca, não dribla e que chuta toda hora da intermediária querendo fazer golaço. E tá fraco fisicamente. Os adversários tomam a bola dele como se ele fosse um juvenil. Nada justifica sua presença no time titular. Nada. Ele tá jogando na vaga do William, que ontem jogou só 30min e fez muito mais que o Alex, que virou titular depois da lesão do Liédson. Com o retorno do Liédson, o Tite tinha a obrigação de voltar com a formação que vinha tendo ótimos resultados. Mas ele preferiu forçar a barra pra manter seu amigo Alex no time titular.

    A diretoria deveria interferir nesse caso e forçar o Tite a colocar o time com Jorge Henrique, Liédson e William.

    Curtir

    • Paulo permalink
      08/21/2011 11:38

      E comprometer um investimento de 14 milhões? Será que Andrés deixa? Também acho que ele mereceria banco, até por ser muito fominha e querer garantir seu lugar no time de qualquer forma. Prá não falar das entrevistas, em que ele sempre diz o óbvio achando-se um grande analista, além de transferir a culpa para os outros, indiretamente. O cara já queimou pelo menos uma dezena de bons ataques com seus chutes bisonhos ( ok, fez um golaço contra o Ceará, mas, se tivesse servido companheiros melhor colocados, acho que teríamos feito uns três gols nesses jogos em que ele atuou ). Tenho uma tese que até contraria a maioria: prá chutar de longe, o cara tem que ter qualidade e oportunidade, fora daí não! Vejam que o seu mau exemplo tem “inspirado” outros jogadores, sem a mínima condição de chutar com força e direção, comprometendo, inclusive, a solidariedade que marcava o time no início do campeonato. Ontem, até o Wélder deu dois ( eu disse dois ) chutes ridículos no primeiro tempo. O Liédson também isolou uma bola com dois jogadores pelas pontas em melhores condições prá finalizar ( seu negócio é a definição dentro da área, de longe seu aproveitamento é pífio ). Enfim, quem vai querer se matar na marcação prá passar a bola pro cara “fazer o nome”, chutando sem critério a todo tempo? Acho que ele tem que ficar pro segundo tempo, como alternativa na armação, a exemplo do Sheik no ataque. Que tal voltarmos àquela formação vitoriosa do início do campeonato?

      Curtir

    • Raphael permalink
      08/21/2011 11:39

      Cara, discordo… o Alex ainda não tá jogando o que se espera dele mas foi um dos poucos que apareceram pra jogar ontem. O passe para o Alessandro dar aquele cruzamento bizonho foi dele, por exemplo.

      Acho que falta testar o raio do 4-2-3-1 c/ Titenaccio com o Alex de meia-central, com o Danilo no banco. Talvez melhorasse um pouco a nossa bola…

      Curtir

      • Mario Santiago permalink
        08/21/2011 12:33

        Então. Se ele não está rendendo o que dele se espera. Por quê mantê-lo no time, se todos os jogadores, com exceção do lateral-esquerdo, que eram titulares quando o time estava vencendo todas, estão à disposição? O Tite mudou o esquema de jogo só pra colocar seu amigo Alex no time. O resultado está sendo desastroso. Com o Alex de titular, o Corinthians só venceu 2 partidas. E no sufoco.

        Curtir

        • 08/21/2011 22:41

          Acho que não Mario.

          Hoje, de todas as escalações, a que tem o Alex é a melhor. O problema é que esses caras não conseguem jogar “por dentro” mais.

          O Brasil praticamente não tem mais jogador desse tipo. Então ou ele joga com um outro meia de criação ao lado ou é melhor pensar em outro time.

          Curtir

      • 08/21/2011 22:39

        Concordo aqui!

        Curtir

  22. 08/21/2011 10:56

    Essa derrota foi, além de inesperada, irritante. Fiquei com a sensação de que poderia ter mais uma hora de jogo que não ia sair nada dali. Hoje já tem notícia de que o Tite vai buscar mudanças no sistema que está previsível, mas funcionando até agora. Não acho necessário, porque eu vejo que o jogo foi perdido no físico e não no tático, mesmo com o treineiro errando as substituições (mais uma vez).

    – A lesão do Fabio Santos criou um problema na outra lateral. Alessandro tá sem ritmo de jogo, mas como só tem dois laterais disponíveis no elenco, não tem outra opção.
    – 8 dias pro próximo jogo significa um bom descanso pra turma do quarta-domingo, principalmente o Danilo.

    Curtir

  23. Emboava permalink
    08/21/2011 10:47

    O Corinthians perdeu quando o Tite tirou o Welder do jogo achando que usando a mesma tática do jogo anterior daria certo…

    O Figueirense não jogou nada… mas fez os dois gols no contra-ataque…

    Curtir

Trackbacks

  1. O possível duelo Flu x Timão « Não pára de lutar!
  2. Timão 0 x 2 Figueirense, não vejo ninguém na minha frente (um jogo de pebolim). | Sobre a Depressão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: