Skip to content

O possível duelo Corinthians x Santos

09/17/2011

Santos

Na escalação e na disposição tática é outro time em relação aos outros 4 confrontos do ano. A começar, com a entrada do muito bom Alan Kardec e do enigmático Borges fixo na área, o time achou-se num 4-3-3 em que a força criativa não surge mais de um enganche clássico (Ganso), mas da capacidade de criação e movimentação de Neymar e Alan Kardec. Pode parecer um sistema sem armação, mas não é.

No meio, muita marcação e proteção à defesa, cujo miolo de zaga eu acho fraco, mas nada se compara ao goleiro que me parece míope.
A escalação mais provável é a do quadro. Mas, existe a possibilidade da entrada do menino-muito-bom-armador Felipe Anderson, mais um achado da base do Santos que Muricy tem colocado no 2º tempo.

Conceitualmente, Muricy deve explorar o DESESPERO corinthiano, mantendo o time recuado, apenas isolando os 3 da frente.

Corinthians

Se não tivesse perdido tantos pontos fáceis, esse não seria um jogo em que a vitória é uma obrigação. Esse não seria um jogo desesperador.

Como Muricy, Tite não escapou o time titular então estamos no terreno das suposições. Tem site dizendo que ele vai espirrar JH para colocar o Willian. Acho difícil por duas razões: (1) ele não abre mão do JH para marcar o avanço dos laterais santistas e (2) Willian está numa fase técnica inaceitável para um jogador profissional.

Pessoalmente, eu preferiria um time com Alex-Danilo e Emérson-Liédson. Mesmo porque o congestionamento vai exigir muito do trabalho de criação. Mais um atacante driblador talvez ajudasse. É por isso que eu entraria com o Wélder B, um lateral driblador que pode encontrar soluções para o jogo em 1 drible de profundidade na lateral direita.

Como a tendência é de um jogo robotizado (como o do 1º turno) nossa saída será na base do heroísmo individual. Nosso time pega as energias da arquibancada e define o jogo na raça, no individualismo e na coragem.

VAI, CORINTHIANS!

Anúncios
11 Comentários leave one →
  1. 09/18/2011 12:59

    Chamar o Weldinho de lateral driblador é humanidade digna de santificação. Quando muito, ele é um lateral trombador que tem aproveitamento das suas jogadas inferiores à 10%. Reconheço que ele parece esforçado, tem um perfil ofensivo superior aos outros, mas é ineficiente até dizer chega. Preferiria que ele improvisasse o Edenilson na lateral.

    Além disso, acho que o William, apesar de não estar numa boa fase, arrisca, se movimenta muito bem, volta pra marcar. Talvez a marcação que JH exerce seja mais eficiente, mas se fosse pra escolher, hoje, entre William e JH, eu preferiria William.

    Curtir

  2. Cesar Augusto permalink
    09/17/2011 20:56

    É jogo para o Corinthians ousar, arriscar e buscar a vitória sem maiores receios. O Santos jogará no erro do Corinthians.

    O esquema do Muricy será o 7-3, ou seja, 7 na defesa e os 3 atacantes esperando para dar o bote.

    A bola estará aos pés do Corinthians, razão pela qual entendo que o esquema 4231 estático do Adenor deve ser abdicado. O ideal, no meu modesto entender, é um 4222, para ganharmos o meio-campo.

    Sem JH, sem William, sem Danilo, mas com Edenílson, que marca e joga, temos mais chances de ocuparmos o meio-campo com qualidade no sentido de alimentar a dupla Emerson e Liédson que são bem mais rápidos que a zaga do Santos.

    O jogo é nos atacantes e espero que o Alex, finalmente, jogue um futebol digno o que, por enquanto, aconteceu apenas esporadicamente.

    E a defesa tem que tomar cuidado com as bolas paradas. Os times do Muricy são especialistas neste tipo de jogada.

    >>>

    E vale lembrar que é vencer ou vencer, pois já estamos em terceiro, especialmente, porque os coloridos do Morumbi fazem a sua parte contra os pequenos. O SPFC perdeu do Corinthians, Botafogo, Flamengo, Grêmio, Fluminense, mas levou 6 pontos do Ceará, 6 do Figueirense, 6 do Atlético-MG, que hoje é pequeno, e demonstra, ano a ano, como se conquista um campeonato nestes moldes.

    O Corinthians, verdade seja dita, vacilou contra os menores e agora tem a obrigação de vencer os cachorros grandes, o que será uma tarefa, neste momento, muito mais complicada.

    O Vasco, por outro lado, é um time mais regular e que joga sem qualquer pressão para o título, pois já venceu a Copa do Brasil. E tem o fator Ricardo Gomes, que faz a equipe se matar em campo pelo Treinador, que ainda se recupera do AVC.

    Hoje, estes dois são adversários fortes na busca pelo título.

    Mas o maior adversário do Corinthians, como sempre, é o próprio Corinthians, que vacilou demais em momentos inoportunos.

    Curtir

  3. marcusvcn permalink
    09/17/2011 14:22

    Eu ainda não entendi o Borges artilheiro, mas tudo bem, já houve até Willians artilheiro. O que significa que a bola chega, ou que ele é bom de trombada.

    Um jogo bom para testar as teses da retranca (eu adoro retranca, funciona bem, inclusive é a alma de qualquer esporte, mas veja, precisa saber jogar no ataque também).

    Curtir

  4. Fernando Souza Jr. permalink
    09/17/2011 13:57

    Raras vezes o Corinthians teve um time tão imprevisível. Não sei o que pensar sobre amanhã. Mas uma coisa me parece certa: o destino do Tite depende muito desses dois próximos jogos. O Corinthians, pra variar, encontra-se emparedado pelos próprios erros.

    Curtir

  5. múcio rodolfo permalink
    09/17/2011 11:52

    O Muricy não é daqueles técnicos tarados por ataque e o Adenor não fica muito atrás. Assim dá para prever um jogo truncado. Então, o tal “aproveitar o desespero corinthiano” é um tanto que relativo. Deixando as táticas e estratégias de lado, acho que pode ser daqueles jogos no qual o time corinthiano cresça depois de passar a semana inteira massacrado por parte da sua torcida (“time vagabundo” foi um dos rótulos usados para se referir ao time depois da derrota para o Flunimed). Sobre o Jorge Henrique, eu penso que o Mano já usava-o menos como atacante e mais como auxilidar de marcação. O problema é que o Adenor exagera na dose e o JH há muito tempo não exibe o futebol de 2009.

    Curtir

    • 09/17/2011 12:30

      Eu ainda aposto que o nosso desespero será nossa arma para o bem ou para o mal. Mas, é fato, espero um time melhor depois de uma semana de DESCANSO (pois, pela programação anunciada, não houve treinamento para valer).

      Curtir

  6. 09/17/2011 10:03

    Eu não vi ainda o Santos jogando nesse esquema de 3 atacantes; eu vi alguns jogos do Santos sem o Ganso, e era sim um time sem armação; o meio campo com um monte de segundos-volantes era sofrível na marcação e na armação, embora fosse muito bom no papel. A volta do Adriano e o esquema com 3 atacantes talvez tenham corrigido esses 2 problemas. Acho que esse é o principal jogo pro Alessandro jogar; tem que fazer com o Neymar o que fez com o Ronaldinho, embora seja mais complicado pq o Neymar é mais rápido e se movimenta mais que o Gaúcho. Eu colocaria o Willian caindo por ali para segurar não só o Leo, mas para congestionar aquele lado – o Neymar com espaço aberto é muito perigoso. Na direita, o Danilo até apoia bem, mas sem o Arouca para ajudar no apoio ou o Elano caindo ali para cruzar vira um lado direito não muito forte, que talvez não exija muitas preocupações adicionais além da obrigatória cobertura do Ralf no Ramon. Eu entraria com alex willian liedson sheik; o Santos é um time que se não sufocar a saída e deixar a bola chegar no ataque a chance de perder aumenta muito…

    http://cachacadopovo.blogspot.com/

    Curtir

    • 09/17/2011 11:34

      Como escrevi, a armação fica por conta da movimentação do Neymar e do Alan Kardec que criam jogadas de muita velocidade, como vistas no 1º tempo contra o Cruzeiro, em que eles vencerem de 1×0, mas deram baile.

      Os times do Muricy campeões nacionais sempre mostraram competência em vencer jogos sem muita qualidade na armação (o que deixa o jogo mais feio), com bolas longas da zaga procurando os atacantes no contra-ataque. É por isso, que o sistema atual funciona.

      Curtir

  7. 09/17/2011 9:47

    o problema é o castan levar bola nas costas, o borges passa fácil assim… e o ramon não dá né?!muito ruim….o corinthians perde o lateral esquerdo..e obriga o jorge h descer toda hora, ficando muito longe do liedson

    Curtir

    • 09/17/2011 11:36

      É por isso que eu aposto que ele entra com JH mais uma vez como 2º lateral. É uma solução tosca, pois JH é atacante, mas Tite não treinou outro sistema.

      Por mim, eu entraria com Alex-Danilo, empurrando o Danilo para frente, como ele fez contra o SPFC

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: