Skip to content

Corinthians: a hora é de resgatar seu maior patrimônio!

02/21/2013

Não existe mais clima algum para continuarmos nessa disputa. Perdemos.

O carma é devastador.

Como um corinthiano vai comemorar gol na próxima semana? Como você vai visitar algum país andino com sua camisa do Corinthians? Como seremos recebidos agora em qualquer lugar do mundo?

Eu não vou mais aos jogos já comprados, não comento mais e não assisto nenhuma partida desse torneio em 2013.

Eu e você montamos esse blogue para nos embebedar no Corinthianismo. Compartilhar pensamentos, emoções, cornetar.

Será que nós, eu e você, somos tão distantes assim do criminoso? Eu e você não levamos sinalizador para campo e se SOUBESSEMOS que alguém estaria lá com uma arma letal de longo alcance, jamais iríamos a campo.

O problema é que ele é corinthiano e faz aquilo motivado pela paixão. O problema é que nós aqui alimentamos essa paixão.

Por Sócrates, ainda temos a oportunidade de resgatarmos os verdadeiros valores do amadorismo, os valores que estavam lá naquele Timão Inglês que nos inspirou em 1910.

Não perderemos nada — títulos, dinheiro, diversão — saindo por nossa própria vontade e vergonha.

Corinthians, peça para sair da Libertadores. Seja mais uma vez o exemplo para todo o povo latinoamericano.

Anúncios
95 Comentários leave one →
    • 02/24/2013 18:46

      esclarecedor, mas acho que se ele for menor mesmo, aqui ele não pode ser condenado. Por isso mesmo o Juca Kfouri insinuou uma suposta armação da Gaviões.

      Escrevi o comentário final no post do braga 2×2 sem ler isso, então lá ficou um pouco defasado.

      Curtir

  1. Sergio santana permalink
    02/22/2013 22:05

    Como algo que mata instantaneamente alguém pode se encontrar ao acesso de qualquer retardado? E pelo jeito vai continuar assim, pois não vi ninguém preocupado com isso, só pensam qual é a melhor punição ao Corinthians. Lamentável .

    Curtir

    • 02/22/2013 22:56

      Segundo a polícia (que não é fonte confiável), eles compraram no Brasil.

      Curtir

    • Meia permalink
      02/23/2013 0:21

      400 feridos e 10 mortes todo ano por causa de fogos de artifício… nunca vi uma mísera campanha conscientizando sobre isso….

      Curtir

  2. Marcelo permalink
    02/22/2013 16:26

    Vou colocar aqui o post que coloquei na minha página do facebook, segue:
    Pode parecer um comentário metido o que vou fazer, mas não é, enquanto não se elitizar o futebol por uns tempos esta bagunça nunca vai acabar, enquanto os clubes continuarem patrocinando estes antros que são as organizadas, sempre teremos casos como o de ontem.
    E enquanto o governo não der educação para a população, aumentando as oprtunidades de trabalho e principalmente ensinando cidadania ao povo, não chegaremos a lugar nenhum.
    Puna-se o coletivo, puna-se o Corinthians de forma exemplar para que estes FDP sintam na pele o que é não poder ir a jogos por um bom tempo, que briguem nas ruas, onde a responsabilidade que é do Estado terá de ser colocada a prova e onde eles não vão poder se esconder atrás de um simbolo destas “organizadas” (gavião e etc) ou de uma instituição como o Corinthians.

    Curtir

  3. Cesar Augusto permalink
    02/22/2013 13:55

    A punição é bastante pesada, fora dos padrões da Conmebol, mas não deixa de ser justa.

    É justa porque a diretoria tem vínculo fortíssimo com as organizadas.

    O que deve acabar, e esse é o momento oportuno para tal, é a diretoria deixar de subsidiar as organizadas e encerrar, de forma definitiva, qualquer relação de proximidade. A hora é agora, mas, como nem tudo são flores, eu duvido que isso aconteça, pois a impressão que tenho é que a diretoria tem o rabo preso, muito preso, especialmente com a Gaviões. Até renda, em 2009, naquele fatídico Corinthians x Flamengo, em Campinas, em Campinas, a organizada já recebeu. E o que ela dá em troca ao Corinthians, efetivamente?

    É preciso esclarecer uma questão de forma expressa:

    O Corinthians não precisa dos Gaviões da Fiel para absolutamente nada. Os Gaviões da Fiel sem o Corinthians perde a sua razão de existir. O importante nesta relação é o Corinthians, o principal. Os Gaviões e todas as demais torcidas que querem viver DO Corinthians são acessórios.

    >>>

    A diretoria recorrerá. É justo, mas, entendo que não adiantará nada. O Corinthians já foi condenado, sumariamente, pela entidade e pela imprensa, especialmente, a brasileira. Os portões fechados em 3 partidas, no mínimo, serão um dos capítulos mais tristes da história do clube.

    O ideal seria sair da competição em respeito ao garoto boliviano, mas sabemos que essa atitude não será tomada pelo Corinthians porque há muito dinheiro envolvido, patrocínios, televisão, marketing. Financeiramente, sem 3 jogos, o Corinthians perderá algo em torno de 6 milhões de reais em arrecadação.

    >>>

    O comportamento geral da imprensa dá nojo. A partir do momento em que os comentários são feitos, com base, em paixões clubísticas, perde-se a grande oportunidade de se atacar a causa, que é a violência praticada por essas torcidas organizadas seja no Brasil ou em qualquer lugar no mundo.

    A mídia quer criminalizar o clube, como faz desde 1910. Esse é objetivo. Eu leio cada absurdo que, realmente, desanima. O Jornalista esportivo, antes de tudo, é um despreparado por natureza, pois não possui o requisito principal da profissão: A Imparcialidade.

    Mesmo com essa punição, fortíssima para o padrões da Conmebol, querem mais. Querem o time fora da disputa pelos próximos 3 anos; querem o time joga de portões fechados nos próximos 5 anos; querem o fim do Corinthians.

    O Corinthians, neste caso, servirá de exemplo. É justo, mas querem mais. Não estão satisfeitos. Considerando que a decisão é cautelar, nada impede que, no mérito, o Corinthians seja excluído da competição.

    Repito, a punição é justa, pois qualquer coisa que se faça não trará de volta o menino, mas o Corinthians, a instituição Corinthians, neste momento, tem que se defender dos ataques covardes que está recebendo em razão do ódio que desperta nas pessoas.

    A impressão que se passa é que temos uma série de torcidas compostas, apenas, por Monges Beneditinos, exceto o Corinthians, composto apenas por vândalos e marginais.

    Se o Corinthians servir de exemplo para acabar com a violência nos estádios do América do Sul, não há problemas.

    O Corinthians é o único time do Brasil capaz de, neste momento, sofrer na carne, ter dissabores com a decisão, mas, ao final, é o único que pode sair dessa situação com a consciência absolutamente tranquila e cabeça erguida, porque o Corinthians, meus caros, permanecerá firme e forte com o dom da eternidade para o desespero da imprensa imunda, que nos infelicita com comentários parciais sempre no intuito de nos criminalizar.

    Sair da Libertadores não é o fim, mas, sim, o começo de uma limpeza espiritual que talvez seja necessário para resgatarmos a essência do Corinthianismo.

    Curtir

  4. 02/22/2013 13:42

    Post sobre um pouco do que aconteceu no futebol após esta quart-feira terrível: http://futebolporpaixao.blogspot.com.br/2013/02/quero-noticias-sobre-futebol-e-nao-violencia.html

    Curtir

  5. Julio permalink
    02/22/2013 13:32

    “Tragédia”. “Tristeza”. “Luto”. “Autoridades investigam”. Palavras que refletem o tom adotado pela imprensa boliviana para tratar da fatalidade que vitimou o jovem Kevin Beltrán, atingido por um sinalizador, quando assistia à partida San José x Corinthians, no estádio de Oruro.

    “Barbárie”. “Assassinato”. “Corinthians tem que ser punido”. “Tolerância zero”. É como a imprensa brasileira se refere ao triste acidente ocorrido na partida de estréia do campeão Corinthians na edição da Libertadores de 2013.

    A diferença de tom chama a atenção, mas existe uma outra, que é a dimensão dada ao fato. A imprensa boliviana dá destaque relativo ao fato, condizente com o que se espera da cobertura da morte acidental de uma pessoa em um estádio de futebol. No Brasil, a morte do jovem torcedor do San José, “assassinado pelos corinthianos”, tornou-se o assunto do momento. O Papa, Gil Rugai, Dilma, a blogueira, o calor, o apagão, a tragédia de Santa Maria, tudo ficou em segundo plano.

    As diferenças não se devem apenas às particularidades de temperamento entre bolivianos e brasileiros. A disparidade de grandeza e importância entre San José e Corinthians também não explica tudo.

    É o clubismo anticorinthiano o principal elemento da tsunami de indignação e da campanha pela “punição dura e exemplar” contra o Corinthians que se observa na nossa isenta e responsável imprensa.

    Siignificativamente, a comparação mais corrente que se faz – a justificar a imolação sem apuração, sem julgamento e impiedosa do Corinthians – é com a “tragédia de Heysel”, acontecimento de 1985, quando confronto generalizado entre torcedores do Liverpool e da Juventus resultou em dezenas de mortes, a maioria de italianos, feridos com facas.

    Faria muito mais sentido comparar a morte do jovem Kevin Beltrán com a de um outro garoto, quase da mesma idade, Rodrigo de Gasperi, ocorrida no Brasil, em 1991. A diferença é que Kevin morreu por causa de um ato, no máximo, inconsequente, praticado provavelmente por um torcedor do Corinthians, em um jogo sem quaisquer animosidades entre as torcidas.

    Rodrigo, corinthiano, foi morto dentro do estádio do Nacional, em São Paulo, atingido por uma bomba caseira arremessada pela torcida do São Paulo, em um contexto de provocações e briga entre as torcidas rivais.

    A imprensa quer que o Corinthians seja punido na mesma forma e grau com que foi punido o Liverpool pela tragédia de Heysel. Mas não se lembra da punição (nenhuma) endereçada ao São Paulo, pela morte de Rodrigo de Gasperi…

    Isso é o Corinthians. Isso é a imprensa brasileira.

    Curtir

    • 02/22/2013 17:04

      Cara, ele apontou um sinalizador de barco para a torcida adversária. O sinalizador pode atingir 100 km/h. Você acha que isso pode ser considerado acidente?

      Curtir

      • eugenes permalink
        02/22/2013 18:05

        o treco sobe 300 metros pra cima. na diagonal, deve percorrer uns 600 metros. O cara que dispara isso é um assassino em potencial. Precisa ser encontrado e julgado por homicidio. Tomara que apodreça nas cadeias bolivianas.

        Curtir

  6. Alessandro permalink
    02/22/2013 12:29

    A única coisa a fazer agora pela diretoria do Corinthians é exigir (caso o assassino seja de alguma TO) que essa torcida entregue esse vagabundo.

    Isso tem que se feito de modo oficial pelo clube.

    A segunda medida, é proibir essa torcida de frequentar os jogos do time por alguns anos.

    Tem que parar com essa putaria de dar ingressos, subsidiar passagens, etc, com todas as TO.

    E por último, mandar esse safado pra Bolívia apodrecer na cadeia.

    Curtir

  7. 02/22/2013 10:52

    Após a punição perdemos a chance de sairmos com altivez, realmente, pareceria “birrinha” se saíssemos agora. Porém a postura do Edu após o jogo deveria inundar a diretoria e a sinceridade prevalecer.

    Não faz sentido essa competição, se ganharmos estará manchada, se não, ficaremos como um time-zumbi e, acima de tudo, me envergonha e envergonha nossa história não tomarmos posições firmes.

    Curtir

  8. Luis permalink
    02/22/2013 10:20

    Sei lá, tenho muitas dúvidas sobre isso… alguns pontos;

    – Realmente é um absurdo pessoas morrerem por causa de futebol, sem o menor cabimento, isto todo mundo concorda, porem, pensando na ótica da punição, então a Cof. sulamericana também deveria ser punida por organizar um evento e não proporcionar segurança aos torcedores. Nesta mesma visão, clube mandande, e visitante também deveriam ser punidos, alem do infrator é claro. A verdade é que agora todos vão querer punir exemplarmente o Corinthians, para tirar a responsabilidade das suas costas.

    – A torcida do san josé, tinha um arco de fogo no alambrado com o nome da organizada local… seriam eles tão diferentes do torcedor que atirou o sinalizador, ou apenas por uma questão comercial, pelo sinalizador do modelo disparado não ser comercializado na Bolívia, que não tivemos mais vítimas como o garoto Kevin.

    – Na minha humilde opinião, o único culpado que merece punição direta, é o IMBECIL que soltou o sinalizador. Um ato individual, um ato irracional, um ato de quem tem pouco carater! É mais ou menos como punir um país inteiro pq um franco atirador resolveu descontar sua ira em alguma personalidade pública e atirou no cara. Aqui, por essa ótica o Corinthians é tão vítima deste imbecil quanto os bolivianos que se sentiram moralmente atingidos, e com razão.

    – Se o futebol fosse tratado de forma séria pelos dirigentes, poderíamos ter a certeza de que o Corinthians iria processar esse imbecil por manchar o nome da instituição, mas infelizmente o clube agora, deve estar colocando o seu dep. jurídico para defender o marginal!!!

    – Por fim, entendo que sair da competição seria uma forma de mostrarmos que estamos tão abalados e indignados com o ocorrido como os bolivianos, porem isso não ira em hipótese alguma acontecer, por uma série de motivos. São eles:

    – Primeiro pq o clube não está tão abalado assim, vide o caso da torcedora que foi atropelada pelo onibus do clube e morreu no dia da festa de comemoração de 100 anos no anhangabaú. Nada aconteceu, a diretoria fez que não era com ela, deu uns trocados para a família e ponto final. Infelizmente no futebol como na política, a morte dos “outros” é apenas mais uma fatalidade e fim de papo, segue o barco.

    – Segundo porque já vimos outras mortes em vários outros jogos de vários outros times e em 2 semanas ninguém mais fala do assunto. Claro, por uma questão de audiência, como o ocorrido foi com o Corinthians e os jornalistas querem vender jornais, isso vai se prolongar por umas 3 ou 4 semanas, não mais.

    – E terceiro e último, pq o interesse econômico fala mais alto. Cotas de tv´s já foram adiantadas, ingressos já foram vendidos, o pato já foi contratado e os veículos de comunicação precisam do Coringão para venderem anúncios. Diante disso é praticamente impossível sairmos desta competição. Caso contrário a própria conf. sulamericana já teria excluido o timão para servir de exemplo.

    P.S. Lembrando que nem o spfw foi punido por baixar a borracha nos jogadores argentinos, e tudo pelo maldito interesse econômico!!!

    Curtir

    • 02/22/2013 11:03

      Você está certo, mas um dia de cada vez.

      É a 1a punição séria contra um grande brasileiro vindo Conmenbol. Eu entendo que é como um bilhete premiado, abre a chance de mudar tudo.

      Curtir

  9. Correa Leonardo permalink
    02/22/2013 10:07

    Muito bem. Punição aplicada, indaga-se: tem sentido nosso time jogar uma competição sem que a torcida esteja presente? LOGO O NOSSO TIME?

    Reitero o que já comentei lá embaixo: assino embaixo o pôste e é o momento de deixar essa competição aí. Aliás, já perdemos a chance de fazê-lo antes dessa atitude da CSF. Teria sido mais nobre e louvável.

    Curtir

  10. eugenes permalink
    02/22/2013 2:08

    alvaro, vc sabe que de futebol voce não entende nada. tecnico de playstation. mas foi a voz mais lucida sobre qual devia ser a posição do Clube neste triste episódio. pede pra sair. fica melhor. em respeito ao Corinthians e a sua história.

    Curtir

  11. andre pinheiro permalink
    02/22/2013 0:54

    alvaro, prometo que é a ultima, agora com essa punição ridicula e oportunista sou totalmente a favor do corinthians abandonar o torneio, em repudio a punição e ao descaso com os verdadeiros responsaveis.

    Curtir

  12. Meia permalink
    02/22/2013 0:18

    Para além das questões de honra e história, mas sendo pragmático, a conmebol já devia ter baixado uma norma proibindo sinalizadores, fogos de artífico e etc. colocando uma penalidade imediata (perda dos pontos daquela partida, mando de campo e etc.) para qualquer clube que tivesse envolvido. Lembrando que eventos assim nunca possuem um só culpado (o infeliz que soltou o fogo, as torcidas organizadas, o Corinthians, o San José e a polícia boliviana, todos foram no mínimo omissos, cada um tem sua responsabilidade no ocorrido e a cada um cabe uma punição).

    A discussão clubística que tomou a imprensa e redes sociais só mostra como moralmente nosso país foi a falência. Constantinopla na época do império bizantino sofreu uma revolta generalizada que começou com uma briga entre duas torcidas (azul x verde) e resultou em centenas de mortes. Hoje existe uma revolta digital, e não há conflito armado pois os “revoltosos” são covardes que ficam atrás do teclado do computador defecando ódio clubístico (mas ah, não tenham duvidas que se a torcida da gaviões tivesse sofrido algo parecido com o que a torcida do Al Ahly sofreu, haveria comemoração em massa). Mas essa “guerra” de idiotas, alimentada por uma imprensa que lucra na base da contagem de “cliques”, apenas faz esquecermos que um garoto de 14 anos morreu. Mas talvez seja isso mesmo o que os idiotas queriam, pois o que mais querem é uma desculpa para jogarem suas pedras virtuais, alimentar o ódio. A maioria dos idiotas nunca teria a coragem para fazer o que queriam, mas fornecem o combústivel para aqueles poucos idiotas que vão partir para a violência. Não me surpreenderá se esse ano for o mais violento entre brigas de torcidas.

    Curtir

    • 02/22/2013 11:07

      Essa discussão clubística, na minha opinião, é o principal fator que pode tornar essa punição inócua.

      É como uma fumaça que não deixa os corinthianos e ou não corinthianos entender o que está ocorrendo e apoiar a mudança

      Curtir

  13. Múcio Rodolfo permalink
    02/21/2013 23:35

    Ao contrário do que eu imaginava, a Sulamericana condenou o Corinthians a jogar o resto da Cucaracha Cup sem torcida. os jogos em SP serão disputados com portões fechados e nos disputados no exterior, seus torcedores não terão direito a ingresso.

    Curtir

    • 02/21/2013 23:39

      Múcio, o site da Conmenbol está fora do ar e não é padrão deles essa pegada.

      Pode ser coisa de hacker.

      Eu estou aguardando a nota oficial.

      Curtir

    • andre pinheiro permalink
      02/21/2013 23:44

      punição covarde e oportunista que nao ameniza em nada o problema das torcidas, da impunidade e nem conforta em nada a familia da criança. botar o dedo na ferida ninguem bota.

      Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        02/22/2013 0:07

        Alguém viu alguma punição aos bolivianos? O estádio deveria pelo menos ser interditado e o San José ser obrigado a atuar em outro local, afinal de contas a policia boliviana se mostrou incompetente para impedir que tal artefato fosse introduzido no estádio.

        Curtir

        • andre pinheiro permalink
          02/22/2013 0:19

          fica sem torcida na quarta, mas no domingo ta tudo liberado podem matar e morrer a vontade, e viva a hipocrisia.

          Curtir

    • Zé Carlos permalink
      02/22/2013 0:00

      Sonho realizado, senhores!
      Felizes??

      Curtir

    • Zé Carlos permalink
      02/22/2013 0:01

      Então, agora, segue o jogo… qual é o próximo adversário no Paulista, mesmo?

      Curtir

      • Manu Corinthianu permalink
        02/22/2013 0:05

        Supondo que o Corinthians realmente jogue o resto da competição sem torcida, não faz diferença sair agora?

        Curtir

        • Zé Carlos permalink
          02/22/2013 0:08

          Tanto faz. Que seja como Deus, ou a Conmebol, ou os anti, ou vocês quiserem.
          Já fuderam com meu Bi, mesmo…

          Curtir

        • Zé Carlos permalink
          02/22/2013 0:11

          Aliás, depois dessa fui dormir… boa noite, srs!

          Curtir

    • 02/22/2013 11:07

      11h e nada do site da Conmenbol confirmar a punição.

      Curtir

  14. 02/21/2013 22:54

    Culpa: imprudência, imperícia ou negligência. Houve os três.

    Sair desse torneio, em respeito a uma vida, ainda é pouco, mas é um começo.

    Curtir

  15. 02/21/2013 22:45

    Concordo plenamente, é única alternativa com altivez.

    Curtir

  16. Cesar Augusto permalink
    02/21/2013 22:32

    Vi, agora, a entrevista do Gobbi, e, sinceramente, me deu vergonha. O discurso é lamentável sob qualquer aspecto.

    “Não houve uma briga entre torcidas. Não houve um mal-estar. E aí, em consequência disso, gerou um mal-estar que causou isso. Cada um estava no seu lugar. Foi uma fatalidade. Se tivesse uma briga, um mal-estar e, naquele instante, alguém. Poderia se cogitar que alguém agiu por dolo. Não tem por que cogitar por dolo. Pela experiência que tenho na minha carreira, tudo indica que se trata de uma fatalidade”.

    Seria mais bonito o Mário Business Gobbi assumir que quem efetuou o disparo do sinalizador é um bandido, provavelmente, pertencente a torcida organizada do Corinthians. Mas, como essa diretoria tem rabo preso com as organizadas, ele se cala, covardemente. Falta grandeza.

    E se fosse o filho do Mário Gobbi?

    Qual seria a reação?

    Fatalidade?

    Aliás, esqueçamos a competição em si, a questão primordial é se colocar no lugar dos pais do garoto boliviano.

    Isso é o mais difícil.

    Curtir

    • 02/21/2013 22:38

      Foi uma entrevista deplorável.

      Mas do que isso, fiquei muito triste com a falta de sensibilidade. Ele poderia até fazer um discursos isentando o clube — como muitos estão fazendo — mas jamais chamar aquilo de fatalidade.

      Ele deveria ter ouvido o Edu logo após o jogo.

      Curtir

      • Marcelo permalink
        02/22/2013 16:31

        Fatalidade é um raio cair na sua cabeça, morrer engasgado por um grão que foi para na via respiratória ao invés de ir para o intestino…..atirar uma porra de um sinalizador e acertar alguém não será fatalidade nunca….

        Curtir

  17. Zé Carlos permalink
    02/21/2013 22:30

    http://www1.folha.uol.com.br/esporte/1234455-especialista-afirma-que-sinalizador-pode-ter-sido-utilizado-por-engano.shtml

    Faz todo sentido. Espero, muito, que realmente tenha sido isso.

    Curtir

    • 02/21/2013 22:39

      O problema, infelizmente, é que um vídeo novo corrobora a tese de que ele apontou para a outra torcida e ainda fugiu:

      Curtir

      • andre pinheiro permalink
        02/21/2013 22:45

        é essa corridinha que ele deu pra esquerda acho que tira todas as duvidas quanto ao engano do especialista do uol

        Curtir

        • andre pinheiro permalink
          02/21/2013 22:48

          agora ficou facil achar e punir o culpado. nao faço ideia do codigo penal de la, mas pior que daqui acho bem dificil de ser, entao que apodreça na cadeia e menos um pra manchar a imagem do sccp.

          Curtir

      • Zé Carlos permalink
        02/21/2013 23:15

        É… tem razão: talvez eu esteja sendo ingênuo.

        Mas eu sinceramente não consigo compreender por que diabos, num jogo como aquele (em jogo nenhum, na verdade, mas por que naquele???) alguém faria, deliberada e conscientemente, uma barbaridade dessas!

        Não faz sentido.

        Curtir

        • 02/21/2013 23:40

          viu o vídeo?

          Curtir

        • Zé Carlos permalink
          02/22/2013 0:02

          Sim, evidente. Por isso é que me desiludi tanto. Relaxa, cara.

          Curtir

        • eugenes permalink
          02/22/2013 1:35

          porra, mas essa m• é um missil! como um fdp usa isso num estadio? esse animal devia é ser linchado.

          Curtir

    • andre pinheiro permalink
      02/21/2013 22:40

      com certeza faz sentido, mas assim como foi em santa maria, precisou acontecer a merda pra perceberem que esse tipo de artefato não deveria estar la.
      sou totalmente contra caça as bruxas isso faz as autoridades tirarem o foco e a reponsabilidade do que aconteceu.
      como alguem pode permitir um jogo de futebol onde a policia precisar fazer cabaninha com escudo pro cara bater escanteio? vai precisar alguem morrer com uma pedrada na cabeça num jogo pra alguem tomar uma atitude.

      Curtir

  18. Múcio Rodolfo permalink
    02/21/2013 21:43

    1- Lamento pela morte do torcedor do time boliviano. Mas não me identifico com o assassino. Torcemos pelo mesmo clube, mas somos muito diferentes. Aliás, creio que a imensa maioria de apaixonados pelo clube não comunguem de tal comportamento. Penso que se está cometendo o equivoco da generalização. Isto na boca de um abutrista é até compreensível. O clube tem responsabilidade por facilitar a vida desses torcedores. Então que aproveite o incidente para mudar esta relação. Que tal proibir tal torcedor e seus cumplices de colocarem seus pés na nova Arena ou em qualquer estádio no qual o clube seja o mandante? Que tal o clube prestar assistência aos pais do garoto?
    2- Eu penso que a sulamericana não vai aplicar a punição que os abutres tanto desejam. Não vai porque não tem moral para isso. Muitos incidentes lamentáveis foram tolerados pela entidade. Em 2005, por exemplo, a partida entre Boca Juniors e Chivas foi interrompida devido a atos de vandalismo dos torcedores argentinos. Nem o Boca foi punido e nem o estádio foi interditado.

    Curtir

    • 02/21/2013 22:41

      1- Depois da entrevista do MB, o cenário é pior.

      2- Com certeza. Eles não tem moral alguma para fazer nada, por isso ainda acho que esse é um papel nosso.

      Curtir

  19. Manu Corinthianu permalink
    02/21/2013 21:11

    O pessoal não está pegando a idéia. A saída voluntária do Corinthians não seria uma autopunição, nem necessariamente o reconhecimento de culpa por parte do clube. Seria um ato de dignidade e respeito por uma tragédia que ocorreu e na qual o clube está envolvido, querendo ou não.

    Acho que tem muita gente por ai preocupadinha demais com o que os outros pensam ou deixam de pensar, fazem ou deixam de fazer, e ao mesmo tempo sentindo uma necessidade gigantesca de mostrar o contrário. Tava na hora de deixar os podres alheios pra lá e agir em prol da nossa história e dignidade, mesmo que isso significasse dar munição pra quem tem ódio da gente.

    Eu não acredito que uma exclusão, voluntária ou não, teria uma valor didático pra marginal nenhum. Jornalistas que abordam isso sob essa óptica ou são inocentes demais ou têm outras intenções por trás do discurso. Sujeito que é capaz de correr o risco de matar alguém não vai pensar duas vezes antes de fazer uma barbaridade só por saber que o time pelo qual ele “torce” vai sofrer punição (estou falando genericamente, e não do caso de ontem especificamente).

    Mas o ponto é esse: seria uma atitude pra simplesmente demonstrar vergonha na cara e que a comoção pela morte de uma criança presente no estádio é autêntica.

    Ninguém aqui está querendo que o Corinthians coloque nas costas a missão de se tornar o exemplo da moral e da ética. E eu nem de longe estou pensando em resolver o problema da Libertadores ou da Conmebol. As duas que se danem. Estou pensando única e exclusivamente no Corinthians, e numa possibilidade de atenuar uma mancha que vai ficar na história.

    Mas, de qualquer forma, depois da entrevista lamentável do Mario Gobbi, quem discorda pode ficar tranquilo. Isso não vai acontecer.

    Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      02/21/2013 21:38

      É ISSO!
      Pqp, matou a pau!

      Curtir

    • andre pinheiro permalink
      02/21/2013 21:43

      mas uma vez falo se for pra sair da libertadores que saia de todas as competiçoes ou que feche o clube, nao ha sentido algum sair da libertadores e ter jogo do paulista domingo, nao muda nada, a vida do menino nao volta, nao evita futuras tragedias e só alimenta os abutres e hipocritas.

      Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        02/21/2013 21:45

        O dono do boteco perguntou com que cara vamos comemorar um gol na quarta-feira passada? E eu pergunto com que cara vamos comemorar um gol em Bragança ou na Vila dos Chinelos Voadores?

        Curtir

        • Zé Carlos permalink
          02/21/2013 21:55

          Exato.
          Para mim, com todo respeito ao dono do boteco, nesse caso aqui a dramaticidade (costumeira, diga-se) tá um pouco exagerada…

          Curtir

        • Múcio Rodolfo permalink
          02/21/2013 22:05

          Não é quarta-feira passada é quarta-feira que vem…..Mas acho que vcs entenderam.

          Curtir

        • Manu Corinthianu permalink
          02/21/2013 22:05

          Porra véio, tem morte de criança nessa história, e vc acha isso dramaticidade exagerada?
          Essa relação que vcs estão fazendo com outras competições, pra mim, mostra que vcs ainda não pegaram a idéia da coisa.

          Curtir

        • Zé Carlos permalink
          02/21/2013 22:13

          Não estou minimizando a morte do garoto, pelamor!!! Não me interprete mal.
          Quis dizer que o dono do boteco é normalmente dramático nos seus posts, estamos acostumados com isso. Porém, a carga dramática contida nessa campanha de vocês para que o Corinthians se transforme no Cordeiro da Conmebol – aquele que veio para expiar os pecados, senão do Mundo, ao menos dessa Confederação (curtiram a dramaticidade? Também sei fazer…) – passou um pouco dos limites.
          Capicce?

          Curtir

        • andre pinheiro permalink
          02/21/2013 22:18

          eu entendi perfeitamente o que vcs estao dizendo, mas nao muda nada sair de uma competição na quarta sendo que domingo tem outro jogo em que alguem vai sabendo que corre o risco de morrer……

          Curtir

    • Daniel CMS permalink
      02/21/2013 22:17

      Dignidade, respeito, melhorar a Libertadores. Tudo consequência do mesmo ato. Todos louváveis.

      Curtir

  20. Zé Carlos permalink
    02/21/2013 21:10

    http://blogdoodir.com.br/

    Aqui, os comentários estão bem na linha do que você anda defendendo. Dê uma lida…

    Curtir

  21. 02/21/2013 20:58

    Não foi o primeiro, nem será o ultimo problema com torcida. Então é melhor fechar as portas do Corinthians de uma vez.

    Evita que mais dia, menos dia, tenhamos que nos retirar do Campeonato Paulista, Brasileiro, Copa São Paulo e etc.

    Curtir

  22. andre pinheiro permalink
    02/21/2013 20:20

    nao podemos esquecer o principal que é a vitima meu amigo. deixem suas paixoes e convicções de lado. o corinthians nao tem nada a ver com isso, o que aconteceu é um fato muito maior que clubismo e fanatismo. o problema é criminal, é cultural. um sujeito jamais poderia pensar em levar um artefato desse para um estadio, mas como tantas outras coisas tem que acontecer uma tragédia para começar a caça as bruxas. foi um assassinato. que o bandido marginal que soltou essa merda apodreça na cadeia, agora nao vou entrar nessa da midia oportunista e sensacionalista de exclusao do torneio, vida que segue, que sejam punidos os culpados, autoridades, organizadores e torcedores. o nosso protesto tem que ser para a vida do menino nao ficar em vao, como ficou a vida do rodrigo gasparin por exemplo. as autoridades tem que ser cobradas.
    se um louco maluco resolve entrar numa escola e matar estudantes a culpa é da escola? vamos com calma né?

    Curtir

    • andre pinheiro permalink
      02/21/2013 20:35

      outra coisa da libertadores nao pode ir aos jogos, nem assistir nem comentar, do paulista, brasileirao pode? que sentido há nesse seu manifesto? a sua coerencia teria que ser nunca mais assistir futebol na vida.

      Curtir

      • bloguedotimao77 permalink*
        02/21/2013 20:39

        E desistir de tentar mudar alguma coisa?

        Curtir

        • andre pinheiro permalink
          02/21/2013 20:52

          jogaram o corpo de um corinthiano no tiete, o palmeiras deveria ser punido? nao, é homicidio. mataram 2 palmeirense na zona norte, a culpa é do corinthians? claro que nao.
          a culpa é da impunidade, a mesma que mata no transito, que mata por R$5,00, que mata uma gravida chegando do trabalho, e assim vai….
          entao que parem todo o futebol, sou totalmente contra a uma caça as bruxas.

          Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      02/21/2013 20:37

      André, o clube entrega o ingresso com exclusividade para esses torcedores. Então tem culpa sim.

      Curtir

      • andre pinheiro permalink
        02/21/2013 20:58

        facilitar ingresso nao pode ser sinonimo de responsabilidade por ato do individuo que recebeu o ingresso. se eu ganho um ingresso pra ir no cinema e resolvo tocar o terror no cinema a culpa é de quem me deu o ingresso ou minha?
        mas enfim tai uma otima oportunidade se acabarem com essas aberrações chamadas t.o., mas nao só com essa deste ou aquele clube, com todas.

        Curtir

  23. Paulo permalink
    02/21/2013 19:50

    Acho exagero querer, antes da cabal e completa elucidação dos fatos, responsabilizar o Corinthians pelo ocorrido, seja do ponto de vista jurídico ( falo do direito civil e penal, salvo particularidades da legislação boliviana ), seja do ponto de vista moral. O simples torcedor, nessa condição exclusiva, não tem vínculo jurídico com o Clube, até onde sei. Claro que a chamada legislação esportiva, constituída de regras convencionais, estabelecidas pelas próprias partes envolvidas – clubes, federações, confederações, etc – pode estabelecer punições, e efetivamente costuma fazê-lo, como temos visto. Desejar a saída do time da competição, entretanto, quando nem as próprias regras da Conmebol preveem isso – ao que andei lendo – é querer autoflagelar-se. Isso infelizmente não devolverá a vida do menino estupidamente morto. É como querer, por exemplo, que a Igreja Católica seja punida por um ato de um fiel que não guarde a condição, ao menos, de “coroinha” ou diácono. Se o Corinthians sente-se responsável, de alguma forma, e quer ajudar, acho louvável, mas não vejo que estivesse a isso obrigado, por ora.

    Curtir

    • Daniel CMS permalink
      02/21/2013 20:05

      Mas o ponto é que, com tal atitude, forçaria uma mudança grande na Conmebol.

      Sinceramente, só passei a ver uma certa consciência na torcida – para não jogar objetos no campo – quando passou-se a punir o clube. Nego hoje fica revoltado se alguém joga uma garrafa d’água no campo…

      Curtir

      • bloguedotimao77 permalink*
        02/21/2013 20:07

        Exato!

        Curtir

      • Paulo permalink
        02/21/2013 22:03

        Não sou contra a punição do Corinthians, se cabalmente comprovada a culpa, de alguma forma, do Clube, ou se houver dispositivo que a imponha, objetivamente, nos termos do que disponha a legislação esportiva, mas creio que a eliminação/exclusão da competição seria uma penalidade por demais gravosa. Moralmente não vejo que o Clube deva sentir-se compelido a abandonar, espontaneamente, a competição, salvo, torno a dizer, na hipótese de vir a ser demonstrada, no mínimo, alguma atitude temerária dos nossos dirigentes, nesse lamentável episódio.

        Curtir

    • Fabiano permalink
      02/21/2013 20:13

      Acho que, por iniciativa própria, o clube deveria amparar legal, moral e financeiramente a família do menino assassinado. Deveria também iniciar uma campanha maciça e intensa de paz nos estádios, principalmente durante esta edição da Libertadores, iniciando pela proibição da entrada de torcedores organizados até que os responsávels pelo crime na Bolívia fossem entregues pela própria torcida. Afinal, não há lugar para bandidos nos estádios e em qualquer outro lugar de pessoas de bem.

      Agora, essa de “abandonemos a competição pois estamos chocados com o que ocorreu” não ajudaria nada a melhorar a situação, pois os caras que fizeram a barbárie lá em Oruro continuariam com a sensação de impunidade que nós brasileiros (idiotas por consequência) bem conhecemos.

      Curtir

      • Paulo permalink
        02/21/2013 21:40

        Essa “campanha maciça e intensa de paz nos estádios”, a que todos, inclusive a Conmebol, aderissem, creio que seria uma boa idéia. O Corinthians deveria propor isso.

        Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      02/21/2013 20:13

      Concordo com o argumento, mas ele falha em dois pontos:
      1) o clube dá suporte às TOs nessas viagens. Inclusive os ingressos são entregues EXCLUSIVAMENTE para eles.
      Isto significa que sim, o clube é co-responsável, pois ele tem consciência do histórico desses torcedores.

      2) para mim, o problema é de nossa conexão umbilical entre torcedores

      Curtir

      • Paulo permalink
        02/21/2013 21:52

        O Clube talvez possa ser punido, eventualmente, como disse, na esfera esportiva, mas não com a exclusão da competição, pois o fato não ocorreu com nosso mando nem creio que o Corinthians obrou com culpa para tanto, mas é bom lembrar que o San José teria, no mínimo, culpa concorrente – talvez até por isso não tenha ainda denunciado os fatos à Conmebol e já haja até uma campanha na Bolívia isentando a instituição Corinthians, ou a torcida corinthiana, de um modo geral, ou coisa do gênero. Na esfera cível tenho dúvidas e na criminal creio ser impossível responsabilizar-se algum dirigente a menos que tenha fornecido os sinalizadores.

        Curtir

        • 02/21/2013 22:47

          Na letra, é claro que é menos de 0,00001% de alguma punição severa. Mas o fato é que há sim subvenção do clube para que as TOs possam participar desses jogos e aí, em menor ou maior intensidade, há sim cumplicidade.

          E sabe o que eu acho também errado? O clube não está prestando assistência aos presos. Eles deveriam ter um advogado contratado pelo clube à disposição.

          Curtir

  24. Zé Carlos permalink
    02/21/2013 19:36

    Passa os ingressos dos jogos já comprados para mim, então… Serei eternamente grato.

    Na boa: já que é assim, então acho que a Libertadores 2013 é que deveria ser cancelada. Concorda?
    Afinal, insisto: qual será a punição imposta à Conmebol por ter permitido que torcedores armados com sinalizadores ingressassem no estádio??

    Menos, vai, cara! Bem menos.

    Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      02/21/2013 19:41

      Não entendi!

      Curtir

      • Zé Carlos permalink
        02/21/2013 19:48

        Mais claro que isso, impossível…

        Curtir

        • bloguedotimao77 permalink*
          02/21/2013 20:07

          Não entendi, mesmo.

          Más sendo literal em relação à sua pergunta, respondo que a maior punição para a comenbol seria o abandono do campeão passado por falta de segurança.

          Curtir

        • Zé Carlos permalink
          02/21/2013 20:20

          Meu comentário ao posto anterior talvez esclareça um pouco mais, então.

          Curtir

  25. Andre.T permalink
    02/21/2013 19:23

    Do Marcelo Rubens Paiva:

    SE um vizinho é morto a facadas na esquina, não por isso me tranco em casa e não saio mais.
    SE uma bêbada atropela um pedestre numa rua tranquila, não deixarei de passear pela calçada.
    SE há um arrastão na praia, não evito tomar sol nem deixo de dar um mergulho.
    SE meu restaurante foi assaltado, não o tiro da lista e vou lá na noite seguinte me solidarizar com as vítimas.
    SE um garoto é morto na arquibancada por um torcedor irresponsável, dolosa ou culposamente, não deixarei nunca de ir aos estádios.
    Nunca me entregarei.
    O que farei?
    Não serei aliado da loucura humana.
    Lutarei para que isso não se repita.
    Mas sem me calar, me trancar, negar ou me isolar.
    Se esconder não muda nada, nem melhora o mundo.
    Pela proibição da venda, comercialização e porte de fogos de artifícios, sinalizadores e similares.
    A não ser por técnicos cadastrados e com porte.
    São verdadeiras bombas detonadas diariamente nos céus.

    Curtir

  26. Cesar Augusto permalink
    02/21/2013 19:02

    Eu entendo que, antes de qualquer coisa, é preciso achar, efetivamente, o responsável por jogar o sinalizador. Ele é o grande culpado da morte do menino boliviano. Mas, de forma concorrente, a polícia boliviana, a Conmebol e o Corinthians, sim o Corinthians, devem, também, ser responsabilizados pela tragédia.

    Hoje ouvi um relato de um torcedor do Corinthians, na Rádio Bandeirantes, onde descreve que entrou no estádio sem qualquer tipo de revista, o que demonstra que era possível qualquer torcedor, se quiser, portar armas de fogo ou cortantes, por exemplo.Em suma, na Bolívia tudo é possível.

    A outra culpada é a Conmebol, que organiza o campeonato. A Libertadores, sabemos bem, é uma verdadeira zona.

    E, por fim, a culpa é da diretoria do Corinthians que financia os torcedores organizados, principalmente nestas viagens internacionais. E se financia, dá guarida a atos que desabonam o Corinthians e, por consequência, tem grande parcela de culpa. O clube tem responsabilidade objetiva.

    Aliás, a entrevista do Mário Gobbi foi, simplesmente, deplorável. O que ocorreu, ontem, em Oruro, foi tudo, menos fatalidade. Se o torcedor leva um sinalizador marítimo para o Estádio, assume o risco de produzir um crime. Seria mais bonito assumir que quem efetuou o disparo do sinalizador é um bandido. Mas, como essa diretoria tem rabo preso com as organizadas, ele se cala, covardemente.

    É claro que os abutres estão em polvorosa e a generalização habitual de que todo o corinthiano é bandido está mais forte do que nunca, mas, infelizmente, sigo o relator:

    O Corinthians não tem mais condição moral para disputar a Libertadores.

    Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      02/21/2013 19:20

      Perfeito!

      Fatalidade seria se o cara solta o sinalizador e põe fogo no próprio bote salva vidas.

      Levou para um estádio, é tudo, menos fatalidade.

      Curtir

  27. Daniel CMS permalink
    02/21/2013 18:39

    Mais um fato a ser analisado: o Mario Gobbi não desceu a lenha nessa porcaria – que é mesmo – de torneio depois do jogo contra o Emelec? Ali éramos candidatos ao primeiro título e nos chamaram de perdedores por antecipação, desculpinha. Agora somos campeões invictos e estamos envolvidos na história.

    Pra pensar…

    Curtir

  28. Correa Leonardo permalink
    02/21/2013 18:28

    Concordo. É o momento de pedir a baixa desse campeonato lixo – não ficar esperando que a CSF expulse o clube do torneio. Que se ausente voluntariamente, fique cinco, dez, quinze anos jogando somente os campeonatos estadual e nacional, eu não vou sentir a mínima falta.

    Um menino morreu, e não importa a cor da camisa dele. Nada mais importa agora. Vamos sair e, se precisar, não voltaremos nunca mais.

    É hora de ser mais Corinthians do que nunca!

    Curtir

  29. 02/21/2013 17:52

    Nossa, impressionante e bem difícil a sua decisão, mas entendo que o que aconteceu vai totalmente contra os princípios do jogo. Compartilhar pensamentos, emoções, cornetar.

    Curtir

  30. 02/21/2013 17:51

    é algo forte,é algo a se pensar,é algo que deveria ser levado em conta.
    Não sei si sou apenas eu,mais ainda não sei como reagir diante de tanta coisa acontecendo.

    Curtir

  31. roblesz1 permalink
    02/21/2013 17:50

    Cara, você é ridículo. Adeus.

    Curtir

    • EduardoJr. permalink
      02/23/2013 0:53

      O melhor comentário de todos. Acho que depois desse post vou dar adeus ao blog tbm. E o pior é ver muito comentarista do blog embarcando nessa loucura. Post absurdo, insano, poderia escrever um comentário longo rebatendo cada ponto, mas nem vale a pena.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: