Skip to content

Volantes com a faca nos dentes

05/16/2014

Mesmo sem ver o jogo da #vergonha (para os atleticanos) ou do #vaidartime (para nós otimistas bem informados), deu para sacar o jogo por completo lendo os comentários bem detalhados de todos que visitaram o boteco ontem.

Vocês convergiram para uma discussão interessante: é possível uma dupla de volantes menos defensiva?

Vamos situar um pouco esse papo. O usual hoje é uma linha de 2 volantes em que um fica mais – por isso tem mais força defensiva – e o outro sai para o jogo quando a equipe ataca. Usualmente também, um volante mais defensivo é mais limitado no passe, toca mais de lado e apóia pouco. É raríssimo um jogador que tanto marca forte como um camisa 5 e toca tão bem que coordena o jogo lá de trás.

Mano Meneses é, dentre os técnicos nacionais, o que usualmente monta essa linha mais ofensiva: ele escala um meia como 2o volante (=Paulinho, Elias e aquele cara que sumiu) e o 1o volante é mais adiantado na marcação (Cristian e se você mapear o Ralf, vai notar que ele adiantou o posicionamento).

Na seleção, Mano já investia em Ramirez e Paulinho. Algo que se funcionasse, tornaria a seleção possivelmente um espetáculo imperdível a cada jogo.

No momento, eu não arriscaria nada, pois precisamos montar um time e fugir do rebaixamento. Mas acho que, vencido o medo, a dupla deveria ser Guilherme-Elias.

Para mim, a melhor dupla que vi jogar no futebol mundial foi Vampeta-Rincon. Em algumas partidas esses dois colocavam a bola debaixo do braço e regiam todo o meio de campo, fosse o adversário que fosse. Curiosamente, Cerezo-Falcão ficam um pouco abaixo na lista. Biro-Zenon tinham um camisa 5, Paulinho plantado atrás e também não conta.

E você, quais os volantes faca nos dentes que mais gostou no Timão?

PS: a lista é grande! Exemplo de dupla defensiva de sucesso: Dunga-Mauro Silva.

Anúncios
23 Comentários leave one →
  1. Barbara G. permalink
    05/17/2014 20:53

    Gostei do blog, comecei a acompanhar agora. Muito bom mesmo, sucesso pra vocês!

    Curtir

    • 05/17/2014 23:37

      Bem vinda ao nosso boteco!

      Divirta-se!

      Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        05/18/2014 0:32

        O Adilio, pelo que eu me lembre, teve pouquíssimas chances na seleção. Mesmo quando o Cláudio Coutinho acumulava as funções de técnico do Flamengo e da seleção, ele não era convocado. Uma das poucas vezes em que ele esteve presente foi num amistoso contra a Alemanha – um pouco antes da Copa de 82. Neste jogo apareceu no time tedesco um tal de Mathaws.

        Curtir

  2. Sergio Santana permalink
    05/16/2014 22:26

    Assunto muito legal…Andrade e Adílio jogavam muito…no timão eh o Rincon e Vamp mesmo…Mauro Silva e Mazinho muito bons tbem…

    Curtir

  3. 05/16/2014 16:57

    1- Rincón e Vampeta formaram uma dupla de outra galaxia e que, portanto, não podem ser parâmetro aqui.

    2- Faca nos dentes? Pô, Márcio e Ezequiel, né?!!! Outra bela dupla foi Bernardo e Zé Elias.

    Do lado de lá, César Sampaio e Mazinho…

    3- Convenhamos: Guilherme nunca foi 2º volante. Muito menos para o Mano.
    Com a possível (provável?) saída de Ralf durante a Copa, creio que o rapaz finalmente recue para a posição que sua aptidão determina – e, quem sabe?, correndo o risco de perdê-la para Bruno Henrique, ainda.

    4- Neste quesito, Mano Menezes é disparado o melhor do Brasil: do garimpo no mercado ao posicionamento, ninguém hoje em dia arma esse setor do campo como ele.

    Curtir

  4. ALESSANDRO ALVES permalink
    05/16/2014 15:05

    Rincon e Vampeta, marcou epoca, nunca vi igual, hoje meu time seria, CASSIO, FAGNER (SEM OPCAO) GIL, CLEBER, FABIO SANTOS (SEM OPÇÃO) RALF, BRUNO HENRIQUE, RENATO AUGUSTO SE CONSEGUIR JOAGAR SENÃO TEM QUE SER CONTRATADO TALVEZ O TAL DO LODEIRO, JADSON, GUERREIRO, E LUCIANO, MAIS TEM QUE CONTRATAR OUTRO ATACANTE PARA SER TITULAR E DEIXAR LUCIANO E ROMARINHO BANCO, UM ZAGUEIRO RESERVA E BOA QUALIDADE, AI SEREMOS CAMPEOES

    Curtir

  5. Múcio Rodolfo permalink
    05/16/2014 14:43

    1- Por acaso aquele cara que sumiu não seria o Jucilei?
    2- Diferente do ex-pessimista bem informado convertido em otimista bem informado, eu não acho estamos lutando contra o rebaixamento, mas sim num momento de afirmação. Apesar da invasão do CT, apesar do desmanche, ainda se tem um bom time a disposição. Time pra brigar por coisa boa.
    3- Verdade que uma eventual saída do Ralf -dizem por ai que já está negociado, facilitaria as coisas para o Mano. Só que o Mano deve ter coragem para colocar os volantes da sua preferencia estando ou não o Ralf no elenco, mesmo porque nos últimos tempos, ele não tem mais a unanimidade por parte da torcida.
    4- Engraçado este Corinthians durante anos e anos foi um drama achar um volante que ocupasse a lacuna deixada pela saída do Roberto Belangero e, de um momento para o outro, passa a contar com grandes volantes: Rincón, Vampeta, Cristian, Elias, Jucile, Paulinho…. Isto sem contar Wilson Mano.
    5- A restrição que eu faço ao Dunga é mais como corinthiano. Me parece que ele passou o tempo todo preocupado em bater asas para a Europa do que em marcar época no Corinthians. Pelo estilo e pela personalidade tinha tudo para ser uma espécie de deus da raça do Timão, questão de opção.
    6- Pensando em clubes, poderia se citar a fabulosa dupla do Entregacional de Porto Alegre – Batista e Falcão ou, então, Givanildo e Luciano Coalhada do Santa Cruz-Pe (ambos campeões de 77 no Timão)

    Curtir

    • 05/16/2014 14:58

      1 não, o cara que era o novo km!
      2 aí você está sendo otimista-festivo!
      6 bem lembrado!

      Curtir

    • Cesar Augusto permalink
      05/16/2014 15:37

      4. Wilson Mano merece ser sempre reverenciado. E Biro-Biro-idem.
      5. Não acho, não. Corinthians gastou os tubos em 1985 e o despachou, de graça, para o Santos, em 1986, ao lado de De León e Serginho. De graça. Depois do Santos, ainda jogou no Vasco e aí, sim, partir para a Europa.
      A saída de Dunga do Corinthians foi mais culpa da diretoria que do atleta em si.

      Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        05/16/2014 16:17

        5- Na verdade o Dunga veio em 1984 junto com Paulo César, João Paulo, Arthurzinho, mas isto não tem la muita importância… De fato vc tem razão, ele antes de ir para a Europa defendeu o Manjubinha (86) e Vice Da Gama (87)… Me parece que a diretoria ficou p. da vida com aquele time montado para chegar a Tóquio e conseguiu ser eliminado no CB numa chave que tinha Coritiba, Joinvile e Sport e que no Paulistão perdeu a vaga no quadrangular para a gloriosa Ferroviária de Araraquara, e mando quase todo mundo embora, sobrando apenas o Edson,, o Paulo César, o Casagrande e o João Paulo.

        Curtir

  6. 05/16/2014 13:05

    1. Rincón e Vampeta era outro nível. O meio campo daquele time era um negócio de outro mundo, dava gosto de ver. O Vampeta também era bacana de ver no time do Parreira, mas não exatamente numa dupla de volantes.
    2. É difícil mexer no Ralph pelo motivo que o Max apontou: a dupla de zaga. Será que aguenta? Eu acho que vale a aposta. Mas o Mano provavelmente vai torcer pro cara ser vendido mesmo, faz caixa pra trazer um atacante e ainda força essa mudança com menos desgaste.
    3. Guilherme-Elias parece uma boa. Depende de como encaixar, tal e coisa, mas o fato é que tem várias opções ali, como o Bruno Henrique (que talvez marque melhor que o Guilherme) e o Petros, que não vi jogando de volante ainda, mas acho que vai.
    4. Eu na verdade imaginei o Elias nessa função de terceiro homem de meio campo que o Petros vem fazendo, pra ter um pouco mais de liberdade de chegar no ataque. Não sei se funcionaria.
    5. viram a entrevista do Mano na Folha de hoje? Bastante lúcida, inclusive atacando essa questão dos dirigentes que eu acho bem central: http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2014/05/1455128-entrevista-mano.shtml

    Curtir

    • 05/16/2014 14:36

      Das melhores entrevistas que eu já vi um técnico dar.
      Depois daquela babaquuice do Tite na ESPN, ficou melhor ainda.

      Curtir

    • Cesar Augusto permalink
      05/16/2014 15:33

      5. Muita boa mesmo.

      E Mano disse que Felipão não o procurou em momento algum, o que demonstra, na verdade, que após ser demitido pelo Palmeiras, o atual técnico da Seleção negociou com Marin e Del Nero enquanto Mano lá estava. Muito ético…

      Verdade seja dita, Mano é muito melhor dando entrevista que treinando, hehehe.

      E depois de algum tempo, Mano percebeu que foi apenas boi de piranha do Felipão. Deve doer demais, ainda mais se considerarmos que nenhum FDP lhe deu crédito por nada, mesmo tendo convocado 90% da Seleção que irá a Copa. Todo mérito é do Felipão. É uma tristeza, sem fim.

      Mas, na vida, há o MERECIMENTO.

      E imaginar que o Brasil será Hexacampeão com Felipão, Marin e Del Nero é ilusão. Os deuses do futebol são extremamente justos e não permitirão que um trio de canalhas vençam no final. Dick Vigarista sempre largava bem, mas no final sempre acontecia alguma coisa em nome da justiça e da ética.

      No final do ano, Mano Menezes, que foi sacaneado por todos, com muito trabalho e dedicação, será HEXA e poderá dormir o sono dos justos.

      Não me julguem, por favor…

      Curtir

  7. Cesar Augusto permalink
    05/16/2014 12:56

    1. Rincon e Vampeta são insuperáveis. Elias e Cristian ou Ralf e Paulinho não limpam a chuteira do colombiano e do baiano, ambos meias adaptados à função por Vanderlei Luxemburgo, à época um técnico a frente do seu tempo.

    2. Dunga e Mauro Silva eram muito bons. O primeiro não era apenas um volante brucutu. Esse rótulo é uma grande injustiça com o Dunga, que tinha boa qualidade no passe e chute de fora da área. Não era um Falcão, mas era um grande jogador. Sem contar o espírito de liderança. Mauro Silva era um marcador muito competente, com bom passe, mas sem aproximação. Era uma dupla muita competente.

    3. Cerezo e Falcão só jogaram juntos 4 jogos na Copa de 1982. Tecnicamente, insuperáveis. Aliás, Falcão é o Pelé dos volantes brasileiros. Cerezzo era sensacional, também, mas aquele passe para o Paolo Rossi não desce até hoje…

    Curtir

  8. André Pinheiro permalink
    05/16/2014 12:40

    rincon e vampeta é insuperavel. depois deles a que mais se aproximou foi elias e cristian.
    eu acho que nao da certo guilherme/elias pq o que o guilherme erra de passe é uma grandeza.
    recuar o r.a. e fazer uma dupla r.a e elias é sonhar demais?

    Curtir

  9. Max permalink
    05/16/2014 8:41

    1 Guilherme-Elias pode dar um samba interessante mas o MG diz ter um acordo de cavalheiros com o Cristian para retornar ao Timão em 2015. Eu gostava mais do Cristian do que do Ralf de hoje pelos arremates de fora da área, gestos de amor à torcidas engomadinhas rivais, etc. Porém à exemplo do Elias, será o Cristian 2015 igual ao de 2009?.

    2 Ralf alcançou um status tal de imexível que nas raríssimas vezes em que não joga a sensação é que o time ficava meio com o bumbum de fora. Se não me engano essa sensação foi bem latente na última rodada do BR-11 contra um certo time aí.

    3 Precisa uma zaga fina pra poder dispensar a figura do 5 brucutu hein. Mas não é impossível.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: