Skip to content

Ponte Preta 1×2 Corinthians, e tem gente que ainda não entende porque eu chamo isso de PAULISTÃO!

04/15/2012

Só comecei a assistir à partida a partir dos 30 minutos do 1º tempo. Confesso que gostei do Catadão v3.0. Fato é que esse time mostrou uma evolução fantástica ao longo do campeonato.

Mesmo que você, como eu, não goste do Titenaccio, você é obrigado a admitir que o time “alternativo” mantém o padrão defensivo do time titular. E isso merece elogio, inclusive para o Tite.

Admitir isso significa dizer que podemos disputar o próximo jogo com esses caras mesmo, a menos de algum reforço no ataque e no meio (reforços necessários, pois é difícil de acreditar que a Ponte não jogue mais no mata-mata).

Falando do jogo, só tínhamos problema na marcação de meio de campo pela esquerda, o que fazia Marquinhos ficar sobrecarregado. Essa é a deixa para dizer que o penal cometido pelo William Arão foi a coroação de uma péssima partida tanto técnica quanto (e principalmente) tática. Sofrível. Ele vai ter de jogar muita bola para apagar essa má impressão.

Positivamente, gostei muito do Marquinhos (que puxou um belo contra-ataque já ao final do jogo). Vi a “lordose” do Douglas bem menor (2 metidas de bola top), mas o sistema não o ajuda mesmo.

Os 10 minutos do Giovanni confirmaram o que fala sempre Mucio, eu mesmo e Cia.: Gilsinho só foi contratado para não dar chance aos jogadores da base.

Mas o Paulistão só foi Paulistão mesmo nas outras partidas. Queda da Lusa, Comercial sensacional, Botafogo fantástico, golaço do Ganso e SPFC entregando de mão beijada uma vantagem e tanto. Chegamos lá, com 20 gols a menos que nossos adversários.

Agora vem a parte tensa: esse time é bom de mata-mata?

É um exagero de partidas, um exagero de classificados, mas é sempre um campeonato cheio de alternativas!

Anúncios
69 Comentários leave one →
  1. Múcio Rodolfo permalink
    04/17/2012 23:44

    O ESPN noticiou no domingo que o Corinthians teria oferecido mala branca para os jogadores do Linense. A denúncia teria sido feita por um ex-ogado dos bambis, o meia Linense. Ora. Ao meu ver o Adenor não estava lá muito interessado em terminar esta fase na liderança, afinal de contas colocou em Campinas no domingo o time reserva com uma grande probabilidade de não ganhar a partida. E isto – poupar o time titular- já estava planejado desde a semana passada. É evidente a contradição nesta história. Contradição que só os abutres da empresa são paulina de notícias fazem questão de não enxergar.

    Curtir

    • David 77 permalink
      04/18/2012 1:15

      Esses antis já estão ficando patéticos.

      Curtir

    • Celso 1° permalink
      04/18/2012 7:55

      ESPN, emissora são paulina de noticias, antis ao extremo.

      Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      04/18/2012 12:04

      Corrigindo o comentário: a denúncia teria sido feito por um ex-jogador dos bambis, o meia Lenilson.

      Curtir

  2. 04/17/2012 22:38

    Off- Duelo de Goleiraços na Champions: Neuer x Casillas

    http://espalma.wordpress.com/2012/04/17/duelo-de-gigante/

    Abraço!

    Curtir

  3. Nicolas permalink
    04/16/2012 23:54

    Há um belo arquivo sobre o futebol brasileiro, as edições da Placar que estão no Google Books. É possível encontrar belas histórias e histórias não tão edificantes. Na edição de 17 de março de 1989, a partir da página 24, podemos encontrar as causas para a ascenção e a queda do time do Santos nos seus melhores tempos. Ao lado do futebol arte, o Livro Negro também tinha o seu papel.

    Este seria o link:

    http://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&id=qeB0qzBv1OIC&q=S%C3%B3crates#v=snippet&q=S%C3%B3crates&f=true

    Curtir

  4. 04/16/2012 22:31

    Os colegas já dissecaram bem o jogo… resta pouco a comentar, exceto a despedida de Danilo Fernandes.

    As 19 partidas da primeira fase nos permitiram ver Cássio, e principalmente, Danilo que teve mais oportunidades. Agora nossos reservas devem amargar o banco no restante da temporada.

    Em relação a isso, o que disse agora no http://espalma.wordpress.com/ foi:

    – Danilo Fernandes (Corinthians) fez a melhor partida de um camisa 1 do fim de semana. Se não fosse a boa atuação do reserva corinthiano a Ponte poderia ter complicado o jogo. …Danilo saiu bem do gol quando exigido, fez defesas seguras embaixo das traves, inclusive pegando firme rebatendo raras vezes (apenas quando não tinha jeito). JC seu titular, sai pior do gol, passa menos segurança e rebate bola para todos os lados, principalmente, pra frente… mas sabem qual é a maior diferença entre eles? O segundo é homem de confiança do Tite.

    T+

    Curtir

    • 04/16/2012 22:38

      Eu ainda acho que ele tem mais um jogo, pois a primeira rodada do Brasileiro é no meio das quartas da Libertadores. Se passarmos, provavelmente o JC será poupado, e teremos mais uma chance de ver ele em campo.

      A vida de goleiro é realmente difícil. Jogando bem ou mal, JC será o titular enquanto Tite continuar no Corinthians.

      Curtir

    • Celso 1° permalink
      04/17/2012 10:29

      O Danilo prova a cada jogo que é muito superior ao JCAré.
      Abrç!

      Curtir

  5. Celso 1° permalink
    04/16/2012 20:12

    Depois do clássico entre Sport e Santa Cruz neste domingo, morreram 2 torcedores em Recife.Cadê a mídia indignada pedindo o fim de torcidas?
    Foram duas vidas, mas parece que pra eles tem vidas quem valem menos né.Ano passado quando mataram o corinthiano, depois passaram varias vezes com moto por cima e jogaram o corpo no tietê só teve notinhas de no ma´ximo 10 segundos, nenhuma reportagem, nehuma polêmica, enfim nada de indignação.

    Essa é a mídia abutre que conhecemos, VOLTO A DIZER: fizeram aquele estardalhaço depois das mortes dos palmeirenses só porque envovia supostos corinthianos.Na verdade eles não estavam tão indignados assim, do que falaram 10% era indignação e 90% anticorinthianismo puro, os fatos(estes que cite e muitos do passado) mostram isso, sempre usam dois pesos e duas medidas quando algo envolve o corinthians e sua torcida.

    Curtir

  6. 04/16/2012 18:04

    Fiquei com duas impressões que não significam absolutamente nada, considerando o fator Tite. Douglas jogou bem melhor embora, como todo mundo sabe, o sistema não o favoreça. E se você não tivesse notado, eu teria registrado: PQP, o que que essa coleção de pernas de pau estão fazendo ali tendo o Giovane como opção? O garoto jogou 10 minutos e muito bem!

    Curtir

    • 04/16/2012 19:17

      Como disse o Raphael, esse mlk já veio da base jogando como extremo, enquanto o Gilsinho é um 2º atacante que foi empurrado para a posição.

      Curtir

  7. Múcio Rodolfo permalink
    04/16/2012 17:19

    1- Tem gente pedindo a cabeça do Adenor por não ter escalado o chinês ontem. O pessoal pretensioso. Se o Adenor não rodou depois de ter perdido um brasileirão “praticamente ganho”, de ser eliminado de forma vexatória pelo Tolima e de perder o paulitão para os manjubinhas, não seria por isso que ele seria demitido. Ah não ser que ele esteja contrariando interesses obscuros.
    2- Eu acho que os purpurinados da Vila Sônia não vai querer passar pela humilhação de serem eliminados pelo time praiano pela terceira vez seguida.

    Curtir

    • 04/16/2012 19:15

      1- Mas dava, né?

      Curtir

    • Celso 1° permalink
      04/16/2012 19:18

      Múcio estou com o pressentimento(um pouco de torcida também rsrsrs) que a bixarada vai pra final.
      Vai ser 1 jogo só contra o san7s la no panetone.
      Abrç!

      Curtir

    • Paulo permalink
      04/16/2012 22:00

      Tite respondeu bem a essa pergunta, sobre não ter colocado o rapaz ( realmente causou estranheza aquele comentário lá no blog do Silvinho pedindo a cabeça do treinabilidade, em tempos de “fakes” rolando soltos espero ter sido um corinthiano tresloucado, apenas ). Quanto à bicharada, não dou como favas contadas a vitória do Prantos, não, especialmente se eles enfrentarem um adversário de peso na Cucaracha no meio de semana que anteceder o jogo ( nem sei se haverá rodada ).

      Curtir

  8. Raphael permalink
    04/16/2012 13:57

    Ótimo post e comentários da galera! Só dois reforços:

    1) Em cima dessa unanimidade que é a maior utilização da base, é extremamente positivo que se mantenha a base jogando no 4-2-3-1, talvez com variações para o 4-3-3. É cedo pra confirmar mas eu acredito que um Giovani, que vem jogando como meia-atacante / extremo / ponta-direita há tempos na base, vá jogar muito mais do que um Gilsinho ou até o Willian por ali num curto-prazo.

    2) Ainda nessa da base, o Avaí anunciou o Marcelinho Paulista como gerente de futebol e o Narciso como treinador da equipe principal. Para os dois profissionais = ótimo; para o Avaí = ótima aposta; para nós, perdemos um treinador promissor, o que mostra o contínuo descaso com a base e até mesmo com o futuro da equipe principal. Por que não oferecer ao Narciso um plano de carreira, para que continuasse na base por, digamos, mais 2 anos e então assumisse o time principal?

    Curtir

    • Celso 1° permalink
      04/16/2012 14:52

      2- assino aonde?
      Poxa, deixaram o Narciso ir embora, duvido se houve esforço pra mantê-lo.
      PErder esta dupla pro fraco(economicamente e institucionalmente, um clubeco) Avai é demais.Não dúvido de muitos da diereção acharem o trabalho do NArciso descartável.A base continua sem a devida atenção e planejamento no corinthians, onde mudou muita coisa pra melhor, mas na base pouco se fez.
      Abrç!

      Curtir

    • 04/16/2012 18:16

      Eu não chegaria ao ponto de trocar o Tite pelo Narciso, mas acho que se os dois conversassem direitinho, agente teria uma categoria de base muito melhor.
      Explico: os garotos são moldados conforme a necessidade do time de cima. Teríamos então nenhuma necessidade de contratar Gilsinhos da vida, pois a solução está no próprio elenco.

      Mas parece que o planejamento simplesmente não existe…

      Curtir

    • 04/16/2012 19:15

      1-Com certeza! Pois já nasce como extremo e não passa pelo problema que o Cachaça explicou muito bem lá embaixo.

      2- Concordo, mega-cagada e desnecessária. Pois poderiam colocar o Narciso como auxiliar no banco de reservas.

      Curtir

  9. manuel permalink
    04/16/2012 11:37

    1- ai, lusinha! fico triste pelo meu pai, o velho não merecia isso a esta altura da vida.

    2- e no capitulo pragas corinthianas: tchupa, fabuloso!

    3- e o palmeiras é o novo moleque travesso. Um time pequeno que complica os grandes. Não sei se há mais espaço para 3 grandes na cidade. Parecemos caminhar para a polarização SCCP X SPFC. Mas lá eles acham que a arena vai mudar tudo. Será?

    3- e daqui a um ano as emissoras vão comemorar o dia do traço. Celebrarão o fato de não precisarem falar do santos o dia todo.

    Mas não é que a rádio bandeirantes resolveu desafinar o côro do oba-oba? Fizeram entrevista com Amarildo, ex-milan, falando do roubo na final do “mundial”.

    Teve também um livro com depoimento do Almir Pernanbuquinho. Não li. Mas quem leu diz que ele confessa que o santos não só comprou o juiz como tambem jogou dopado.

    Não basta roubar: tem que estuprar! São histórias que Odyr Cunha não conta.

    Curtir

    • Pedro permalink
      04/16/2012 13:40

      É um clube que envergonha a história tanto quanto a madame.

      Mas é preciso manter as aparências do time do Pelé…

      Curtir

      • Celso 1° permalink
        04/16/2012 14:59

        Tem muita coisa lá embaixo do tapete.
        Estes dias vi comentarios que quem fez a vila latinha de sardinha foi um governante das antigas, tudo devidamente abafado.

        Por falar nestas sardinhas, quando vejo aquele presidente Alvaro na tv mudo de canal, o cara acha que dirige um Real Madrid, Barça, MAnchester, fala cada merda.Se o san7os FC fosse 1% do que ele fala e sonha seria considerado um time grande e teria amaior torcida da cidade de santos pelo menos.
        Abrç!

        Curtir

        • Pedro permalink
          04/16/2012 17:33

          Meu avô jogou nas equipes amadoras,e foi convidado para jogar no time principal do Santos na era anterior ao Pelé.Mas recusou.

          Segundo o próprio,o treinador dele dizia para o time quando era pra ganhar um jogo e quando não era.Esse foi um dos motivos pelo qual ele se recusou a jogar no profissional.O outro foi porque,segundo ele,jogador de futebol era tudo vagabundo.

          Vocês não fazem ideia da quantidade de histórias sombrias que cercam esse clube.Só que,como não é da capital,fica tudo por baixo dos panos.

          O S4n7os seria o primeiro clube de empresário da história.Todos os jogadores que por lá passaram renderam “frutos” a empresários.Muita gente enriqueceu e continua enriquecendo as custas do clube.E o pior é que isso é tão visível que só não enxerga quem não quer.

          Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      04/16/2012 17:12

      Sobre o livro do Almir permita-me reproduzir o trecho de um comentário publicado no site Bicuda Futebol Clube: Memoria F.C……..

      “Sujo do começo ao fim”. As duras palavras com que o diário O Globo definiu o ex-jogador Almir Albuquerque, o Almir Pernambuquinho, traduzem a mágoa com o homem que desmascarou o axioma maior do futebol brasileiro. Afinal, nem o Santos dourado de Pelé escapou das revelações de Almir, no biográfico livro “Eu e o futebol”. As denúncias sobre doping e compra de juízes feitas pelo atleta estão na poeira do passado, mas ajudam a explicar o presente, em que tudo é visto como mera coincidência, com árbitros “errando para os dois lados”.

      Deve ser duro para o brasileiro que acompanha o esporte e desde cedo foi bombardeado pela falsa imagem do futebol nacional limpo e bem jogado. Ladrões, milongueiros, canalhas e violentos sempre foram nossos hermanos. Não falta gente para reclamar da suposta manipulação argentina na Copa de 1978, mas não há qualquer desencargo de consciência sobre o que aconteceu dentro e fora de campo no Mundial de 1962 (conquistado na bola, no apito e na marra pelo país do futebol). Fica a cargo da coincidência o fato de todos os árbitros que mediaram os três primeiros títulos mundiais da Seleção terem passado, pouco depois de cada apito final, férias no paraíso tropical brasileiro?

      Com Almir, sujo do começo ao fim, o torcedor mais pueril tomou um tapa na cara. Bom jogador, o ex-atacante também prestou serviços valiosíssimos ao ludopédio tupiniquim, colocando a cabo a fama de amarelão que perseguia o brasileiro. João Saldanha escreveu no prefácio do livro de Almir, “era comum dizerem, lá pela Argentina e pelo Uruguai, que com qualquer três gritos eles ganhavam da gente”. Não depois do Sul-Americano de 1959, em que o boleiro protagonizou uma das maiores guerras campais da história, num jogo contra o Uruguai (valentia que despertou admiração dos argentinos por Almir e Paulo Valentim – posteriormente contratados pelo Boca Juniors). Segundo Saldanha, depois daquela partida “os uruguaios nunca mais falaram em machismo, covardia, valentia, essas coisas, pra cima da gente”.

      A pecha de maldito veio com as revelações de Pernambuquinho após encerrar a carreira. Só um cara valente como Almir para romper com as convenções da crônica esportiva e revelar toda a sujeira dos bastidores da bola. Um dos principais alvos não poderia ser mais simbólico: o Santos da década de 1960 – um dos maiores patrimônios do futebol brasileiro. Sem meias palavras, o jogador escancarou o que aconteceu fora de campo na decisão do Mundial Interclubes, entre Santos e Milan, em 1963: “nós ganhamos na raça, na catimba. Se houvesse mais tempo de jogo, uma prorrogação ou até mesmo um terceiro tempo de 45 minutos, nós ganharíamos do Milan. Alfredinho sabia disso: com a bolinha que ele nos tinha dado, o Santos tinha energia para continuar jogando até agora”.

      O doping não foi o único recurso lançado mão pelos dirigentes santistas para conquistar o bicampeonato mundial. Mesmo com um time reconhecidamente espetacular, os cartolas alvinegros trataram de negociar um auxílio extra com o árbitro argentino Juan Brozzi. Os italianos, que já suspeitaram da atuação do mediador no primeiro jogo, tiveram de engolir a seco a parcialidade no apito. E Almir fez o que quis no campo: jogou bola, bateu e apanhou muito, além de cavar o pênalti que garantiu o título.

      O caso do Santos é emblemático, mas não é o único revelado em “Eu e o futebol”. Em pouco mais de 100 páginas são retirados outros esqueletos do armário do futebol nacional. Para adoradores de teorias de conspiração, o livro de Almir acabou selando sua morte, pouco tempo depois, num assassinato mal explicado, com jeito de queima da arquivo. A obra do jogador, no entanto, é um legado que ajuda a explicar o futebol de hoje e de ontem.

      Curtir

      • 04/16/2012 19:13

        Muito bem escrito!

        Curtir

      • Paulo permalink
        04/16/2012 21:49

        Há muito tempo que se houve falar dos mitológicos “esquemas de arbitragens” da década de 60 e das famosas “caixinhas de sapato recheadas” dirigidas aos árbitros nos jogos dos Sardinhas de antanho. Com o passar do tempo e o fim inevitável das “testemunhas oculares da história”, as sinecuras foram caindo no esquecimento e emergiu então um Prantos virtuoso, destituído de suas máculas mais conhecidas, e em que todas as suas conquistas teriam sido heróicas, fruto dos excepcionais plantéis que – até hoje não entendo – um obscuro clube de futebol do litoral paulista conseguiu reunir, condenando os demais rivais – exceção feita, em termos, ao Porco, e, em âmbito nacional, ao Bostinha/RJ – a um certo ostracismo repentino e absoluto, porém prolongado demais da conta ( do qual, nós, corinthianos, provavelmente por conta de nossa costumeira e proverbial incúria administrativa, fomos as principais vítimas ). É sempre bom o resgate histórico desses acontecimentos que desde sempre mancharam a honra do nosso futebol, principalmente quando sirvam de provas contra aqueles que sempre nos retrataram como os principais beneficiários de “esquemas”, falcatruas e ilícitos vários já ocorridos no nosso esporte bretão ( quando não constituiria nenhum exagero afirmar que, historicamente, dentre os grandes clubes brasileiros, figuramos na verdade sempre entre as principais vítimas ). Recentemente assisti a uma entrevista de Sílvio Luiz com o ex-árbitro Armando Marques, na qual este revelava os bastidores de sua vinda para o futebol paulista, em fins dos anos 60, creio, e na qual ele, AM, afirmava categoricamente que foi contratado para “moralizar as arbitragens paulistas”. Se logo quem disse isso, calculem como deveria ser…

        Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        04/16/2012 22:53

        Paulo e amigos. Em 2005 quando estourou o famoso escandalo de manipulação de resultados, o Estadão publicou uma reportagem sobre um escandalo similar ocorrido no futebol paulista nos anos 60. Eu tentei encontar no google,mas não consegui. Eu me lembro que na reportagem era citado o nome de um árbitro que apitou Santos e Comercial e que não colocava os pés em Ribeirão Preto por motivos óbvios.

        Curtir

    • 04/16/2012 19:09

      Esse jogo foi roubado, todo mundo sabe.

      Curtir

      • Correa Leonardo permalink
        04/16/2012 23:53

        Só aumentou minha pilha pra ler o livro do Almir, tá na estante aqui à espera…

        Deu um trabalho dos diabos pra encontrar…

        Curtir

  10. Celso 1° permalink
    04/16/2012 8:54

    Gostei do rebaixamento da lusinha, timinho historicamente anticorinthiano, sempre quer complicar pra nós.
    Mas minha maior alegria foi ver a cara do Jorginho, já que, em janeiro, antes do confronto do timão com a lusinha, detonou os diretores do Corinthians porque fizeram contratos prevendo que nossos jogadores emprestados não jogassem contra, chamou-os de “bando de cagões”.
    O cara tem jogador praticamente de graça reforçando seu time em 18 rodadas, mas porque ficaram fora de 1 ele vem e solta isso.Ele parece que é mais um Abel Braga, tem raiva do Corinthians, acho que por causa da passagem na porcada.
    EU JOGUEI UMA PRAGA NA LUSINHA E NO JORGINHO, PRAGA DE CORINTHIANO! rsrs
    Muitos fiéis devem ter feito isso, praga de corinthiano é fogo…pior que praga de mãe, quem diga o bambi Felipe massa, dentre outros que carregam pragas da fiel.
    CHUPA JORGINHA, CHUPA LUSINHA!
    Viva as pragas de corinthianos!

    Curtir

    • 04/16/2012 19:08

      Eu acho que Lusa foi prejudicada pela TV que concentrou as torcidas nos times grandes (até por interesses comercias).

      Isso minou os times de colônia, de bairro e de cidade pequena.

      Curtir

  11. Cesar Cachaça permalink
    04/16/2012 8:21

    o contexto é muito bom: um time mistão B/C ganhou dum time de série A (embora fadado a cair) fora de casa. Bambis foram completos e perderam, ficando em segundo lugar, mesmo tendo jogado com força total 100% do campeonato. O Santos salve-salve Barcelona brasileiro ficou 7 pontos atrás, poupando tanto quanto nosotros ao longo do campeonato. Enfim, é um resultado expressivo. O elenco como um todo ta ganhando um ótimo corpo. Mas sempre é bom comentar / cornetar, até para não perder o hábito…
    – Douglas jogou com vontade, parece melhor fisicamente. Imagino que tenha ganhado pontos com o treineiro e terá mais oportunidades.
    – Danilo passa o triplo de segurança do que o Horácio
    – Do resto do time, pouquíssimo se aproveita, tirando o Marquinhos que não teve das atuações mais seguras, mas merece muitos votos de confiança e chances para crescer.
    – Interessante as chances para Matheus e Giovani.
    – Um dos problemas táticos do Tite é que ele passa todo segundo atacante para a função de meia aberto e acha que a adaptação é fácil. Segundo atacante recebe a bola em profundidade na ponta ou há alguns passos do bico da área, para tentar o drible ou cruzamento; o meia aberto do Tite recebe a bola de costas, quase na lateral a alguns passos de meio-de-campo com um zagueiro já fungando. São características completamente diferentes; Willian e – vá lá, guardadas as proporções – Gilsinho estão longe de serem atletas brilhantes. Mas teriam mais chance de mostrar algo se não jogassem numa função para a qual são completamente incompetentes. Hoje o Gilsinho perdeu todas as bolas que recebeu nessa circunstância, mas quando recebeu uma bola mais próximo da área botou na cabeça do Vítor Júnior. No jogo passado o Willian se aproximou mais da área e foi considerado o melhor em campo. Mas concordo que a contratação do Gilsinho em detrimento de mais oportunidades para os garotos é um contrasenso…
    – mata-mata: difícil prever; um fator de confiança é que esse time demonstra jogar de acordo com a responsabilidade envolvida; joga sonolentamente jogos tranquilos e entra mais pilhado em jogos importantes. Acho que da Ponte passa sem riscos, se for Bugre (boas chances) na semi também. A final contra os lambaris será um ótimo teste…

    Curtir

    • 04/16/2012 18:52

      Excelente explicação: realmente, é muito difícil para o 2º atacante jogar como extremo.

      Extremo é de fato um meia, que pode ser mais ofensivo ou originalmente um atacante, mas tem de ser um atacante com capacidade de jogar mais afastado da área.

      Curtir

  12. Celso 1° permalink
    04/16/2012 8:20

    Realmente o time reserva a cada dia sobe de produção e a diferença para os titulares caiu muito, estão jogando muito parecido e pros adversários é um time cascudo, duro de se vencer, assim como os titulares.
    Acho que temos que ir de titular, poupar só quem estiver mau, quero muito este paulisTÃO.O treineiro poderia poupar também alguns jogadores, colocando time misto, mas deixando as “estrelas” (Emerson, Danilo, Pulinho) no banco, como fazem os times europeus, pois se a coisa apertasse as estrelas entrariam pra ajudar, caso o misto não tivesse dando conta.
    Esta evolução do “catadão” me anima pro brasileirão, já que, se avançarmos às finais da copa funai libertadores, teremos que disputar alguns jogos desfalcados, a não ser que a CBF mude a data dos nossos jogos, como fez com os sardinhas ano passado(temos que cobrar tratamento igual).
    Marquinhos ta muito bem, joga muito, a arrancada foi sensacional, e ele tem um bom passe, muito rápido, esta evoluindo muito.Se marquinhos fosse de qualquer time queridinho, os abutres da mídia roso/anti já cobrariam sua convocação pras olimpíadas.
    Douglas na medida do possível bem. Eu discordo da maioria que ele esteja pesadão, no grêmio ele tava assim e fazia grandes jogos(ele é meio esticadão pra frente mesmo rsrs), a questão é dar sequência pro cara pra ele pegar ritmo(no mínimo tem que entrar cedo no 2° tempo) e o time entrosar com ele, sim quem tem que entrosar é o time rsrsrs, maestro é maestro.
    Achei Wilian Arão razoável, até um pouco melhor que o Gomes da base, mas precisamos de mais jogos pra tirara conclusões.
    Giovane entrou muito bem, queria ver este moleque jogando mais, talvez o treineiro só o coloque na 1ª fase do PaulisTÃO 2013, já que daqui pra frente é só pedreira.
    Por mim, o colocaria em finais de jogos tranqüilos, 10, 15 minutos e vendo a evolução dele.
    Meta atingida, primeiro colocado, Pacaembu vai ferver.
    Que os bambis eliminem os sardinhas nas semi logo(o treineiro vai rezar pra isso acontecer), tenho receio do medo do treineiro quando pega o san7os(fataaaaaaço).
    Vai Corinthians!!

    Curtir

    • 04/16/2012 18:44

      Bem observado: isso pode significar poucos pontos perdidos no início do brasileiro.

      Quanto ao Willian, se você assistir ao replay do jogo vai ver o tanto de espaço que ele dá e a nítida tendência, como bem observou o Bruno, dele se posicionar como zagueiro.

      Curtir

  13. David 77 permalink
    04/16/2012 1:23

    Para quem ainda tinha duvida de que a imprensa tornaria colocar o até então ultrapassado Leão como técnico top apenas por estar dirigindo os leonorinos: http://www.redebomdia.com.br/blog/detalhe/6661/Leao+sabe+a+hora+certa+de+rugir

    Curtir

    • Celso 1° permalink
      04/16/2012 8:26

      Sim, agora Leão voltou a ser elogiado.
      Até ano passado o chamavam de ultrapassado, temperamental,”ele só arruma confusão, contratar ele é uma loucura” etc, era motivo de chacota, uns se irritavam ao falar dele.Bando de abutres bajuçadores DA BIXARADA!
      Agora tudo é lindo.
      Abrç!

      Curtir

      • Cesar Cachaça permalink
        04/16/2012 13:00

        bom assim…deixa ele lá mais tempo, vai perder no paulista, na Copa BR, aí seria legal começar o brasileiro no pelotão da frente e descobrirem que o Leão é uma fraude lá pro fim quando já tiver fora da briga por liberta…

        Curtir

    • 04/16/2012 16:56

      Até o VB está elogiando o cara!

      Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      04/16/2012 17:39

      Nos tempos de Corinthians o Leão era bombardeado pela imprensa com aquelas perguntinhas sacanas. Ele dava coice ao estilo Muriçoca, mas enquanto este era “folclórico”, o Leão era mal educado, grosso, estúpido….O Milton Neves que puxava o saco dele nos tempos do praiano, no Corinthians vivia dizendo que ele era um técnico com prazo de validade…..

      Curtir

  14. 04/15/2012 23:02

    Foi uma grande última rodada do Paulista, com muito mais emoção do que o esperado.

    Sobre o Coringão:
    – Douglas jogou bem. Só que não tinha ninguém que aproximasse ou fizesse as corridas por trás da zaga, fazendo com que ele tivesse que segurar a bola por tempo demais. No time titular, seria um jogador útil, mas ele ainda está abaixo dos titulares.
    – Danilo, tirando uma bola que entregou no pé do atacante, foi bem.
    – Marquinhos novamente bem. Grande parte da sobrecarga sobre ele foi causa não só do Arão, mas também do Ramon, que é ruim de doer.
    – Não acho que o Arão seja um jogador ruim, acho que ele não seja primeiro volante. O senso de cobertura que ele tem é de zagueiro de sobra, ou seja, o mesmo estilo de jogo do Chicão.
    – Elton não jogou nada. Tirando o passe pro segundo gol, sua participação foi nula. Não entendo porque o Bill não joga no lugar dele.
    – Gilsinho e Vitor Jr não tem grande superioridade tecnica aos nossos juniores. Por causa disso eu incluiria o VJ no mesmo balde do Gilsinho.

    Lusa rebaixada no Paulista, e pelo jeito no Brasileiro também. Palmeiras, em casa, com dois a mais, empata com o lanterna já rebaixado. Dois vexames.
    Fica aqui meu reconhecimento ao Botafogo: consegue se livrar aos 43 do segundo tempo.

    Pegaremos a mesma Ponte nas quartas, só que com o time titular e no Pacaembu, e o times deles só tem um zagueiro em condição de jogo. Acho que teremos mais um jogo fácil.

    Curtir

    • Correa Leonardo permalink
      04/15/2012 23:32

      Não espere moleza. Macaca é tradicionalmente um adversário duro e deve com certeza se empenhar mais no mata-mata.

      Se sou o Tite poupava pelo menos o Liédson desse jogo com a Ponte (e cá pra nós, do jogo de 4ª também). Só que no comando do ataque, lançava o Bill ou algum atacante dos jrs. Esse Élton é uma lástima! E derrepentemente botava Danilo Soneca pra jogar só meio tempo em ambos os jogos, revezando com o Douglas.

      Curtir

    • Celso 1° permalink
      04/16/2012 8:30

      Não da pra entender o Bil não jogar.O Elton é fraquíssimo, pra que trouxeram o cara de volta? se nem ao menos testam.

      Curtir

    • 04/16/2012 16:54

      Sobre o Araão, é bem possível, pois ele recuava muito e se aparecia como um 3º zagueiro pelo meio. Era nítido o espaço que ele deixava para o armador adversário (lembrou a marcação frouxa do Edenílson quando ele jogou 1 vez de 1º volante).

      Curtir

  15. Múcio Rodolfo permalink
    04/15/2012 23:00

    1- O Luciano Guedes está coberto de razão. O Adenor demora muito para colocar a garotada no jogo. O Giovani ainda teve tempo de fazer umas duas jogadas. Mostrar personalidade. O Matheusinho entrou aos 44 minutos do segundo tempo. Num jogo que não valia praticamente nada, ele poderia colocar esta molecada mais cedo. Ah valia a liderança, mas se o adenor estivesse preocupado com ela teria colocado uma equipe com mais jogadores titulares contra o bom time da Ponte Preta. No lugar do Airão eu teria escalado o outro moleque da base – o Anderson. Isto porque o Gomes está no DM. Impressionante mo a molecada nossa se machuca e fica uma longa temporada lonte dos gramados.
    2- Dizem que o Paulistao é desprovido de emoção. Talvez para os grandes que, salvo se estiverem numa situação medonha como a nossa de 2006 e 2007, já tem vaga garantida com oito vagas para as finais. Mas para os médios e pequenos a emoção vem da primeira rodada. Para eles o fato de estar nas finais, entre os oito, de ser a sensação do momento -uma América de Rio Preto (75), um Botafogo de Ribeirão (77), um São José (81), uma Inter de Limeira (86)- é um sonho. Isto sem contar a briga desesperada para fugir do rebaixamento. Embora sejam o carro chefe do futebol paulista, creio que não podemos achar que o campeonato se limite aos quatro grandes.
    3- Estava vendo o Mesa Redonda. O Pepe estava lá. Pra variar veio aquela lenda do tabu de 11 anos. A besta do Chico Lang ao invés de refutar tal barbaridade, corrige o ex-atacante santista dizendo que na verdade foram 13 anos! Com um corinthiano desses para nos defender, os anti se tornam praticamente dispensáveis.
    4- Eu lamento o rebaixamento da Lusinha, embora ela seja vezeira e useira em nos sacanear. Ela aceita emprestar determinado jogador para todo mundo, menos pra gente. Em 1986 o Corinthians ofereceu alguns jogadores em troca do Bentinho (com a saída do Viola, o Corinthians precisava de um centro-avante). No meio de tais jogdores estavam, se não me engano, o Tupãzinho e o Marcelinho Paulista. A Portuguesa recusou. Mas um ano antes ela havia emprestado o mesmo jogador com os Bambis em troca do zagueiro Gilmar. Lamento também porque ali tem alguns jogadores do Corinthians: o Boquita, o Renato e o Weverton, embora este não estivesse mais no gol da Portuguesa.

    Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      04/15/2012 23:43

      1- Pelo menos o tecnico resistiu a tentação de colocar o Zizao ao invés de colocar os garotos.

      Curtir

    • Manu Corinthianu permalink
      04/16/2012 0:46

      Essa troca que vc está falando não foi em 95 ou 96, não? Viola, Tupãzinho, M. Paulista, Bentinho…anos 90, né?

      Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        04/16/2012 6:21

        Exato Manu. Foi em 96 quando o Corinthians procurava um substitituto para o Viola que tinha ido pro Valência.

        Curtir

    • Cesar Augusto permalink
      04/16/2012 10:56

      Em 1994, a Portuguesa preferiu emprestar o Denner ao Vasco que vendê-lo ao Corinthians. Deu no que deu. Historicamente, sempre nos complicou nas negociações. Foi assim, também, além do Bentinho com o Zé Maria e com o Zé Roberto.

      Mereceu cair. Mas, verdade seja dita, o Jorginho é um ótimo técnico.

      Curtir

    • Márcio permalink
      04/16/2012 12:53

      Mucio, essa história dos 11 anos é a famosa meia verdade que vira verdade inteira de tanto ser contada. Aos fatos reais: 1 – fomos campeões da Taça São Paulo de 1962 (para os corinthianos mais novos: era um torneio eliminatório, ao estilo Copa do Brasil, reunindo times de todas as divisões de SP) em finais contra o Santos: 3×1 no Pacaembu e 3×3 em Santos. 2 – mesmo com o tal “tabu”, temos mais vitórias no histórico contra o time nascido no mesmo dia do naufrágio do Titanic: 122 vitórias nossas contra 99 do pretenso rival.

      Curtir

    • 04/16/2012 15:53

      Segundo o M. Gobbi, desde a compar marota do Zé Maria pelo Timão, a Lusa sempre engrossa contratações com a gente.

      ô gente rancorosa, sô!

      Curtir

  16. 04/15/2012 22:28

    Caro Alvaro,pra mim campeonato paulista sempre será Paulistão.Segue forte,com bons jogadores,equipes tradicionais,boas disputas e como os grandes sempre chegando como sempre foi ou seja nada mudou.
    Não entendo a estupida campanha feita pela imprensa pelo seu fim,falta ao torcedor dar valor a essa tradicional disputa.
    O Corinthians C foi brilhante hoje,começo a me render ao Titismo.

    http://jornaleirosesportivos.wordpress.com

    Curtir

    • 04/16/2012 7:30

      Se achassem uma fórmula que diminuísse uns 5 jogos, pelo menos, ficava ótimo. O povo esquece que o Paulistão também é dos campeonatos mais lucrativos do ano, pois a TV paga caro, independente do time chegar ou não às finais.

      Curtir

    • Celso 1° permalink
      04/16/2012 8:44

      Pior que tem muito torcedor caindo na onda do discursso bambi de que o paulisTÃO não representa nada, discurso esse inflamado depois de 2005 quando os bambis, ao vencerem mais uma liberta, começaram a vomitar ainda mais a tal “soberanidade”, tudo movido num discurso de que a libertadores é tudo e o paulistão não serve pra nada, só porque o coringão é maior campeão.Quando vejo um corinthiano chamando de “paulistinha” eu pergunto: vc chamava assim na década de 90? a resposta é sempre “não”, ou seja foram induzidos pela mídia roso.
      Pra mim o campeonato continua o mesmo, atraindo bons públicos em alguns jogos(como sempre foi), gerando muita audiência e importante pra torcida.A mídia roso não conseguirá acabar o paulistão, as torcidas gostam muito, isto é fato(embora os bambis e ultimamente os sardinhas queiram menospresar da boca pra fora).
      E se os abutres formadores de opinão são tão seguros no que dizem, poderiam deixar de comentar sobre paulisTÃO, ja que “não vale nada”, “ninguém se interessa”, SÓ QUE NA PRÁTICA ISSO NÃO ACONTECE, é só discurso, a torcida gosta sim e comenta muito, da audiência.
      Bando de antis FDP, incoerentes, falam da boca pra fora no único objetivo de prejudicar o corinthians.Se os bambis fossem os maiores campões este campeonato seria chamado de ULTRA-MEGA-HIPER PAULISTÃO
      Abrç!

      Curtir

      • 04/16/2012 10:51

        Outro dia, quando o Pelé provocou dizendo que o Messi precisa, primeiro, ser melhor que o Neymar, a área de comentários dessa notícia no (abutresco) site da ESPN ficou forrada de comparações entre eles, Pelé e Messi(!), que apelavam para o descarte dos gols marcados por Pelé no “Paulistinha” – o que aproximaria muito a contagem dos dois.

        Sinceramente, por mais indiscritivelmente ridículo que o “argumento” (sic) seja, gostei de ver as sardinhas provando do mesmo veneno que nós. Juntamente com os porcos, eles ficaram dando ponto para esse discursinho anacrônico da bicharada – para quem o futebol surgiu em 1992 e se aperfeiçoou nos anos 2000, com o advento do Playstation – enquanto isso lhes pareceu conveniente. Agora toma!

        Curtir

        • 04/16/2012 10:53

          ERRATA: “indescritivelmente”.

          Curtir

        • Celso 1° permalink
          04/16/2012 11:15

          Pra todo lado que se olha tem incoerencia no discurso dos antis, ja que são teses falsas, sem embasamento, muitas movidas por anticorinthianimo puro.
          Abrç!

          Curtir

        • 04/16/2012 12:37

          Eu retruco, primeiro Neymar tem de engraxar a chuteira do Cristiano Ronaldo… Essa mania do mktg santista de só querer comparar o Neymar com o Messi, também é demais!

          Curtir

        • Múcio Rodolfo permalink
          04/16/2012 17:44

          Entre Neymar e Messi, sou mais o Gil!

          Curtir

  17. Luciano Guedes permalink
    04/15/2012 22:21

    Pena que o Tite coloca os caras aos 40 do segundo tempo. Eu nem vi o Matheus em Campo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: