Skip to content

Portuguesa 1×2 Corinthians, começamos muito bem!

01/19/2014

Gostei do 1º tempo, foi muito além do que espero de uma abertura de temporada tão precoce. Mano optou por jogadores mais jovens (Romarinho e Rodriguinho) e que por isso mesmo sentem menos a falta de treinos. Apesar da nossa desconfiança com os 2, deu muito certo, os dois jogaram muito, deixaram o tempo mais acelerado e Corinthians dominou amplamente o 1º tempo.

Foi bacana também perceber que os dois laterais saiam para o jogo, os meias não ficaram mais espetados marcando os gandulas e um sem número de jogadas foram criadas (e gols fáceis perdidos). Guerrero lento, comprometeu um pouco, mas a gente sabe que ele vai evoluir com os treinamentos (imaginei que Pato tivesse algum problema, pois seria uma escolha óbvia deixar Guerrero no CT).

É inegável que Mano mudou as funções de cada um em campo, sendo o mais visível que os laterais apoiavam Danilo-Romarinho e esses não voltavam desnecessariamente. Outro aspecto visível foi o maior toque de bola por conta da aproximação entre os jogadores de meio.

Dois gols de cabeça, mas deveria ter sido mais.

O 1×2 veio de um vacilo grande da esquerda e nossa defesa parece que vai nos assustar um pouquinho antes de pegar entrosamento e velocidade.

Começa o 2º tempo já dando sinais de que o gás tinha acabado, mas ainda assim vi Rodriguinho e Danilo armarem boas jogadas e Guilherme sempre em apoio ao ataque. Mas o cansaço bateu e o jogo foi ficando cada vez mais cadenciado e lento, sem, curiosamente, perder a emoção. Lá pelos 20/25 os dois times estavam mortinhos e eu volto com minha sugestão da FPF permitir mais substituições nessa 1ª fase.

Mano trocou 3, mas a velocidade não voltou. Inclusive Pato entrou mais lento que o Guerrero…

Excelente vitória, 1×2 no Canindé, de um time que usualmente nos irrita num nível são-caetanense.

Anúncios
22 Comentários leave one →
  1. 01/22/2014 10:13

    Concordo com sua análise Álvaro! Destaques para Guilherme, e quem diria… Romarinho! Uendel estreou bem no apoio e me assustou um pouco com a virada boba que tomou no gol da Lusa…

    Ah, e o Walter? Reabrimos o boteco dos goleiros, espero continuar contando com sua parceria. Abraço! http://espalma.wordpress.com/2014/01/22/walter-grata-surpresa-estamos-de-volta/

    Curtir

  2. 01/22/2014 10:02

    Eita, voltamos! Que bom.

    Curtir

  3. Cesar Augusto permalink
    01/20/2014 20:41

    É cedo para maiores euforias, mas é bem provável que esse time, ao menos, jogará futebol, diferentemente do ano passado, onde jogar futebol foi artigo de luxo.

    O time ficou mais efetivo e ofensivo, mas, em contrapartida, Walter trabalhou mais que o normal, principalmente porque o gás acabou na segunda etapa, como era previsível.

    E é 442. Assim, Romarinho voltou a ser Romarinho e não uma cópia imperfeita do Jorge Henrique.

    Por derradeiro, há pouquíssimas semelhanças entre Tite e Adenor, uma delas é que ambos são gaúchos. Taticamente, a diferença é grande e isso ficou provado na final da Copa do Brasil 2009. Tite é melhor no quesito motivacional, na gestão de elenco e na armação da defesa. Mano é mais talentoso e flexível. Tem os prós e os contras.

    Ofensivamente, Mano é um técnico bem mais faceiro, como diria os gaúchos. Tite é a versão moderna do Milton Buzzetto e continuo com a mesma opinião de 2013, ou seja, o Corinthians foi muito mais importante para Tite que o contrario.

    Enfim, estamos em uma nova era.

    Curtir

  4. 01/20/2014 15:58

    Álvaro, como andei um bom tempo parado, por favor, permita-me fazer jabá do meu blogue no seu:

    http://jihadcorinthiana.blogspot.com.br/2014/01/reestreia-de-mano-enfim-voltamos.html

    Abraço!

    Curtir

  5. Andre.T permalink
    01/20/2014 15:19

    Gostei do que vi,mas ainda acho cedo pra comemorar. Pegamos certamente a melhor opção para começar o campeonato, um time que estava disputando a série A (então não teve tempo pra se preparar) e com um plantel bem vagabundo. Pegássemos um time mais bem preparado fisicamente e no segundo tempo teria sido um Deus nos acuda. Walter foi um monstro! Tenho muita esperança que o Mano recupere jogadores como Romarinho, Douglas (ai se ele faz aquele golaço) e Pato. Dia 29 pegaremos o Santos, ai teremos uma melhor opinião. Também vale já ressaltar o primeiro erro de arbitragem do ano no gol do Gil, por mais difícil que fosse o lance…

    Ta faltando falar da Copinha. Malcom me parece um velocista de primeira e o Ze Paulo tem demonstrado muita categoria, tem um estilo parecido com o do Renato Augusto.

    Curtir

  6. luis permalink
    01/20/2014 11:38

    Não vi o jogo, mas pelos comentários parece que o time já tem outra cara… resta saber se é fogo de palha de início de um ridículo, patético, modorrento, inaceitável campeonatinho regional, ou se vamos ter realmente mudanças significativas na forma de atuação do time…

    Boa notícia essa ofensividade que na era Tite, inexistia… ao meu ver o maior problema do mano são as famosas negociatas com empresários, que na maioria das vezes causam inúmeros prejuízos ao clube… principalmente com as revelações da base, que praticamente a anos inexistem no nosso clube… jogador se destaca na base e rapidinho é vendido antes de se profissionalizar… uma lástima…

    Curtir

  7. 01/19/2014 23:59

    O que ficou provado é que tínhamos um problema técnico, já que Romarinho e Rodriguinho e tudo quanto é “inho” podem jogar bola de tiverem chance.
    E que nem é um problema tático, pois manteve-se o mesmo desenho, mas os jogadores estavam com uma postura de quem tão ali para comprar o leite das crianças.
    E o Mano colocou o meio de campo para funcionar.
    Eu acho que teremos problemas defensivos na esquerda, inverteria o Gil com o PA ou então colocaria o Ralf para cobrir a subida do Uendel, que tem boa qualidade de passe e de cruzamento.
    Feliz 2014.

    Curtir

    • cesar cachaça permalink
      01/20/2014 16:09

      na boa, vi um desenho razoavelmente diferente. Bloco ofensivo mais compacto (linha de volantes + laterais mais próxima da terceira linha), Romarinho com muito mais liberdade de movimentação (Danilo também? talvez, mas ele não tinha físico para se movimentar tanto), Guerrero mais preso dentro da área, volantes em linha…não acho nem de longe que fosse só vontade. Acho que a “má vontade” é circunstância de um esquema repetido dia após dia sem resultados…

      Curtir

      • 01/22/2014 15:19

        Entendi, só que para mim ainda foi um 4-2-3-1, a linha de 3 no meio atuou na armação com liberdade para atacarem e o atacante ficou na área como um 9.
        Sem extremos nas laterais nem compactação atrás da meia, com Romarinho com sangue nos zói, somos um time de novo.

        Curtir

  8. Paulo permalink
    01/19/2014 23:48

    Olha, fiquei feliz pela vitória – é sempre importante começar bem -, mas o time mostrou a cara do Mano, mais efetivo no ataque e menos efetivo na defesa, comparativamente ao Tite ( comparativamente à maioria, Tite e Mano são muito parecidos ). Realmente, se formos pensar, apesar da nossa maior posse de bola, a Lusinha teve duas chances de gol na cara do Walter que, não fora as saídas providenciais do goleiro, nos custariam a vitória e, talvez, até o empate. Verdade que, em ambas, a falha foi do Edenílson, que não soube fazer a tal “linha burra”, como já ocorrera algumas vezes o ano passado, mas temos que torcer que essas falhas sejam corrigidas para otimizarmos nossas chances, sob Mano.

    Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      01/20/2014 0:31

      Eu acredito no Mano e não o condeno por ser muito parecido com o Tite porque se assim o fizesse seria incoerente. Mas penso que posso cobrar daqueles que acham o Mano a antitese do Adenor. Expressões do tipo “atacante não deve acompanhar lateral” ou “lugar de centro-avante é dentro da área” são interessantes. No entanto, futebol é dinâmico e as partidas são envolvidas por circunstâncias diferentes. Se numa o atacante não tem necessidade de acompanhar o adversário, numa outra ele vai ser obrigado a fazer isso. Eu acho que já contei aqui que, ouvindo a transmissão da final entre Corinthans x Ponte Preta, em determinado momento me deparei com um “Ruço deu bronca no Romeu porque não acompanhou o Wanderlei”. Eu vi o Jorge Henrique nos tempos do Mano dando carrinho no campo de defesa e sendo exaltado. Eu não fico com bloco de notas marcando quantas vezes um jogador faz isso durante a partida e acredito que muitos também não. Acho meio exagerado dizer: “o atacante passa a maior parte do tempo no nosso campo de defesa marcando, mas de repente isto é apenas uma força de expressão. O que a gente tem de levar em conta neste momento é que o Mano está num momento no qual ele pode fazer algumas experiências que o Tite não teve coragem de fazer por achar imprudente fazê-las. Uma “invenção” desastrosa poderia custar o nosso rebaixamento. Também é preciso levar em conta que os adversários de agora são menos gabaritados que os do CB. E que o Mano não enfrenta alguns problemas enfrentados pelo Tite.

      Curtir

      • Paulo permalink
        01/20/2014 19:39

        Sim, também creio que não se poderia inventar muito, no segundo semestre, pela ameaça do rebaixamento ( por isso, igualmente, aquele papinho furado da diretoria, falando em “pacto” de vitórias, “compromisso’ de não sei o quê, tudo para não chutar o pau da barraca e correr o risco da coisa desandar de vez). Mas é preciso lembrar que foi o Tite que conduziu o time para aquele marasmo, e para o risco da degola. Então, não se pode absolvê-lo, apesar de agora suspeitarmos de corpo mole da boleirada por conta da falta de pagamento dos direitos de imagem ( sei lá se salários não atrasaram também, viu, eu não confio na transparência do Clube ). E outra: o maior erro do Tite foi insistir com jogadores que simplesmente não jogavam, como Romarinho ( viu ontem? ) e o Selinho ( esse, pelo visto, continua o mesmo do final do ano ). Isso era extremamente irritante. Fora o Íbson, que ele ainda teve coragem de por em campo em Recife com o time perdendo o jogo.

        Curtir

  9. andre pinheiro permalink
    01/19/2014 20:52

    pela só tenho uma certeza: o mano tb acha o tite um burro com sorte, hahahaha.

    “O ponto positivo de Mano foi, justamente, a ofensividade da equipe, que fez boas triangulações. Rodriguinho e Romarinho se deram bem com Guerrero, e Danilo fez boas tabelas com Uendel.

    No ano passado, o Corinthians foi muito criticado pela falta de poder ofensivo. No Campeonato Brasileiro, o ataque fez apenas 27 gols em 38 gols, só à frente do último colocado Náutico. Mano acredita que isso não se repetirá nesta temporada.

    – Nós vamos mudar esse histórico porque o Corinthians tem jogadores de qualidade para definição final. Se tiver qualidade para criar, chegar em boa condição, os atacantes que temos vão estar marcando os gols. Isso é o mais importante – disse.

    Para provar que pensa em um Timão mais ofensivo, o treinador afirmou que Pato e Guerrero podem atuar juntos, porque no novo esquema haverá dois atacantes mais avançados. Ele não quer estes jogadores acompanhando os laterais adversários, como ocorria com Tite no passado.

    – (O Pato) pode jogar com o Guerrero ou na posição do Guerrero. Exatamente por isso optei pela escolha do 4-4-2, dois atacantes como eles podem jogar juntos. Com isso, a passagem do lateral é marcada por um meia. Não tem sentido colocar um atacante e pedir para ele acompanhar o lateral. Ele vai ficar longe do gol, o Pato nem tem essa característica – explicou Mano.”

    Curtir

    • 01/19/2014 22:17

      Hahaha! Na cara do Tite!

      ” Não tem sentido colocar um atacante e pedir para ele acompanhar o lateral. Ele vai ficar longe do gol, o Pato nem tem essa característica – explicou Mano.”

      Curtir

  10. Múcio Rodolfo permalink
    01/19/2014 20:26

    1- Tomara que o Wendel consiga ser a alternativa para o Fábio Santos. Lembrando que outros fracassaram por ali: Ramon, Igor…
    2- O Mano fez aquilo que muitos queriam no ano passado: converter o Rodriguinho em titular. E não fez aquilo que muitos queriam: mandar o Romarinho para o banco.
    3- Eu acho muito cedo para dize que vai ser uma diferença brutal, mesmo porque ainda acredito que não exista muita diferença conceitual entre um e outro, o que pode haver é uma sacudida no elenco.
    4- Se eu aprovei a forma do time jogar na era anterior, eu não vou criticar se jogar mais ou menos parecido, desde que se imponha aos adversários, brigue o tempo todo e conquiste um ou dois títulos por ano.

    Curtir

    • 01/19/2014 20:29

      1-UUUUUendel! Mas falhou no gol…

      Curtir

    • 01/20/2014 0:33

      1- Eu não concordo quando você diz que o Igor fracassou, acho que ele foi bem, melhor do que o esperado. O azar dele foi o mal momento do time.
      E esse Uendel, parece ser bom, melhor que o Fábio Santos.

      Curtir

      • 01/22/2014 11:16

        Só por esse jogo já não afirmaria isso… por mais que seja criticado, uma das ausências mais sentidas no segundo semestre de 2013 foi justamente do FS!

        Curtir

    • cesar cachaça permalink
      01/20/2014 13:48

      ok, um jogo só. Mas a diferença conceitual é gritante…sem falar que necessariamente é para melhor (embora eu claramente acho que seja!), mas por ex, a defesa deve sofrer bem mais esse ano do que no passado. Bloco ofensivo mais compacto, mais liberdade tática pros abertos, centroavante mais enfiado, laterais apoiando mais, volantes em linha. Mas sem Liberta, foi o que um amigo falou: tem que jogar estilo pontos corridos (1 vitória > 3 empates), ter mais volume mesmo que peque mais atrás…

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: