Skip to content

Corinthians Futebol Clube

10/27/2011

Cena 1

Na padaria, arrumo uma Folha de S. P.  para ler com meu pão na chapa e minha média dominical. No 1º caderno, esbarro num distintivo do Corinthians e paro ali. Era a página do ombudsman.

“Corinthianos” (?) reclamam ao tratamento dado ao “nosso” estádio: “a Folha chama ele de maneira pejorativa”…

Qual seria esse nome pejorativo? Tentei acertar mentalmente: Incentivão? Ricardo Teixeira? R9? Baba ovo do SPFC? Arena MSI? Fiquei com Incentivão…

O texto, bem canalha, dizia que 80% dos corinthianos (nas entrelinhas, aqueles que tiveram saco para procurar o Ombudsman) reclamaram que a Folha chama o lugar de… Itaquerão!

COF! COF! What?!

Onde, nos reinos do céu ou da terra, Itaquerão é ofensivo? Não sei quem inventou esse nome, mas achei genial! Primeiro, pois ele homenageia uma região esquecida de São Paulo (e por extensão, todo o Brasil) e segundo, é uma escarrada na cara dessa elite tão acostumada a ver essa cidade girando ao seu redor, que transborda preconceito só porque o nome não é de bairro de gente rica.

Mas 80% de Corinthianos, o que é muita gente em qualquer lugar, tiveram o comportamento mais arrogante e são-paulino possível e foram lá reclamar que a Folha atrapalha a “venda de naming rights”. 

Repare que o texto da FSP nem precisou se esforçar muito para ridicularizar no atacado todos os corinthianos.

Cena 2

O ITAQUERÃO vai abrir a Copa. Não é para se comemorar, mas é inegável que foi a abertura quem trouxe o dinheiro da prefeitura (ao BNDES nem foi pedido ainda algum valor, significando um aumento muito estranho do custo financeiro. Muito estranho mesmo).

Mas reconheçamos que se a corinthianada viu razão para festa, então que se faça a festa!

Na Internet, provavelmente motivados pela paixão do Andres ou seriam os mesmos que escreveram para a FSP, não sei, não havia comemoração, mas provocação contra o SPFC, como se fosse uma “vitória roubar a Copa do SPFC”.

Copa eu gosto no campo. Só que isso acaba quando ela sai do campo e vai para as poltronas de cinema, nos monitores que mandam você sentar, no ar condicionado do banheiro, nas alas VIPS, na soberania do seu país alugada pela FIFA etc. Comemorar a Copa no Itaquerão é muita alienação para o meu gosto.

Antes de mim, muitos já acusaram sinais de uma bambinização da torcida corinthiana. Eu acho que essa porteira já abriu há muito tempo.

Temo que a única solução seja o Corinthians cair para a série D e demorar um pouco para voltar.

Anúncios
86 Comentários leave one →
  1. 10/30/2011 4:35

    Bom, passei um bom tempo lendo todos os comentários feitos pela galera, e já que só o Marcos Andrade fez mençãozinha ao assunto, eu gostaria de acrescentar: Não tem nada que me irrite mais do que ver algum jornalista imbecil dizer que o maior sonho do Corinthians é vencer uma Libertadores, e depois ainda ter que aguentar corinthianos por ai, que caem na ladainha da mídia e dos rivais, tendo um comportamento que ratifica essa afirmação. CT, estádio, naming rights, marketing e o escambau, nada disso simboliza melhor a bambinização e alienação da torcida. Alias, acho que esse tipo de atitude transcende um pouco o papo de futebol e já parte pra uma questão de falta de personalidade e caráter próprios mesmo, em que a passividade e submissão a valores impostos por terceiros acaba prevalecendo.
    Tirar sarro e provocar o SPFC pela abertura da copa, ct, estádio, cotas de tv e o caramba, é válido pelo simples prazer de fazê-lo e por saber que pra eles importa. O problema é enxergar algum valor legitimo nisso.

    Curtir

  2. Múcio Rodolfo permalink
    10/29/2011 22:44

    1- Palavras do Celso 1º – inimigo nº1 do Adenor.
    “Mas o mundo mudou, os bons moleques tem empresarios e eles não colocariam suas”promessas” num terrão tendo outros clubes oferencendo estrutura melhor”
    (Mas será que todo bom jogador tem de estar vinculado a um empresário? Se o clube fizesse um processo eficiente e sério de “recrutamento” este problema não poderia ser equacionado. Será que a figura do empresário levando o moleque pelas mãos é realmentre necessário? E veja bem: os bambis há muito tempo tem uma estrutura para as categorias de base melhor que a nossa e nem por isso um Marcelo Djean, um Ronaldo Giovanelli deixaram-se seduzir por isso. Eu não sou contra ter CT, dar um pouco mais de conforto para a molecada. Só acho que não se pode exagerar na dose para não acontecer aquilo que o Pedro afirmou em seu comentário).
    2- Palavras do Ricardo
    “. O Corinthians não é só de vocês, ou da Gaviões, ou do Rosemberg, ou do Andrés, ou do Ronaldo, ou meu…. mas é de todos. Gostem vocês auto-intitulados “torcedores bons” ou não. Para mim torcedor de verdade é aquele que ama o Corinthians, seja pobre, rico, homem, mulher, humilde, exibido, heterosexual, homessexual”
    (Concordo com vc Ricardo. O Corinthians é de todos. Ninguém aqui está suspeitando de falta de corinthianismo. O que há são divergências com relação a certos pontos. Eu não quero que o Corinthians perca a sua essência, que é a de time aguerrido, de origem popular. Não é porque o cara é milionário que o cara não pode ser um apaixonado pelo Corinthians. Não é porque o cara é milonário que ele vai achar que ter o terceiro maior faturamento entre os clubes do mundo deve fazer esquecer as derrotas recentes que sofremos)

    Curtir

    • 10/29/2011 23:25

      Concordo!
      Concordo!

      Curtir

      • eugenes permalink
        03/16/2012 19:15

        mucio, sobre… “Mas será que todo bom jogador tem de estar vinculado a um empresário? Se o clube fizesse um processo eficiente e sério de “recrutamento” este problema não poderia ser equacionado…” é o seguinte – com a lei pelé, que extinguiu a antiga lei do passe, os jogadores deixaram de ser tao vinculados aos clubes mas… passaram a ter vinculo de empresarios/fundos de investimento. o garoto nao pode assinar contrato algum ate os 15 anos (se nao me engano). alias, com 16, 17, tb nao, pq ele nao é emancipado, precisa de adultos que o representem. o que acontece hoje é que o garoto de 15, em categoria de base, em qq time, corinthians, sao paulo ou jabaquara ou juventus, ao assinar seu primeiro contrato ja surge com seu empresario – via de regra um parente (no caso do neymar, o proprio pai), ou alguem ligado ao depto de base desse clube , ou um empresario profissional ou um fundo de investimentos, que irao assinar um contrato com o parente que é responsavel pelo garoto, que é “de menor”. o argumento é “vou cuidar da tua carreira”… e faz sentido, se vc pensar que um garoto de 15, 16 anos, louco pra se firmar como jogador, nao tem maturidade ou expertise pra negociar o valor de seu proprio salario, ainda mais em algo que envolve cifras astronomicas como o futebol atual. mas a mae dele tambem nao tem esse conhecimento… nessa brecha atuam os empresarios profissionais. na pratica o que acontece hoje é que um garoto de 15, ao assinar seu primeiro contrato (ainda qd joga em divisoes de base), ja terá seus direitos “fatiados”, com porcentagens divididas entre ele (o familiar responsavel por ele enqto “de menor”), o empresario e o clube aonde ele assinou seu primeiro contrato – note, essa “divisao” é sobre os direitos federativos, nao sobre o salario do jogador. na base, uma jovem promessa ganha um salario que é via de regra apenas uma “ajuda de custo” mesmo… mas, por exemplo, chuto a idade e os numeros, mas foi algo tipo assim… o lucas saiu da base do corinthians (onde jogava desde os 13 anos) pra ir pra base do sao paulo pq os empresarios fecharam uma proposta tipo 70 mil por mes mais 300 mil de luvas, e isso prum garoto de 17 anos que iria atuar profissionalmente apenas dois anos depois… 70 por mes, bela “ajuda de custo”, nao??? enfim, esses empresarios hj atuam como proprietarios de cavalos de corrida – é um investimento, pode dar muito lucro, pode nao dar em nada, apenas alguma despesa em ajuda de custo… empresarios sao um cancer que surgiu pra extirpar outro cancer – antes o jogador assinava com um clube, e esse clube era proprietario de seu passe até vender, ou até o jogador ser um veterano… e empresarios tem sua funcao, alem de ganhar dinheiro facil – em um time menor, o empresario tentara levar o garoto pra vitrine de um clube grande. no time grande, o garoto tentara se firmar como titular – o que nao é facil, como sabemos, poucos sao aproveitados. se nao rolar, o empresario tentara manter “seu” jogador jogando profissionalmente, pelo interiorzao, ou, muito melhor, no kwait, na arabia saudita… nesse sentido, e nesse mercado globalizado da bola, um empresario com conhecimento do mercado e dos meandros do futebol profissional (no brasil e no mundo) pode ser considerado uma mao na roda pra viabilizar a carreira ($$$) de um jogador. nao deve ser facil negociar o passe de um jogador com um clube arabe, por exemplo. precisa de conhecimento. por outro lado, tem uma pa de gente do meio que vira “empresario” pq tem contato (e influencia) nos deptos de base dos clubes. e essa influencia, qd nefasta, faz garotos serem escalados (ou nao) nos times de base, fazem profissionais serem escalados ou nao no time principal…… enfim, pela atual lei e quantias e mercado do futebol profissional, o jogador de 15 anos acaba se vinculando a algum empresario – que ira negociar com os familiares do garoto as bases de sua participacao nos direitos federativos, e tentara usar sua influencia e contatos pra colocar o garoto pra jogar nos melhores times. é a regra do jogo, hoje em dia

        Curtir

  3. Ricardo permalink
    10/29/2011 16:37

    Se a FSP falou bobagem é porque corinthianos, idiotas ou não, não importa, levantaram a bola para ela. Se vocês não gostaram, ignorem. Mas não venham com essa alienação de criticar a “mídia”. E também parem de achar que só vocês são torcedores “de verdade” e que só merece respeito que for igual a vocês. O Corinthians não é só de vocês, ou da Gaviões, ou do Rosemberg, ou do Andrés, ou do Ronaldo, ou meu…. mas é de todos. Gostem vocês auto-intitulados “torcedores bons” ou não. Para mim torcedor de verdade é aquele que ama o Corinthians, seja pobre, rico, homem, mulher, humilde, exibido, heterosexual, homessexual… Nossa, acho que mexi com o dogma de alguns agora :-). Aliás, afirmo que sou totalmente a favor da profissionalização da admnistração do futebol. O que não quer dizer que concordo com tudo o que a admnistração do Andrés está fazendo, ou que vamos ganhar tudo daqui para frente, mas acho sim que ela acerta mais do que erra. Mas como assisto quase todos os jogos na área vip, acho que a maioria aqui me qualificaria como “bambinizado” e despreza minha opinião. Não me importa, o meu amor pelo Corinthians não vai mudar e o Corinthians continuará a ser tanto de vocês quanto meu. Se alguém acha que o Corinthians precisa fazer a torcida sofrer para depurá-la (cair para a série D?) , vá torcer pelo Santa Cruz. Se for pelo Corinthians eu sofrerei sem reclamar, não importa onde. Tenho certeza que a maioria aqui não tem idéia do que é ter 10 anos de idade, perder uma final do Paulista para o Palmeiras (1974) e chorar achando que nunca veria o meu time campeão. Apesar disso não troquei de time e não trocarei se outros 23 anos de sofrimento vierem… mas eu quero mesmo é ser campeão. Corinthians minha vida, Corinthians minha história, Corinthians meu amor….

    Curtir

    • 10/29/2011 22:13

      Concordo plenamente com você: foram corinthianos que fizeram a meleca e querem desviar a atenção da bobagem que fizeram com o discurso “anti”.

      Mas você erra na parte seguinte, pois não vi ninguém criticar ninguém por conta de condição social ou local de onde vê o jogo.

      Curtir

      • Ricardo.E permalink
        10/30/2011 10:44

        Não acho que errei Álvaro pois não tive a intenção de criticar alguém em especial mas lembrar que para ser “aguerrido e popular” (a essência que não queremos perder, nas corretas palavras do Mucio) não precisa necessariamente ter sofrido, ou ser forçado a treinar no terrão. Parabéns se assim foi e ainda conseguiu vencer. Faz a história ficar ainda mais bonita. Mas pode sim ter sido escolhido em “peneira nos jardins” (aliás, isso não te parece uma crítica “de condição social”?), ganhar campeonatos e continuar aguerrido, popular e amando o Corinthians. Mas não me entenda mal, não estou querendo criar polêmica mas tão somente discutir (e eventualmente divergir, faz parte) o que mais gosto, o nosso amor Corinthians. Abs

        Curtir

  4. mucio rodolfo permalink
    10/29/2011 13:12

    Faltam 35 comentários (com este meu faltarão 34 ou até menos se alguém for mais rápido e postar comentários antes) para este blog atingir a marca centenária de comentários. Não que o Alvaro esteja preocupado com isto, afinal apesar de toda consagração que o blog lhe conferiu, o que significa acesso fácil a fortuna e fama, ele ainda mantém habitos simples como o de tomar o seu cafe da manhã numa padoca.

    Curtir

    • Morgana permalink
      10/29/2011 22:11

      OK Murcio, vou dar meu contributo:
      Ricardo I – o raivoso , esteve em Fortaleza na quinta-feira e durante uma entrevista a um canal local falou sobre os gastos da CBF com arbitragem. Disse que este é o departamento que mais consome investimentos, perdendo apenas para a seleção em si.
      Segue, para quem se interessar, um link com a rápida entrevista.

      Curtir

    • 10/29/2011 22:14

      Mas só nos finais de semana!

      Durante a semana acordo muito cedo… 😦

      Curtir

  5. marcos andrade permalink
    10/29/2011 12:33

    Não acredito mais na Folha, não por bobagens que os ex-querda do PT que a colocam como PIG, mas exatamente ao contrário, por babar ovo para um dos governos mais corruptos e a favor do Capital como foi o do Lulinha paz-ao-Capital e corrupção aos borbotões. Assim, tenho certeza absoluta que a maioria dos Corinthianos não tem restrição ao nome Itaquerão, mas sim ao que a Folha tentou colocar de forma “dirfarçada”, Crackerarão.

    Nunca quis que o Timão tivesse um estádio próprio e muito menos dou valor a libertadorezinhas, isto são desejos de bambis, muito bem capitaneados por bambis históricos como o Juquinha Kufurado e outras merdas de vida fácil e ordinária.

    Sempre achei que a opção correta, já que a Copa do Mundo era inevitável (numa das grandes tramoias do Lulinha, que viu nela a oportunidade de lucrar e ter ganhos políticos), era a reforma do Pacaembu, e que ele não ficasse com o Timão, mas continuasse público, isto é dinheiro público somente em obras públicas.

    Mas entre o Andres e o Juju pé-de-cana (ser pé de cana não é o problema, já que isto é doença, mas o que me incomoda nele é o caráter ou mais claramente a falta dele), sou mais o Andres (que também não troco por um saquinho de pipoca vazio). Enfim, nesta “guerra” onde não tem mocinhos, somente bandidos, ganhou o Andres e teremos estádio, será com dinheiro público, é fato, mas com certeza a reconstrução do Panetone (aquela latrina não cabe reforma tem que fazer de novo), também seria feita com dinheiro público e com certeza absoluta mais dinheiro do que darão para o Itaquerão, pois já disse demolir e fazer outro gasta-se muito mais do que fazer um.

    A questão é: a nossa mídia cor-de-rosa e Anti teria o mesmo comportamento se o escolhido fosse o defunto Panetone?

    Curtir

    • marcos andrade permalink
      10/29/2011 12:34

      digo Crakerão

      Curtir

    • 10/29/2011 22:20

      Eu leio muito pouco a FSP para dizer que ela é PIG ou anti-PIG. A bem da verdade, acho que o caderno de “Política” (ou o nome que ele usam) é de uma fanfarronice INÚTIL.

      Sim, é um caderno INÚTIL, não acrescenta nada. Mas isso é outro papo.

      Só que na triangulação Pacaembu-JK-Andres-etc. eu concordo com você.

      Curtir

  6. 10/28/2011 22:44

    – Sobre os naming rights: o Corinthians pode vender no preço que quiser, o nosso estádio não vai ser conhecido por um nome comprado mesmo. Isso não é Corinthians. Aliás, nenhum estádio brasileiro que eu conheça é chamado por seu nome de verdade; ou alguém aí fala que vai assistir o jogo no Paulo Machado de Carvalho ou ver o Flamengo no João havelange ou no Mário Lobo Filho? Itaquerão vai ser o nosso estádio, ponto final. E a tentativa de usar esse nome de forma preconceituosa não vai funcionar.
    – Apelidos funcionam assim mesmo. Pra quem não sabe, o Palmeiras é conhecido como porco por nossa causa, no início era pejorativo, até eles ganharem da gente de goleada e “adotarem” de forma definitiva esse apelido.
    – Não precisa cair pra série D, se ficar umas 3 temporadas com um time fraco sempre rondando a zona de rebaixamento acho que as coisas voltam ao normal.

    Em tempo: abaixo o futebol moderno!

    Curtir

    • 10/29/2011 22:25

      EXATAMENTE!

      Na FSP, teve maluco que ainda usou naming rights como argumento!

      Questão

      Para qual afirmação a mãe responde “vai com Deus, meu filho!”.

      – Mãe, tô indo pro Itaquerão!

      – Mãe, tô indo pra Arena Brahma Chopp!

      O Ricardo não gostou da ideia da série D, mas você pegou o espírito da coisa.

      Curtir

  7. Marcão permalink
    10/28/2011 19:12

    lamentável ler o que alguns postam aqui…primeiro que ninguém e mais ou menos corinthiano porque vai ao estádio …naming right sim, esta discussãoe imprecindivel, precisamos fazer dinheiro, cotas de tv… Fiel torcedor etc . Ou vãs acham que e da venda de camisas que se entra dinheiro? Esses que São contra isso tudo la na frente vão cobrar um time forte…como se dinheiro carros do céu.os tempos São outros…ou se enquadra neles ou ficamos pra tras…quanto ao perfil do torcedor e ridículo escutar que o perfil mudou…quer dizer que esses caras que vão de VIP só se tornaram corinthianos agora? Não para determinados acefalos ser corinthiano e ser “mano” ser gavião… Acordem e abram o olho…crescemos e aparecemos…abraço

    Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      10/28/2011 22:33

      O que eu não gosto, Marcão, é de ver corinthianos soltando rojões porque temos um CT mais moderno do que dos bambis. Isto pra mim e o cumulo da baboseira. O que eu acho estranho é ver um clube que se notabilizou por ganhar com frequencia de times mais fortes derepente querer ser muito superior aos concorrentes. É como se o Corinthians estivesse perdendo a sua essência. Eu posso estar equivocado, pois não sou o dono da verdade, mas este é o meu pensamento.

      Curtir

      • Marcão permalink
        10/29/2011 4:25

        Mucio, agora sim estamos chegando a um acordo…essa briguinha pessoal dos presidentes Sanches e JJ já deu o que tinha que dar, e “contaminou” a torcida criando ate certa animonosidade.Ai concordo comemorar porque nosso CT é melhor que o dwlas não,mas devemos sim comemorar que temos um CT digno de Corinthians!abraço

        Curtir

    • Marcelo permalink
      10/28/2011 22:34

      Marcão que o perfil da torcida mudou no estádio não resta dúvida, basta ver quantas confusões que eu arrumo por causa de uns imbecis que nunca foram ao estádio e ficam gritando gol antes da bola entrar, se na laranja já está assim imagine nas numeradas…. Porém sou a favor da elitização sim, desde que tenhamos serviços dignos dos preços que pagamos para ver um jogo, também sou a favor da venda de mais e mais produtos, porém sempre de olho nos picaretas que estão no comando do PSJ. Abraços

      Curtir

    • Celso 1° permalink
      10/29/2011 9:50

      Pois é Marcão,a classe vip de torcedores sempre teve, acontece que o clube não tinha este espaço antes.Hoje tem e o timão lucra com isso, eu não consigo ver o erro disso.
      Tem torcedor que fala como se não existisse setores populares no paca.
      Quanto ao namingh hights, tem torcedor que prefere o corinthians abdicar desta fonte de renda e pagar o emprestimo do BNDS do orçamento do clube.Ja imaginou todo ano ter que tirar mais de 50mi pra pagar o emprestimo sendo que este dinheiro poderia ser usado pra montar times e manter as contas em dia??
      Tem muitos que querem que destruam o ct e todos voltem pra fazendinha, se brincar são até contra o novo ct das bases, pois o “bom” seria trinar mesmo no terrão.
      Só o “vai corinthians” não ganha mais campeonato, o mundo e o futebol mudaram e o timão tem que seguir nesta linha de modernidade, senão fica condenado ao fracasso.
      Não dianta ir contra os fatos(ATÉ O PRESIDENTE DO CONSELHO ADMITIU A FAÇANHA DO ANDRES, DISSE QUE ELE FEZ O QUE OS OUTROS NÃO FIIZERAM), a gestão do Andres fez coisas excelentes, embora fraca no dep. de futebol, ele deixa uma herança muito boa pros próximos anos, os novos presidentes terão tudo(dinheiro e infraestrutura) pra ganhar titulos de baciada.

      Curtir

      • Pedro permalink
        10/29/2011 15:34

        No Terrão,ou em campos como o próprio,surgiram: Luís Trochillo,Ronaldo,Rivellino,Idário,Neco,Wladimir,Del Debbio,Viola,Amilcar Barbuy,Márcio Bittencourt e outros que eu possa ter esquecido.

        Todos jogadores que continham o Gene corinthianista.

        Você realmente acha,que molecada criada a leite com pêra,ovomaltino e pão com salame e que irá treinar num moderno CT chegará aos pés dos jogadores citados?Ou você acha que alguém no clube,hoje,vai a periferia para ver a molecada jogar?Ta aí o Damião de exemplo.

        O Terrão sempre foi motivo de orgulho porque era lá que se aprendia o que é Corinthians.Ninguém (ou quase) que surgiu no Terrão deixava de jogar porque “sentiu o adutor”,não fugia da luta e nem muito menos afinava em dividida.

        Time do Corinthians na Copa SP,atualmente,parece que é formado a partir de uma peneira nos Jardins.

        Curtir

        • Celso 1° permalink
          10/29/2011 21:42

          Mas o mundo mudou, os bons moleques tem empresarios e eles não colocariam suas”promessas” num terrão tendo outros clubes oferencendo estrutura melhor.Entendo o que vc quiz dizer, mas a questão é que o mundo mudou e algumas coisas tem que ser feitas mesmo a contra gosto, caso contrário o clube fica em desvantagem.

          Curtir

        • 10/29/2011 22:29

          Pedro, muito bem colocado.

          Não podemos nunca perder nossa origem.

          Clap! Clap! Clap!

          Curtir

  8. Gabriel permalink
    10/28/2011 17:20

    Alô, Fiel!

    Vamos abraçar a luta contra a intolerância e a homofobia!

    Vamos mostrar que sabemos respeitar, conviver e até torcer para as orientações sexuais diferentes!

    Domingo é o dia: vamos todos torcer para os bambis no seu jogo contra o Vasco!

    Isso vai aumentar, com certeza, a auto-estima do 5a0 paulo: pela primeira vez, eles terão uma torcida de verdade torcendo a seu favor!

    Vamos, 5a0 paulo! Dignidade, já!

    Curtir

  9. piki permalink
    10/28/2011 16:31

    É fato que existe uma bovinização do torcedor corintiano.
    Desde o corintiano “médio” que agora está achando bom discutir tamanho de patrocinio, naming rights, cota de TV, qto do corintiano, de estádio, que vai todo jogo ao campo.
    Sou frequentador assíduo, de todos os jogos no Pacaembu e de alguns decisivos fora da cidade, sempre na famigerada área VIP. Vejo, com vergonha, o tipo de torcedor que essa gestão está criando.
    Acho essa elitização criada pelo rosemberg (meu vizinho de cadeira no estádio) uma merda!!! Sempre o vejo com seus jovens do marketing que, duvido muito, tinham ido a um estádio antes entender o que É o CORINTHIANS. Um bando de seboso que se acham deuses e não sabem porra nenhuma de Coringão. Nunca foram a um jogo que não seja na tranquilidade da área VIP do PAcaembu. E me parece um processo sem volta.
    A leva de torcedores que está sendo criada é de um bando de frouxo!! Óbvio que tudo tem sua exceção mas, essa é uma tendencia….

    Sinceramente espero que o Itaquerão consiga dar uma revertida nisso……assim espero.

    Curtir

    • 10/29/2011 22:36

      Você deu uma bela ideia: essa molecada do Mktg tinha de ir em todos os setores do estádio, menos na ala VIP.

      Tinha de perguntar para o cara que não pagou o FT, porque ele não pagou.

      Tinha de perguntar pq o cara está com uma camisa de 1900 e bolinha. Vai descobrir que se ele não vem com aquela, as chances do Timão ficam bem menores!

      Aí, finalmente, entenderiam que mktg no futebol é diferente, pois o torcedor vai atrás do produto.

      Curtir

  10. Alessandro permalink
    10/28/2011 13:01

    Tirando os pós jogos. O Álvaro vai quebrar o recorde de comentários com essa polêmica. kkkkkkk

    Curtir

  11. 10/28/2011 11:06

    Falando de futebol… nosso time reserva no coletivo de hoje:

    Danilo Fernandes, Alessandro, Wallace, Marquinhos e Ramon; Bruno Octávio Edenílson, Ramírez e Morais; Emerson e Adriano.

    Desafio: peguem o time reserva do Vasco, Botafogo, Flamengo e São Paulo…

    Algum chega perto de ganhar do nosso???

    Curtir

  12. 10/28/2011 10:03

    Seguinte:

    1) Comemoro o estádio como uma vitória contra o povo dos ‘eternamente agraciados’ (leonores e ricaços no geral). Nesse sentido, o que o Corinthians conseguiu foi épico.

    2) Itaquera e a Zona Leste aparecerão para o mundo inteiro: justiça poética e épica.

    3) Nenhum pobre verá a Copa: justiça poética melancólica.

    4) Defendo tb meu time, com unhas e dentes, de nego que fala que roubamos dinheiro público. Alto lá: incentivo não é dinnheiro dado. E o empréstimo do BNDES vai cair na nossa conta. Falo aqui o que falo para todos: se o Corinthians não pagar a dívida, serei o primeiro a falar.

    5) É claro que tem coisa que fede. Mas o que fede discuto aqui, na família, com vcs.

    6) Agora, lamentável o papo dos naming rights. A torcida do Corinthians mudou, e muito. Uma pena…

    Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      10/28/2011 11:59

      Naming rights não combina com um clube que se notabilizou como sendo do Brasil o clube mais brasileiro…….E antes aque alguem diga que a palavra Corinthians é inglesa, eu respondo que que na verdade ela é uma palavra aportuguesada. O “s” que colocaram depois de Corinthian foi este aportuguesamento. Notem que bastou este simples “s” para tornar a palavra muito mais bonita do que ela já era.

      Curtir

  13. Marcão permalink
    10/28/2011 6:34

    Álvaro, pra começar,se basear na FSP pra julgar algo sobre o Corunthians,pra mim, é o mesmo que darmos como certas as contrataçôes do ufanista Lance. A FSP 3 a midia mais anti dentre todas as antis, vc ja teve o “peazer ” de assistir ao vídeo que rola no youtube da TVFolha chamando o Itaquerão de Crakerão? Afirmando que a área do estádio 3 reduto de usuarios de crack e que ao inves de se construir o estádio deveriam ser construido uma clinica de recuperação? Portanto a FSP pra mim, não vale nada para se julgar quando o assunto 3 corinthians.
    Os tempos mudaram, futebol é capitalismo e não esporte, mas que envolve uma paixão maior que qualquer patriotismo.Foda -se que a taxa de juros subiu, que a inflação cresceu ou que só tem ladrão em Brasilia…se o Corinthians for campeão 30 milhões de pessoas estarao felizes.
    Itaquerão não é nem um pouco ofensivo e a prova maior disso é que o nome “pegou ” tanto que pode atrapalhar numa eventual negociação do name right…
    Por favor não se basei na FSP.
    Abraço

    Curtir

  14. LP_SCCP permalink
    10/27/2011 23:02

    Infelizmente o futebol moderno é isso, os mais ricos e estruturados vão se sobressair.
    Não podemos achar que vamos ser campeões com Guinei e Jacenir só pela força da torcida. Ainda mais depois q inventaram essa m* de pontos corridos.
    Para o Corinthians e SOMENTE para o Corinthians a construção de um estádio se paga. E isto vai nos colocar em um patamar acima dos outros, viabilizando assim o q mais nos interessa q a montagem de grandes times.
    Mudando de assunto, gostaria de deixar meu repúdio ao preconceito e generalização dos moradores de Higienópolis. Tenho certeza q este é um dos bairros com maior concentração de corinthianos, muitos inclusive com mais tempo de Pacaembu do que a maioria aqui tem de vida.

    Curtir

    • 10/29/2011 22:40

      E como o Mucio diz lá em cima: essa verdade está aí, mas está aí também um novo torcedor que comemora o número de camisas vendidas!

      Curtir

  15. Pedro permalink
    10/27/2011 22:38

    Antes que me esqueça: até concordo com a retirada das estrelas.Mas,na boa,que porra de república popular é essa que não questiona isso ao “cidadão”?

    Curtir

    • Morgana permalink
      10/28/2011 0:09

      Se eu não me engano, a Coreia do Norte e a China tbm possuem o “Popular” no nome oficial.

      Curtir

  16. SERGIO SANTANA permalink
    10/27/2011 21:48

    A abertura da Copa no Itaquerao (naum sei como acentua nessa droga de mac) eh um tapa na cara da elite. Acho que o nome Itaquerao jah em si eh uma dor de cabeca pros caras, Vai bater o recorde de venda de prozac em Higienopolis ! Para mim , se eh assim , que Viva o Itaquerao ! Viva o Corinthians e viva o povo brasileiro !

    Curtir

  17. Celso 1° permalink
    10/27/2011 21:27

    Discordo de tudo, comtodo respeito.
    Iaquerão é sacanagem dos antis, chamam assim de propósito, tanto é que não chamama os outros estadios de SP assim no aumentativo.
    Sem copa, sem licenças, pois a burocracia seria grande e demoraria no mínimo 1 decada ora regularizarem tudo.
    O poder publico é aparelhado de bami5 no alto escalão, só liberaram as licenças por causa da copa.Este é o maior benefício de sermops sede, sem falar na valorização do empreeendimento(sim vai ser uma maquina de dinheiro).
    Ja que falaram em gestão aqui nos comentários, deixo bem claro que, para mim,o Andres tem muitos pontos positivos, muitos mesmo, contudo tem a esculhambação do departamento de futebol, algo várzeano ainda.
    Mas no geral sua administração é boa, e deixa um bom legado pro futuro do timão.
    Querer so detonar o Andres não dpa

    Curtir

  18. Cesar Augusto permalink
    10/27/2011 21:08

    Itaquerão não é pejorativo. Afinal, é o aumentativo do nome do bairro que serviu de argumento para a concessão dos CID’s. Aliás, Itaquerão é um termo bastante interessante contra a elite branca de olhos azuis, que terão que usar o bilhete único para assistir aos jogos da Copa, lá no Itaquerão.

    Ou Itaquera ou Itaquerão só pode ser dito de acordo com as conveniências do clube?

    A Folha de São Paulo, quando se trata de Corinthians, convenhamos, é um jornal bastante malicioso, como é também o Estadão. Pode até ser que utilizem o termo Itaquerão na tentativa de inviabilizar o “naming rights”, mas, sinceramente, acho que houve um exagero por parte da torcida do Corinthians.

    Ademais, a partir da negociação do Naming Rigths, com a fidelidade que, em regra, o corinthiano demonstra com a equipe, o termo Itaquerão será abolido tranquilamente.

    Portanto, a discussão, nesta questão é inócua.

    Preocupante é que comportamento desta natureza é típico da torcida de um outro clube da cidade.

    Típico de torcida alienada.

    Típico de uma torcida que tem absoluta repugnância pela palavra contraditório. O Corinthians merece defesa, sim, mas jamais à qualquer custo.

    E quem tem repugnância pelo contraditório, pelo debate, pela divergência de idéias, utiliza das mesmas armas de regimes totalitários. Isso é perigoso.

    Esse tipo de defesa, quase que insano de tudo que envolva o Corinthians, já beirou o ridículo. Trata-se de um comportamento padrão, principalmente após o surgimento das inúmeras redes sociais que são disponibilizadas para falar de assuntos relacionados à equipe.

    A diretoria do business tem uma rede de defensores nas mídias sociais nunca antes vista na história do clube.

    Falar mal do Andrés é quase um crime. O Presidente que fez CT, Estádio, Marketing, entre outras coisas não pode ser criticado. É Deus.

    A diretoria e seus asseclas tem absoluta intolerância ao debate e iniciaram, de caso pensado, um processo de alienação e, por consequência, bambinização da torcida do Corinthians por um simples motivo:

    O grupo que administra o Corinthians quer se perpetuar no poder.

    Por muito tempo. Nos próximos 10, 15 anos, haverá alternância de poder apenas em relação a pessoas, mas não haverá alternância de poder no tocante às idéias.

    Sai Andrés.

    Entra Gobbi.

    Volta Andrés.

    Volta outro do Grupo do Andrés e, assim, sucessivamente.

    O projeto de comando é esse, apesar que o discurso é absolutamente democrático.

    E a alienação da torcida, que faz vistas grossas aos desmandos da atual diretoria, é só o começo.

    >>>

    A Copa em Itaquera é uma grande vitória política do Corinthians. Os Leonores, tão agraciados pelo Poder Público ao longo da história, desta vez dançaram. Estão desolados. Nós seremos agraciados pelo Poder Público.

    Mas a Copa, em si, certamente não será para o povo humilde de Itaquera.

    A Copa será um mega-evento destinado a quem puder pagar um ingresso de, no mínimo, R$500,00. Serão poucos.

    Saindo um pouco deste assunto, entendo que a diretoria deve responder alguns questionamentos?

    Porque o financiamento do BNDES será pedido somente em abril?

    Não seria interessante lotar a caixa de e-mails do Sanchez e de sua turma para saber o porquê deste adiamento?

    Porque o Corinthians mudou o distintivo sem consultar o seu maior patrimônio?

    Intolerância ao contraditório?

    Curtir

    • Celso 1° permalink
      10/27/2011 21:33

      MAs tem um grande grupo que elogia o Andres e faz suas “considerações”.
      Muitos não escondem a irritação com a bagunça no departamento de futebol.
      Agora não dá pra generalizar tudo né.
      Vamos separar as coisa boas(A MAIORIA) e as ruins da gestão Andres.
      Querer generalizar é entrar no clima a oposição que não tem copetência, não sabe fazer politica, só sabem criticar e até os acerotos eles detonam.Criticar o que ta certo é um absurdo, a oposição deveria tocar na parte errada, o depart. de futebol e não desmerecer o que o Andres fez de bom

      Curtir

      • 10/27/2011 21:57

        Mas Celso, estamos criticando o que NÃO está certo.

        Virar uma torcida preocupada com números de marketing sempre foi babaquice de uma turma certeira. Nós sempre fomos um time de futebol, o nosso início, meio e fim.

        Curtir

        • Celso 1° permalink
          10/27/2011 22:13

          MAs não vejo a fiel se gabando tanto assim, temos mil e um motivos pra humilhar um rival mas no geral só focamos o timão e quando esbanjamos é mais pra rebater os que nos zombavam ou tentam zombar.Ja imaginou os bambi5 com tudo o que possuímos(amor, identidade, feitos historias,tudo verdadeiro sem MKT) principalmente agora com as conquistas e reformas do Andres??
          Seria umá babaquiçe sem fim, e como vc sabe, a mídia iria seguir a cartilha roso e dar publicidade a tudo isso.
          Hoje o corinthiasn é outor, a modernidade chegou e temos que tentar misturar tudo, mas separar jamais.
          O corinthiano hj pode se defender de toda a tentativa de “bulling” que sofreu por muito tempo, ja que antes se defendia na garra, no “aqui é corinthians e que se danem”, ja agora ele continua com este discursso mas tem os números na ponta da límgua pra desqualificar os antis de vez.Pra mim a fiel ta é evoluindo.
          Temos que entender que nosso MKT ta simplismente expondo o timão, expondo essa republica única no mundo, o corinthiano agora pode se desfrutar de sua maior paixão que é o corinthians.Antes não tínhamos esta facilidade, pois burramente não exploravam essa paixão, essa coisa que nos move e que nos contenta por muitas vezes em somente existir, sem nehuma condição, sem nenhuma contraprestação, apenas nos satisfazemos em ter e em ser o corinthians.Isso o MKT vem fazendo e lucrando e revertendo o lucro em poderio fianaceiro que é necessário no mundo modern pra sermos competitivos,contudo, ainda precisamos melhorar no departamento de futebol.

          Curtir

        • LP_SCCP permalink
          10/27/2011 22:42

          Aproveitando a democracia, gostaria de discordar da maioria e concordar com o Celso. O termo Itaquerao é sim utilizado com intençōes pejorativas pela mídia anti. A diretoria indicou que o nome provisório deveria ser Arena Corinthians, mas em nenhum momento vi nenhum órgão utilizando tal denominação. Entre a torcida cabe a cada um chamar como achar melhor, eu particularmente gosto de Itaquerāo e dificilmente daqui a 2 anos vou falar algo como “estou indo ver o Timão na Arena Petrobras”, mas a imprensa deveria ser imparcial, assim como ocorreu com o ex-Marcelinho, que pediu para ser chamado de Lucas pela diretoria amiga e foi prontamente atendido.
          Quanto a escolha para a Copa nao podemos esconder que foi uma vitória institucional enorme e justamente em um ponto que para elas é um dos poucos motivos de orgulho que é aquele buraco. Nós devemos comemorar o feito sim e porque nao sacanear um pouco? O que não pode ocorrer é ter o discurso de “perdemos o campeonato, mas vamos abrir a Copa….”
          Os erros da diretoria são sempre discutidos e nao pode ser diferente, mas o que nao pode é se colocar a criticar qquer coisa, pelo mero hobby de criticar..
          Minha opiniao é quE no futebol os erros foram maiores q os acertos, mas mesmo fazendo muita m*, o Corinthians está em um patamar hj de estar sempre brigando no topo, diferente dos eternos altos e baixos presenciados nos 15 anos anteriores. No entanto, no lado institucional, os acertos foram maiores do que os erros, propiciando uma base fortissima para os proximos presidentes poderem fazer uma melhor gestao do futebol.

          Curtir

        • Celso 1° permalink
          10/28/2011 11:16

          LA_SCCP, belo exemplo este do Lucas.Só foi a bixarada pedir que a mídia roso atendeu, ja pro timão isto não vale, o Andres pede toda hora e eles fazem o contrário de propósito.
          O timão tem que se preparar pros novos tempos do captalismo, só o “vai corinthians” não é suficiente.Hoje o mundo do futebol é um concorrência enorme e tudo tem que ser feito da melhor forma possível, sempre tentando aliar a tradição ao R$, quem for contra esta regra tende a perder espaço rapidamente,no nosso caso, não da pra deixar de vender um nome por 400mi, é muita grana envolvida.
          Mas tem corinthiano que prefere ver o estadio chamado de fielzão, Arena Mateus etc e tendo que o time pagar o emprestimo do BNDS da receita corrente tradicional.

          Curtir

    • doutor permalink
      10/27/2011 21:34

      Meu caro, parei de ler quando você escreveu “elite branca de olhos azuis”, faça-me o favor, o contrário da tua sentença é “pobre preto de olhos escuros”, pense a respeito… sei que esse é um blog de futebol então nem vou entrar no mérito da questão.

      Curtir

      • Cesar Augusto permalink
        10/27/2011 22:04

        O termo “elite branca de olhos azuis” foi bastante utilizado pelo ex-Presidente Lula ao imputar a tal elite a responsabilidade pela crise.

        Em momento algum, utilizei este termo para fazer qualquer diferenciação étnica.

        Apenas utilizei o termo da mesma forma que o Lula utilizava, ou seja, para ironizar a elite que, em Itaquera, terá que descer do seu pedestal, se misturar e, ainda, andar de metrô.

        Itaquera é um tapa na cara desta elite, seja de olhos azuis, ou não.

        Foi isso que escrevi. Nada além disso.

        Curtir

    • 10/27/2011 21:54

      Cesar, troco o meu texto pelo seu!

      O meu só provocou o que o seu explicou.

      Curtir

  19. Morgana permalink
    10/27/2011 20:53

    = )

    Por mim, usaria algumas referencias, do tipo:
    O estádio do Porto não se chama Estádio do Dragão?
    Então, que o nosso fosse o Estádio da Lua.
    Morada de São Jorge;
    Bando de Loucos = Lunáticos
    Ainda colocaria uma estátua similar ao desenho do uniforme grená, bem na entrada.

    : ]

    Curtir

    • 10/27/2011 21:58

      Eu trocaria Itaquerão por Estádio da Lua!

      Curtir

      • Guimba Rômulo permalink
        10/28/2011 17:03

        Estádio da Lua foi ótimo!

        Curtir

      • Morgana permalink
        10/28/2011 23:19

        Imaginem só: (na voz do narrador da sua preferência, no meu caso o Luis Roberto)

        “E na próxima rodada o Corinthians joga em casa, no Itaquerão”

        “E na próxima rodada o Corinthians joga em casa, no Estádio da Lua”

        Ia soar muito bonito =D

        Curtir

  20. Pedro permalink
    10/27/2011 20:30

    Álvaro,hoje,muitos corinthianos pensam que ser Corinthians é defender as escolhas da diretoria e não contestá-las.Tipo,se eles tiram as estrelas da camisa eu tenho que concordar e ponto final (deixando claro que eu concordo com a retirada das estrelas).Se eu discordar,é porque eu quero a volta do Turco (como já vi alguns dizerem).

    Eu quero que se foda quem é o presidente do Corinthians.Aliás,na nossa história diretoria alguma foi unanimidade(nem mesmo Bataglia),porque esta tem que ser?

    Ser Corinthians sempre foi sinônimo de subversão,amor incondicional e,acima de tudo,contestação.A nossa história é diferente das demais porque o Corinthians é a maior vitória popular da história da cidade de São Paulo.Nascemos para ser um clube de Várzea e ousamos conquistar uma vaga no “futebol oficial” num tempo em que somente “clubes do chá das cinco” tinham direito a disputá-lo.

    Se o futebol brasileiro caminha para a modernidade,sejamos Corinthians e lutemos contra isso.

    Como diria aquela música: “O Corinthians é preto e branco,onde passa deixa encanto,porque rema contra a maré”.

    Curtir

    • Pedro permalink
      10/27/2011 20:54

      Álvaro,acabei de ler no Blog do Silvinho um comentário dizendo que a torcida não está nem aí para os erros e acertos da diretoria.

      E agora José?

      Curtir

      • 10/27/2011 22:01

        Nunca foi assim e não creio que seja agora.

        Eu já ouvi esse discurso e claramente ele é de interesse da situação para desmobilizar o discurso opositor.

        É mais provável que ele tenha mais apoiadores do que “gente que não liga para o que a diretoria faz”.

        Curtir

    • 10/27/2011 21:59

      Matou a pau. Perfeito.

      Curtir

  21. Múcio Rodolfo permalink
    10/27/2011 17:42

    Será possível convencer milhões de torcedores corinthianos se referirem ao nosso novo estádio pelo nome que a diretoria deseja por razões de ordem financeira, em nome dos tais “naimimg raights”? Ou o nosso estádio vai ser chamado frequentemente pelo nome que a torcida adotará de forma espontânea? Eu não acho Itaquerão um termo perjorativo. Mas sei que a tropa de choque da bambilandia e os antis o usam dessa forma. Ou alguém acha que um Fernando Sampaio da Vida ou um Luis Carlos Quartarollo qualquer fala o termo Itaquerão com respeito ou reverência? Mas pelo que entendi, o pessoal ficou irado porque a folha usou o termo craquerão numa clara intenção de atingir o nosso novo estádio e consequentemente o Corinthians. Por fim, eu concordo com o seguinte: tem muita gente se esbaldando porque os bambis não vão ver o seu estádio como palco da Copa e, consequentemente, perderam a chance de reformá-lo com dinheiro público. Mas eu prefiro mil vezes tirar sarro de um bambi lembrando-o de quantas vezes eles perderam para a gente numa final de campeonato.

    Curtir

    • 10/27/2011 19:44

      Exato. Um pouco de razão nessa balbúrdia!

      Quem interpreta ITAQUERÃO como perjorativo é alguma coisa entre um ignorante e um preconceituoso, faixa onde atuam Fernando Sampaio e Quartalollo.

      Tem corinthiano comemorando todo tipo de besteira, menos futebol, exatamente como eles sempre fizeram.

      Curtir

  22. 10/27/2011 15:35

    Corinthians pretende pagar grande parte dos R$ 400 milhões do emprestimo do BNDES vendendo o nome do Estadio. Me lembro do Andres sendo enfatico e pedindo um favor (o primeiro, segundo ele) para a imprensa não rotular o nome. Cada vez mais que o nome pega, pior para o Corinthians na negociação dos Naming Rights.

    Sobre a Copa ter trazido o dinheiro da prefeitura, acho justo. O ultimo a ter que pagar pelas frescuras da Fifa seria o Corinthians. Quem se comprometeu a trazer a Copa para o Brasil e seguir os cadernos de encargos da Fifa foram o governo federal e São Paulo como cidade sede.

    Andres sabia que o Morumbi não servia e seria vetado. E sabia que tinha um terreno em Itaquera dando sopa.

    Se o Corinthians conseguiria erguer um estadio em Itaquera pra 48 mil pessoas sem a Copa no Brasil?? Nunca saberemos.

    Curtir

    • 10/27/2011 19:46

      O Corinthians só conseguiria levantar um estádio sem BNDES/PMSP no modelo da SEP, até porque estádio não dá retorno.

      Curtir

    • Celso 1° permalink
      10/27/2011 21:48

      A prefeitura não vai por deinheiro da obra de fato.
      O que acontecerá é um adiantamento de um quantia X de impostos que o estadio vai gerar e que com a abertura da copa bate a casa dos 2 bi, sem falar nos efeitos cascatas que são monstruosos conforme divulgou, se não me engano, o IBGE, Sebrae e ostros institutos.
      Ou seja, a prefeitura deixa de arrecadar 420mi mas ganha 1,5 bi e ainda desenvolve uma região carente.
      O poder público vai é arrecadar mais e não tirará nada do orçamento como querem afirmar os antis.
      Os orçamentos de 2011,2012,2013 e 2014 não terá nem uma destinação para a obra corinthiana, pelo contrário ja que na arrecadação de 2014 vai ter um aumento por causa da copa.
      Engraçado é que isto acontece há muito tempo no Brasil(na zona leste desde 2007) todo e só porque é com o timão todos implicam

      Curtir

  23. Daniel CMS permalink
    10/27/2011 15:28

    Eu tenho uma sensação que há uma bambinização do torcedor em relação ao time.

    Antes, não ligávamos se ganhássemos ou perdêssemos, era a história de como o time se portava em campo. Apoio incondicional. Éramos voltados para nós e não para fora. Hoje, há muito mais preocupação com a vitória e encher o saco do bambi ao lado.

    Essa é a impressão que tenho na rua e nos estádios. Mas talvez isso seja da geração que viu o Corinthians ganhar algum título a cada 2/3 anos em média. Para a geração da fila dos 23 anos, a esperança e o orgulho do sentimento eram tudo o que havia.

    Se a historia de não chamar o estádio de Itaquerão for para defender os naming rights, e consequentemente o patrimônio do clube, acho justa a manifestação. Se for preconceito contra Itaquera, um absurdo.

    Vejam o exemplo da Arena da Baixada, que todo mundo chama de Arena da Baixada e a Globo foi lá e piorou a situação…

    Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      10/27/2011 15:33

      É isso, cena 2!

      Curtir

    • Alessandro permalink
      10/27/2011 16:46

      Nasci em 75, não fiquei 23 anos na fila, morei apenas 11 anos em S.Paulo e ouvia os jogos do Coringão no Rádio, fechado no quarto e concentrado.

      Ás vezes não ouvia nada esperando os melhores momentos fazendo parecer que era ao vivo.

      Isso foi entre 80 e 85.

      Estou longe e tento assistir pelos menos meia dúzia de partidas em loco. Chegar a sonhar que estou assistindo uma partida no Pacaembu.

      Nunca cobrei título do time, gosto de ver ele jogar.

      A felicidade é sempre ver nosso Coringão e o Campeonato quando vem, nos leva ao êxtase total.

      Por isso somos odiados e a realidade que incomoda tanta gente.

      O único erro da diretoria é tentar essa comparação ridícula.

      Os bambis nunca foram tudo isso e nunca serão, morrem de inveja do nosso jeito de ser.

      O SEP vem se tornado um time pequeno, dos tiozinhos comedores de macarrão, será uma Portuguesa daqui a 50 anos.

      E o Santos é o time fashion, sempre surge uma marca que as meninas adoram, não vou discutir nada de um time que teve o maior do mundo e tem menos torcida do que nós na sua cidade natal.

      Curtir

      • Daniel CMS permalink
        10/27/2011 17:22

        Alessandro

        Matou a pau.

        O que temos e sentimos pelo Corinthians, ninguém mais tem. E isso irrita os antis porque pensam que o sentimento está correlacionado com o número de Tites, ops, títulos.

        Curtir

  24. JOSE CARLOS DE CAMARGO permalink
    10/27/2011 15:26

    ALVARO: a FSP chamou o futuro Estádio de Craquerão, devido aos pontos de Droga no
    pedaço! Você está por fóra! Itaquerão já é um nome conhecido; já Crakerão já é outra /
    coisa!

    Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      10/27/2011 15:37

      Essa do craque não me surpreendeu.

      Acho boa oportunidade para o Clube mostrar compromisso com a região.

      Curtir

  25. Fernando permalink
    10/27/2011 14:34

    Putz, Álvaro, vc está sendo ridículo. Algum jornal ou jornalista por acaso chama o panetone de “Leonorzão”? Ou o novo Chiqueirinho de “Pompeião”? Só você não quer ver que a “Falha” está falando no pejorativo. E a torcida não foi arrogante coisa nenhuma, os Corinthianos foram lá defender o clube justamente disso, ou você acha que a Folha pratica um jornalismo sério, isento e parcial? Esses caras – 100% do jornalismo esportivo DO BRASIL – não querem homenagear nada, querem é atacar, irritar e ridicularizar, como você mesmo percebeu.

    Porra, o que tem de mal em defender naming rights? Parece que você está confundindo um suposto espírito anti-futebol moderno contra ver a realidade. Abre o olho, mano! O Corinthians virou este gigante que é porque justamente lutou para isso, no concreto, na real, contra o preconceito do futebol “oficial”. E conseguimos! Mas acho que você queria que nós continuássemos na várzea do Bom Retiro ainda, só para não termos Copas, naming rights e coisas quetais. O sistema do futebol moderno é ruim? É, mas então modernize suas formas de luta. Em terra de sapo, mosquito não dá rasante. Não adianta nada ficar gritando contra ele, que ele não vai mudar por si só. Temos é que ser realistas, fazer uma bela feijoada com o futebol moderno e continuar crescendo, como sempre foi e sempre será.

    Qualquer Corinthiano sabe que TODOS os meios de comunicação atacam o Corinthians das mais variadas formas. E não é só a mídia. Até a “gloriosa” polícia de São Paulo já fez treinamento usando um fulano com a camisa do Corinthians representando o “bandido”. Se você não vê algo grave em toda essa conjuntura, só posso lamentar. Eu não vejo uma bambinização, vejo é uma fascistização desses meios e da opinião pública que os apoia. Mas vocês, radicais anti-Andrés, na ânsia de atacar toda e qualquer realização dele, atacam também uma reinvidicação legítima da torcida, perseguida por décadas e décadas. As maquetes feitas e desfeitas de administrações anteriores provam isso. Você tá ficando do lado errado, desculpe dizer. Não gosta do estádio de Itaquera, acha uma merda a Copa, acha tudo errado, ótimo, faça passeata contra corrupção, junto com a imprensa paulista “Isenta e imparcial”. Aí tá cheio de antis que pensam igualzinho. Nós vamos pra nossa MECA. E a Copa vai ser aberta lá sim, e digo mais, eu rezo para que seja um sucesso retumbante. Aliás, a única sede que até agora não deu NENHUM problema como greve dos operários por falta de pagamento ou atrasos nas obras.

    Série D? Fala sério Álvaro. Olha, você pode ter todo o direito de não gostar do estádio. Tudo bem, os antis também não gostam, mas mesmo assim é um direito seu. Agora, não vem me dizer que quem comemora a Copa lá é alienado. A Copa já é uma realidade, está aqui, está decidido, meu amigo. Estamos defendendo o que já é nosso, de fato e de direito, como qualquer outro clube do Brasil ou do mundo faria, caso estivesse em situação semelhante. Não adianta brigar com a realidade, cara. Porque você não espera o estádio estar pronto, apoia a construção e reinvidica o que tiver pra reinvidicar depois, como preço nos ingressos? É apenas uma sugestão!

    Curtir

    • 10/27/2011 19:50

      Acho que você misturou as bolas.

      Curtir

    • EduardoJr. permalink
      10/27/2011 21:37

      Perfeito!
      Excelente contraponto.
      É preciso entender que o problema não está no Corinthians, e sim, simplesmente, no mundo todo e isso está muito além do futebol, que é apenas uma pequena face da realidade. Ou jogamos o jogo, ou estamos fora dele. Mas podemos jogá-lo com as nossas características essenciais, e essas, acredito, jamais iremos perdê-las, pois elas não são incompatíveis com estádio da copa, CT moderno, Marketing, patrocínios milionários. Porém algumas pessoas ainda querem o Corinthians da Várzea, e esse se foi para sempre, gostem ou não. Se acham que toda essa modernização é demais e incompatível com nossa tradição, talvez fossem contra, lá nos primórdios, com a saída do clube da várzea para os campeonatos oficiais, e aí nossa história seria outra e com certeza não seríamos o que somos hoje. Para mim está claro que o Corinthians caminha para onde merece estar, no topo em tudo, não só no amor de sua torcida, que continuará firme, pois é eterno e inigualável.

      Curtir

      • Celso 1° permalink
        10/27/2011 21:58

        Concordo, os tempos mudaram.
        O futebol virou um negócio e tudo é competição.
        Se um time relaixa na administração o outro a rasteira, cai de série, perde contratos etc.
        E se olharmos na ótica dos títulos, ai que o “bixo pega” ja que pra montar e principalmente segurar bons times tem que ter grana e esta vem de muitas iniciativas como a de ter uma arena moderna e com diversas fontes de receita.
        Nossa MECA é a maior conquista da nossa historia, os fiéis devem se unir na defesa dela quer Admirem o Andres ou não, pois um governante atual é nada comparado ao que este estadio representará na historia corinthiana daqui pra frente.
        Além disso, com todo nosso gigantismo temos que ter o estadio mesmo a melhor oportunidade é agora, portantos, todos devem se unir

        Curtir

  26. Alessandro permalink
    10/27/2011 14:15

    Não acho que há uma bambinização.

    CT moderno, Estádio e Marketing agressivo não nos torna um time da classe mais abastada.

    Ainda somos e sempre seremos o time do povo diferenciado.

    O Doutor sabiamente diz que o Corinthians é o retrato mais fiel do país. E assim como grande parte da população vem melhorando sua renda, paralelamente o mesmo acontece com SCCP.

    O pobre também gosta de ser bem tratado e vai adorar ter banheiros limpos no Itaquerão.

    Comprar ingressos pela internet com antecedência e organização não é bambinização.

    Cobrar ingressos mais caros e baratear outros setores não é bambinização.

    Não ligo pra termos como Itaquerão, Fielzão, Isentão. Inocente é quem acha que a FSP usa tais termos para ser simpática, há sim por trás disso tudo a idéia de nos prejudicar.

    Concordo que temos que parar com essa putaria de comemorar tudo.

    Em cada Corinthiano vive um Maloqueiro e Sofredor, Graças a Deus!!!

    Curtir

    • 10/27/2011 19:54

      Só discordo: (1) que o pobre vai por os pés no estádio e (2) bambinização é naquilo que outros já afirmaram antes, na torcida (mesmas idéias, distanciamento do futebol, elitização). Organização para mim é simples competência (e convenhamos, manter a organização num clube como o nosso deve ser terrível).

      Curtir

  27. Marcus permalink
    10/27/2011 14:02

    “Temo que a única solução seja o Corinthians cair para a série D e demorar um pouco para voltar.”

    Só não acredito no quanto pior melhor.

    Curtir

  28. Joao Caets permalink
    10/27/2011 13:53

    Sport Club Corinthians Paulista.

    Curtir

  29. Daniel CMS permalink
    10/27/2011 12:37

    Bambinização é visível.

    Agora, reclamaram do Itaquerão e depois veio a Foglia com uma matéria chamando o estádio de Crackerão? Aí o pessoal que reclamou deve ter preferido o nome anterior, né?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: