Skip to content

Mesa de rabo preso com quem manda

09/03/2013

Entrevista do Edu

Muito boa! Gostei. Poderia ter desenvolvido um pouco mais sobre o tal scout que montou, mas é ótimo saber que esse tipo de sistema existe e tão profissionalizado.

Faltou perguntar apenas como o Ibson passa batido por um sistema desses. O scout dele é realmente bom e a gente que não percebe no olho ou o último a dar a palavra mandou e tá falado?

Não gostei da parte do Emerson, mas de resto ele tinha respostas muito boas para tudo. E foi muito corajoso ao falar do Mano, mesmo porque ele, Edu, está TOTALMENTE ERRADO nessa polêmica (ele não disse, mas no Arsenal também entrou em atrito com o AW).

Andrés pela milésima vez comendo pizza na rádio bandeirantes

Aquele programa da pizzaria é um pendulo entre o “da Nova” e um chatíssimo diretor do SPFC (não é o Marco A. C., que é até mais divertido). Vez ou outra aparece o Andrés, que deve tomar uns chopps a mais e solta sempre alguma picardia…

Desta vez ele disse que o Adilson Batista era para ter caído 3 jogos antes, mas os jogadores gostavam dele e pediram para segurar. Naquele fatídico jogo contra o AGO, em que o Andrés saiu no meio do 2o tempo, ele disse que não dava mais (e escapou um descontentamento com a escalação do TH).

Sobre o Tite, ele confirmou (e eu concordo com ele): não é tão bom como querem torná-lo e não era tão ruim como os grandes vexames que protagoniza. É o que tem aí.

Ainda vejo enormes ganhos na troca de comando, pois não tem cabimento apenas em setembro ele estar montando uma equipe baseada em Douglas-Pato, algo que qualquer um de nós pensaria como time base em janeiro. E a enrolação que foi escalar o Cássio?

Pato na seleção

Só confirma o que eu acho da qualid… TRÊS JOGOS?!?!!? VTNC SELEÇÃO!

Estatísticas

Era o mínimo dos mínimos a CBF contratar o sistema que até a Comenbol coloca na despertadores, com mapa de calor etc. O footstats, não sei se vocês concordam, ainda está muito agregado (e desconfio que também esteja errado, pois deram posse de 51% para o Fla e 49% para nós. Pareceu que o Flamengo teve 60%). A estatística do Yahoo, que era boa, agora está um lixo.

Com esse monte de jogos…

Não está sobrando tempo para comparar a bobagem que Tite faz no sistema ofensivo do 4-2-3-1 com o que Mourinho (e tantos outros) não fazem no mesmo sistema. Interessante que na Série A, o Titenaccio está sendo repetido à exaustão. Como foi o FelipãoBall depois do Grêmio, o MuricyBall depois do SPFC. Aqui é assim: ninguém estuda os sistemas europeus e ficam mais preocupados em reproduzir o que deu certo no brasileiro do ano anterior.

O mais engraçado é que tem um monte de time copiando a marcação acéfala do escanteio que Tite copiou de um time italiano (que mandou embora o treinador).

Bajule os donos do Corinthians na nossa mesa do rabo preso!

 

Anúncios
7 Comentários leave one →
  1. andre pinheiro permalink
    09/03/2013 21:41

    3 jogos???? q piada…. brasil sil sil

    Curtir

  2. Cesar Augusto permalink
    09/03/2013 19:39

    1) Gostei da entrevista do Edu, menos em relação ao Mano Menezes. Qualquer corinthiano com um mínimo de consciência, embora respeitando o que Edu representou em sua 1ª passagem pelo clube, sabe que aquele Edu, que chegou em 2009, não tinha a mínima condição de jogar no time do Mano de 2010. Os titulares eram Ralf e Elias e os reservas Jucilei, Marcelo Mattos e, posteriormente, o Paulinho. Ademais, Edu chegou ganhando 200 paus por mês, o que era um acinte ou um presente do Andrés, que era muito amigo do Edu, desde à época das categorias de base.

    2) Esses Gerentes, como é o caso do Edu, são exaltados apenas quando as equipes estão em boa fase. Eu quero ver o desempenho destes caras quando os resultados não aparecerem. De qualquer forma, ele faz um bom trabalho e está modernizando o clube, o que é importante. Antes do Edu, o cargo foi ocupado pelo William Capita por apenas 2 meses. Será que o Íbson e o “Maldanado” foram contratados na base do scout?

    3) Foram estes 3 jogos a mais, empate contra o Ceara em casa, e derrotas para o Atlético-MG, fora, e Atlético-GO, em casa, que fizeram o Corinthians perder o título, pois em todos estes jogos o time era TH, Moacir e mais 9 e a bagunça tática imperava. Houve um erro na escolha do AB, mas havia poucas opções no mercado após a saída do MM. Não é à toa que o Adílson depois que saiu do Corinthians nunca mais emplacou nenhum bom trabalho. Nem no Figueirense, na Série B. Parreira escreveu um livro intitulado “Como formar equipes vencedoras” e Adílson já pode escrever 2 livros com os seguintes títulos:
    “Como estragar uma equipe vencedora em 3 meses” e “Como estragar uma carreira promissora em 3 anos”. Certamente, esta é a maior decadência profissional da história dos treinadores brasileiros. E no começo de Corinthians, havia muitos, mas muitos jornalistas que diziam que Adilson era melhor que Mano Menezes em razão de sua parafernália tática. Hoje, se calam, covardemente.

    4) O Felipão poderia chamar o Leandro, do Palmeiras, que, inclusive já foi chamado para um amistoso na Bolívia. Se chamou um zagueiro da Série e não houve estupefação, qual o problema em chamar um atacante da Série B? A convocação do Pato, neste momento, é muito prejudicial ao Corinthians. Se não bastasse ficar sem Pato e Guerrero por 3 jogos, ainda, perderemos mandos de campos, no mínimo 4 se a jurisprudência se basear no Palmeiras 2012, por causa daqueles boçais dos Gaviões da Fiel.

    5) O 4231 no Brasil é usado para se defender melhor, mais precisamente pelos lados do campo. Ofensivamente, em regra, o esquema é estático, o que é um equívoco. No 4231 do Mourinho, os meias não tem movimentação fixa. O time ataca no 4231, não estático, mas, em contrapartida, se defende num 4411. O técnico brasileiro copia os esquemas táticos europeus apenas para se defender. O 352 que foi muito utilizado no Brasil no início da década passada, em tese, também, era um esquema para atacar melhor, mas a maioria dos “professores” brasileiros o utilizavam para se defender. Aqui se defendia com 7 e atacava com 3 quando o correto era exatamente o contrário, atacar com 7 e defender com 3 ou na pior das hipóteses atacar com 6 e defender com 4. Para dizer que não falo bem do Tite, o técnico brasileiro que melhor utilizou o 352 no Brasil foi o Adenor, em 2001, quando dirigia o Grêmio. O Felipão, em 2002, copiou descaradamente o esquema do Grêmio, que venceu a Copa do Brasil contra o Corinthians. Os alas, extremamente, ofensivos. Zagueiros com boa técnica. Dois volantes que marcavam e jogavam. Um meia central e dois atacantes velozes. Esse era o Grêmio, do Tite, mas depois ele involuiu porque este esquema, com marcação pressão, exigia demais no aspecto físico e a solução óbvia era recuar a equipe e, por consequência, arriscar menos.

    Curtir

  3. Daniel CMS permalink
    09/03/2013 16:06

    1 – Não li a do Edu, inclusive quero ver o que diz do AW pelo próximo ponto:

    2 – O nivel da análise estatística no futebol brasileiro ainda engatinha (porém quero ver a entrevista do Edu). Na Zoropa nego já usa PhD pra correlacionar tudo o que for possível para criar inteligência de jogo: se o time A normalmente bate o escanteio no primeiro pau, aonde que a bola espirra pra eu posicionar o meu rebote? Armador passa em diagonal, entao vou posicionar volante e lateral de tal forma; jogador X normalmente cai de produção depois de minuto N…

    3 – Footstats nem dá os números relativos (devem ter mas não vi). O que me adianta saber que o Elias acertou 100 passes corretos se não sei o número total de passes? E pra onde foram os passes, pra trás, frente, direita, esquerda, e qual a distância dos passes? Um estatística que vi e gostei, do Elias inclusive, foi a de número de gols por período de jogo: a maioria nos últimos 10/20 minutos!!!

    4 – Pato 3 jogos na CBF, VTNC!!!!!!!!!!!!!

    5 – Artigo (me inglês) sobre o GIANFRANCO ZOLA pra a revista da LBS. Muito interessante. Enfoque é a liderança dele: pra nós do MFT, muito parecida com o que imaginamos do Titley 😀
    http://bsr.london.edu/lbs-article/778/index.html

    Curtir

    • 09/03/2013 18:47

      1-No UOL

      2-Exato, por isso da surpresa em saber que já começamos a nos mexer no Timão. Duvide-o-dó que tenha algum treinador no Brasil com capacidade sequer de aceitar os resultados de um relatório desses, quanto mais compreendê-lo.

      5- vou ler!

      Curtir

  4. 09/03/2013 15:47

    Sobre tudo e todos, a questão do técnico, para mim, é uma só, o nível dos técnicos bons do país é nota 5, o Tite é 5,3.

    Quando comparado, ele se torna uma pepsi, quando isolado é uma coca-cola.

    Ah, para mim, Mano é 5,5.

    E Felipão é porcino mesmo, ferrou nossa progressão na tabela em 2 jogos chaves, acho que apenas Náutico será agredido com Emerson na frente.

    E essa opinião também é do tipo: eu acho.

    Cultuemos a diversidade de opiniões.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: