Skip to content

Corinthians 4×0 Flamengo, Douglas sai aplaudido de pé! TCHUPA TITE!

09/01/2013

Timão entrou no seu 4-2-3-1, Pato bem aberto pela esquerda, Douglas incrivelmente recuado, Ibson bem recuado e Ralf quase na linha de zaga. Mano entrou num 4-3-1-2 em que Elias, aparentemente sem condições de jogo (só deu um pique no jogo), jogava bem recuado. Numericamente o losango (na verdade era mais um quadrado) do Mano deu ampla posse de bola para o adversário.

Losango ou quadrado, meio foi do Flamengo all the game.

Com a bola, Fla só atacava para cima do Fábio Santos. Tite respondeu rapidamente e, olha só como o burro tem sorte: inverteu Pato com Romarinho, para garantir um 2º volante aqui na nossa esquerda. Ficamos mais recuados, mas olha por onde saem os gols…

Tudo pela esquerda. Repare que Pato não acompanha o lateral, mas olha o Romarinho do outro lado.

Tudo pela esquerda. Repare que Pato não acompanha o lateral, mas olha o Romarinho do outro lado.

Eu tinha visto a derrota deles para o Grêmio no RJ e atestei que é um time muito ruim. Mesmo com a bola o jogo inteiro, Cassio só rebolou numa penetração do Elias no 1º tempo e numa bobagem do Edenilson no 2º tempo. Belas defesas.

Passados 25 minutos de um monólogo enfadonho do time visitante, eis que Douglas, o melhor do jogo, tabela a la Doutor com Romarinho que CRUZA para Pato homenagear VIOLA: 1×0!

Um pouco depois, Douglas dá aquele passe característico em que a bola chega leve, quase parando no ponto futuro e Pato faz um golaço (golaço se você ACATAR que foi consciente): 2×0!

2×0 nesses tempos de Titenaccio é certeza de embromation no 2º tempo, então decidimos no Pacaembu começarmos a FUZARCA do OOOOOOOOOOLÉ! OOOOOOLÉ! Mas a Madre Superiora deu um esporro e, bem comportados, TODOS voltamos para a contagiante embromation ball.

O 2º tempo não muda o jogo e Pato é decisivo mais uma vez.

Pato provavelmente aprendeu no futebol italiano que atacante quando parte da ponta deve cair em diagonal, nunca para a linha lateral do campo. O negócio é que se o cara é perigoso, ele é perigoso quando joga próximo do gol. Um cara como ele fazer jogadas de ponta (ou 2º lateral), algo que infelizmente Romarinho está aceitando ser, é um tremendo desperdício. Esse preâmbulo é para entender o bom trabalho do cara hoje e, principalmente, o Romarinho 3×0 –reveja o lance (ou lances do jogo e veja como ele evita a solidão da ponta).

Nosso 4×0 veio num penal bem lançado pelo Douglas, bem marcado no Sheik, bem batido pelo Guerrero e PULADO uns 20 minutos antes pelo Felipe! Aí lembrei que Felipe é pé-frio nesse negócio de rebaixamento.

Apesar da contrariedade tática, foi um jogo bem agradável, pois sempre que Douglas destoa, a ESTÉTICA dos passes verticais sai vencedora e o jogo fica realmente bonito.

Infelizmente, não tenho encontrado um saite confiável de estatística, mas estou curiosíssimo com algumas coisas: o número de passes certos do Ibson (se é que eles existem), o posicionamento volantesco do Douglas, a posse de bola do Flamengo e o número de cabeceios (mas aí acho que é demais) do Felipe. Esse último, nervoso mesmo com o jogo longe do lado dele, parece que espirrou umas duzentas de bolas de cabeça (de longe pareceu que era ele sempre).

Já Douglas, a quem todo mundo sabe que acompanho com mais atenção, nunca vi jogar tão recuado na carreira. Nem mesmo no São Caetano.

Para quem não sabe, campeão brasileiro (tirando 2009) precisa de 73 pts ou 64% de aproveitamento (em 2010 e 2011 foram 71 pts). Faltam só 44 pts (2,10 pts/jogo, 70% de aproveitamento).

Na rodada atual:

  • Cruzeiro ≥ 64%
  • Timão = 57%
Anúncios
60 Comentários leave one →
  1. Nicolas permalink
    09/03/2013 12:34

    Não sei se te ajudará, Álvaro, mas aqui tem um ranking de desempenho dos jogadores:

    http://www.footstats.net/jogos/01-09-2013/corinthians-x-flamengo/tempo-real/ranking

    É um bom material para análise, mostrando certas tendências de jogo do Corinthians.

    Aqui, as estatísticas básicas do jogo:

    http://www.footstats.net/jogos/01-09-2013/corinthians-x-flamengo/tempo-real/estatisticas/

    Curtir

  2. Luís permalink
    09/03/2013 9:04

    Pronto, começou a palhaçada da seleção brasileira… quando aparece um fio de esperança do time começar a se reencontrar a cbf com essa maldita seleção de mer@#$%¨ convoca o Pato, e a seleção peruana o Guerrero… 3 jogos sem os nossos 2 principais atacantes!!!

    Curtir

  3. eugenes permalink
    09/02/2013 23:00

    no blog do bambino birner, que é bambi mas entende muito de futebol, e gente que entende de futebol é coisa que nesse blog aqui não tem – tirando o múcio: A prova que o corintiano inteligente precisava para identificar os responsáveis pelo fraco desempenho ofensivo do time… http://blogdobirner.virgula.uol.com.br/2013/09/02/a-prova-que-o-corintiano-inteligente-precisava-para-identificar-os-responsaveis-pelo-fraco-desempenho-ofensivo-do-time/ porque um corinthiano inteligente não vai criticar o tite, maior treinador e maior vencedor da historia centenaria do clube. mesmo porque, se tite sai como quer o burro sem sorte do alvaro, quem assume? o muricy? o luxa? o guardiola? ora, caiam na realidade… ela pode ser dura, mas a real é uma só, concreta como um paralelepipedo. nao se faz um omelete sem quebrar ovos.

    Curtir

    • eugenes permalink
      09/02/2013 23:03

      e birner diz, num comment do post: “Escrevi o post para os corintianos, se o time começar a jogar mal de novo, olharem com mais atenção para o que se passa, pois assim podem cobrar de quem deve ser cobrado. Não escrevi para ter ou não a razão. Estou tentando abrir os olhos de quem está disposto a enxergar. De repente, no futuro, a responsabilidade até pode ser do treinador, mas não vinha sendo.
      Eu acho muito desagradável quando o trabalho bem executado por profissionais sérios é tratado como se fosse uma porcaria”. e é exatamente isso que acho….

      Curtir

    • 09/03/2013 1:12

      Não precisa ofender. Se acha ruim não veja mais o blog.

      Outra. O que o Birner falou basicamente é que o time jogou com raça, querendo vencer. Ponto.

      Mas ele não reparou que o Tite monta o time. O Tite coloca Romarinho no meio-campo pra marcar.Coloca o Guerrero isolado lá no ataque pra brigar sozinho contra 3 ou 4 defensores. E o Tite que joga por um lance isolada de algum jogador pra vencer.

      Isso é o que criticamos aqui. Pra falar bem e babar ovo já existem todos os outros blogs e páginas na internet.

      Curtir

      • Daniel CMS permalink
        09/03/2013 9:43

        Acho que o Eugenes é um o Álvaro disfarçado, só pra criar polêmica.

        Curtir

        • eugenes permalink
          09/03/2013 15:28

          sou não. apenas acho esse blog uma comedia. a critica esportiva entende um pouco (bem mais que eu) de futebol, porque composta de jornalistas esportivos profissionais e ex jogadores profissionais do futebol, arbitros e etc. mas aqui, muito francamente, neguinho aqui não entende nada de nada e fica discorrendo como se fosse o Rinus Michels . hahahaha muita pretensão!! sao figuras como o tal Leonardo, que se fossem treinar um time de varzea não ia durar uma semana até levar uns cascudos de algum zagueiro e voltar pra casa com o rabinho no meio das pernas. futebol não é aquilo que se joga no playstation, meus queridos. é outra coisa. feita por onze atletas de cada lado, nego forte, parrudo, a maioria de origem humilde, semi alfabetizado e coisa e tal. e voces, tanto quanto eu, somos apenas leigos, diletantes, meros palpiteiros e corneteiros no assunto.

          Curtir

    • Thiago Guadalupe permalink
      09/03/2013 11:15

      Acredito que o importante seja o respeito pelo debate democrático… eu, pessoalmente, acho o Biner um bossal… mas não me vejo no direito de agredir quem gosta do cara… e assim caminha a coisa!

      Dando meu pitaco nessa discussão: não resumo Tite a um burro com sorte, como também não o eximo de sua responsabilidade, de ter o melhor elenco do Brasil na mão, e do time ainda não ter engrenado até setembro…

      Abs!

      Curtir

    • André Pinheiro permalink
      09/03/2013 12:27

      pode até ser o mais vencedor da historia, mas não está nem entre os 10 maiores.

      Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        09/03/2013 13:53

        Então, André quais são os 10 maiores? Eu citaria, o Brandão, o Parreira, o Jorge Vieira, o Mano….. Não sei se estes entram na sua lista. No entanto, acho difícil encontrar 10 que tenham sido superiores ao Adenor.

        Curtir

        • Daniel CMS permalink
          09/03/2013 14:49

          Luxemburgo por montar o time bicampeão brasileiro?

          Curtir

        • Múcio Rodolfo permalink
          09/03/2013 16:05

          Se vc aceitar os nomes que eu sugeri, somado ao do Luxemburgo, temos 5. Faltam mais 5. Se bem que a comparação e a classificação é subjetiva.

          Curtir

    • 09/03/2013 15:48

      Eu li isso aí, dos posts mais toscos que ele já escreveu. O cara não vê a má montagem do sistema ofensivo? Não reparou que só agora ele colocou o Douglas com um coadjuvante?

      Birner foi mal nessa.

      Curtir

  4. Múcio Rodolfo permalink
    09/02/2013 16:10

    Por que será que este time só mostra o futebol que esperámos dele em ocasiões especiais? Ontem era um jogo chave para o Adenor, pois do outro lado está uma espécie de rival -aquele que o MFT considera como muito superior e aquele que ela traria de volta numa eventual demissão do Adenor. Evidente que existem rachas no grupo, com alguns fazendo restrições ao ex-técnico. Algo semelhante aconteceu em 2011 quando o Corinthians enfrentou o mesmo adversário os anti-adenoristas passaram os dias anteriores prevendo o pior e uma supremacia tática do Wanderlei Luxemburgo sobre Tite, o que acabou não ocorrendo.Será que os jogadores resolveram mostrar mais vontade para aliviar a barra do chefe? De certo modo, o resultado de ontem representou uma derrota simbólica do MFT. E outra, tão complicado quanto atribuir incompetência colossal a um treinador multi-vencedor e que realizou trabalhos convincentes em outros clubes, é acreditar que suas decisões são apenas determinadas por pressão do acaso. Disseram abaixo sobre o Cássio que entrou porque o Júlio César falhou feio naquele fatídico jogo contra a Ponte Preta. Ok. No entanto, dentro de uma lógica titeana o escolhido seria o Danilo Fernandes, que na fila estaria a frente do Cássio em termos de sucessão. No entanto, o Adenor acabou preferindo o Cássio que até então só havia feito uma partida pelo clube e feito uma única defesa difícil. Se a opção partiu da mente do treineiro, ele acertou na mosca. Se foi sugestão de alguém da comissão técnica, mostra que ele não centraliza as decisões. E vamos lembrar que foi o acaso que fez muitos treinadores encontrarem a formação ideal para seus times. O Kléber ficaria mais tempo na reserva se o Augusto não tivesse aquela atuação pavorosa diante do Chiqueirense em 99.

    Curtir

  5. Cesar Augusto permalink
    09/02/2013 15:45

    Apenas alguns comentários em relação ao post anterior:

    1) Eu, também, estava lá e digo, sem medo de errar, que foi uma das tardes mais felizes da história do Corinthians.

    2) O Flamengo buscava o tricampeonato. Todo corinthiano consciente reconhecia o Flamengo, como o maior clube do Brasil, mesmo sem o Zico. Admirávamos o Flamengo e sua torcida, que levou mais de 15 mil pessoas ao Morumbi. Para os mais antigos, eles ocuparam 3 gomos da arquibancada. Não havia dúvidas sobre quem possuía a maior torcida do Brasil.

    3) Neste jogo, tivemos o maior público da história do Morumbi, em Campeonatos Brasileiros, 115 mil pessoas e, ainda, 8 mil não pagantes, num total foi de 123 mil pessoas.

    3) Perdemos o 1º jogo, no Maracanã, por 2×0, sem dar um chute no gol. Sócrates não jogou essa partida porque dias antes se machucou em um jogo beneficente. Por isso, jogou no sacrifício essa partida.

    4) Ninguém acreditava na classificação do Corinthians. Só a torcida e os jogadores.

    5) Zenon fez uma partida divina. Era o craque do time. O Sócrates era o gênio do time.

    6) Juninho, lá pelos 30 do 2º tempo, ficou regendo a torcida como se fosse um maestro. Inesquecível.

    6) Arnaldo Cezar Coelho, um carioca, apitou o jogo. Era por essas e por por outras, também, que o Flamengo sempre se dava bem com o apito. Arnaldo não deu um pênalti claro em cima do Zenon quando estava 1×0 para o Corinthians. Em 1983, por exemplo, a final foi no Maracanã com arbitragem do Arnaldo. Estava na cara que o Santos seria roubado como, de fato, foi.

    7) A torcida ficou em êxtase, após esta vitória. Imagino que os jogadores, em ritmo de democracia e muita festa, não se prepararam adequadamente para a semifinal contra o Fluminense. O Corinthians não deu deu sequer 1 chute ao gol do Fluminense. Lembro de um torcedor do Corinthians, de origem asiática, me dizendo que nem parecia o mesmo time que havia goleado o Flamengo. O time estava travado. O Álvaro já postou esse jogo no blog. Foi uma aula tática do Flu, mas o Corinthians, fisicamente, parecia muito abaixo do necessário para uma partida de semifinal, que era uma final antecipada.

    8) Ao final do jogo, o placar do Morumbi desejou uma boa viagem ao Flamengo.

    9) Ao final do jogo, a torcida do Corinthians e do Flamengo se confraternizaram. É verdade, gente, não é mentira. Naquela época, elas gritavam, unidas, ” Flamengo e Timão, torcida de irmão”. Hoje, se odeiam. O futebol, antigamente, era competitivo apenas durante os 90 minutos.

    10) Que saudades do Doutor !!!

    Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      09/02/2013 15:57

      1- Naquele tempo, o Urubuzento não tinha mais Zico, mas tinha Junior, Adilio…. e um goleiro chamado Fillol -um dos maiores goleiros surgidos na Argentina. Era um time tão forte. A vitória foi tão arrebatadora que iludiu este torcedor com seus 18 anos incompletos. Depois da goleada acreditei que passar pelo Conveniense eram favas contadas. Mas lá estava o Parreira com uma concepção de futebol desagradável aos olhares mais exigentes, mas de eficiência inquestionável.
      2- Sobre o Manjubinha em 1983, é bom lembrar que o correto era ele ter iniciado a temporada na Taça de Prata, mas a Dona CBF quebrou o galho do Negão.

      Curtir

      • Cesar Augusto permalink
        09/02/2013 16:15

        1. Era um timaço, mesmo sem o Zico. O Fillol era um monstro e mesmo tomando 4 fez uma baita partida. Ainda tinha o Leandro, o Mozer, o Júnior, o Andrade, o Tita, que estava suspenso, o Edmar, que jogou no Corinthians e tinha um baianinho iniciando a carreira de nome Bebeto. Era uma Seleção. E todos nós nos iludimos. A vitória foi arrebatadora e acachapante. Até o time se iludiu…

        2. Verdade verdadeira. Deveria jogar a taça de prata, não teve a dignidade e foi punido na final, mas foi roubado pelo Arnaldo. E só para efeitos de esclarecimento, taça de prata não era rebaixamento, pois outro dia vi um são-paulino, ardilosamente, dizendo que fomos rebaixados em 1982. Mentira. Ficamos em 8º no Paulista de 1981 e fomos para a Taça de Prata, mas, no mesmo ano, poderíamos ser campeões. Aliás, o mesmo aconteceu em 1991 com o SPFC no Paulista. A diferença é que nós aceitamos o regulamento. O SPFC virou a mesa no conselho arbitral.

        Curtir

    • manuel permalink
      09/02/2013 17:49

      7- sobre este jogo do flu: quando estava 0X1 o Sócrates sofreu um penalti clarissimo que o cara de pau do arbitro não marcou. O Flu pegou a bola, saiu num contraataque e fez 0X2. Ao contrário do que voce pode se lembrar, o Corinthians estava pressionando bastante naquele momento. Um empate ali poderia fazer uma virada bem corinthiana. Em vez disso, veio a ducha de água fria. É o tipo de lance que se fosse a nosso favor todo mundo lembraria para sempre. Como foi contra, foi esquecido. Até pelos corinthianos.

      Curtir

  6. Cesar Augusto permalink
    09/02/2013 15:12

    1) Parabéns a todos nós. O que seria de nossas vidas sem à presença do Corinthians?

    2) Não se discute goleada de 4×0, ainda mais no Flamengo, que, ainda, se acha o maioral dos maiorais. Ah, se não fosse o início da década de 80. E a pergunta que não quer calar, pois o futebol como a vida, é cíclico: Por que o Flamengo não é um Corinthians?

    3) A mudança de lado entre Pato e Romarinho, que visava conter os avanços do Paulinho sobre o Fábio Santos, foi fundamental para a vitória, mas a ideia, sejamos justos, era dobrar a marcação no ala rubro-negro, nada além disso. Nos primeiros 25 minutos de jogo, o Paulinho avançou sem medo porque não havia o acompanhamento do Pato. Tite percebeu a falha e colocou o Romarinho para acompanhá-lo. Teve sorte, e a sorte só acompanha quem trabalha, mas teve méritos, também, afinal o time inteiro melhorou após esta simples alteração de posicionamento.

    4) Douglas jogou demais. Foi o dono do jogo. E, verdade seja dita, nós sempre pedimos Douglas na equipe e, de preferência, com o Pato. Ele erra muitos passes, às vezes é displicente e desleixado, o time fica mais exposto, mas sabe jogar futebol e é o único do elenco que consegue efetuar lançamentos precisos de maneira natural. Porém, há que se ter paciência com o Douglas. Ele não é constante. Alterna grandes partidas, com partidas sonolentas. Mas, hoje, a sua manutenção como titular é à medida que se impõe.

    5) Pato foi bem, fez 2 gols, o segundo, um golaço, e foi mais útil coletivamente, especialmente pela direita, que era, mais ou menos, como atuava no Milan na época do Ibrahmovic. Tite pediu várias vezes para Pato acompanhar o lateral até o meio-campo, o que já é uma evolução. Pato, agora, tem 15 gols no ano, que é uma marca respeitável. Guerrero tem 17 gols.

    6. Edenílson foi bem, mas deu uns 2 sustos desnecessários. Ele tem talento, qualidade técnica, mas é preciso mais seriedade, ainda mais na lateral, onde qualquer erro pode ser fatal.

    7) Elias, Chicão e Mano Menezes, efusivamente aplaudidos. Muito justo. Wallace e André Santos, ignorados. Muito justo. Felipe, vaiado. Muito justo. Ademais, se via no semblante do Felipe que ele estava extremamente incomodado com os apupos. Esse aí deve se arrepender, amargamente, de ter arrumado tanta confusão desnecessária no Corinthians. Se fosse mais humilde, mais inteligente e melhor assessorado, estaria no clube até hoje.

    8) Corinthians deve ficar atento a situação do Elias com o Sporting, que lhe deve salários. Ele está apenas emprestado. O Elias vem jogando bem no Flamengo, mas duvido que resistiria a um assédio honesto do Corinthians. Vale apenas investir no atleta.

    9) Estamos a 5 pontos do líder. É uma distância razoável. Com um pouco mais de ambição, sejamos honestos, estaríamos uns 5 pontos na frente do Cruzeiro, no mínimo. Perdemos 2 pontos contra Portuguesa, Santos, Fluminense e Vasco, que com um pouquinho mais de ambição e determinação seriam bastante factíveis. E aquela derrota para os reservas do Atlético-MG foi constrangedora. Só nessa brincadeira, foram 11 pontos e, cá entre nós, não seria nenhum absurdo estarmos, neste momento, com 40 pontos. Se o Corinthians não for campeão brasileiro, seguramente, o título não será perdido. Ele já foi perdido em vacilos no início do campeonato.

    Curtir

  7. Daniel CMS permalink
    09/02/2013 14:20

    1 – Creio que a recuabilidade do Douglas ontem foi para ser o ponto de desafogo do time após roubar a bola – que majoritariamente dava-se na nossa intermediária. Vejam, dois gols de contra-ataque, que maravilha!!!!!

    2 – No esquema de ontem, Guerrero era o cara que brigava com os volantes, enquanto Pato dava aquela cercada até o meio de campo e depois largava e ficava aberto.

    3 – Tá me incomodando a quantidade de falta não marcada a FAVOR do Guerrero e a quantidade marcada CONTRA o mesmo.

    4 – Fiquei observando o Chicão após o apito final: abraçou todos os jogadores do Corinthians, inclusive Titley e comissão técnica.

    5 – Ganhamos um belo presente ontem: ver o Corinthians jogar como Corinthians!!!!!

    6 – Como disseram abaixo, só espero que a postura e a intensidade não tenham sido apenas pela data comemorativa.

    Curtir

    • 09/02/2013 15:16

      6- Temo que tenha sido apenas isso mesmo.

      Curtir

      • Correa Leonardo permalink
        09/02/2013 16:22

        Temo que tenha sido a quantidade de comparações André Santos x Fábio Santos e Elias x Ibson que deixou nosso time mordido…

        Curtir

  8. Thiago Guadalupe permalink
    09/02/2013 10:31

    Bela análise do jogo!

    Fico feliz em ter voltado pro boteco defendendo Douglas e Pato no time… e depois ver o que fizeram ontem.

    Só espero que essa formação seja mantida, que Seu Adenor não volte com Douglas e Pato pro banco tão cedo… aliás como fez bem um banquinho pro Sheik, hein???

    Apesar de falhas a melhorar, temos muita mais consistência como time do que Botafogo e Atlético-PR, ou seja, nossa briga esse ano é com Grêmio e Cruzeiro…

    VAI CORINTHIANS!!!

    Curtir

  9. 09/02/2013 9:51

    A sorte do burro Tite só é inferior ao azar dos sábios corneteiros. Deu até pena do Pato, com o Tite o obrigando-o a jogar marcando o gandula e, por isso, ele só foi capaz de marcar dois gols. Não fossem as instruções do Tite, o carrasco (canalha, babaca, idiota…), certamente seriam muitíssimos mais. E por pura síndrome de Estocolmo o Pato ainda elogiou o carrasco na coletiva. Mas reconheço, foi somente um jogo, e nada do bom futebol de ontem foi responsabilidade do técnico (sortudo e todos aqui já sabiam que isso aconteceria). Mas logo o Tite vai corrigir isso e vamos voltar a jogar mal novamente.

    Curtir

    • 09/02/2013 11:49

      Ricardo

      Nos últimos jogos você manifestou alguns comentários afinados ao nosso espírito, CONSTRANGIDO pelos resultados. Agora, de novo, mudou o tom. Pra dar um exemplo, eu, ao contrário, cornetei Tite sempre, mesmo na Libertadores e no Mundial. Então não me venha com essa de “azar dos corneteiros”, porque quem pauta suas análises conforme os resultados é você e não nós, os corneteiros, nossas diferenças são “ideológicas”, já cansei de lhe dizer isso inutilmente.

      O bom de vir ao blog não é encontrar companheiros de cornetagem, mas sim encontrar gente que pense o futebol com o devido distanciamento do que acontece nos jogos. Engenheiros de obra pronta é tudo que há no jornalismo esportivo, não há nada de novo nisso, pelo contrário, são análises enfastiantes e modorrentas.

      Quer um exemplo? “Douglas vira trunfo para Pato conseguir se destacar no Corinthians” http://bit.ly/14doJWX Engenheiros de obra pronta! Há muito tempo eu tenho falado isso, que o esquema de Tite sacrifica Pato, só pra dar um exemplo, meu comentário dia 24/08: http://bit.ly/18lpp9L “Cara, Tite é BURRO demais. É inominável. Quando ele arma o time mais fortalecido no meio de campo, ele tira justo a peça da frente que mais se encaixa no perfil dessa configuração. Porra, a melhor partida de Pato, embora salvo engano ele não tenha marcado gol, foi quando Douglas jogou um partidaço, não lembro contra quem foi, e enfiou duas pra Pato e duas Bolas pra Guerrero — e os dois não aproveitaram.” O jogo foi contra o Goias, conforme me informou André Pinheiro. Entendeu a diferença?

      Tite não chegou a esse esquema por escolha, porque é um gênio de visão. Como na maioria das suas boas posições, ele foi constrangido por circunstâncias (desfalques diversos). E por isso mesmo eu acho que ainda corremos o risco de que ele desfaça esse esquema, sim.

      Tite não é especialmente burro. Vivi o bastante para saber que o grosso da humanidade é composta por gente medíocre ou burra, não há nada de surpreendente aí. O pecado de Tite é ser pedante e HIPÓCRITA. Sua postura de bom samaritano só ilude os tolos, que se deixam levar pelo seu disfarce “lobo em pele de cordeiro”. Se há uma coisa que Tite não é, é humilde. Assim, não surpreende que ele esteja dirigindo o Corinthians. O cara viveu de futebol, conhece os meios, tem os contatos, fez uma história. Eu é que não posso, de repente, passar a dirigir o Corinthians, né? Mas daí a achar que só por conta disso o cara é inteligente, bem, aí é outro caso.

      Eu tenho meus bons padrões de inteligência e burrice, e lhe digo que que embora ele não seja alguém especialmente burro, sem sombra de dúvida é um burro de quatro costado. Lamento, Ricardo, que um senhor como você se veja tão incondicionalmente empenhado em defender um sujeito como Tite. Você precisa dar uma arejada nos seus padrões de inteligência 🙂

      Curtir

      • 09/02/2013 15:14

        Calma ae. Não precisa ser tão duro assim.

        O Ricardo já mudou um pouco do seu discurso. Mas ele tem certa razão no que fala. Porém ele não gosta que falemos tão mal do Tite. Pois o Tite, querendo ou não, é o maior técnico que o Corinthians já teve. Com ajuda da sorte? Sim, mas ele também seus méritos.

        Curtir

        • 09/02/2013 15:47

          Ué! Devo pegar mais leve com Tite?

          Curtir

        • 09/02/2013 18:36

          Eu não gosto que falem mal de ninguém. E gosto menos ainda que desrespeitem quem já fez muito pelo Corinthians. Será que é difícil entender que gerir um grupo de pessoas não é algo tão simples como enxergar que o Douglas tem que jogar com o Pato como há muito tempo as pessoas aqui tem falado? Os corneteiros já sabiam :-). Todos nós na nossa família e no nosso trabalho nem sempre decidimos de maneira absolutamente racional. Frequentemente não. Temos que manter o emprego, conviver de maneira harmoniosa, dias em que não nos sentimos bem, etc. Por que então os corneteiros exigem absoluta racionalidade isso do Tite? Não tenho a menor dúvida que ele errou muito e ainda vai errar bastante. Mas ao meus olhor acertou mais do que errou. E o que considero pior, ainda dizer que quem não enxerga o “óbvio” é burro, pedante, hipócrita…(e a série de xingamentos aumenta). E até mal caráter, em sendo o carrasco do Pato. Ele tem limites, como todos nós aqui temos. E isso não é defesa incondicional do Tite, é defesa incondicional do respeito ao profissional. Precisa ofender para criticar? Aliás, nunca defendi o Tite de maneira incondicional (ah como é fácil a vida de quem só critica), mas não sou burro (pelo menos achava que não era 🙂 em achar que para gerir um time de futebol compostos por seres humanos, basta ter uma “ideologia” e contratar e escalar os melhores. Agora o estranho mesmo é as pessoas não hesitarem em perder o respeito ao criticar o Tite e não aceitarem um pouco de sarcasmo como o meu “azar dos sábios corneteiros”. Aparentemente, um senhor como eu, não tem bons padrões de inteligência, burrice e de boas maneiras.

          Curtir

      • eugenes permalink
        09/02/2013 23:15

        ué Leonardo, porque voce não pode ser o treinador do Corinthians? Só porque vc conhece futebol por arquibancada, tv e playstation e nunca treinou sequer um time de várzea? Ora, conhecer futebol por ralar na grama não é preciso, sua soberba inteligencia e visão acima dos reles mortais compensa a sua total falta de experiência no assunto. Manda seu curriculo pro Parque São Jorge, acompanhado de um teste de QI pra endossar sua inteligencia excepcional. Quem sabe não te contratam? O salário compensa…

        Curtir

        • 09/02/2013 23:22

          Belo argumento, eugenes. Uma contestação inescapável aos meus argumentos. Você é um gênio e deve encher de orgulho da sua família 🙂

          Curtir

      • 09/03/2013 10:18

        Leonardo, fico feliz que você reconheça que sou uma pessoa limitada. Sou mesmo. Isso facilita a nossa comunicação. E acrescento, quando o assunto é futebol, sou ainda mais. Tenho a tendência de defender apaixonadamente (frequentemente deixando a razão de lado) o Corinthians. Apesar disso, como você eu adoraria que o Corinthians jogasse de maneira ofensiva, compacta, com extrema qualidade e organização e arrasando os adversários, ainda que não necessariamente ganhando jogos e campeonatos. Essa parece ser a tua “ideologia futebolística.” Me permita essa liberdade em simplificar e classificar a tua “ideologia,” já que você não faz a menor cerimônia ao fazê-lo com as minhas opiniões. E acerta mais uma vez ao afirmar que nossas diferenças são então “ideológicas”. Por que a minha “ideologia” parte da seguinte premissa: reconhecendo a sociedade como um espelho dos seres humanos que a habitam, em sua maioria limitada (ou medíocre e burra, como você coloca), como eu, dou bastante valor a quem consegue fazer parte daquilo que prega. E por isso eu pauto minhas análises muito pelos resultados. Não somente pelos resultados, mas muito pelos resultados. Claramente em contraste com a tua posição. E dentro da minha limitação tive dois dos dias mais felizes da minha vida em 2012 (você é inteligente e sabe quais foram). É por isso que eu acho desnecessário se lamentar comigo, por eu me empenhar tanto em defender incondicionalmente o Tite. Creio que isso seria o que você define como “belo argumento.” Defendo sim, muito, mas não incondicionalmente, e você é suficientemente inteligente para ter reconhecido isto em outras mensagens minhas. Mas já que você já se lamentou, eu me sinto livre para por outro lado lamentar o sofrimento que pode ter te causado aturar a maioria medíocre e burra, aquela somente pautada pelos resultados, comemorando uma Libertadores e um Mundial em 2012. Perdoai-os Leonardo, eles, como o Tite, não sabem o que fazem.

        Curtir

        • eugenes permalink
          09/03/2013 14:04

          nooooossa, o aricardoje humilhou legal esse tal Leonardo…

          Curtir

        • eugenes permalink
          09/03/2013 14:06

          Leonardo, a propósito eu tenho eugenio só no nome – apesar de 138 de QI, que é algo acima da média mas muito pouco para ser considerado um genio em qualquer atividade humana. genios existem poucos, meu caro. apenas eu, ao contrario de vc, não sou um reles corneteiro inexperiente que acha que entende mais de futebol do que profissionais que atravessaram a existencia ganhando a vida com o futebol. em futebol, eu sou um leigo, um diletante, meu caro. como voce também é. o máximo que a sua opinião vale é ser o palpite de um leigo. como a minha também. mas eu tenho um dado da realidade a meu favor – os resultados. justo os resultados que o tal burro do tite conquistou. porque apenas alguém que foi lá no mundo real e colocou seus palpites, opiniões e teorias a prova da realidade tem autoridade real pra discorrer sobre determinado assunto. a isso chama-se experiencia – algo tão fundamental para o exito em qualquer atividade humana quanto talento inato ou inteligencia. a diferença entre nós pode ser creditada a um minimo de autocrítica. autocritica que é algo que vc aparentemente desconhece.

          Curtir

        • 09/03/2013 16:58

          Ricardo, deposito 1 milhão em sua conta se você simplesmente recortar e colar aqui a parte em que eu alego que você é limitado.

          Se eu lhe contesto é porque vejo ao menos uma possibilidade de diálogo. Claro, temos diferenças, eu mesmo não tenho o menor pudor em chamar Tite e qualquer pessoa de burra, quando necessário. Acho que aquilo que devemos a um interlocutor é HONESTIDADE, e não respeito. Creio que isso deve derivar da minha formação não-cristã. Desonestidade seria usar adjetivos para substituir argumentos, e o processo de demonstração de uma posição, coisa que felizmente não faço. Mas, como disse, para entender minha implicância com Tite, a burrice é um fator de menor importância (perceba que meu texto, na verdade, visava MINIMIZAR o papel da burrice de Tite, e não o contrário).

          No mais, mal grado as diferenças, acho que você recebe bem as minhas críticas, apesar do meu modo não cristão de apresentá-las.

          Curtir

        • 09/03/2013 17:04

          Eugenes, não perca seu tempo me contestando, você já deu mostras do que é — e eu não respondo quem chama são paulinos de “bambi”. Se eu quisesse conversar com gente assim, eu ia lá no meutimao.com.br 😀

          PS. Não te chamei de gênio por causa do seu nome, foi pura ironia.

          Curtir

        • 09/04/2013 11:21

          Leonardo,

          recebo tuas críticas como todas por aqui. Como algo para refletir e divertir. É assim que trato tudo relativo ao Corinthians. Minha paixão é séria (fico triste de verdade e feliz de verdade), mas nunca vou brigar (fisicamente ou intelectualmente) com ninguém por isso. A medida que nos conhecemos melhor, ainda que virtualmente, você vai notar que tento evitar a seriedade e tendo a ser irônico (ainda que às vezes perca a mão e sou sarcástico). E não vou deixar de provocar com um “sábio com azar” em terra de “burro com sorte” (sabemos que nenhuma das generalizações é verdadeira, mas vale a brincadeira). Gosto de ser contra a maioria :-).. Mas tenho que confessar que o seu modo “não cristão” de apresentar críticas soa um bocado prepotente e arrogante para mim. Nada que eu não releve lembrando que estamos falando de futebol. E vai Corinthians!

          Curtir

        • eugenes permalink
          09/05/2013 13:03

          leonardo “não cristão”, chamo sao paulino de bambi com o maior carinho e nenhuma homofobia. parece uma contradiçao um “não cristão” como vc ser tão politicamente correto. pára de frescura. só resta desejar que vc vá treinar um time de varzea e que algum zagueiro te coloque em seu devido lugar, com uns tabefes na orelha e o rabinho no meio das pernas. porque voce é um bosta completo.

          Curtir

  10. Max permalink
    09/02/2013 9:28

    1 Mais 10 partidas seguidas jogando assim e tudo estará perdoado. Será como se esse time nunca tivesse me insultado antes.

    2 Pato é o único no nosso elenco capaz de fazer aquele gol INTENCIONALMENTE. O máximo que os demais conseguiriam seria tentar cruzar e a bola entrar.

    3 Chicão não merecia passar por isso., mas Wallace merecia.

    4 Romarinho que andava sumido, escondido pela disciplina tática, resolveu aparecer.

    5 Sem querer ser chato, mas flamengo não é lá muito parâmetro!

    Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      09/02/2013 23:56

      1-Tai algo que eu não consigo entender. Reclamam porque o time não goleia, que fica no raquítico 1×0 ou 2×1, mas quando goleia dizem que não foi parâmetro. Quando os outros goleiam, os adversários derrotados servem de parâmetro?
      2- Quando vc diz que Walace mereceu é por que ele andou falando que tinha ido para um clube “maior”?

      Curtir

  11. 09/02/2013 9:15

    Alvaro, ontem, depois do jogo, escrevi justamente esses 2 pontos: Tite mirou no que viu e acertou no que não viu (a inversão Pato Romarinho foi para proteção da defesa e deu acidentalmente certo no ataque) e que os extremos sempre tem que correr na diagonal, como Romarinho fez no primeiro gol e Pato no segundo. Só que o esquema não proporciona isso, empurra os extremos cada vez mais para as pontas e aí não saem jogadas. Se aquele primeiro gol não sai (primeira jogada construída quase aos 30 do primeiro), teríamos um jogo completamente diferente. É bom ter calma…

    Curtir

    • 09/02/2013 10:50

      Exato, li agora que o próprio Mano não concordou com o placar, dizendo que não correspondeu ao equilíbrio. Talvez um exagero dele, pois tecnicamente não houve de modo algum equilíbrio. Somos muito melhores.

      Diria que a vitória veio de jogadas e escalação atípicas do Tite. Mirou aqui, a marcação, e acertou ali, a criação ofensiva.

      Curtir

  12. 09/02/2013 0:37

    Acho que se recenseássemos as posições dominantes aqui no blog, ficaria bem claro que sempre cantamos a pedra. A opção por Douglas é uma dessas coisas que alguns já diziam aqui, em vista na indigência do meio de campo e do esgotamento do esquema ofensivo/messiânico de Tite.

    E pessoal que só enxerga resultado não entende a nossa birra com Tite..

    PS. O http://www.footstats.net/times/corinthians/ não lhe serve?

    Curtir

  13. Luís permalink
    09/01/2013 23:24

    Espero que o resultado de hoje não tenha sido mera combinação dos fatores, Pacaembu explodindo de gente, comemoração de 103 anos de vida e adversário capenga…

    Espero sinceramente que o nosso time tenha acordado do modorrento futebol que vinha apresentando nos últimos “200” jogos… Que o Douglas tenha reencontrado sua antiga forma e que o Pato tenha espantado a “urucubaca” que o assolava… Apresentação digna de um campeão mundial…

    A nota triste do final de semana futebolístico foi a vitória do cruzeiro que voltou a nos deixar a 5 pontos da liderança, quando em caso de empate com o vasco, poríamos estar agora a míseros 3 pontinhos do líder…

    Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      09/01/2013 23:45

      O “pior” é que a sequencia do Cruzeiro nos dois próximos jogos me parece mais propícia aos seis pontos (Bahia e Urubuzento) do que a nossa (Entregacional e Náutico).

      Curtir

    • Paulo permalink
      09/01/2013 23:48

      Não creio que, em tempos de futebol moderno, um time que toma tantos gols consiga se sagrar campeão. Não tem consistência defensiva nenhuma. É cavalo paraguaio. No mata-mata, já deu adeus…

      Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        09/01/2013 23:54

        A minha projeção é para as duas próximas rodadas. Pensando a longo prazo, creio que a gente possa passá-los antes de faltarem umas dez rodadas para acabar o campeonato.

        Curtir

    • 09/02/2013 0:33

      Não espere demais. Claro que Douglas ainda vai fazer muito jogos sonolentos, que a ocasião e a torcida ajudaram muito. Além do que, a urucubaca de Pato se deve e muito a um esquema que Tite não mudou, ele apenas adaptou em função das circunstâncias (assim como a opção por Cássio foi muito mais uma coerção do que uma escolha). Tite raramente faz escolhas sensatas, ele é simplesmente conduzido por circunstâncias, enquanto tem um bom elenco, ótimo. Mas acho que convém manter a expectativa no nível de sempre.

      Curtir

      • bloguedotimao77 permalink*
        09/02/2013 5:27

        Perfeito!

        Curtir

        • 09/02/2013 10:26

          Nossas escolhas raramente soam sensatas para quem está vendo tudo de fora (a vida é simples e fácil para quem só critica, seja ela sensata ou não), e frequentemente somos conduzidos pelas circunstâncias (isso soa como história da humanidade). Perfeito por que vale para quase tudo na vida. A parte difícil é que a vida real tem limites, dificuldades, imprevistos. E planejamos para reduzir o impacto deles. Eu adoraria não ver só resultados e ser como vocês que querem muito mais do que isso, mas não consigo deixar de pensar que não era possível segurar o Paulinho, que o Renato Augusto não joga nunca, que o Guilherme só volta em dois meses, etc. Ou seja, não sei o que é de maneira realista esse “muito mais do que isso”. Para mim 2011/2012, “apesar” dos resultados foi muito mais que simplesmente resultados, mas creio que a maioria aqui discorda. E concordo que 2013 até agora tem sido mais “só” resultados que “muito mais que isso.” Mas se jogamos mal, a culpa é toda do Tite, se jogamos bem, ele não tem responsabilidade nenhuma. Isso é sensato? Não acho.

          Curtir

  14. 09/01/2013 22:44

    Foi consciente.

    Curtir

    • 09/02/2013 9:06

      Também achei, mas isso pode causar problemas, pois Guerrero reclama durante o jogo de não receber bolas do Pato.

      Curtir

      • André Pinheiro permalink
        09/02/2013 10:30

        mas não nesse caso, o guerrero tava marcado por 2. o penalti mandraque no sheik foi bom pro guerrero.

        Curtir

        • Thiago Guadalupe permalink
          09/02/2013 10:36

          Mandraque??? O tal do JP estica a perna de uma forma que nem dente de leite aceita… não entra nessa onda de apito amigo, isso é pra dar audiência pra abutres da mídia!!!

          Curtir

        • André Pinheiro permalink
          09/02/2013 12:37

          mandraque no sentido de cavado na malandragem amigo, nao disse que nao foi penalti. o sheik malandramente chamou o penalti e o zagueiro caiu.

          Curtir

  15. Múcio Rodolfo permalink
    09/01/2013 22:42

    Depois de uma semana ouvindo que este time era um m….. e que o técnico era outra m…. uma vitória como esta vem bem a calhar. O Corinthians dos últimos tempos é assim mesmo: quando malhado, detonado, vilipendiado, reage a altura. Se o adversário não é um Barcelona ou um Bayern, não é um Japicuiense. TEm bons jogadores e, no banco, um técnico que sabe das coisas. Portanto, vitória magnifica do aniversariante do dia que, ao invés de ser presenteado, presenteou a torcida. Hoje, o Douglas -apesar de muito recuado- foi aquele maestro que a torcida conheceu em 2008; o Pato estava em tarde de Viola, Luisão, Casagrande; o Romarinho lembrou o Jorge Henrique dos melhores momentos. …Ralf foi mais Ralf do que nunca. Depois de um jogo como este fica difícil encontrar um jogador que tenha atuado mal. Uma goleada como esta entorpece o torcedor apaixonado, mas confesso que me assustei com um vacilo do Felipe e outro do Edenilson – prontamente corrigidos por Cássio.
    Acho que ao postarem aqui dois jogos do passado nos quais marcamos 4 gols na Urubuzada deu sorte.

    Curtir

    • 09/01/2013 23:09

      Isso aí!

      Curtir

    • Paulo permalink
      09/01/2013 23:17

      Exato, Múcio! Também só vi esses dois vacilos, ambos no segundo tempo, como falhas grotescas, hoje. De resto, o time foi muito bem. Destaques para Pato, Romarinho, Douglas, Ralf, Gil, Cássio e Guerrero ( que é meio perebão mas faz jus ao nome, rs ). O que foi aquela troca de passes de dois e três metros na lateral, hein, deixando os mulambos na roda por dois ou três minutos, em curto espaço?

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: