Skip to content

Corinthians 0x0 Náutico, LANTERNAÇO: mas uma vergonha do Titenaccio.

09/08/2013

Corinthians não jogou nada.

Náutico me fez pensar: a CBF deveria garantir às equipes que sobem de divisão uma bolsa-craque. Por 1 ano que seja, o clube poderia orçar até x mil reais com 1 ou 2 salários pagos diretamente pela confederação. É doloroso que o Náutico dispute o bra-13 com aquilo que se viu esta tarde. Todos são muito ruins.

Edenilson foi o melhor. Apareceu jogando como 2º volante e por ele surgiram as 2 jogadas do 1º tempo. Claramente queria mostrar para o chefe que o lugar dele é ali, não submisso à lateral do titenaccio. Todos os outros, sem exceção, jogaram mal bagarai. O menino Léo, que parecia até ser driblador, jogava muito longe do gol, de sorte que driblava 1, 2 e o gol ainda era uma miragem. Uma dó. Igor, claramente com orientação bizarra para não avançar, se salvou numa bela batida de falta.

Quanto a Ibson, matei a charada há 2 jogos. O cara não tem comprometimento algum com a camisa que veste ou com o time. Não é a toa que fez bate-volta no Spartak, no Porto e não tem torcida no mundo que goste dele. O jogo enrolado e ele dando toque de efeito. Fez uma partida medonha e na metade final do 2º tempo, provavelmente com medo de se substituído e tomar a vaia represada, mudou a postura e começou a correr, jogar sério e quase fez um golaço. Deveria ser afastado imediatamente do elenco pela direção.

Ibson representa tudo o que o torcedor não gosta em um jogador de futebol. Tite não é técnico da seleção brasileira para impor suas maluquices, tem de respeitar o torcedor sim e afirmo: ele só não tirou o cara, pois diferentemente do Pato, a vaia ia respingar nele também.

As coisas vêm acontecendo, estou tendo uma sequência de jogos. Hoje, pude fazer mais uma boa partida (IBSON, 2013 in: Corinthians 0x0 Náutico).

Isso é comprometimento?

Sobre Tite, a impressão é de que fez de propósito. Ele tirou o Léo e colocou o Paulo, mas manteve o cara completamente espetado na ponta. Enfiou PA como centroavante apenas para pedir a contratação de mais um camisa 9 na coletiva. CÉUS!

Jogadores distantes entre si, dispostos com o único propósito de não perder.

Mas o pior foi quando RECUOU Edenilson para a lateral e puxou o Alessandro para o meio. Com Edenilson afastado do jogo o time recuou e facilitou a vida do Náutico.

Termina o jogo e Tite só tinha feito apenas 1 substituição das 3 possíveis. Com todo o respeito aos adoradores do Titenaccio, Zizao jogou mais bola no Paulistão do que todos os presentes hoje.

Já deu.

Para quem não sabe, campeão brasileiro (tirando 2009) precisa de 73 pts ou 64% de aproveitamento (em 2010 e 2011 foram 71 pts). Faltam só 43 pts (2,26 pts/jogo, 75% de aproveitamento).

Na rodada atual:

  • Cruzeiro ≥ 64%
  • Timão = 53%

???????????????????????????????

Anúncios
119 Comentários leave one →
  1. 09/10/2013 23:32

    Ainda sobre o lance de “não temos um nove na base a ponto de PA ter que jogar de pivo”:
    Reflexo do ABANDONO da base que recentemente só formou fiascos como Bobô, Lulinha, Bruno Otávio além de medianos como Boquita, Dentinho e Jô, que por acaso caminha pra ser o primeiro jogador formado na base a ir pra uma copa após VIOLA em 94!!!
    Os amigos de buteco me corrijam se estiver errado, mas o último que foi titular foi RIVELINO!!! (Sócrates não foi formado na base, Casagrande não foi titular).
    Estamos falando do time que tem a base multi-campeã de copas-sp!
    Sem falar em casos do tipo da perda de Lucas para Cotia, que somado com a vinda de Arão de lá pra cá mostram que estamos apuradíssimos na escolha dos nossos meninos!
    E, pra fechar, o caso Marquinhos.
    Sei que estão fazendo o tal CT da base (até que enfim) mas o fato é que não temos base. Não aproveitamos e aparentemente nem queremos aproveitar. Não tem um muleque que faça o mesmo que Ibson, Maldonado? Um menino com noção de fundamentos básicos substitui esses caras por muito menos dinheiro.

    Curtir

    • Raphael permalink
      09/11/2013 6:02

      Eu acho que o problema é a expectativa x realidade dos jogadores. O Corinthians não formou nenhum craque (talvez o Marquinhos, mas ainda é cedo), mas vá lá talvez o Neymar seja o único jogador único revelado em terras brazilis nos últimos anos. Todos os demais têm lá as suas ressalvas.

      Outro ponto é o marketing. O Inter e Grêmio, apoiados (jabáááá = $$$) pela mídia local, vendem muito bem seus jogadores. E a imprensa do resto do Brasil, preguiçosa que é, acaba aceitando a opinião local e faz coro… elevando o status e valor de uma porrada de jogadores que saem do RS.

      Em SP é a mesma coisa. A mídia local faz coro ao trabalho de base do spfc, por exemplo. O Lucas valia aquilo tudo? MÁ NEM A PAU !!! Breno, Casemiro e outros passaram pelo mesmo. O Corinthians vendeu bem o Willian em 2007 e deu pra bola.

      Mas enfim, acho que nossa base tem a sua importância sim. Mas falta alguma coisa, talvez até paciência com os caras… e entender que o “não-craque” geralmente tem a sua explosão de qualidade um pouco mais tarde ~24 anos, como são os casos do Jô, Everton Ribeiro e Nilton (e para continuar exemplificando: Elias, Paulinho, Christian, Ralf, que não foram crias nossas). Os 3 estão ex-Terrão jogando somente agora a melhor bola de suas carreiras, talvez com mais experiência mas por também terem tido uma boa base no Timão.

      Curtir

      • 09/11/2013 14:42

        Por isso eu falo sobre o lance do time B, em outro estado, pra esses jogadores jogarem lá e poderem chegar na segunda divisão e ganhar experiencia.

        Curtir

      • 09/11/2013 21:29

        O caso William foi emblemático, eu considero o melhor jogador que revelamos nos últimos tempos. Numa classificação com perna de pau, mediano, acima da média e fora de série eu o coloco como acima da média, pode aparecer mais agora que fechou com o Chelsea.
        Sei que o fora de série anda em falta no Brasil. O último foi Ronaldo e antes dele, Romário. Neymar se candidata a se tornar um.
        O fato que com William o campeonato todo, mesmo aquele time ruim de 2007 NÃO CAIRIA, e a prova disso é que fizemos 26 pontos no turno e apenas 18 no returno. 5 derrotas no turno e 9 no returno.

        Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      09/11/2013 18:03

      1- Eu não esquento muito a moringa com este negócio de jogador do Timão na seleção porque a gente sabe que determinadas convocações são políticas e depende da boa vontade do treinador. Eu sempre cito aqui o exemlo do Wladimir que, em 1982, estava arrebentando, mas foi solenemente ignorado pelo Tele. Pra mim como lateral ele era mais completo que o Junior, pois defendia e atacava com a mesma eficiência.
      2- Eu acho que parte da nossa torcida é muito exigente. Exige que o clube “produza” Rivelinos, quando um bom time se faz também com Zé Elias, Rosinei… Esse Ewerton Ribeiro que está bem no Cruzeiro já teve sua qualidade questionada por torcedores do Timão. O próprio Jô era questionado. Posso estar enganado, mas as vezes acho que galera exagera na cobrança.
      3- Pra mim isto devia ser uma política do clube- o aproveitamento de juvenis. O empréstimo para outro clube nem sempre é necessário. E nem todo jogador emprestado acaba sendo aproveitado pelo clube. Acho que um dos poucos a passar por isso foi o Casagrande. Teve o Mauro que antes de se firmar no time de cima passou pelo Araçatuba.Ultimamente o que gente tem visto é jogador sendo emprestado, reemprestado até desaparecer num desses clubes do oriente.
      4- Considerando que craque aparece de mil em mil anos eu me contento em ver a base fornecendo bons jogadores para o plantel principal

      Curtir

  2. Cesar Augusto permalink
    09/10/2013 18:40

    Tite fez o que deveria ter feito há tempos, desde que Guilherme se machucou. Ele demorou para perceber o bonde que era o tal de Íbson, mas tomou uma medida sensata escalando o Edenílson de 2º volante. Vamos ver, agora, se o Edenílson corresponde as expectativas. O Corinthians reagirá contra o Botafogo.

    http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro/serie-a/ultimas-noticias/2013/09/10/tite-barra-ibson-e-escala-edenilson-como-volante-contra-o-botafogo.htm

    Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      09/10/2013 20:36

      Eu já acho que isso foi intervenção branca ou escalação branca…

      Curtir

  3. Múcio Rodolfo permalink
    09/10/2013 18:30

    1- Embora defensor do Adenor, não acho que ele deva se eternizar no cargo. Apenas acho que não se demite um técnico enquanto ele esteja conseguindo bons resultados. Nunca vi o clube dispensar um técnico após ele ter sido campeão. Defendo também porque entendo ser um ótimo profissional e que já mostrou isto em outros clubes e em sua primeira passagem pelo clube. Evidente que existem ressalvas com relação ao seu comportamento e algumas de suas ideias. Mas se pegarmos todos os treinadores tops ou supostamente tops, veremos que eles tem algumas restrições.
    2- Entre os prováveis substitutos eu não descarto um nome novo, alguém que vem abalizado por um bom trabalho num clube de menor expressão. O Vadão não deu certo no Corinthians, mas a gente precisa lembrar que ele assumiu o time num momento delicado. Não sei se é um bom exemplo. Foi o primeiro que apareceu na cabeça…..Hoje o clube parece adotar uma nova filosofia e não demite treinador na primeira vacilada.

    Curtir

  4. 09/10/2013 17:36

    Sejamos pragmáticos:

    1 – Titley tem enorme gratidão (como todos nós) pelos vencedores da Neura e Mundial 2012. Quer muito mantê-los no elenco como forma de homenagea-los, retribuir, bla bla bla.

    2 – Catso, isso é mais que normal. Acontece em MUITAS esferas da vida.

    3 – Mas será que ele não poderia fazer a transição de Emerson, Alessandro, FS, Danilo, mais rapidamente? Não estava meio claro que esses jogadores já estão em fase descendente da carreira?

    Curtir

    • 09/10/2013 17:43

      Faltou dizer:

      3 – (…) O que quero dizer com a transição é: pague o SALÁRIO do Emerson para não atrapalhar em campo, mas deixe-o no banco. Ou na balada. Assuma que está sendo grato.

      Mas não comprometa a esperança, paixão, ansiedade, o dinheiro do torcedor por essa gratidão, principalmente se isso significar um time sem brio, sem a garra que tanto queremos, porque no estágio que chegou a retribuição torna-se apenas do comandante.

      Somos cada vez menos bobos, não dá pra tentar tapar o sol com a peneira, todo mundo saca o que tá rolando.

      Curtir

  5. Cesar Augusto permalink
    09/10/2013 16:11

    1) 99 comentários no blog, que tem muito mais audiência quando o Corinthians não vence.

    2) Em 2014, antes de qualquer coisa, é preciso renovação, com Tite ou sem Tite.

    Tite, caso permaneça, terá coragem de tirar as suas ovelhinhas, como não o fez em 2003 no Grêmio? (em 2013 já provou que a gratidão, que é um ótimo sentimento, empacou o crescimento do clube. No futebol, gratidão também é sinônimo de teimosia)

    Um novo técnico terá coragem de tirar as ovelhinhas do Tite, que serão a maioria do grupo? (se for um técnico de pulso fraco, o grupo não o aceitará. Lembram do Adílson?)

    3) Particularmente, acho que deviam sair Tite e as ovelhinhas de nomes Emérson, Fábio Santos e Alessandro. Danilo só até o final do contrato, em julho de 2014. Com isso, o novo técnico trabalhará com o comando do grupo. De resto, temos uma boa base, mas é preciso reforçar. Elias tem contrato com o Flamengo até o final do ano e seria uma excelente opção.

    4) Muricy é uma ótima opção para os bambinos, aliás a última, mas acho que a contratação foi obra dos Deuses do futebol que já decretaram o rebaixamento tricolor. Muricy é apenas a cereja do bolo.

    5) Mais uma conjectura: Se Tite sair e Muricy ficar no SPFC em 2014, o nome da diretoria é…Abel Braga, ou seja, a diretoria quer trabalhar na base do risco zero, sem maiores ousadias. A única chance de mudança desta conjuntura atende pelo nome de Mano Menezes. Ele não está agradando os rubro-negros e os resultados, exceto a vitória sobre o Cruzeiro na CB, são fracos.

    Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      09/10/2013 16:34

      1- Eu vou esperar pra ver qual será a escalação do time no jogo contra o Goiás. Se ele optar por Douglas e Pato ao invés de Danilo e Emerson é porque está ouvindo a voz das arquibancadas. Uma mudança mais radical exigiria a entrada do Cléber na zaga, uma tentativa com Jocinei (antes do retorno do Guilherme) e o Igor sendo efetivado na lateral esquerda. Quem sabe assim, jogando ao lado dos demais titulares, ele mostre mais do que mostrou nas suas duas ultimas apresentações. Alessandro, Danilo, Emerson, Fábio Santos deveriam permanecer até o fim do contrato como opções ou até aparecer uma proposta tentadora.
      2- Eu estava comentando isso com um colega. O Nelsinho Batista esteve com o Corinthians num dos momentos mais gloriosos da sua história e num dos momentos mais dolorosos. O mesmo Carlos Alberto Silva que levou o Guarani legítimo ao título brasileiro em 78, foi seu treinador quando o clube foi rebaixado em 2001. O Muriçoca pode engrossar essa lista. Acho que foi aqui que eu disse que o Auturoi ia repetir no Vila Sonia o mesmo que o Oswaldo Oliveira passou no Corinthians em 2004.

      Curtir

    • 09/10/2013 17:33

      1. Na vitória ou na derrota o pessoal por aqui gosta mesmo é de reclamar. Tem todo o direito e se volto é por que me divirto.
      2. Concordo
      3. De acordo, com uma exceção. O Alessandro está conosco desde a série B. Chamem-me de banana mas tenho gratidão e consideração eterna a ele. Ele diz o que quer fazer. Mais um ano de contrato (obviamente sem garantia alguma de titularidade e contratação de um bom lateral direito :-)) ou se aposentar e fazer o que quiser, contanto que seja no Corinthians.
      4. Continuo achando que o SP não deve cair mas reconheço que a direção deles está se esforçando bastante para isso. A contratação do Muricy vai, na minha opinião, nessa direção.
      5. Ah como eu me lembro dos corneteiros chamando o Mano de retranqueiro. Eu gostaria mesmo de um bom técnico estrangeiro (Bielsa?) ou um jovem com idéias novas que tenha mostrado alguma competência. Mas reconheço que isso é pouquíssimo provável (e viável) no Corinthians. Nenhum dos grandes nomes me anima.

      Curtir

      • 09/11/2013 14:33

        Eu não gosto do Mano, acho que igual ao Tite, e pior, acho que ele contrata e usa jogadores de seu empresário.

        Não gostaria de ver o Mano no Corinthians outra vez.

        Eu apostaria no BIelsa, no Oswaldo de Oliveira ou no Vampeta.

        8D

        Abel Braga não dá, Leão não dá e o resto tampouco.

        Também tem o Zico, mas não acho que ele aceitaria.

        Curtir

  6. Cesar Augusto permalink
    09/10/2013 15:51

    http://blogdobirner.virgula.uol.com.br/2013/09/10/corinthians-negocia-permanencia-de-tite-muricy-ramalho-era-a-primeira-opcao-para-o-lugar-do-atual-treinador-do-alvinegro/#.Ui9m-KwXvqY.twitter

    Diretoria quer renovar com Tite. Caso este não queira, o nome é Muricy, que assinou com o São Paulo apenas até o final de 2013.

    Curtir

  7. 09/10/2013 11:04

    1 – Vejam o Come Risolis de hoje. O cara é ruim, mas de vez em quando acerta. Lembrou bem do caso da ovelhas do Grêmio. http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/dez-anos-depois-tite-repete-seu-comportamento-e-grato-aos-jogadores-campeoes-da-libertadores-do-mundial-no-corinthians-se-tornaram-suas-ovelhinhas-intocaveis-de-2013-09092013/

    2 – Entendo o conservadorismo dos colegas de boteco, mas em algum momento há que se fazer uma escolha: mais do mesmo com um Abelão da vida, ou tomar o risco com um técnico promissor???

    3 – De qq forma, o Sylvinho está sendo preparado.

    Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      09/10/2013 11:29

      O Adenor não será eterno na vida do Corinthians e nem o Corinthians será eterno na vida do Adenor
      Aqui não é a Inglaterra onde um técnico pode ficar décadas e décadas.
      Só que tem umas críticas que eu acho que deveriam ser pensadas. Essa de não gostar de trabalhar com jogadores da base é uma delas. Afinal de contas, quem é que abriria mão de jogadores calejados para lançar garotos? O Luxemburgo, por exemplo, em 1998, tinha na base jogadores como Gil, Ewerthon e Fernando Baiano. Estes só entrariam se ele não pudesse contar com Edilson, Mirandinha, Dinei e Didi. Hoje o pessoal exige que o Adenor coloque o Leonardo como titular, mesmo tendo Pato, Guerrero, Emerson e Romarinho! Em outras posições a história é um pouco diferente. A lateral esquerda, por exemplo. Fábio Santos nunca teve a preferência da torcida. Teve um bom momento -pegando carona na ótima fase do resto do time. Ele sai e o Igor entra. Quando é que o Igor teve uma atuação que nos lembrou mesmo que de leve o Kléber? Ou o Sylvinho?
      Ah… evidente que para o tal Risólis, o Amarilla não existiu.

      Curtir

      • 09/10/2013 11:38

        Múcio

        O Igor está para o Sylvinho como o Pato estava pra qq jogador consagrado no Corinthians: você só pode falar DEPOIS de ver o cara jogar um jogo INTEIRO algumas vezes. Ou esperamos Violas pra todas promessas?

        O Tite não coloca os caras da base em detrimento das Pardalzices que ele começou a fazer!!!! Edenilson na lateral, Marquinhos de volante, bla bla bla bla bla

        Que tem o Amarilla que ver? O time está jogando MAL há UM ANO – jogou mal o segundo semestre inteiro do ano passado, jogou mal contra os egípcios, jogou mal este semestre inteiro… O time poderia ser campeão da Neura 2013 jogando mal? Poderia, mas não importa, não é o Corinthians que eu quero!!!!!!!!!

        Curtir

        • Múcio Rodolfo permalink
          09/10/2013 11:56

          1- Se vc reler o artigo do Risólis verá o porque de ter mencionado o nome do paraguaio. O Corinthians não foi eliminado da cucaracha apenas pela falta de planejamento ou por planejamento equivocado. As coisas se resolvem dentro das 4 linhas e ali….Na Cucaracha desse ano alternamos boas e más partidas. Das poucas boas partidas que fizemos duas delas vamos encontrar na competição internacional. Ou seja, poderíamos ter sido campeões e não teríamos jogado tão mal assim.
          2- No segundo semestre, o time fez algumas boas partidas. Lembro que fomos o time mais prejudicado por erros de arbitragem.
          3- Se vc pegar as 12 partidas em que o Marquinhos foi aproveitado o ano passado, vc verá que em 6 ele foi utilizado como zagueiro e em 6 como volante. Eu imagino que o Adenor tenha preferido colocar o Marquinhos como volante e não o Walace porque o primeiro por ser mais habilidoso teria uma saída de bola melhor. E também pelo fato do Walace ser mais alto e, portanto, teoricamente melhor no jogo aéreo.
          4- Eu só queria saber qual é o técnico que tendo jogadores calejados a disposição,descarta-os para colocar um garoto.

          Curtir

        • 09/10/2013 15:45

          Múcio

          1 – Alternamos bons e maus jogos na Neura por qual razão? Não seria a mesma de alternamos bons e maus no Brasileirão?

          Curtir

        • Múcio Rodolfo permalink
          09/10/2013 16:11

          Esse deve ser o centésimo comentário!
          Creio que isto não deva ser imputado apenas a uma pessoa o apenas a um aspecto.

          Curtir

    • André Pinheiro permalink
      09/10/2013 15:32

      o cara é o mano, espera o ano acabar que ele vem correndo….

      Curtir

    • André Pinheiro permalink
      09/10/2013 17:27

      o rimoli só esqueceu de citar o danilo

      Curtir

  8. Múcio Rodolfo permalink
    09/10/2013 10:17

    1- O Adenor está iludindo a torcida com “bolsas-títulos”. Tem cooptado seguidores através de conquistas obtidas na base da “sorte”, diante de “adversários inferiores”. Tudo isso para enganar torcedores desprovidos de lucidez que o converteram num deus!
    2- O Adenor é um usurpador. Contra a vontade popular assumiu o comando do clube. É ele quem contrata, é ele quem dispensa, é ele quem renova o contrato dos jogadores. Ele é tão maquiavélico que deve ter feito lavagem cerebral no Gobbi e no resto da diretoria. O Madureira tinha relações (ou tem ainda) com um Pai de Santo,. Adenor deve ter um hipnotizador a seu serviço.
    ——————————————————————————————————————
    O MFT tem se comportado como a imprensa golpista, que alardeia os aspectos negativos e omite os positivos. Prefere ver a metade do copo vazio a ver a outra metade cheia. Acredita mais na possibilidade de sermos alcançados pelo Vila Sonia (que está a 12 pontos atrás e não a 8), mas não acredita na possibilidade de tirarmos os 10 pontos que o Cruzeiro tem de vantagem. Prefere ficar batendo na tecla da derrota para a Luverdense, ignorando que apesar disso ainda estamos na briga e com chances -por que não?- de juntarmos ao Grêmio e ao Cruzeiro como os maiores campeões do torneio. Imagino, caso sejamos campeões- o orgulho do povo de Luca do Rio Verde: “nosso time foi o único que conseguiu ganhar do campeão!”.

    Curtir

    • 09/10/2013 14:06

      Ressalva 1: quando o assunto é o Corinthians eu não costumo ser a pessoa mais equilibrada do mundo
      Ressalva 2: eu não estou advogando o Tite eterno ou que o Tite tem que ficar só por que tem bolsa títulos
      Resaalva 3: atenção, esta é uma mensagem que mistura ironia para tentar brincar com as demandas infinitas do torcedor médio apaixonado. Qualquer semelhança com as demandas vistas por aqui é mera coincidência (eu disse que é irônica).

      Gostei, vou fazer uma lista do que o novo técnico tem que ser/fazer:

      – Não deve ser burro (essa vai ser bem difícil), nem babaca, nem carrasco
      – Se for burro, não pode ter sorte
      – Não pode ganhar títulos sem jogar ofensivamente e brilhando. O que é ofensivamente e brilhante é decidido por nós.
      – Não pode assumir contra a vontade popular
      – Tem que colocar o Douglas para jogar com o Pato, o Edenilson no meio e tirar o Fábio Santos
      – Tem que promover os jogadores da base
      – Não pode jogar com medalhões (jogadores experientes) só por que eles ganharam títulos
      – Não pode ser retranqueiro
      – Não pode ser egocêntrico, narcisista e ter falta de humildade

      Esqueci de algo? 🙂

      Curtir

      • permalink
        09/10/2013 14:18

        Não ter treinado o Caxias é uma também…precisa haver revezamento nas comparações na hora de dizer “Isso é coisa pro (insira aqui um nome de time pequeno) e não pro Corinthians”

        Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        09/10/2013 14:43

        * Não deve em hipótese alguma recorrer a jogadores como Ibson, Maldonado……..
        * Evitar termos como IN-TEN-SI-DA-DE e ME-RECI-MEN-TO
        * Não bancar o filósofo.

        Curtir

  9. 09/10/2013 0:56

    Temos que te em conta que a diretoria também não é composta apenas de santos.

    A base está cheia de negócios. Talvez não tenhamos muitos jogadores na base por causa disso, das negociatas. O que deixa o treinador sem opções.

    Além disso, alguns jogadores, como todos sabemos, muitas vezes são escalados pela diretoria. Pra valorizar o cara, mostrá-lo, e depois negociar.

    Falo isso, pois isso acontece.

    Pode estar ocorrendo isso.
    —————————————
    Outra coisa. Se eu sou o presidente do Corinthians. Faço um contrato com algum time de outro estado (MG, SC, PR ou RS) pra emprestar jogadores jovens (18 a 22 anos) pra ganharem experiência.

    E penso em outros estados, pois existe a possibilidade desse tal time subir de divisão no Campeonato Brasileiro.

    Não sei se vocês concordam.

    Curtir

    • 09/10/2013 7:09

      Eu concordo, esses jovens do Corinthians ganham bem mas têm tremido quando sobem. Precisam comer um pouco de grama pelo Brasil.

      Curtir

      • Correa Leonardo permalink
        09/10/2013 9:23

        Excelente idéia. Eu mandaria a turma pro Londrina Esporte Clube!

        Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        09/10/2013 10:02

        Mas o pessoal reclama quando o clube empresta! Estão reclamando do empréstimo do Giovani. Ele atua numa posição onde o Tite conta com várias opções e, portanto, teria poucas oportunidades de atuar, mas tem gente que parece achar que o elenco precisa ter 60 jogadores.

        Curtir

    • Raphael permalink
      09/10/2013 11:51

      Eu sou um dos contra emprestar jogador… não vejo melhora no futebol dos caras em 1 ano fora (por exemplo, Everton Ribeiro não era o neo-craque que pintam agora no Coritiba ou no São Caetano).

      Acho que se o futebol do time é bem gerido, tem espaço para a base no próprio clube. Em especial se é para jogar paulista de trocentas rodadas, é absolutamente necessário utilizar e testar a base.

      Curtir

      • Raphael permalink
        09/10/2013 11:56

        Fora que os jogadores ditos com certo potencial da base que o Corinthians emprestou nos últimos anos (Lulinha, Marcelinho, William Moraes (pqp), André Vinícius, Douglas e outros) não tiveram uma melhora no nível de seu futebol.

        Aí o problema é o que fazer com 30 jogadores da base que se “formam” todo ano. Talvez juntar duas categorias, quebrando para 15 jogadores por ano… de repente melhora a qualidade também, se bem trabalhados.

        Curtir

  10. 09/09/2013 22:01

    PA deu entrevista assustadora pra JP onde revelou que foi PLANEJADO sua atuação como centroavante. O estrategista já havia pensado e falado com o pintor ANTES do jogo sobre essa hipótese!!!
    No intervalo ele chamou PA e soltou o seguinte: “Acho que pros 15 minutos finais, vamos precisar”.
    Ou seja, o canalha já previa que seria incapaz de armar um time que conseguisse ao menos fazer UM GOL no Náutico e depois segurar o placar.

    Curtir

    • Paulo permalink
      09/09/2013 22:33

      Pois é, Tite está se mostrando maquiavélico e gostaria de saber até que ponto a diretoria sabe e endossa isso, e, bem assim, o grau de consenso entre os boleiros. Meu segundo maior temor, dadas todas as possibilidades ( o primeiro é a coisa simplesmente ter saído de controle ), é que tudo esteja sendo feito para fazer soçobrar o Brasileirão e fazer prioritária, a partir daí, a C do B, que é a modalidade perfeita para um “sprint” físico que se amolda ao espírito do defensivismo e in-ten-si-da-de titeanos, e, a partir disso, servir de álibi para o resto da temporada.

      Curtir

      • 09/10/2013 7:10

        Não sei se foi só jogada para a imprensa, mas ontem o MG foi conversar com aquele que se acha o dono do clube.

        Curtir

        • Paulo permalink
          09/10/2013 23:19

          Sim, e, pelo que li, chegaram à conclusão de que a meta é o G-4.

          Curtir

    • 09/10/2013 7:12

      A impressão que dá é que ele quis aparecer. Se dá certo ganha o status de gênio.

      Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        09/10/2013 10:04

        Um candidato a gênio nada original, pois segundo o Paulo André não foi a primeira vez que ele tentou cumprir tal papel.

        Curtir

  11. 09/09/2013 18:59

    Paulo Autuori acabou de se tornar uma opção. Muricy não é mais.

    E não posso deixar aproveitar a oportunidade para perguntar ao dono do boteco se ao dizer que Edenilson foi o melhor, isso o faz o fundador do “Por um Edenilson Eterno” ou, como o Edenilson errou passes e cruzamentos em profusão, como faz com frequência, e foi péssimo, como todo o time, ele quis dizer que entre os péssimos o Edenilson foi o menos péssimo? Incrível como enxergamos coisas absolutamente diferentes quando gostamos da pessoa, não? E já digo que até considero o Edenilson bem melhor que a média. Mas longe de ser o craque que o Alvaro anuncia. Há quase dois anos. Não tenho dúvidas que tudo culpa do Tite :-).

    Curtir

    • Paulo permalink
      09/09/2013 21:41

      Ricardo, acho que você é o único, além de mim, a não ver essa bola toda no Edenílson, seja na lateral, seja no meio-campo. Ontem poderia ter servido o Romarinho, no primeiro tempo, mas tentou entrar no “meio da zaga” e deu um chutinho escroto, truncado, espirrado…Fora outros momentos, de ontem e de hoje.

      Curtir

      • Paulo permalink
        09/09/2013 21:46

        Desculpe, revendo o seu texto, acho que fui traído pela “leitura dinâmica”, he, he, he. Esclarecendo: quase que pensamos da mesma forma. Pra mim, Edenílson é mediano.

        Curtir

    • 09/10/2013 7:16

      Não acho o Edenilson craque, mas jogou muito bem no 1o tempo e tem um acerto de passes muito alto.

      Ele é meia de origem, o passe dele é sempre de maior risco, mas também de maior retorno. Então falar que ele erra passes é meia-verdade, pois ele erra mais do que os outros, mas arrisca mais o passe — como o Douglas, por exemplo.

      Curtir

  12. 09/09/2013 17:39

    Senhores eu estava no Pacaembú. E foi horrível. No momento em que o Paulo André começou a jogar de centro-avante pivô eu tive que constatar que Tite está perdido. O que não o torna burro, nem babaca, nem egocêntrico. Só humano. Acertou bastante em outros momentos, mas agora erra mais. Não gosto da ideia da mudança de técnico no meio de um campeonato (independente de ser o Tite). Raramente funciona. Mas o MFT receberá muita força se continuarmos jogando assim (eu mesmo dei apoio ao movimento na saída do estádio :-)), e a troca passa a ser um cenário a ser considerado. Reforço que não acho a imensa queda de qualidade do time um obra do Tite. Afinal não foi ele quem machucou o Renato Augusto e o Guilherme, que convocou o Pato e o Guerrero, que mandou o Douglas e o Sheik tomarem cartões idiotas, que impede o Danilo e o Romarinho de jogarem bom futebol…Claro que o Tite também tem muita responsabilidade. Mas é muito fácil culpá-lo de tudo. Quem lê o que vocês escrevem pode acreditar que basta trocar o técnico e automaticamente melhorará muito. Alguém acredita nisso? E lógico que isso não quer dizer que o Tite deve ser eterno. Então eu, que não tenho certezas, pergunto aos representantes do MFT, e aí? O que fazemos além de mandar embora o Tite? Quem entra no lugar do “burro com sorte” e como devemos passar a jogar com o elenco que temos? E estou falando sério, não enxergo um cenário razoável no curto/médio prazo. Com a palavra os “sábios com azar” (calma Leonardo, é brincadeira), ou vocês acharam que eu ia encerrar sem provocar :-).

    Curtir

    • 09/09/2013 19:02

      Eu concordo com todas suas ressalvas. E também não acho que a mera mudança de técnico produzirá, imediatamente, mudanças drásticas. Acho que o trabalho tem que ser de longo prazo — e felizmente a diretoria do Corinthians parece ter entendido isso.

      Mas acho que precisamos sim pensar nessa possibilidade e já ter em vista o mercado. O Bielsa ainda não fechou com ninguém, né? Por que não? Eu queria mesmo um técnico estrangeiro, já estou saturado da estreiteza dos treinadores tupiniquins. É um risco, como qualquer outro.

      Curtir

      • 09/10/2013 7:20

        Seria um excelente contratação. Um teste, mas o cara é top.

        Curtir

      • 09/10/2013 10:10

        Não acho uma má ideia fazer algo como o Bayern de Munique fez no ano passado. Aproveitando que o Tite disse que 3 anos era um ciclo completo, anunciar em breve que ele sairá no final do ano e já acertar um contrato com outro técnico que começaria a trabalhar já na transição e no planejamento de 2014. Mas conhecendo um pouco os boleiros brasileiros acho que isso não funcionaria (todo mundo tiraria o pé). Com relação ao Bielsa, eu aceitaria de muito bom grado. Será que estamos maduros para isso?

        Curtir

        • 09/10/2013 21:46

          O Corinthians nos últimos anos foi pioneiro em estratégias de marketing, planos de financiamento dos altos salários de jogadores que vieram. Não custa nada também nessa área se lançar..

          Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      09/09/2013 19:30

      Venha para o lado negro da força, Luke.

      Curtir

    • Jeff permalink
      09/09/2013 20:03

      “Não gosto da ideia da mudança de técnico no meio de um campeonato (independente de ser o Tite). Raramente funciona.”

      Curtir

      • Jeff permalink
        09/09/2013 20:05

        “Não gosto da ideia da mudança de técnico no meio de um campeonato (independente de ser o Tite). Raramente funciona.”

        Amigo, estamos oito pontos na frente do SP. E hoje jogamos um futebol igual ao dos Bambis. Lutamos para não cair. É isso que vc quer?

        PS: Ignorem a resposta anterior. Sou a favor de troca de técnico.

        Curtir

        • 09/10/2013 7:17

          8 pontos! kcte, não sabia dessa.

          Curtir

        • 09/10/2013 10:02

          Não, não é isso o que eu quero. A diferença é que eu não tenho certezas. Nem de que o Tite permanecendo “isso” melhora, nem que se o Tite sair “isso” muda. Tendo a preferir que o Tite fique até o final do campeonato (como disse no parágrafo que você destacou) e que, se a mudança for decidida, que ela seja planejada e preparada com antecedência. Está claro que você não tem dúvidas de que a mudança tem acontecer imediatamente. Nesse caso, permita-me fazer uma provocação, curiosamente o time que você cita como algo a ser evitado vai para a segunda mudança de técnico em menos de dois meses. E é claro que isso não quer dizer que alguém deva ser eterno, mas tão somente que temos que pensar nos riscos da mudanças também.
          Gostei do texto do Ricardo Taves hoje no blog do Torcedor em (http://globoesporte.globo.com/sp/torcedor-corinthians/platb/), curiosamente fazendo mais ou menos a mesma pergunta que fiz a vocês ontem, a saber, “e aí, o que fazemos?” E reforço, diferentemente da maioria aqui, eu respeito o Tite (heresia!) e não tenho certezas.

          Curtir

    • 09/10/2013 0:41

      Eu concordo com o Leonardo, acho que o Corinthians deveria contratar o Bielsa. Que é reconhecido mundialmente, o que é diferente do Tite, que a pesar de tudo não é muito conhecido.

      Se não for o Bielsa, eu tentaria outro técnico latino ou europeu. Não brasileiro, pois técnico brasileiro é um copiador. Não criador.

      Eu insisto. O Vampeta pode soar estranho, mas ele sempre demonstrou vontade, raça e gana.

      Curtir

    • Raphael permalink
      09/10/2013 8:23

      Ricardo,

      Eu concordo com muito do que você colocou ali, mas parece que o Corinthians só jogou mal contra o Náutico. Não, vem jogando mal bagarai faz muito tempo embora tenha feito sim alguns poucos jogos no ano.

      A solução? Falar ou sugerir, ainda mais de fora sem conhecer os problemas internos, é fácil e até infantil do nosso lado. Mas eu sou a favor de revolucionar tudo ali, com a gestão de futebol remunerada por metas e a noção de que o Corinthians é enorme, tem estrutura e a melhor torcida do brasil… portanto tem de lutar para ganhar absolutamente tudo.

      E o Bielsa me parece um baita treinador, mas só viria se houvesse um projeto de verdade, de digamos ter ao menos 4 da base como titular em 3 anos, sendo campeão de tudo nesse meio tempo, com time B no paulista, sem lugares cativos para treinador de goleiro amiguinho e demais, etc

      Isso aqui também é uma linha a ser seguida, ao meu ver. Os estaduais, como estão, só atrapalham: http://carlospizzatto.blogspot.de/2013/09/para-refletir.html

      Ah e sobre o “agora”: manda o Tite embora e bota o Márcio.

      Abraços

      Curtir

      • 09/10/2013 8:48

        para agora o Márcio já quebrava um galho…

        Curtir

      • 09/10/2013 10:31

        Raphael, não é a primeira vez que me manifesto preocupado com a qualidade do jogo do Corinthians. Já concordei em outras oportunidades que o nosso segundo semestre ainda está devendo. Mas o jogo contra o Náutico, até pelo excesso de problemas e pelo fraquíssima atuação contra o Internacional, foi um ápice para mim. Concordo que o time tem que lutar para ganhar tudo, mas não me iludo que isso seja possível. Ciclos são naturais e o desse time/técnico parece estar encerrando. Concordo em começar um novo ciclo. Só não tenho certeza como fazer isso. O Corinthians precisa da Libertadores para fechar as suas contas. Goste eu disso ou não. E tudo piora com a Gaviões dando mais prejuízo ao time. Já com relação aos estaduais, o Corinthians fez mais de 20 jogos e não deveria aceitar fazer mais do que 10. Ainda mais em um ano com interrupção devido a Copa das Confederações. Sou a favor de sub-23 nas primeiras 10 rodadas. E o ano que vem vai ser ainda pior com uma interrupção maior com a Copa do Mundo e as indas e vindas do estádio novo. Enfim, são variáveis demais e é efetivamente impossível ter certeza do melhor caminho a seguir. Meu “pecado” aqui parece ser a minha impressão que mudamos para melhor nos últimos 5 anos com a política de apostar em trabalhos de longo prazo, apesar de tropeços doloridos, e agora voltarmos ao tempo em que qualquer dificuldade era “resolvida” com a troca técnico. Aceito a troca, mas defendo que isso seja feito de maneira planejada. Talvez (só posso dizer talvez) com o Márcio de tampão e o Bielsa no ano que vem.

        Curtir

  13. Manu Corinthianu permalink
    09/09/2013 16:36

    Assim como a galera, eu também estou puto com o que aconteceu ontem, embora já tenha jogado a toalha desde a semana do jogo em Lucas do Rio Verde. Para ser dominado como nós fomos por times tão inferiores tecnicamente, como Luverdense e Vasco, na mesma semana, é porque a coisa vai mal pra valer, e com certeza os problemas vão além do retranquismo excessivo do treinador.

    A condição atual do Danilo é só um exemplo de que houve um erro crasso na preparação física e no uso do elenco durante o ano. Todo mundo sabia que, com a disputa do Mundial no fim do ano e o número aumentado de competições a serem disputadas em 2013, o Corinthians teria que engordar o elenco e ter uma preparação diferente da dos demais times. Se vc olhar bem para o que foi feito no primeiro semestre, principalmente no Paulista, fica a impressão de que não houve um planejamento sério pra isso. A reclamação sobre o elenco é mais atual, mas a do desgaste físico vem desde a Libertadores. Oras, o que que o Tite e o resto da comissão técnica ficaram fazendo no começo do ano?

    Nessa pegada, corremos um risco enorme de ficarmos sem absolutamente nada nesse semestre. E como é chato observar que times cheios de problemas como o Botafogo estão apresentando um desempenho muito melhor do que o nosso.

    —————————————————————————————————

    O que muita gente reclama que a nossa diretoria não faz, a do Grêmio fez e deu resultado – http://tinyurl.com/pur9yk8. A ESPN demitiu o Flávio Gomes depois do ocorrido no Sábado. Se o Corinthians fizesse o mesmo com o cara do Lance que escreveu o “Chupa, Corinthians”, o que será que aconteceria?

    Curtir

    • 09/10/2013 10:55

      Também acho que a parte física foi determinante para o desempenho pífio. Em 2011 tivemos um longo período de jogos apenas no final de semana que fizeram aquela arrancada de pontos no bra-11.

      No ano seguinte, a Libertadores foi privilegiada e terminamos na final marcando 90 minutos no campo adversário.

      Este ano a gente se arrasta em campo.

      Curtir

  14. Cesar Augusto permalink
    09/09/2013 14:01

    Primeiro, Tite disse que o time precisava de um centroavante, o que é um acinte, já que estamos em setembro.

    E, agora, para finalizar a bobagem disse que Paulo Victor e Léo deveriam ser testados no Paulista. Ele está perdido, desconexo e transferindo responsabilidade, só que, neste caso, quem deveria testá-los durante o Paulista era ele e, verdade seja dita, não faltaram oportunidades durante as intermináveis 19 rodadas, que garantiam a classificação de 8 equipes. Não testou, porque não quis, pela comodidade de trabalhar com jogadores prontos e não testar a base nem por decreto por falta de paciência e coragem. Cagalhão.

    Ele merece a demissão, sim, ou o Mário Gobbi vai esperar 2013 acabar e o Corinthians jogando somente o Paulista no 1º semestre de 2014?

    E quem mandou renovar com o Emerson. Que merda que fizeram. Esse cara, malandro que é, só nos dará problemas até o final do contrato. É um FDP, esse Emerson.

    Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      09/09/2013 14:12

      Quer ver um outro exemplo? Em 2011 o Ewerton Ribeiro voltou pro Corinthians depois de uma passagem por empréstimo pelo São Caetano. A moçada tecia altos elogios ao lateral-meia. O Corinthians no começo daquele ano fez umas 4 partidas e o jogador acabou vendido ao Coritiba. Na época o Adenor soltou um “gostaria de tê-lo testado mais vezes”. Porra! Mas era ele o técnico. Não testou porque não quis. No entanto, eu não vejo nele uma aversão sistemática ao aproveitamento da base. Em 2004 ele se apoiou na base para viabilizar aquela reação -Wendel, Rosinei e Jô foram figuras fundamentais. O ano passado ele usou a molecada em algumas partidas -Marquinhos, Antonio Carlos, Gomes, Giovani. Ele não tem um padrão de comportamento quando se trata de trabalhar com a garotada.

      Curtir

      • 09/10/2013 10:56

        E tem mais uma: um time que quase sempre é campeão da copinha não tem um juvenil para jogar UMA partida no time de cima?

        Precisa contratar?

        Curtir

    • andre pinheiro permalink
      09/09/2013 20:01

      a hora que ele falou ontem que faltou um centroavante na coletiva foi demais cara, esse senhor está de sacanagem com a gente não é possível. num tem cabimento ele não ter visto que emerson, romarinho, danilo e depois p.a. nao servem pra jogar de 9, e isso ele teve o jogo contra o inter e os treinos pra perceber. contra o inter não funcionou, nos treinos não funcionou, pq funcionaria contra o nautico? que catzo tite vc esqueceu que ganhou a porra da libertadores jogando sem o 9? será que é tão dificil assim o time jogar de uma forma diferente um jogo que seja?

      Curtir

  15. Max permalink
    09/09/2013 12:08

    1 Tite não será demitido antes da troca de presidente. Fica a esperança de um pedido de demissão ou uma não renovação por “encerramento de ciclo”.

    2 É possível o título da Copa do BR, já que o esquema funciona em mata-mata. E aí o MFT terá que agüentar a frase “Três títulos em um ano! Tu tem noção da dimensão? Agora quero namorar um pouco”. Além de algo do tipo “Corinthians vence copa do Brasil e comprova que o mais correto foi a manutenção do técnico”.

    3 Danilo parou de jogar. É a idade cobrando o preço. E nossa diretoria espera que nível de Emerson pra 2014? Curioso que a “renovação do elenco” foi responsável pela saída do Chicão e ignorada na permanência do Sheik. Prova que o amadorismo de outros tempos ainda esta lá.

    4 Se não tem um nove na base do nível do Jô (titular na seleção, ha ha) a ponto de, na primeira ausência do Guerrero falarem em contratar e colocarem PA de centroavante, eu peço: FECHEM A BASE! Se o departamento é incapaz de fazer um nove, melhor fechar e economizar algum dinheiro.

    5 Sobre o jogo, mais do mesmo.

    Curtir

  16. 09/09/2013 12:06

    O pedido de atacante é um cortina de fumaça sem fim — e que pode até provocar um baixa no capital simbólico que o treinador tem com a diretória. Culpar a falta de um jogador de frente é uma maneira de terceirizar a culpa, de jogar parte da responsabilidade na diretoria, que pode não ver isso com bons olhos.

    Será que alguém aqui, mesmo os que apoiam Tite, concorda com a ideia de que nos falta um atacante? De que esse é um problema? DU VI DO!

    Até porque, atacante no time de Tite é figura secundária e pouco assistida (só recentemente optou-se por um esquema que privilegia os atacantes). Mesmo que a diretoria contratasse alguém, a medida só surtiria efeito se o atacante fosse do tipo Sheik-Libertadores, ou seja, alguém de resolver a parada sozinho, pois não há esquema capaz de municiar os atacantes. Pensando assim podemos até desonerar parte da responsabilidade de Sheik, pois embora ele esteja sim em má fase, a culpa maior é de um esquema contraditório: ele asfixia as potencialidades individuais em nome de um esquema defensivo que é eficiente, mas ao mesmo tempo depende fundamentalmente de lapsos individuais na medida em que não é capaz de definir um esquema ofensivo forte, no aspecto coletivo. O Corinthians de Tite, mesmo o mais vitorioso e jogando bem, sempre foi uma associação de bons jogadores em boas fases, e não um time, no sentido de uma articulação entre partes que, complementando-se, se tornam uma força conjunta (no futebol, a soma das parte tem que ser maior que o todo). Claro que existe sim algo que se cria pela familiaridade entre os jogadores, mas não foi essa a força do Corinthians.

    E com isso acho que chego a melhor definição do que penso ser a Era Tite.

    Curtir

    • 09/09/2013 12:20

      Vocês talvez já tenham visto times de jogadores medíocres que, no entanto, jogavam bem juntos. É nesses times que o técnico mostra sua capacidade tática (nem sempre possível, claro), de fazer uma soma de potenciais articuladas em função de um esquema tático: o time se torna forte em função de um esquema-rede, no qual as parte se articulam para dar lugar ao todo. E cada um tem um função tática articulada na qual sua potencialidade não se sacrificam em nome do que seja, mas se articulam e compõe parte do esquema.

      O esquema de Tite é do tipo pilastras (e não rede). O time se ampara sobre elas e elas foram: Danilo, Paulinho, Ralf, Cássio, Sheik. O bom número delas mascarava a fragilidade do todo, pois eles se alternavam na tarefa de por o Corinthians à frente, enquanto a defesa fazia o seu papel (contando também com gente muito compentente, porque não se enganem, Leandro Castrán era um jogadorzaço, viu? Na sua última fase no Corinthians ele jogaria sem prejuízo como primeiro volante, aliás, jogou quase assim num bom jogo que fez na seleção com Mano). Nesse esquema, na medida ele depende muito de elementos axiais, a falta de uma ou outra peça, ou a estabilidade natural na atuação de um ou outro jogador, compromete seriamente a capacidade do time. E por isso parece natural que o Corinthians, ainda com a melhor defesa, tenha um ataque menos que medíocre. Aliás, só nessas condições fica mais fácil notar coisas como essa: o asfixiamento que o esquema de Tite promove, com êxito no que diz respeito à defesa, mas prejudicialmente no que tange ao ataque.

      Curtir

  17. Morgana permalink
    09/09/2013 11:35

    Caminhamos para sermos iguais aqueles que desprezamos.
    Um spfc na arrogância e na soberba e um internacional refém de ídolos imaculados por conta de títulos alcançados.

    Curtir

    • Correa Leonardo permalink
      09/09/2013 11:39

      Perfeito: “um internacional refém de ídolos imaculados por conta de títulos alcançados” – é também um receio meu. Se a gente se lembrar que o Rivellino saiu escorraçado, toda essa gratidão a “ídolos” discutíveis não tem nada a ver com o Corinthians.

      Curtir

    • 09/09/2013 20:00

      Melhor impossível!

      Aliás, um dia ainda vou escrever um post mostrando como infelizmente nosso quadro de metas e aspirações se definiu segundo as demandas postas pelos são paulinos. E isso tem culminado na ruína do nosso patrimônio simbólico.

      Curtir

      • manuel permalink
        09/10/2013 20:30

        Cara, isso é muito verdade! Mas pensando bem isso acabou virando contra eles. Apostaram tudo no bordão “nós temos libertadores e estádio, por isso somos melhores do que eles”. Era a base de toda a propaganda deles. Estou usando a palavra propaganda no sentido que ela tem na lingua inglesa. Tipo propaganda nazista.

        Acontece que essas situações não seriam eternas, como realmente não foram. Quando o castelo deles ruiu, ficaram sem referencia.

        A crise atual deles tem muito a ver com isso, pode crer.

        Curtir

        • 09/10/2013 21:50

          Pode ser, mas a mim não importa o que acontece com eles. Nós, por outro lado, gastamos muita força empenhados em buscar essas metas.. enquanto sempre tivemos uma riqueza que pra eles é inalcançável: nossa torcida, sua identidade com a luta política, com o povo. E nessa nova fase, vitoriosa, nós já flertamos com o esbonismo são paulino e ignoramos nosso patrimônio.

          Curtir

  18. Correa Leonardo permalink
    09/09/2013 10:19

    Olha, apesar de toda a limitação imposta pelo esquema, ainda somos milagrosamente o 5º colocado deste campeonato. Ainda há tempo sim de tentar buscar alguma coisa, embora seja evidente que poderíamos estar muito melhor na tabela.

    Entretanto, o que temo é que como em 2009 e 2012, a toalha já foi jogada. A diferença é que nessas ocasiões ainda havia alguma coisa assegurada (vaga na Lib. e Mundial), desta vez temos uma POSSIBILIDADE REMOTA de vencer uma CB em que entramos num mata-mata no qual, a meu ver, o Grêmio hoje é favorito.

    Sobre o jogo de ontem, não assisti e, assim, acho que evitei muito desgosto. Mas, para além do que deve ter sido uma atuação pavorosa, um técnico que não faz as 3 alterações merecia uma multa de 50% do salário. Inacreditável.

    Curtir

  19. Luís permalink
    09/09/2013 9:57

    Como já disse antes, nosso ano acabou… agora o que vier é lucro… copa do brasil, vaga pra libertadores, se pintar algo estamos no lucro…

    9 meses e o time ainda não se acertou em campo… nesse período, fizemos uma meia dúzia de boas partidas… enquanto isso, vemos times montados basicamente com jogadores renegados pelos grandes de sp ganharem a libertadores, como no caso do Atletico MG, e liderar com folga o Brasileirão, como o caso do Cruzeiro… times que gastam menos que nós, investiram menos que nós, e conseguem melhores resultados…

    Agora seja o que Deus quiser, pois se depender do Tite, que tem Pato, Emerson e Guerrero e ainda pede mais atacante em pleno mês de setembro, estamos fud@#$%

    Curtir

  20. André Pinheiro permalink
    09/09/2013 9:42

    o zizao quando jogou mostrou mais personalidade que a dupla leo e pv.

    Curtir

  21. Raphael permalink
    09/09/2013 7:29

    MFT x PTE

    O movimento PTE (sigla para “Por um Tite Eterno”) perde forças após o resultado. O movimento, liderado pela figura pública do Mário Gobbi mas fortemente apoiado por respeitados comentaristas virtuais.

    Entre os representantes, os principais argumentos são a paciência, a necessidade da continuidade e o famoso “deixa o homem trabalhar”. Em geral, acreditam que no futebol o que vale é o resultado e respondem às críticas com os vários títulos que o Corinthians conquistou sob comando de Adenor Bacchi. Nas últimas semanas, de peito estufado, mostraram que o Corinthians de Tite pode sim golear um time “forte”, como o Flamengo.

    Outro forte argumento é o medo. Talvez ruim com o Adenor, mas muito pior sem ele dizem os apoiadores do PTE. Não há opções no mercado e o recente sucesso das apostas de Botafogo, Cruzeiro, Coritiba e Atlético-PR são apenas um acaso. Treinador de fora não dá certo no Corinthians, nem adianta tentar. Abel e Muricy seriam um retrocesso. Afinal, então, “por que trocar o mais vencedor treinador da história do Corinthians?” [PTEísta Anônimo]

    Luverdense, Náutico, spfw, reservas do Atlético… é, não existem mais bobos no futebol.

    Brincadeira à parte, tem aquela frase tão piegas mas que cai bem para o futebol do Corinthians: “Insanidade é fazer dia-a-dia a mesma coisa e esperar resultados diferentes”

    O Tite provou ontem que é insano… só pra fugir um pouco do #burro!

    O time não cria chances em quantidade e qualidade. Isso é claro e notório, não? Pois é… ao invés de mudar a maneira de jogar do time, insistimos nesse Titenaccio ERRADO manjado, isolacionista (!) e estático. Ontem foi ainda mais bizarro, diante da necessidade do seu PIVÔ, o Tite teve as manha de testar Romarinho, Danilo e Paulo André para a função [vejam como o Tite e o nosso futebol é limitado, não conseguimos jogar sem a figura do tal PIVÔ]. E sim, foi o esquema com o qual vencemos muita coisa, mas a situação era outra: o time e o tite tinham muito mais FOME e alguns jogadores desequilibraram. Hoje nesse ritmo de TÁ RUIM MAIS TÁ BÃO dos caras, é impossível para o Tite tirar o time dessa inércia de inhaca.

    Podemos até ser campeões da copa do brasil com essa bola, mas o brasileirão já era, se não mexer fundo na estrutura do time. A conta é simples: hoje os outros times merecem muito mais do que nós, com essa bolinha medíocre que estamos jogando. E o Tite é hoje um babaca sim! Quem tiver estômago, procure uma entrevista ou coletiva dele e tentem não reparar no egocentrismo, narcisismo e falta de humildade do Adenor… além do repertório sempre requintado em desculpas. Agora é que não temos um Nove reserva para o Guerreiro. Ah VTNC esse Tite

    Curtir

    • 09/09/2013 8:04

      Muito bom!

      Entendo que o PTE está enfrentando um choque de realidade. Técnico bom no Brasil limita-se a controlar o vestiário, pois no campo são invariavelmente ruins.

      Curtir

    • 09/09/2013 8:53

      Faço coro de suas palavras!

      Curtir

    • 09/09/2013 9:52

      Esse é o ponto: ofensivamente, o time quase não funcionou esse ano (falo “quase” porque as vezes que ele tentou um 442 com pato e guerrero deram certo). O esquema com centroavante e 2 meias marcando o bandeira não funcionou nada, o time tem o segundo pior ataque do campeonato, e o técnico em 8 meses não tenta uma variação tática. E aí o cara tem a pachorra de falar que o problema hoje foi não ter mais um centroavante no banco? Oi? tá maluco?? Então se tivéssemos, digamos, o Obina no elenco, o time faria 5 x 0 ? hoje foi de lascar…

      Curtir

    • Thiago Guadalupe permalink
      09/09/2013 9:58

      Já disse tudo… Tite vai morrer com seu esquema e seu mesmo jeito de jogar, mesmo com jogadores diferentes, aliás com um elenco excelente mas de características diferentes… Se ele segue repetindo a mesma coisa da época de JH, Paulinho e Cia… me desculpem a turma do PTE mas ele é BURRO mesmo!!!

      Curtir

    • André Pinheiro permalink
      09/09/2013 11:16

      perfeito!!!

      Curtir

    • 09/09/2013 11:50

      Muito bem posto, Raphael.

      Curtir

    • 09/09/2013 12:30

      Concordo. E mais: depois da pardalice bizarra de ontem, até Abel e Muricy eu tô topando…

      Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      09/09/2013 15:59

      Raphael.
      1-Se vc for observar nos frequentadores aqui do boteco, verá que muitos dos argumentos atribuídos ao PTE são utlizados pelo MFTistas mais moderados e resignados. Exemplo: não tem alternativa no mercado.
      2- Apesar dos pesares, o Urubuzento é um time forte. Lá tem jogadores que o Adenor “desprezou” -André Santos, Elias, Chicão. Ora se tais jogadores serviam (e servem) para o Corinthians deve servir bem para o time carioca. E vamos lembrar que a urubuzada veio para SP empolgada com a classificação heroica na Copa do Brasil. No mínimo podemos dizer que não ganhamos do vento.
      3- Eu não avalio o trabalho por este momento, mas pelo tudo. Vivo repetindo isso daqui. O primeiro semestre, apesar de alguns jogos ruins, fechou com saldo positivo. O segundo semestre, veremos mais adiante. Pode parecer um raciocínio simplista,mas ao meu ver se o time conquistou o que conquistou nos últimos tempos é porque o esquema em condições normais de “temperatura e umidade relativa do ar” funciona. E se vc for reler os comentários durante as campanhas, verá que o pessoal aqui parece a Mirian Leitão.

      Curtir

      • Thiago Guadalupe permalink
        09/09/2013 16:59

        Você realmente está satisfeito com o desempenho do Adenor em 2013??? Meu Deus!!!

        Curtir

        • Múcio Rodolfo permalink
          09/09/2013 17:05

          O primeiro semestre foi positivo. Eu conto o estadual!
          O segundo semestre ainda não terminou. Então…

          Curtir

  22. Múcio Rodolfo permalink
    09/09/2013 1:23

    César Augusto nos lembra da “gigantesca” figura do goleiro César.
    1- Como bem disse, a gente emergiu da Taça de Prata e fez uma campanha digna na Taça de Ouro. Digna, não! Digníssima – para um time que estava desacreditado. No começo a gente levou um susto. Após uma vitória tranquila contra o América (2×0 gols de Mario), os empates diante da Colatina e da Catuense nos colocaram sob o risco de uma vexatória eliminação (ah neste mesmo ano o Chiqueirense conseguiu ser desclassificado pelo Vila Nova e pelo Volta Redonda). Mas eis que surge Casagrande e que parecia pesadelo virou sonho.
    2- Caimos no chamado grupo da morte. Flamengo (pseudo campeão do mundo), Internacional (ainda não era Entregacional, eu acho) e Atlético Mineiro. Foi contra este que o grande César teve uma atuação estupenda. Vencemos por 3×1. Aqui no Morumbi outra vitória numa noite em que Wladimir teve uma atuação de gala, marcando um golaço inclusive. Tele Santana viu tudo, mas preferiu levar aquela nulidade do Pedrinho!
    3- Nas semifinais capitulamos diante do Grêmio, mas a nossa honra já estava mais uma vez resgatada. Eu achava isso aos 16 anos -e continuo achando aos 47 anos.
    4- Voltando ao goleiro César. Ele veio junto com Washington (meia do Galícia), Joãozinho (ponta esquerda do Santa Cruz) e Baianinho (ponta do Operário). O programa Show de Radio fez uma paródia de uma música (não sei se do Morais Moreira ou do Alceu Valença) que dizia mais ou menos assim: “abriu alas e caminho/para contratar/Washington, Joãozinho/Cesar e Baianinho” e, mais adiante, “esse time esse time da peste, já ficou conhecido assim/como a seleção do nordeste”. Aqueles que assistiam ao show de rádio por certo irão lembrar desta paródia. César era alagoano. Joãozinho era sergipano e Washington era baiano. O tal de Baianinho, se não me engano, era paulista. César foi tema de uma crônica do Lourenço Diaféria, na revista Placar, no qual ele dizia que nem sempre o único culpado era o goleiro baixinho.

    Curtir

    • Cesar Augusto permalink
      09/09/2013 14:11

      1. A contusão do Mário, que já era um veterano, fez surgir Casagrande. E o Palmeiras, de fato, não participou da 2ª fase do Brasileiro de 1982. Só não lembrava que tinha sido eliminado na Taça Prata. Eu pensei que nem para a Taça de Prata, o Palmeiras havia se classificado, via Paulista de 1981, onde foram surrados pelo SP por 6×2 com aquele gol de calcanhar do Mário Sérgio.

      2. Caímos no grupo da morte e saímos em 1º lugar. A honra foi resgatada, imediatamente, mas a Taça de Prata não foi proveniente de um rebaixamento, diga-se, apenas de um 8º lugar no Paulista de 1981.

      3. O Grêmio era melhor que o Corinthians. Era a mesma base, campeã brasileira em 1981 com a entrada de um tal Renato Gaúcho. O Grêmio só perdeu o bi em 1982 para o Flamengo, porque um tal de Oscar Scolfaro roubou o Grêmio de forma descarada, em pleno Olímpico. Teve um pênalti acintoso do Andrade, mas os rubros-negros, cara-de-pau que são, dizem que foi o Raul que tirou a bola com a mão. O Andrade tirou a bola com a mão e, aparentemente, a bola já havia ultrapassado a linha, mas como não havia muitas câmeras, ficou por isso mesmo.

      4. Esse Washington, salvo engano, é aquele que fez dupla com o Assis, no CAP e no Flu, o famoso casal 20. Era um bom jogador, mas não deu certo. Já Baianinho e Joãozinho eram ruins de doer. E o Cesar tinha, no máximo, 1m70cm. Mas para quem tinha Solito e Solitinho…

      Curtir

  23. Cesar Augusto permalink
    09/08/2013 23:46

    Alguns números do Corinthians neste 1º Turno:

    * O Corinthians fez 30 pontos, com 07 vitórias, 09 empates e 3 derrotas. Fez 19 gols e sofreu 8, a melhor defesa do campeonato.

    * Dos times que estão na zona do rebaixamento, o Corinthians só venceu a Ponte Preta, no sufoco. Empatou com Portuguesa, São Paulo e Náutico, todos no Pacaembu e todos por 0x0.

    * O Corinthians só emplacou uma sequência de vitórias na 10ª e 11ª rodadas quando venceu Grêmio e Criciúma.

    * Contra os times grandes, o Corinthians tem 2 vitórias (Gre, Fla), 5 empates (SP, San, Vas, Bot e Flu) e 3 derrotas (Cru, CAM e Int)

    * No Pacaembu foram 10 jogos com 5 vitórias (PP, Grê, Vit, Ctb e Fla), 4 empates (Bot, Por, SP e Náu) e 1 derrota para os reservas do Atlético-MG. O aproveitamento, portanto, é de 63,33%.

    * Fora de casa foram 09 jogos com 2 vitórias (Bah, Cri), 5 empates (Goi, CAP, San, Flu e Vas) e 2 derrotas (Cru e Int). O aproveitamento foi de 42%.

    Curtir

  24. Cesar Augusto permalink
    09/08/2013 23:36

    Múcio, acho que até hoje, Corinthians e Grêmio se enfrentaram em 9 mata-matas:

    1982 – Semifinal do Brasileiro – O Grêmio venceu as duas. Fez 2×1 no Morumbi e 3×1 no Olímpico. O Cesar nos afundou.
    1986- Oitavas do Brasileiro – Empatamos as duas, 0x0 e 1×1, aqui, gol do Biro-Biro. Foi um sufoco. Depois fomos eliminados, meu Deus, pelo América-RJ.
    1991- Quartas da Copa do Brasil – empatamos aqui por 1×1 e perdemos lá por 2×1. Na época, jogávamos CB, Brasileiro e Libertadores e perdemos todos os campeonatos. Aquele Grêmio, que nos eliminou, foi vice da Copa do Brasil perdendo para o Criciúma e foi rebaixado no brasileiro.
    1994 – Oitavas da Copa do Brasil – perdemos por 2×0 no Olímpico e no Pacaembu foi 2×2.
    1995 – Vencemos as duas na final da Copa do Brasil.
    1996 – Quartas da Libertadores – Perdemos no Pacaembu por 3×0 em noite tenebrosa de Alexandre Lopes e Ronaldo, mas, óbvio, sobrou só para o A. Lopes. No Olímpico, vitória inútil por 1×0, gol do Edmundo.
    1997 – Semifinal da Copa do Brasil – 1×2 aqui e 1×1 lá. Foi inacreditável. Marcelinho perdeu pênalti no jogo do Morumbi. Aliás, porque no Morumbi se havia o Pacaembu?
    1998 – Quartas do Brasileiro – Vencemos por 1×0 no Olímpico, gol do Ríncon. Perdemos por 2×0 aqui e tínhamos que vencer o 3º jogo e o capetinha Edílson, que jogador fantástico, resolveu a questão e nos carregou rumo ao brilhante título.
    2001 – Perdemos a final da Copa do Brasil por 3×1, no Morumbi. E foi pouco.

    Portanto, Grêmio 6 x 3 Corinthians.

    No confronto direto, eles têm vantagem de 1 partida, fruto da nossa freguesia nos anos 80, onde não vencemos sequer 1 jogo e no início da década passada, onde apanhávamos de mão aberta, especialmente, no Olímpico.

    Mas, lembro, também, de uma noite memorável em 1980, onde vencemos por 5×0, fora o baile, em noite mágica de um tal Doutor Sócrates. Ah, que saudades do Doutor…

    Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      09/08/2013 23:48

      1- Eu me lembro que depois dos 5×0, a gente só foi voltar a ganhar do Grêmio em 91.
      2- Este César foi naquele mesmo ano para o Juventus, onde segundo ele “podia tomar seus franguinhos em paz”.
      3- Aquele foi o último grande time que o Ameriquinha montou. No jogo de volta,vitória inútil com dois gols de Jatobá. Pena que hoje Paulo André não teve tarde de Jatobá!
      4- No segundo jogo contra o Grêmio, o Madureira fez uma meio-pardalice: o Vampeta na lateral direita. No terceiro jogo, ele teve coragem de escalar o Índio e resolveu a parada.
      5- Perdemos a Copa do Brasil lá no Olimpico permitindo que o refugado Grêmio empatasse um jogo no qual perdia por 2×0. Foi ali que o Adenor decolou para o estrelato.

      Curtir

      • Cesar Augusto permalink
        09/09/2013 0:02

        1. Na década de 80 não ganhamos nenhuma do Grêmio, nem do Vasco. Dos cariocas, ficamos 16 anos sem vitórias. Vencemos, em 91, lá em São Januário por 1×0, gol do Giba.

        2. Cesar foi capa de Placar em 1982. “O pequeno grande César”. Nos afundou na semifinal, mas viemos da Taça de Prata. Fizemos uma campanha digna.

        3. O América tinha o Luisinho, irmão do César Maluco e do Caio, e o Denílson, que depois jogou no Corinthians. Inadmissível ser eliminado pelo América em qualquer circunstância.

        4. Em 1998, quase dançamos com o Grêmio, mesmo sendo bem melhor. O Luxa vacilou, mas se redimiu a tempo.

        5. Maurício tomou um frangaço do meio da rua do tal Luiz Mário, que ainda, fez mais um. Aqui, nó tático foi o termo mais utilizado para o sacode do Grêmio. Aquele Adenor, não existe mais. Era muito mais ofensivo.

        Curtir

        • permalink
          09/09/2013 9:35

          4 – sem o conhecimento enciclopédico dos srs, mas o Vampeta veio da holanda como lateral que sabia jogar de volante. Chegando aqui foi ele quem bateu o pé para ser escalado apenas como volante

          Curtir

        • Múcio Rodolfo permalink
          09/09/2013 13:46

          Zé. Realmente o Vampeta veio como ala e volante. Só naquele jogo contra o Grêmio ele teve uma atuação pavorosa. Teria sido de propósito?

          Curtir

  25. 09/08/2013 23:26

    O Tite se superou hoje. Cereja no bolo.

    1 – Muitos elogiaram o Léo hoje. Danilo se arrastou. Tite foi lá e tirou o Léo.

    2 – Time precisando dos pontos, Tite não coloca um meia ofensivo.

    3 – Não fez todas as substituições – de novo.

    4 – Teve a pachorra de falar que o time precisa de um centroavante reserva. Oi? Desde quando ter centroavante significa fazer gols????

    5 – Ainda soltou essa pérola: “Criar é sempre mais difícil quando se está em casa. É um processo que requer mais coordenação dos movimentos”

    Foram 9 empates em 19 jogos. Repito: NOVE EMPATES em DEZENOVE JOGOS.

    Curtir

  26. 09/08/2013 22:42

    Quando passamos pelo time de Lucas do Rio Verde, jogávamos +-, porém, estávamos b perto do líder. E na coletiva, Tite já disse que iria dar preferência para uma das duas competições… E qual competição ele escolheu? Todos já sabemos. A Copa do Brasil. Porque, entregamos o jogo contra o time do DVD e, como acreditava ser impossível perder pontos pro Náutico, ele faz PropositalmentE essa aberração de esquema tático de hoje. Vai ser assim até o fim do ano. Na minha modesta opinião, se a condição pro contrato do Tite não ser renovado for não ganhar mais nada esse ano, que seja. Porque jogando, digo, enrolando desse jeito qualquer time com um mínimo de organização aplicada contra nosso esquema vai se sobressair e levar, vide Luverdense.

    Curtir

  27. Paulo permalink
    09/08/2013 22:15

    Impressionaram-me três coisas, mais que o resultado, desastroso: a) Como o Danilo está mal; b) O Tite por o Paulo André de centroavante ( um abuso, realmente, parece que o Álvaro tem razão nessa, o técnico quis passar um recado, porque não há outra justificativa pra essa pardalzice ); c) O fato do Tite ter deixado de fazer duas substituições a que tinha direito.

    Curtir

    • Cesar Augusto permalink
      09/08/2013 22:22

      a) E não é de hoje. Faz tempo. É mais um que está com o contrato no fim, tem 34 anos, e não deveria ter o contrato renovado. Ele se arrasta em campo.

      b) Quis se eximir de culpa pela péssima atuação. Jogou a culpa na diretoria, que não lhe deu um centroavante reserva.

      c) De novo. Na última partida, ele fez a mesma coisa. Parece que o Tite quer transferir responsabilidades. Ele não vê a hora de ir embora do clube.

      Curtir

      • Paulo permalink
        09/08/2013 22:45

        b) Eu nem sabia que ele tinha pedido centroavante; c) Será que está rolando, pela primeira vez, um desentendimento Tite e diretoria? Vamos aguardar os próximos atos, ainda quero entender melhor isso aí…

        Curtir

  28. Cesar Augusto permalink
    09/08/2013 22:11

    Infelizmente, estava na cara que o Náutico, mesmo com 8 pontos no campeonato e 9 gols marcados, nos traria problemas. Os desfalques, obviamente, atrapalharam, mas é inadmissível que o Corinthians não tenha conquistado os 3 pontos frente ao glorioso Timbu, que nos complica sempre.

    Do jogo, não há muito a se falar, apenas ressaltar que a melhor chance de gol quem teve, de fato, foi o Náutico. O Tite chegou ao cúmulo de colocar o escritor Paulo André de centroavante e, cá entre nós, achei tal atitude covarde e bizarra. Covarde porque escancara para a torcida que o time não tem um elenco tão forte assim e, por consequência, se exime da responsabilidade pela má atuação da equipe. Bizarra, porque seria mais fácil encontrar uma solução nas categorias de base, mas o Tite não utiliza a base nem por decreto. É preferível utilizar o Paulo André ou o Danilo, mais veloz que uma lesma, na visão míope do nosso treinador. Ele está equivocado, muito equivocado, porque está evidente que o maior problema da equipe é a ausência de um esquema tático ofensivo que possibilite chances de gol. Com esse esquema tático, engessado, são raras às vezes que o time faz mais de 1 gol. Domingo passado, foi a exceção da exceção.

    O Corinthians, e isso é preocupante, é o time que menos finaliza no campeonato. E se é o time que menos finaliza, por consequência, é o time que menos cria chances de gol. E isso, meus caros, não é culpa dos jogadores, é culpa única e exclusiva do Tite e de sua Comissão Técnica.

    Isso posto, o Campeonato Brasileiro acabou. O Cruzeiro está 10 pontos a frente do Corinthians. O Botafogo 6. O Grêmio e o CAP 4. E o Internacional tem 1 ponto a menos e um jogo a menos.

    É possível reagir?

    Sim, mas, sinceramente, quem acredita que com essa atual conjuntura, o Corinthians brigue realmente pelo título?

    O Corinthians brigará, apenas, pelo título da Copa do Brasil. São 6 jogos, apenas, mas para tal é preciso eliminar Grêmio, Inter ou CAP e na final, provavelmente, um time carioca. Não será fácil. É a lei do mínimo esforço imperando num time enfastiado pelas recentes conquistas. Como na Libertadores de 2012, o Corinthians tem apenas 1 bala na agulha.

    Acertará o alvo outra vez?

    Curtir

    • 09/08/2013 22:18

      Dessas finalizações, 45% sao de Pato, segundo vi no blogueiro do Globo.

      Curtir

      • Cesar Augusto permalink
        09/08/2013 22:28

        Exatamente. Mas, de qualquer forma, ofensivamente, o time é uma piada. A falta de um centroavante atrapalha, mas não é uma justificativa fundamental. Veja, por exemplo, o Cruzeiro: Jogou a maior parte do campeonato sem um centroavante nato e fez gols, atrás de gols, porque o esquema favorece o jogo ofensivo. O Borges voltou faz poucas rodadas.

        Curtir

        • 09/08/2013 22:38

          O que é o que aconteceu conosco. Deixamos o 4-6-0 para jogarmos no 4-2-3-1. E não entendo nada de posicionamento tático, mas é óbvio que não funciona.

          Quando Pato, raramente usado, está em campo, finalizou 45% das vezes. Isso é um atestado de burrice do técnico que o mantém no banco, e a maior prova de que o esquema está furado, já que Guerrero não mantém o mesmo volume.

          Tirando isso, os números mostrarão que o fundo do poço não foi atingido, é capaz de não sairmos dos 31 pontos por duas semanas, empate apenas com Goiás, veremos após a Ponte Preta, sempre duríssima e com nosso meia peruano, e depois o Cruzeiro, para mais zero pontos.

          Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      09/08/2013 22:25

      1- Será que temos realmente o mega-elenco que muitos pintam? Ou temos um elenco para suprir no máximo umas três ou quatro ausências?
      2- Se não me falha a memória em 2011 o Corinthians era um dos times que mais criavam oportunidades de gols no futebol brasileiro. O nosso ataque, apesar de ter sido o sétimo melhor, não era tão inoperante assim, Penso que isto demonstra que o problema não se resume ao esquema. A propósito: posso estar enganado, mas não vejo os laterais sendo proibidos de avançar.
      3- A princípio, a Copa do Brasil parece fácil… Mas qualquer vacilo pode ser fatal. O Nacional, apesar dos pesares, a gente ainda pode chegar. As derrapadas dadas ao longo do primeiro turno atrapalham, mas ainda podem ser corrigidas. Na Copa do Brasil não. Uma noite infeliz diante do Grêmio dificilmente vai ser recuperada.

      Curtir

      • Cesar Augusto permalink
        09/08/2013 22:39

        3. Múcio, eliminar o Grêmio nunca foi fácil Em Copas do Brasil, foram 4 eliminações e o título de 95. O Internacional me parece que reagirá no campeonato. É um adversário difícil, com bons jogadores. Não será moleza, de jeito nenhum. Na final, teríamos um time carioca, que pode ser o Botafogo. Não haverá facilidades. O time teria que reagir no Brasileiro para, ao menos, ficar entre os 3 primeiros. Hoje, esta tarefa é difícil.

        1. O nosso elenco é bom para os padrões do futebol brasileiro. O problema é que o Tite não tem confiança nos jovens. Veja o exemplo do Botafogo. Saiu Vitinho entrou o Hyuri. Hoje, não jogou Seedorf e jogou um menino de nome Otávio. O Antonio Carlos veio para o SPFC porque deram oportunidade ao Dória e assim, sucessivamente. O Oswaldo até pela péssima condição financeira do Botafogo não tem receio em escalar os jovens. Talvez, a inexistência de tantos problemas como ocorre no Botafogo iniba o Tite a dar mais oportunidades aos jovens. Ele prefere o jogador formado. Hoje, ele colocou o Léo e o menino não foi mal. Foi bem melhor que o Danilo, mas tem aquela história de merecimento e aí o substituído é o garoto, de forma injusta. Ele preferiu o PA de centroavante do que colocar correria com Léo e Paulo Vitor.

        2. Em 2011, o esquema era novidade. Hoje, não, e o Adenor não criou alternativas para suplantar defesas bem postadas. O Corinthians joga sempre do mesmo jeito e os adversários já marcaram o esquema.

        Curtir

      • Paulo permalink
        09/08/2013 22:40

        3- Múcio, a não ser que os primeiros colocados derrapem em bloco, no Brasileirão, acho que as nossas melhores chances vão ser jogadas na C do B. Os mineiros ainda têm a vantagem de não mais disputá-la. Em todo o caso, como teremos a volta, em breve, de muitos jogadores, eu prefiro continuar acreditando.

        Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        09/08/2013 22:53

        Cesar Augusto:
        1) Que eu me lembre a gente só levou vantagem em mata-mata sobre o Grêmio no nacional de 86 e no nacional de 98. E assim mesmo foi sofrido pra caramba. Aliás, nesse de 86, o Wilson Mano soltou uns palavrões no microfone da Record. “A gente corre quem nem um filho da… Joga que nem um filho da….” O Silvio Luis ficou possesso com o nosso coringa. Sobre a base, tirando o igor em relação ao Fábio Santos, os demais garotos tem uma concorrência muito grande. É complicado por Mateuzinho, pro Leonardo, pro Paulo Vitor, uma vez que -em condições normais- o Adenor tem a disposição uns sete jogadores já calejados para as posições.

        Paulo
        Se não me engano o Vila Sonia conseguiu dar uma arrancada estando a doze pontos do líder e tinha mais gente na frete dele (da mesma forma que acontece com a gente agora). Mas é claro que o time precisa reagir o mais rápido possível. E repetindo, se o Adenor está apostando todas as suas fichas na Copa do Brasil,ele pode estar jogando errado.

        Curtir

      • Raphael permalink
        09/09/2013 8:25

        Em 2011 a gente tinha o Alex jogando bem e batendo falta, Danilo 2 anos mais novo, Paulinho e Liédson fazendo gols. Os caras tinham fome de vencer, hoje não mais…

        Curtir

  29. 09/08/2013 22:09

    Volto a ver o Corinthians após 11/9.

    E que o botafogo coloque abaixo esses monolitos titeanos, sinceramente.

    Curtir

  30. Múcio Rodolfo permalink
    09/08/2013 21:59

    1- Hoje o Adenor realmente abusou. Improvisar o Paulo André no comando de ataque quando poderia fazer outras mudanças. Colocar o Jocinei no lugar do Ibson, por exemplo. Ou tentar o Mateuzinho. Podia até não dar certo. Mas pelo menos ele poderia alegar que fez aquilo que a torcida queria ou supostamente queria.
    2- Eu penso que os desfalques devem ser considerados sim. Apesar do adversário ter sido o lanterna absoluto da competição. Um time que só escapa da degola se tiver uma reação fantástica. O Douglas vem atravessando uma fase bastante positiva, ao contrário do Danilo que me parece no ocaso da carreira. Apesar dos pesares, até o Emerson poderia ter feito algo mais lá na frente.
    3- O Zizao não resolveria a parada hoje.
    4- Mais uma vez o Adenor deu munição pro MFT.

    Curtir

    • Cesar Augusto permalink
      09/08/2013 22:24

      4. Muita munição. Se o time não reagir rápido, ele corre risco. Tenho a impressão que o próprio Tite não aguenta mais a pressão, embora, por enquanto ele ainda tenha a confiança da maioria da torcida.

      Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        09/08/2013 22:29

        Ele não disse abertamente, mas me parece que as dez ultimas rodadas é o prazo que ele estipulou para arrumar o time, ou pelo menos, para deixá-lo em condições de arrancar para o título. Algo como quem diz: me cobrem nas dez ultimas rodadas.

        Curtir

        • Cesar Augusto permalink
          09/08/2013 22:42

          Então, ele tem 9 rodadas para encostar no Cruzeiro. E, se houver ambição, é possível.

          Botafogo, fora.
          Goiás, em casa.
          Ponte, fora.
          Cruzeiro, fora.
          Lusa, neutro.
          Bahia, em casa.
          CAM, fora.
          CAP, em casa.
          SP, fora.

          Está é a sequência e para estar vivo será preciso, no mínimo, 70% dos pontos.

          Curtir

        • Raphael permalink
          09/09/2013 8:20

          Mantido os aproveitamentos atuais de Cruzeiro e Corinthians, nem que ganhemos as 10 últimas rodadas seremos campeões.

          Já estamos a mais de 10 anos nessa de pontos corridos e os caras ainda não aprenderam que tem que fazer ponto SEMPRE…

          Curtir

    • 09/09/2013 8:06

      1- Exato, tinha mais 2 substituições e ele nada. Entregou o jogo.

      Curtir

    • Raphael permalink
      09/09/2013 8:17

      2 – Múcio, o time não estava tão desfigurado como pintaram. Faltou sim um jogador com características para ser o tal ” p i v ô ” mas os demais jogam com certa regularidade [ok, tirando o goleiro juvenil e os outros dois garotos da base]

      E a realidade agora é Ibson de titular…

      Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        09/09/2013 14:02

        Eu penso que diante da má fase do Danilo, o Douglas fez muita falta.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: