Skip to content

Protestantes x Partidos x Democracia x Futebol

06/24/2013

Protestantes

Não quero contaminar o boteco com discussões partidárias já costumeiras na internet – até porque, em parte, o excesso de alienação dos protestantes vem daí. Contudo, se fosse possível um consenso, diria que ele está na crise de representação do país, consequência da demora no aperfeiçoamento da nossa democracia.

Academicamente, um congresso nacional deve representar grupos de pressão ao governo. Contudo, o nosso processo eleitoral viciado tem concedido a certos grupos de pressão conservadores mais força do que eles têm em suas próprias bases. Desse “caldo de cultura” surgem vândalos aprovando a cura Gay.

Deveríamos mexer em algumas peças, como o modelo de campanha eleitoral que cria uma mercado secundário de minutos na TV e produz supercandidatos que, quando eleitos, correm para baixo da mesa ao primeiro sinal de crise.

O protesto está na rua.

PM

Deveria ser só “P”. Aliás, não sei como isso nunca apareceu na agenda “progressista”.

Eu tenho a solução para tudo

Orçamento Participativo. Hoje, com essas ferramentas de pontuação em fórum (como o piazza) é muito mais viável.

No meu ideal, o OP seriam um bom “filtro de merda”: para cortar Copa, Olimpíada, Ponte Estaiada, Túnel para carro e outras merdas.

Não sei porque os prefeitos não aproveitaram a crise para (re)lançar a ideia. Se concentrados no filtro de merda, já seria um baita avanço.

Devolver a Copa

Ainda dá tempo e, como o The Independent levanta, um pouco mais e só a Coreia do Norte vai topar fazer Copa do Mundo e as Olimpíadas do jeito que os veiacos querem.

O problema da nossa Copa é que ela tem digitais de todos os partidos (o que reforça a crise de representação).

Ao menos poderiam cortar o subsídio de R$ 500 milhões para o estádio do Corinthians. Algo que perdeu todo o sentido.

Copa das Confederações

Tá um tesão!

Até jogo ruim está bom. Deve ser a melhor CdC de todos os tempos. Estou louco para ir assistir a algum jogo.

O Brasil está mais motivado, inclusive o torcedor, mas os problemas de safra continuam lá: os laterais ruins (Marcelo é meia atacante), falta um camisa 5 decente e parece que as camisas do David Luiz e do Dante são feitas de chumbo.

Anúncios
10 Comentários leave one →
  1. David 77 permalink
    06/29/2013 16:51

    Embora partidário de mandar a copa pra “tonga da mironga”, também notei os exageros no vídeo assim como no blog que o Múcio colocou http://cbjm.wordpress.com/2013/06/24/no-im-not-going-to-the-world-cup-a-desconstrucao-de-uma-fraude/
    também usa números pra lá de suspeitos pra defender o ponto de vista contrário. Me parece ai que ambos são patrocinados por partidos políticos, ou seja, pra mim nenhum dos dois me representa.
    Reconheço que nesses ataques a copa, pouquíssimas pessoas sabem o que é público ou privado e estão atacando a parte errado do monstro. Brasília, por ex., se gaba de não usar dinheiro público no seu faraônico estádio, mas o dindin vem da tal Terracap que nada mais é que a “imobiliária” do governo do DF. Ela vende o público subfaturado pros paulos otávios da vida (que há anos estavam doidinhos pra pegar os terrenos do DF e a Terracap estava doidinha pra vender, quando cai no colo a desculpa da Copa) e coloca a grana na pirâmide, oops, no estádio, depois abre-se uma licitação pra que um consórcio formado pelos paulos otávios possa administrar a bagaça. Não podemos esquecer que a obra foi executada pelos paulos otávios e ai logicamente com preços superfaturados. Ou seja os paulos otávios ficaram com os terrenos, a obra e o estádio e ainda ganharam e continuarão ganhando muito pra isso.
    O que retornará aos cofres do governo sabidamente será irrisório. Tou falando de Brasília por se tratar de nossa Capital Federal, mas isso é válido para o Maracanã, Mineirão e etc.
    Além dos baixos valores pagos pelos consórcios administrativos, me preocupa mais ainda os contratos, a maioria na casa dos 25 anos. Como serão administrados tais espaços? Qual a obrigação de investimento, não apenas no estádio, mas no entorno? E também em qual estado eles deverão ser devolvidos.
    Podem argumentar que o valor de R$1bi é trocado de pinga pra uma Oderbrecht, ok mas a propaganda e principalmente o uso lobbystico que um estádio pode dar, não se acha em qualquer esquina.
    Nosso país poderia tranquilamente sediar a copa, se houvesse uma mínima preocupação em dar algum legado ao povo, como diziam no início, mas cadê? Cadê as melhorias em transporte nas cidades sedes? Cadê os novos hospitais próximos a estádios? Cadê os polos de desenvolvimento e capacitação? Quem está ganhado com a Copa são exatamente aquelas pessoas que a gente sabia que iria ganhar quando a idéia foi lançada.
    Ponto positivo que embora mantenham os bolsos intactos, os politícos parecem terem dado um tiro no pé, como mostra as recentes manifestações públicas. Mas só vou acreditar nisso após as próximas eleições.

    Curtir

    • Manu Corinthianu permalink
      06/30/2013 2:15

      A crítica ao video é válida, mas também senti um teor tendencioso no negócio ali. Inclusive nos outros posts do blog (embora com várias críticas corretas também).

      Sobre as manifestações especificamente, toda vez que há acontecimentos desse tipo aqui no Brasil, o pessoal sempre leva a coisa demais para os extremos, e acaba perdendo a sobriedade pra analisar melhor os fatos. Hoje vc vê, de um lado, a turma dos empolgados, que acha que está acontecendo uma revolução, atribuindo uma importância e um tamanho às manifestações que, provavelmente, elas não têm. Do outro, há aqueles que vão correndo pinçar e enfatizar os pontos negativos pra poder não só reduzir ou questionar o real valor delas, como também tentar encontrar supostas segundas intenções por trás de tudo que está rolando.

      Veja a reação das pessoas no que diz respeito à postura da rede Globo. No começo, quando a Globo se limitava a exibir os atos de vandalismo, vi muito neguinho tucano dizendo que isso era uma tentativa de desmoralizar as manifestações, com o intuito de proteger o atual governo. Quando os caras passaram a realizar uma cobertura mais “honesta” e coerente com o que estava ocorrendo, petistas levantaram a voz falando que era uma investida da emissora contra eles, tentando responsabilizar o partido pelo caos que o país vive. No final das contas, a mudança evidente de comportamento da Globo se deveu muito mais ao bombardeio de críticas que ela sofreu no ínicio, que claramente pegou forte neles (só ver o discurso dos apresentadores deles na semana passada), do que a qualquer outra coisa.

      De qualquer forma, o papo todo contra a copa realmente exala uma certa superficialidade e demagogia, como disse o Múcio. Neguinho tá querendo brigar pelo leite que já foi derramado, quando tem mais uns trocentos litros prontinhos pra seguirem o mesmo destino, com as obras pra Olimpíada de 2016. E o curioso é que não se viu um puto de um cartaz no meio da multidão que falasse sobre isso, inclusive no Rio, que é o maior interessado. O tio Nuzmam, quietinho no canto dele, agradece e muito.

      Curtir

    • 06/29/2013 22:43

      Sensacional, afaga o pouco do meu cérebro ver que ainda há senso critico. Essa mocinha é realmente o retrato da imbecilização.

      Curtir

  2. Manu Corinthianu permalink
    06/27/2013 15:02

    Cara, mudando radicalmente de assunto, essa não dá pra deixar passar. Vcs viram isso aqui? – http://tinyurl.com/q2qxu3p. Detalhe pro final do video, quando o Leão pergunta pro Birner se ele realmente acha que entende de futebol kkkkkkkkkk

    Curtir

  3. Múcio Rodolfo permalink
    06/24/2013 23:47

    Antes o Alvaro concordou com o imoral assalto do qual fomos vítimas na Cucaracha.
    Agora ele volta a falar do novo estádio do Corinthians….Estádio que, conforme declarou a Gaviões, não faz menor diferença para a nossa gloriosa e vitoriosa história.
    Mas já que começou a sua construção….Pelo que tenho lido, não existe nada de imoral na transação. Sobre a Copa do Mundo eu já me manifestei num post anterior. Eu não faria campanha para tê-la, mas não sou contra sua realização aqui no país. Acho que tem muito discurso demagógico e populista neste meio.

    Curtir

  4. Paulo permalink
    06/24/2013 17:34

    Sobre a Copa já me manifestei anteriormente aqui no blog: não dá mais pra “devolver”! Os prejuízos seriam maiores para o País, inclusive quanto à nossa imagem. Quanto ao estádio do SCCP, acredito piamente que será bastante rentável, renderá frutos não só ao Corinthians, mas a toda a cidade – especialmente à Zona Leste -, inclusive haverá, a médio e longo prazos, retorno financeiro palpável aos cofres públicos municipais. Ou melhor, ganho financeiro. Já o empréstimo do BNDES será regiamente pago, não tenham dúvidas ( lembrando que há dinheiro do Banco na África e na Argentina, financiando a economia nesses locais, em bem maior escala, só pra citar alguns beneficiários ). Agimos bem na questão estádio, ao aproveitarmos a oportunidade e subtraí-la a um certo adversário, costumeiramente contemplado pelo Poder Público. Daremos mais retorno social. Por outro lado, e essa anunciada venda do Paulinho, hein? Outro mau negócio para o Clube. Alguém tem dúvidas de que o empresário do Paulinho receberá e repassará parte das comissões?

    Curtir

  5. Ciro permalink
    06/24/2013 16:46

    1) “Devolver a Copa”
    O cancelamento da resultaria em um prejuízo de 10 bilhões (http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,prejuizo-da-suspensao-dos-grandes-eventos-no-brasil-e-de-r-10-bilhoes,1045440,0.htm).
    Quantos hospitais “padrão FIFA” poderiam ser construídos com esse dinheiro?

    2) “Ao menos poderiam cortar o subsídio de R$ 500 milhões para o estádio do Corinthians.”
    “Ao menos”? Por quê? É o estádio do Corinthians o maior dos males da Copa? Logo o estádio do Corinthians, que levará um pouco de desenvolvimento para a carente ZL? Logo o estádio do Corinthians, que se tornará a mais importante e rentável praça esportiva do país após a Copa? E quanto aos “elefantes brancos erguidos em Manaus, Cuiabá e Brasília?
    Quanto ao “subsídio de R$ 500 milhões”: que “subsídio” é esse? O estádio do Corinthians será financiado por R$ 400 milhões emprestados pelo BNDES (que serão pagos PELO CORINTHIANS, ao contrário dos empréstimos que serão concedidos para quase toas as outras arenas da Copa, que serão pagos pelos governos estaduais ou municipais – ou seja, pelo erário) e por outro tanto desse em incentivos fiscais municipais (CIDs) previstos em lei promulgada em 2006, em benefício do desenvolvimento da CARENTE ZONA LESTE.

    3) “Copa das Confederações
    Tá um tesão!”
    De fato. E há quem queira interrompê-la…
    Quem não gosta de samba, e de futebol, bom sujeito não é…
    É ruim da cabeça, ou doente do pé…

    Curtir

    • 06/24/2013 19:10

      1) não é esse o ponto. A questão é a FIFA impor condições de custo inaceitáveis. (De fato, foi o Brasil quem pediu).

      2) esses 500 milhões, segundo a diretoria corinthiana explicou com muito detalhe, são relativos ao custo de converter o estádio original em Padrão FIFA.

      Contundo, a lei de Itaquera não é exatamente assim, tanto que a coisa teve de passar pela c. vereadores

      Curtir

  6. Nicolas permalink
    06/24/2013 13:35

    A democracia, em sua essência, seria um governo voltado para os interesses do povo, ou, pelo menos, para a sua maioria. Como não podemos ter uma democracia direta, com a população decidindo diretamente sobre as questões relevantes, passamos a uma democracia indireta. E aí pode estar a origem do problema, através dos mecanismos de representação que deixam de atender às demandas populares. Começa a surgir uma espécie de curto-circuito, com o representante deixando de defender os representados e, até muitas vezes, atuando contra os seus interesses. Então, primeiro de tudo, antes de atacar questões pontuais, devemos ter instituições políticas que funcionem melhor. Uma verdadeira reforma política através de uma Constituinte, pois os atuais representantes não têm nenhuma credibilidade e nenhuma disposição, salvo raras exceções, para ir contra o status quo.

    Acredito que é um pouco tarde para cancelar a Copa. Como ficariam os investimentos já realizados? Devem ser desconsiderados e abandonados? Aí, sim, poderíamos falar de um senhor desperdício de dinheiro público. Pelo que a gente observa, através da resposta dos torcedores brasileiros, é que o Brasil gosta muito de futebol. O que eu penso que poderia ter sido melhor planejado é usar a Copa para estruturar melhor o futebol brasileiro. Não vai adiantar ter estádios belíssimos e clubes em petição de miséria. Embora os clubes tenham grande responsabilidade pela situação atual, já que sempre sofrem com péssimas administrações. É claro que falo em termos gerais, sem querer dizer que a administração atual do Corinthians seja péssima.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: