Skip to content

A Arena Corinthians Itaquerão da FIFA pode obrigar o Corinthians a ser um time sério e bem administrado

05/18/2014

Sobre a beleza inenarrável da Estádio
Itaquerão
Shopping Arena

Tenho dois vícios de análise. Se for pela Copa, eu fui na de 98, inclusive na final. Se for pelo lado Corinthiano, já fui em todos os setores do Morumbi e todos do Pacaembu. Tive minha cota de tudo, da antiga geral (que o SPFC acabou com a visão colocando o placar eletrônico, mas continuou vendendo ingressos) ao setor VIP do Pacaembu.

Só não conte comigo para saber se o estádio é bonito ou feio, pois discutir o belo em Arquitetura é difícil pracacete. Mas posso garantir que entendi o porquê do Arquiteto tanto MALDAR as provisórias (chegou a falar que elas comprometiam o crescimento da grama). O fato arquitetônico é que ele criou um estádio que, externamente, é inegavelmente um SHOPPING e internamente é bem leve, de geometria mesmo que baseada em planos inclinados, bem suave. Sem colunas, sem nada para atrapalhar a visão. Tudo é leve ali, a cadeira, a cobertura, o anel superior, o encontro do concreto com o gramado. Talvez a maioria ache bonito mesmo ou, ao menos, se confunda num charmoso estranhamento como eu.

Nesse cenário de leveza (que tira qualquer imponência ou sensação de caldeirão) as arquibancadas provisórias são das coisas mais FEIAS que eu já vi em toda a minha vida. Seria como se colocassem o tobogã acima da entrada principal do Pacaembu. Destruiu toda a leveza do projeto (e imagino que o corpo de bombeiros vai ser muito amigo nosso para aceitar aquele para corpo…).

Ficou fácil entender a raiva do arquiteto.

@bloguedotimao facts:

  • Gastei na ida 1:28 minutos entre a catraca da estação Santana até a Artur Alvim (onde deve descer o pessoal do setor Oeste, oposto ao que vocês viam na TV). Poderia ser um pouco mais rápido e confortável se eu não tivesse dado de cara com a Gaviões e sua falta de cidadania na estação Sé.
  • A caminhada +/- longa até o estádio é inferior a mesma que fiz na final de Saint Denis. Mas muito mal sinalizada.
  • A radial estava fechada (duvido que façam isso sempre).
  • Logo de cara constatei um erro de projeto nas escadarias de acesso ao setor Oeste, estreitas, já dificultavam o acesso ANTES do jogo, quando o público chega aos poucos.
  • Pelo lado de fora, visualmente é um grande Shopping Center, a sensação de que aquilo é um estádio aparece pela altura estratosférica das provisórias.
  • O saguão parece de prédio comercial AAA. O banheiro é espetacular e se manteve limpo até bem depois de terminado o jogo.
  • Os corredores de acesso às cadeiras é mal dimensionado e ligeiramente pior que o Pacaembu, tanto que a saída foi lenta e perigosa. Não há ganho de segurança em relação ao Pacaembu e chuto que a largura não atende ao tal padrão FIFA. Vai bem na contramão de tudo que se faz hoje em termos de estádios.
  • A VIVO não pegou lá nem sinal de celular (e tinha placa de propaganda dos fdps).
  • Gramado e Iluminação inacreditáveis! Nunca vi aquilo.
  • Cobertura: mentiram para você, levei um banho e quem ficar atrás do gol não tem nem a fantasia.
  • Como era evento FIFA, não tinha PM, mas sim uma cacetada de voluntários que não conseguiram fazer o povo sentar nas suas cadeiras.
  • Dois idiotas ficaram de pé no corredor, prejudicando a visão do resto e os voluntários caíram fora para não apanhar. Mas na Copa não vai ser assim.
  • Em tempo: sentar na sua cadeira é questão de segurança.
  • Visão do campo: dá para ver a tatuagem do Guerrero, mas é um senta-levanta infernal. Como é muito próximo, baixo e paralelo ao campo, se todo mundo levanta não se vê o ataque na lateral. Imagino que se eu voltar lá, terei obrigatoriamente de comprar na parte superior. O provável é que nos acostumemos a ficar sempre sentados (como os ingleses).
  • Voltei em 2:10 min e não vejo a menor possibilidade de 60.000 pessoas saírem daquele estádio com segurança. Acessos muito estreitos e não há um mísero poste de luz na parte externa. Você caminha no aperto (o que é sempre inseguro) sem enxergar muito bem aonde está indo. Lembrou a época que eu descia as rampas do Morumbi, mas rampas bem mais estreitas (acho que nem dá 1/3 da largura). A saída para a FIFA é criar eventos pós-jogo segurando o público.
  • Filas infinitas no metrô da Artur Alvim, alcançando o asfalto lá embaixo. Basta um corre-corre e muita gente morre instantaneamente. Comparativamente, na Copa da França eu fui embora de Metrô sem esbarrar em ninguém.
  • Ah, não está tão atrasado assim. A coisa pega mais nos camarotes laterais e nas obras provisórias para a Copa (visíveis no saguão apenas).

FIFA, mas pode me chamar de trouxa

Terminado o jogo-teste, a FIFA agora sabe o quanto foi engambelada pelo Corinthians, pois não há como a Arena receber com segurança (e algum conforto) 60.000 torcedores. Quanto mais ao nível do que presenciei em 1998. O Rosemberg não mentiu quando disse que era um estádio pequeno para 40.000. Aumentaram algumas fileiras e reduziram os corredores de circulação, bem como colocaram duas mega-rampas nas laterais, de gosto bem duvidoso.

Corinthians e eu

Para o futuro do time, vou escrever um troço que se confirmar nos próximos 10 anos, espero que você lembre que LEU PRIMEIRO AQUI, FDP!

O diretor financeiro já caguetou que enquanto pagar a Arena, o clube não vê um centavo da renda (R$ 30 milhões/ano). Adicionalmente, para que se atraia público com $$, ao menos, o clube precisa de um time minimamente estelar. Sem dinheiro, como fazê-lo?

Aí caiu a ficha: talvez esse estádio force o Corinthians a ser tudo aquilo que ele nunca foi, um clube adulto que administra direito o seu dinheiro. Não vai ser agora, pois precisamos ainda contratar ou o KK ou um meia esquecido do Botafogo. Precisamos ceder camarotes para os amigos do rei.

Quem sabe com o aperto que vem por aí, somado a essa dificuldade de atrair um público de maior poder aquisitivo (para o qual a Arena foi pensada), mais a água da série B batendo na bunda, talvez tudo isso ao mesmo tempo faça o Corinthians descobrir em algum momento que é hora de começar a fazer o certo.

Quanto ao blogueiro dono desse boteco, depois de 40 anos indo a todo tipo de estádio, minha condição financeira já me permite algum conforto e sou do pacote mais caro do FT. Enfim, o cara que eles querem atrair para a Arena.

Mas pelo jogo de hoje, vejo que minha aposentadoria dos estádios chegou. É hora de cancelar o FT.

Anúncios
69 Comentários leave one →
  1. 05/20/2014 14:06

    Acho que esse tempo para o jogo (7 horas) tá um pouco exagerado. Eu diria que 5 no máximo, tendendo a 4 (2 de deslocamento e 2 de jogo). Parece que o CPTM que sai da Luz é expresso e faz o trajeto em 20 min.

    Hoje, pegando onibus na Rebouças e descendo na Estação Anhangabaú, levo no máximo 1 hora até Itaquera, em dia de trabalho. Para mim, mais confortável e rápido que ir no panetone.

    Quando morava na Inglaterra, era sócio do Fulham. Tinha que fazer 2 trocas de onibus/metro pois o estádio era no sul e eu morava no norte. Tomava 5 horas no total. Pra ir pro Emirates era mais fácil, mas me tomava 3,5/4 horas. Fui em jogo no Nou Camp e tb foi perrengue pra voltar.

    Agora vejam um ponto interessante: o tempo total gasto com o jogo diminui se houver assento marcado e isso for respeitado: você pode chegar depois de o jogo começar e ainda ocupar o espaço onde escolheu. Por outro lado, se você é uma pessoa que quer escolher o lugar onde assistir ao jogo, não quer ficar longe do campo ou com visão ruim, mas os assentos não são respeitados, você terá que chegar algumas horas antes.

    Lembro de entrar no estádio às 13hs no panetone. No Paquembas, dependendo da importância do jogo, tinha que chegar 1-2 horas antes.

    Em suma: a bagunça é totalmente improdutiva.

    Curtir

    • 05/20/2014 14:26

      Excelente. Explicou melhor o que está se passando comigo.
      Ainda quero testar mais um pouco antes de tomar uma decisão. Mas a imagem da estação Artur Alvim foi meio decepcionante. Quem foi por lá, viu.

      A parte da numeração é a mais pura verdade. Ter de chegar cedo para guardar lugar de um ingresso acima de R$ 100,00 é meio complicado

      Curtir

      • André Pinheiro permalink
        05/20/2014 20:42

        o pessoal que desceu no metro itaquera sofreu menos.

        Curtir

        • 05/20/2014 20:51

          Tenho amigo que disse que foi sentado por lá. Quando eu mostrei a foto da estação, arregalou o olho.

          Curtir

    • cesar cachaça permalink
      05/20/2014 17:14

      moro em Pinheiros e marquei no relógio, tanto a ida como a volta: 1h05 da porta de casa à cadeira do estádio. Esse lance do assento marcado é fundamental; se você puder chegar ao estádio 10min antes do jogo começar, facilita e muito.

      Curtir

      • 05/20/2014 17:20

        Para mim a volta foi 2:10. Se estivesse com meu filho pequeno, seria umas 3 horas, pois não colocaria ele no aperto.

        Pelo que falaram, foi problema só dessa estação e tem coisa por fazer. Por exemplo, se eles colocassem aquele corredor de grades que colocam no metrô da dr Arnaldo, já organizava a fila. Pego quase todo o jogo esse metrô: é um aperto organizado.

        Lá estava confuso, empurra empurra, muvuca… Tudo errado.

        Curtir

    • 05/20/2014 12:14

      Essa chamada ainda é melhor. Pois o título principal tirava o “obra”…

      Quando você lê a matéria, descobre um caso. OK, daí dizer que a culpa da doença foi a obra…

      Curtir

  2. 05/20/2014 7:10

    Leio muita queixa com relação ao novo estádio (ainda não fui por estar fora do Brasil e não posso julgar). Assim como vejo muita reclamação com a falta de “estrelas” no time. Chego a ficar com pena do Mano e dos não alienados e otimistas informados (desculpe Alvaro, mas eu não resisto). Além de desconforto com o fato de estádio parecer um shopping center. E de ser longe. E dos ingressos serem para um público de maior poder aquisitivo. E da perda de “identidade” de time do povo… E por aí vai. Soa um pouco a crise de identidade de “corinthianos coxinhas” (entre os quais me incluo) por não querer ir até Itaquera (aqui não me incluo pois já disse e reafirmo, irei). Os “manos” da ZL (aqueles que alguns românticos supostamente tentam defender) foram durante anos para aquela porra do panetone (bem mais longe e bem mais difícil de chegar que Itaquera) sem reclamar 1% do que li nos últimos dias. Mas agora que temos que ir para Itaquera (eu moro relativamente próximo ao Pacaembu) é uma choração sem tamanho. Além disso queremos estrelas e queremos, além de termos que pagar um salário milionário a um técnico estrela. Mas queremos estádios “simples” e ingressos baratos. Não tenho a menor idéia como quem se queixa espera fechar a conta. Não vejo problema nenhum em ter um shopping center no estádio e uma boa parte da torcida ser de classe mais alta. Duvido que sejam a maioria algum dia. Acho sim que o Corinthians deve tentar explorar (no bom sentido) essa fase de abertura e testar quanto vale o ingresso para a Fiel. A lei da oferta e da procura costuma ser implacável. A direção ainda vai errar um pouco, mas a dívida é grande e vão ter que se organizar. E eu acho isso bom. Assim faço na minha vida privada, assim espero que o Corinthians faça na admnistração do time. Para os “românticos” sugiro torcer para a Portuguesa. Claro que há coisas que eu preferiria que fossem diferentes, mas não acho viável ficar com choração, a mudança é inexorável. E concordo com o dono do boteco, não gostou, cancele o FT e espere para ver no que vai dar. Pode dar certo, pode dar errado, mas não tem mais volta.

    Curtir

    • Ph1910 permalink
      05/20/2014 9:19

      “Os “manos” da ZL (aqueles que alguns românticos supostamente tentam defender) foram durante anos para aquela porra do panetone (bem mais longe e bem mais difícil de chegar que Itaquera) sem reclamar 1% do que li nos últimos dias.”

      Perfeito.
      Não tinha visto a questão por este ângulo, mas faz todo sentido.

      Curtir

      • 05/20/2014 10:02

        Mas esses manos não vão mais ao Pacaembu há séculos.

        Curtir

        • 05/20/2014 20:44

          Vão sim. Conheço um monte. Podem ir nas organizadas, mas vão.

          Curtir

        • 05/20/2014 20:46

          E outra: td em SP é longe. Só não é longe a padaria na esquina. Eu demorava uma hora e pouco pra chegar no Pacaembu. Mas ainda pra voltar (subida). E ia.

          Curtir

        • 05/20/2014 20:56

          Sim, por isso, lá no começo, eu disse que no MEU CASO PARTICULAR…

          Mantida a situação de Domingo, eu não conseguiria conciliar família e acompanhar a temporada. Aí complica ficar com o FT se vai pouco ao estádio.

          Sobre os Manos: TRUCO!!!!

          Curtir

    • 05/20/2014 9:55

      Eu concordo, mas para o meu caso particular, o 1o jogo teste falhou. Ainda devo ir no das 16h e em alguns jogos da copa.

      Sobre a elitização da torcida NO ESTÁDIO, o fato é que, e você sabe disso tanto quanto eu, ela já é elitizada há mais de 15 anos.

      Pobre, maloqueiro eu não vejo mais desde que o Morumbi acabou com a geral.

      Pipocam textos românticos na internet – e aprovo todos – mas está mentindo quem fala que a Arena elitizou ou embranqueceu a arquibancada. Ou que a culpa é do Rosemberg. É puro auto engano.

      Mentira!

      Já era assim há séculos. Basta lembrar que foi a Erundina quem acabou com o transporte gratuito até o Morumbi.

      O problema é que o Itaquerão precisa de torcedores de maior poder aquisitivo como eu e você e nós não moramos na ZL, geralmente termos família e fica mais difícil acompanhar a temporada toda (como nós 2 fazemos) se isso nos consome 7 horas do dia.

      A verdade é que eu não quero escrever um post sobre isso, mas vejo mais hipocrisia do que prejuízo genuíno nas classes médias que reclamam da elitização atual.

      Tô no celular, mas a última fez que abracei um favelado em comemoração de um gol, foi na geral do Morumbi. De lá para cá, só vejo classe média, basicamente universitários.

      Curtir

      • 05/21/2014 8:21

        Porra foi primeiro jogo e ainda em teste, era óbvio que muita coisa daria errado. E alguma coisa vai dar errado sempre. Mais nos primeiros 10 jogos e aos poucos vão ajustando. Quanto a elitização da torcida, acho que você está analisando um só lado. O futebol se elitizou por completo, compare salário de técnicos há 5 anos atrás e agora. O salário dos jogadores há 15 anos atrás e agora? Como sustentar isso? É por isso que digo, queremos estrelas, profissionalismo mas sem “elitizar” a torcida? E com elitizar a torcida eu quero dizer tentar faturar mais com a bilheteria. É por isso que digo, é inexorável para todos os times grandes, ou profissionaliza (e diretamente elitiza) ou vira time pequeno.

        Curtir

        • 05/21/2014 8:46

          Eu acho inevitável também. Mais do que isso, acho que essa porteira já abriu lá pela década de 90. (Não que eu fique feliz também). Daí que esse saudosismo é um pouco deslocado no tempo, pois muitos estavam nascendo na década de 80 e não sabem como era a arquibancada corinthiana.

          Fiz uma conta, a R$ 35,00/jogo (=Gaviões), o cara gastaria, em 2013, R$ 2.140,00 para acompanhar a temporada. Um cara que consegue gastar isso está longe de ser pobre, maloqueiro, o nome que se queira dar.

          Quanto ao meu caso, gastei 7 horas domingo e no Pacaembu eu gasto 3,5 h, no pior caso. Se estivesse com meu filho, gastaria 8 horas, pois não entraria com ele na AA, enquanto a muvuca não passasse. (E meu medo não é o usuário de metrô, é entrar junto TOs que, em bando, adoram fazer merda).

          Teria de melhorar muito. Como vou à Copa, terei mais chances de descobrir atalhos para deixar itaquera mais perto. Imagino que se a adesão não for alta entre Guarulhos e Tatuapé, o Corinthians vai ter de acionar algum plano B.

          Curtir

    • 05/20/2014 13:49

      Não sou coxinha, mas compro o ingresso que posso. Se há demanda há oferta, coisas que o Adam Smith inventou, e o Corinthians tem que fazer caixa.
      O que vai acontecer então: organizadas sempre serão do coração, ingressos a preço de banana. Em consequência o povão vai para as organizadas brigar por um ingresso, em consequência as organizadas ficarão mais fortalecidas, em consequência o Corinthians vai continuar refém das organizadas.
      A solução simples já foi aventada aqui em algum momento: ingressos populares, num setor atrás do gol por exemplo.

      Curtir

      • 05/20/2014 13:54

        Eu torço mesmo que eles não consigam atrair o público de mais alto poder aquisitivo e que tenham de popularizar os ingressos (para atrair o povo da ZL).

        Mas acho que não será assim. Provavelmente, o pessoal de mais alto poder da ZL e Guarulhos devem ocupar o estádio e garantir o faturamento mínimo necessário para gerar lucro ao dono da Arena.

        Curtir

  3. 05/19/2014 17:28

    Ok, o Mauro Cezar Pereira é um dos maiores anti-corinthianos que conhecemos, esse abutre filho da puta… mas, especificamente neste caso, pergunto: ele está errado?

    http://espn.uol.com.br/video/411659_para-mauro-implicancia-de-andres-com-itaquerao-serve-como-desvio-de-foco

    Curtir

    • Cesar Augusto permalink
      05/19/2014 17:35

      Mauro Toddynho, em regra, sempre está certo.

      O problema é o ódio que ele nutre pelo Corinthians.

      Mas, neste caso, está certíssimo. Indiscutivelmente, certo.

      Curtir

    • 05/19/2014 19:30

      Com certeza tem mais coisa sendo negociada. Não é um simples nome de estádio.

      Afinal, se a maior divulgação será na copa, como deixar para depois?

      Curtir

  4. Max permalink
    05/19/2014 16:07

    Agora já se fala em receber o Cruzeiro na Arena numa quarta às 16h em vez do Canindé.

    Para a FIFA faz sentido desde que as monstruosas provisórias estejam liberadas até porque do contrário elas seriam testadas em plena abertura da copa.

    Já para o Corinthians um péssimo negócio. Com esse time jogar contra o Cruzeiro ali nas mesmas condições psicológicas/emocionais de ontem me cheira à goleada acachapante com possível demissão ou entrega de boné do Mano e a parada da copa seria um mês à deriva em vez de um mês a mais de preparação que pode ser o fator definidor entre lutar pra não cair ou lutar por vaga na lib-15.

    http://globoesporte.globo.com/blogs/especial-blog/bastidores-fc/post/fifa-pede-e-corinthians-deve-receber-cruzeiro-na-arena-numa-quarta-tarde.html

    Curtir

  5. Max permalink
    05/19/2014 15:13

    O Corinthians está fechado para o povo. O modelo de gestão adotado levou à isso. É um caminho sem volta. A conta está feita e precisa ser paga.

    Curtir

  6. Elias Junior - Piracicaba permalink
    05/19/2014 14:10

    Álvaro, gosto de seus posts, mas não concordo em algumas questões:
    1. O Corinthians é o time do povo!
    2. Pago o FT do plano mais barato. Arquibancada e tobogã. Ficar sentado no estádio? Nunca!!
    3. Se for ficar sentado, pague R$400,00 e tome chuva do mesmo jeito ou fique em casa acompanhando os comentários do Neto.
    4. Ontem os próprios torcedores, inclusive de organizadas cobravam conscientização para a utilização dos espaços, inclusive banheiros. Nós (o povo) também gostamos de ser bem tratados, como banheiros limpos por exemplo, e não somente os endinheirados da área VIP.
    5. Observei várias pessoas inclusive, subindo ou descendo as escadas para procurar lixo para jogarem seus copos ou embalagens vazias. Ou seja, as pessoas vaõ cuidar do estádio na medida que forem bem cuidadas. PS: Não eram os endinheirados da área VIP ou numerada.
    6. Na saída da leste inferior ontem também estava uma escuridão. Nem para acender os leds do painel gigante eles tiveram a idéia. Será que não temos mais marqueteiros no clube? Que falta de noção para aproveitar o evento. Tem que melhorar.
    7. Creio que não deve comparar Paris com São Paulo e muito menos Itaquera. Por favor. E desafio qualquer estádio brasileiro a ter o melhor transporte público para o envento como Itaquera tem. O cara que mora em SP e quiser ir de carro ao jogo tem que levar uns cascudos.
    8. O gramado e iluminação são ESPETACULARES. Sem palavras. Comparando com o New Maraca, em nenhum momento se vias aqueles tuchos de grama saindo. E a iluminação me surpeendeu a rapidez com que depois de acesos os refletores já estavam iluminando muito bem.
    9. Arquibancadas móveis são ridículas pelo lado de fora e menos feias olhando de dentro. Mas tenho medo que os diretores pensem somente na grana e deixem aquilo lá por alguns anos. Não combina em nada com o projeto.
    10. O estádio nunca vai se tornar um caldeirão com um time jogando tão mal. Somos torcedores, não otários.
    11. Mano SABE DE NADA INOCENTE. Só você que gosta dele. Abraços!

    Curtir

    • 05/19/2014 14:46

      O problema é arrecadar o que se precisa com ingressos baratos. Se a cobra fechar, tem todo o meu apoio.

      E sim, a atitude do torcedor foi quase sempre exemplar ontem. Mas ficar de pé ou sentado não é algo que se impõem

      Curtir

      • Elias Junior - Piracicaba permalink
        05/19/2014 16:38

        Creio que a palavra imposição não é correta. Acho difícil algum corintiano, ainda mais num jogo nervoso de ontem, conseguir ficar sentadinho.
        O primeiro da fila levantou? Daí pra trás não vai ter jeito.
        Ou vai tentar impor que todos fiquem sentados?

        Curtir

        • 05/19/2014 19:27

          Acho que vale o que a maioria quer. Menos no caso dos acessos, ali deveriam multar: é questão de segurança

          Curtir

  7. 05/19/2014 14:04

    Ótimo post.

    Curtir

  8. Nicolas permalink
    05/19/2014 13:42

    Até um pouco compreensíveis os problemas operacionais do estádio. O clube não tem experiência na matéria e o estádio ainda está inacabado. Para finalizar, ainda choveu forte, sendo que dizem que a cidade passa por uma estiagem. Uma estiagem que eu não sei se é tão severa a ponto de livrar a cara dos governantes.

    Falando de problemas táticos. O time não tem atacantes para forçar jogadas pelos flancos, ficando dependente da subida dos laterais. Pode faltar, também, uma melhor distribuição dos jogadores. Não adianta os jogadores ficarem muito próximos. Tem que tentar explorar melhor a amplitude do campo. A marcação do adversário acaba ficando mais espaçada. Outra questão é que os jogadores têm que ser participativos. Não adianta o jogador ficar colado na última linha de marcação do adversário.

    O Corinthians deveria se espelhar na administração de clubes como o Atlético de Madrid ou o Liverpool. Clubes sem tantos recursos e que montaram times bem competitivos.

    Curtir

  9. Cesar Augusto permalink
    05/19/2014 13:22

    1. Derrota imperdoável, insuportável e intolerável. E com vários culpados. É impossível que um time, ainda em formação, vença uma partida com atuações individuais abaixo da crítica. Fágner, Ralf, Jádson, Renato Augusto, Guerrero e Luciano. Os dois meias não acertaram uma jogada, não criaram absolutamente nada. O centroavante, já não é novidade, perdeu um gol porque apanhou da bola. E o Ralf, meu Deus, apenha da bola, constantemente, e não sabe dar um passe de primeira. Ou Ralf joga de zagueiro ou não dá mais.

    2. Mano Menezes errou 2 vezes. Primeiro no discurso de que o jogo era difícil e tal e cousa e lousa e mariposa, como diria o Helena. Normalmente, no Corinthians, isso não dá certo, vide 2013. Só faltou dizer que era preciso respeitar a “grandeza” do Figueirense. E errou na escalação, pois insistiu com Renato Augusto em condições diferentes do amistoso, em Curitiba. Lá, os volantes eram Elias e Bruno Henrique e por isso, só por isso, que o time foi mais desenvolto. Renato Augusto foi bem em Curitiba, fez gol, mas o diferencial foi à presença de Elias, o volante que infiltra, e um volante de bom passe, Bruno Henrique. Mano quis antecipar etapas, mas, ao final, regredimos 2 casas, especialmente no emocional. Mano sempre tem uma desculpa pronta. Ou é o gramado, ou a falta de entrosamento ou a inauguração do estádio, ou, ou, ou…Na verdade verdadeira, o Corinthians não pode perder para o Figueirense, sob nenhuma hipótese.

    #vaidartimemassemoralf

    3. Lodeiro tem 25 anos é o tipo do meia, que joga uma boa partida, hiberna, e depois de 10 jogos, faz outra grande partida. Não seria necessário, mas o Corinthians fez certo. É a forma de receber alguma coisa em relação ao Emerson Sheik ou alguém, em sã consciência, acha que o Botafogo pagaria o salário astronômico do patife?

    É um negócio de ocasião.

    #podedarcertomasnãoéoqueprecisamos

    4. Corinthians conseguiu uma arrecadação de 3 milhas com ingresso, em média, a 83 reais. Pelo relato do dono do boteco, suponho que se a política não for alterada, não há a mínima possibilidade do estádio lotar em jogos noturnos iniciados às 22h00min.

    5. Não entendo de arquitetura tampouco de engenharia, mas o estádio me pareceu bonito, sim, exceto, é claro, às provisórias. Horrorosa, por sinal.

    6. Só o tempo, o senhor da razão, dirá se o estádio será um bom negócio. Só o tempo.

    Curtir

    • Cesar Cachaça permalink
      05/19/2014 16:26

      eu não vejo essa do “mano sempre tem uma desculpa”…acho que do que seria aceitável, ele até que assume bem. Ontem ele começou a entrevista dizendo que o time esteve abaixo, ponto. Aí vem as compreensões do fato, que não são necessariamente justificativas: esteve ansioso bla bla bla. Justificar / dar desculpa para mim é culpar juiz, falar que tava desfalcado etc. O que mais é esperado dum técnico dizer quando perde? Que o time é uma b* e/ou que ele técnico não sabe montar o time? Aliás, entre as falhas / vantagens do Mano, sempre gostei dessa: as entrevistas sempre me tranquilizaram que os problemas do time estavam mapeados e provavelmente seriam trabalhados no futuro. Continuo achando isso…

      Curtir

      • Cesar Augusto permalink
        05/19/2014 16:35

        As entrevistas são sempre melhores que a prática. O discurso é bonito, pausado, mas a verdade é que estamos em maio e o time não decolou porque Mano Menezes perdeu tempo no Campeonato Paulista com uma tática mais ousada. Desde o início, o mais simples era a manutenção do Titenaccio com alterações pontuais. Mano quis mudar tudo a fórceps, os resultados não vieram e a consequência disso foi uma imensa perda de tempo porque a vaidade cega o ser humano.

        Mano quis desconstruir todo o trabalho de Tite e se deu mal.

        Curtir

        • 05/19/2014 19:24

          O titenaccio flertou com o rebaixamento com um elenco bem melhor. Acho que era um modelo vencido. Quem está tentando repetir tem se estrepado.

          O que ele deveria ter feito é mantido um meio mais fortalecido.

          Curtir

        • Cesar Cachaça permalink
          05/19/2014 19:54

          meu diagnóstico é diferente; para mim o ponto de inflexão foi a invasão. os 5×1 pro Santos foram circunstanciais, por um detalhe ou outro poderíamos até ter ganhado o jogo. Aí houve invasão de CT, 2 jogos perdidos com time totalmente apático, reformulação forçada, e perdemos por baixo 2 meses. De qquer jeito, mesmo times embalados sofrem apagões como ontem – imagine um time em formação…Vejo a tend~encia: tivemos 4 jogos consecutivos com pequenas evoluções e um apagão geral ontem. É acompanhar para ver como o time reage.

          Curtir

        • 05/19/2014 19:57

          Exato. Não dá para tirar da conta a invasão.

          É só olhar o histórico

          Curtir

      • 05/19/2014 19:11

        Somos 2

        Curtir

    • Sérgio santana permalink
      05/19/2014 22:08

      1- Concordo plenamente mas acho que o conceito de time em formação se extingue quando se enfrenta Marquinhos e Thiago Heleno.O técnico alėm de não motivar,desmotiva o elenco , deveria ter exigido um gol até os 5 minutos, ficou pedindo calma (ala nelsinho batista) e o ápice foi a entrada do Paulinho . Foi uma das piores atuações de um técnico que tenho conhecimento.

      Curtir

      • 05/19/2014 23:03

        Eu acho que ele errou na escalação do Jadson, o melhor era colocar mais um meia defensivo e combater o meio.

        O problema maior dele é não ter jogador de qualidade na frente, viu a furada do Guerrero? Pois é, todo jogo ele perde um gol decisivo.

        Curtir

  10. Sergio Santana permalink
    05/19/2014 13:17

    1-Sorte nossa que o Riva marcou o primeiro gol , Precisam fazer uma placa e colocar lá na entrada.
    2-Achei o Figueirense muito mais motivado que nossa equipe , que parecia estar jogando um jogo qualquer.
    3-Vamos perder o ano insistindo com Ralf, R.A. e Jadson ….Nenhum serve. Ralf já não está mais com a cabeça no timão.
    4-Meiuca deve ser Guilherme, Bruno e Elias e mais um compondo.. pode ser o Petros
    5-Quem cairia bem no timão era Pirlo ou/e Drogba. Kaka é muito bambi …
    6-Acho que o Estádio , sem as provisórias , fica pequeno para nós. Vamos trocar os 32 do Paca por 42 ou 44 mil . Duvidoso.
    7-Acho que tem que limitar ao máximo a ida de torcedores de carro, Metro tem que ser a opção.

    Curtir

  11. Múcio Rodolfo permalink
    05/19/2014 12:32

    1- Durante a transmissão, o locutor da bandeirantes disse que no novo estádio o adversário irá sentir mais a pressão do que sentia no Municipal. Ontem não foi o que se viu devido ao comportamento “plateístico” de quem esteve por lá. Relatam que ao começar a chuva, a torcida VIP correu para se proteger. Faltou no momento um pouco de raul-seixismo (“mas a chuva é minha amiga e eu não vou me resfriar). O que estariam pensando aqueles torcedores que um dia foram acompanhar o time num jogo no litoral e contraíram pneumonia durante a viagem de trem? O fato é que a diretoria precisa lembrar que, apesar da nova cada, o Corinthians não pode perder a essência.
    2- Confesso que estava meio cabreiro com a festa de inauguração. Eu já disse aqui que não gosto de jogos festivos.Costumam dar azar – ainda mais quando não se tem um time pronto, acabado etc etc…. Mesmo com time pronto, a nhaca costuma aparecer. Superstição à parte, o time jogou mal de novo. Os tais 9 jogos invictos devem ser relativizados, vide a qualidade da maioria dos adversários enfrentados neste período.
    3- Eu penso que com 5 meses de trabalho já dava para o treinador tirar da cabeça dos jogadores quaisquer resquícios advindos do trabalho executado pelo treinador anterior…

    Curtir

    • 05/19/2014 13:47

      1, 2 e 3 – onde assino?

      Curtir

    • Correa Leonardo permalink
      05/19/2014 14:06

      2 – Pois é, a derrota nem me surpreende. Conhecendo o Corinthians de outros carnavais, é quase certeza de que jogo festivo, inaugural, carrega algum tipo de zica. Mesmo com elencos melhores isso aconteceu, por que com esse limitadíssimo seria diferente?

      Curtir

    • Marcelo Iunes permalink
      05/19/2014 14:49

      Eu avisei meus primos que foram ao jogo, na Páscoa, quando encontrei com eles (agora morando em MG, não tenho mais como ir ao s jogos), que nós perderíamos o jogo. É aquela velha história um monte de pessoas que não são habitués de estádio, querer vencer a qualquer custo e o psicológico que já não é bom, lá embaixo…receita perfeita para a zica, pelo menos não estreamos em um jogo de mata-mata….abs

      Curtir

  12. Max permalink
    05/19/2014 9:39

    Fantástico!

    1 Nascemos inspirados num time inglês, a história nos levou a ser “o clube mais brasileiro” e agora pra sobreviver teremos que jogar como um time inglês. Eis aí amigos a ironia concretizada.

    2 Estive apenas em “campos” aqui do interior quando o Corinthians jogou por perto. Na única vez que estive no Pacaembu fiquei nas laranjas e lembro de achar o tobogã muito alto. Minha esposa foi categórica: “Não fico ali nem f……”. Essas provisórias nada mais são do que “tobogãs de ferro”. Um milagre (?) a FIFA topar abrir a copa naquilo. Me cadastrei para o sorteio dos ingressos mais baratos da abertura da copa e que bom que não fui sorteado. Não fico ali nem f……

    3 Dentro do que o blogueiro concluiu poderá esse estádio ter iniciado o processo de rompimento definitivo com as TOs?

    4 Veja que sinuca de bico. Precisamos de um time mega-técnico pra jogar nesse gramado. E quando jogar fora? Principalmente no paulistão? Mas mesmo no BR (e na tal libertadores) pegaremos gramados ridículos onde o time mais técnico já larga atrás.

    5 O blogueiro representa exatamente o público alvo para o qual o estádio foi pensado e já considera aposentadoria dos estádios! Eis aí o principal sinal de que sem time o projeto nasce morto.

    6 Esse modelo de estádio-shopping vai levar um novo público para os jogos. Quando estive no Pacaembu cheguei muito antes, visitei o museu, comi um PF no Bar Brahma, passei o dia todo. Em Itaquera quando toda parte shopping da coisa estiver pronta isso vai funcionar bem melhor e mais caras como eu irão querer rodar 200km pra gastar nosso rico dinheirinho com o clube mas desde que haja TIME. O time sempre será o produto principal.

    7 Sobre o jogo nada além do previsto. Time nervoso, finalizações afobadas, claramente todos queriam fazer o primeiro gol do estádio, foi nítido isso. Adversário “leve” sem nenhuma responsabilidade aplicou com precisão sua proposta de jogo. Isso deverá se repetir principalmente nos primeiros clássicos contra nossos 3 coirmãos que funcionarão praticamente como 3 novas estréias. Será um período difícil de adaptação.

    Curtir

    • 05/19/2014 11:28

      1 Genial!
      3 Eu acho que, ao menos, o protagonismo deles diminuiu pela arquitetura acanhada da parte deles. Eles ficam mais baixo, tem de ver como ficará no futuro essa coisa.

      Por ontem, senti eles diminuídos.

      6 É, mas levar a Família toda todo domingo de jogo não é tão fácil. Para o solteiro é bem mais fácil. No Pacaembu, saindo às 15h, chego na boa e volto também rapidinho.

      Ontem, foi tipo 7h de comprometimento. Se for todo domingo isso, perco muito tempo com os familiares (lembrando que o FT só compensa se você for a temporada toda).

      E ir para ver um time tão, digamos, inocente? Prefiro sinceramente assistir ao Sub-20.

      Não decidi, mas, por ontem já era.

      Curtir

    • 05/19/2014 12:02

      6 – O produto sempre será o time e, como dizia Sócrates, os artistas são os jogadores. Não se pode perder artista bom e temos que trazer/criar novos, sempre.

      A “questã” é: são os nossos times tão piores que um Hull City ou um Everton da vida? Porque, ali, os caras jogam rápido, acertam cruzamentos, fazem troca rápida de passes e conseguem fazer um jogo intenso, o que acaba por ser ATRAENTE.

      Algo me leva a crer que nosso treinamento é ruim, muito ruim.

      Curtir

      • 05/19/2014 12:16

        Acho que é um pouco de tudo e muito paternalismo.

        Quando ganha o Jadson? 100, 200? E pode chegar assim tão gordo?

        Será que um treinador ou dirigente pode cobra-lo?

        Parece que não. São tratados como príncipes e não têm base para encarar um jogo dessa importância.

        Curtir

  13. viramundo permalink
    05/19/2014 8:38

    Eu tô numa decepção sem tamanho. O jogo de ontem esfregou em nossas caras que o time é ruim. Precisa de reforços. Pra ontem.
    Tb tive a sensação de um jogo rápido demais. Para o bem e para o mal.
    Deixar de ir ao estádio pq?

    Curtir

  14. 05/19/2014 8:24

    Leio isso no Silvinho:

    “E a se lamentar: Mais cadeiras foram quebradas, somando-se as mais de 50 quebradas sábado passado.

    O MST não teria feito tanto estrago.”

    PQP

    Curtir

    • 05/19/2014 10:38

      Como existe numeração e câmeras, é só cobrar.

      Mas eu acho que o problema não foi vandalismo. O que ocorreu: como os corredores eram estreitos, o pessoal pulava as cadeiras que, apesar de bonitas, são bem esbeltas e frágeis.

      Curtir

  15. 05/19/2014 8:22

    Um dos seus melhores posts.

    Como disse o Raphael, o futebol inglês também teve mudanças no estilo depois de reformas nos estádios. Jogos mais rápidos, bola correndo redonda e torcida na orelha. A adaptação virá, tanto do atual time como na contratação dos futuros jogadores.

    Sim, o estádio deveria nos obrigar a ser mais profissionais na administração de nossas finanças.Mas, será que conseguiremos? Para mim isso é quase uma utopia.

    Fui ao estádio 3 vezes acompanhando os técnicos de minha empresa em inspeções. Consegui ver algumas falhas de projeto, mas acho que essas que você aponta sobre os corredores ficam mais claras durante o evento. A segurança me preocupa muito e creio que nossa prefeitura vai ter que dar um tapa na avenida para torná-la mais segura para os que vão a pé desde Artur Alvim.

    Não entendi o motivo da aposentadoria dos estádios?

    Curtir

    • 05/19/2014 10:35

      Só compensa o FT se você vai a todos os jogos, como eu faço (nem sempre consigo) ano a ano no brasileirão.

      Ficou muito longe para mim, complica o almoço de domingo e a volta é tarde também.

      Jogos à noite são impossíveis de ir.

      Não é uma decisão definitiva, pois ainda vou à copa e imagino que o Corinthians não quer perder torcedores como eu. De fato, o Corinthians quer MAIS torcedores como eu.

      Curtir

      • Cesar Cachaça permalink
        05/19/2014 13:06

        nisso eu discordo um pouco: acho que o principal motivo do FT é garantir que você tenha ingresso nos 4 ou 5 jogos mais concorridos do ano (eu e uns 3 amigos não relacionados tem esse FT por esse motivo). Esse ano vai ser difícil calibrar porque eles vão explorar a novidade; mas no médio prazo, eles vão ter que ajustar o preço para que, de fato, nos 4 ou 5 jogos principais do ano a procura seja grande o suficiente para que 90% dos ingressos sejam vendidos para FT. Se isso acontecer, o FT continua válido. Mas os preços deverão ser menores do que eram no Paca, certamente.

        Curtir

  16. Raphael permalink
    05/19/2014 4:33

    O jogo foi mais do mesmo que nos acostumamos desde a era Tite. Impressiona a dificuldade de articular uma mísera jogada, a falta de movimentação dos jogadores – e quando se movimentam, o fazem de forma BURRA.

    Aliás, por favor notem isso… todas as movimentações são: toca para o companheiro do lado que está marcado – corre igual um jegue doido para frente e aí:
    1. recebe uma tentativa geralmente frustrada de passe longo, por conta da pressão no lançador e falta de qualidade técnica geral da nação
    2. não recebe nada, olha para trás e fica por ali mesmo próximo à área ~segurando a marcação~

    O 1º tempo foi sintomático: mesmo com uma condição mais favorável (adversário ainda não estava com 11 atrás da linha da bola), não conseguimos dar um mísero chute a gol. O blogueiro apontou todas as condições, mas eu cruzo mais uma na área:

    – Nesse gramado o jogo fica muito mais corrido, quase frenético. A bola rola muito melhor, mas ao mesmo tempo o nível de qualidade técnica é exigido ao extremo. Estes fatores são derivados do gramado, mas um outro vem do formato do estádio e é novo ao futebol brasileiro: ninguém, nem o cara que ganha 500 mil reais por mês, aguenta milhares de torcedores colados na sua orelha, olhando no seus olhos, e falando groselhas e dizendo que vai pegar sua mãe, sua irmã, sua tia e sua filha. O cara sabe que, se vadiar, vai tomar uns tapas no orelha. A pressão, amigos, será para o bem e mal do time… e a adaptação a isso leva tempo.

    E ainda sobre a técnica: nesse padrão de estádio/gramado, Ralf e Guerreiros são seres em extinção. Jadson e RA também, se não aprenderem a se movimentar (mais e melhor) não terão mais espaço. Que time de alto nível na Europa joga com um centro-avante brucutu na frente e/ou outro entre o meio de campo e zaga? Todos eles têm caras técnicos… o único volantão estilo do Ralf recente que me lembro foi o De Jong no Man City de temporadas passadas, mas ainda assim jogando com 4~5 “craques” à sua frente. O resto é Xabi Alonso, Lampard, David Luiz, Gerrard, Lahm… na frente também, com caras que têm qualidade para trabalhar a bola bem como botá-la pra dentro em boa parte das chances que têm.

    Jogadores nessa qualidade são obviamente caros, mas no elenco temos caras mais baratos do que Ralf e Guerreiro, para suas funções. Exemplo? Troca Ralf por Guilherme ou Bruno Henrique, troca Guerreiro por Luciano… e já melhora uns 50% a qualidade no passe e retenção de bola. Destruir é fácil demais, se o time é bem postado em campo. E só para concluir: concordo que o novo estádio pode mudar a administração do clube para sempre. Acho também que o nosso estádio e os demais podem mudar o jeito de jogar do Corinthians e até de todo o futebol brasileiro para melhor.

    Curtir

    • 05/19/2014 5:40

      Fantástico!

      Você matou o enigma que estava me corroendo.

      Corinthians, de agora em diante, é um time inglês: tem sempre de contratar jogador rápido, velocista e com muita personalidade.

      Jogador preguiçoso, pançudo, cagão, é derrota certa.

      Explica-se a correria do futebol inglês. É muita pressão no time da casa.

      Curtir

      • André Pinheiro permalink
        05/19/2014 9:43

        falando em cagão o que o jadson se escondeu do jogo ontem foi brincadeira,
        continuo sonhando num esquema em que o r.a. faz uma função estilo gerrard no liverpool?

        Curtir

    • Cesar Cachaça permalink
      05/19/2014 13:03

      análise muito boa; é isso mesmo, vai levar tempo para se adaptar ao estádio também por conta do gramado, da proximidade….o lado bom é que se tem um técnico para promover essa adaptação acho que é o Mano.

      Curtir

    • 05/19/2014 14:03

      Mas acho que, ao que você disse, soma-se o que alguém mencionou lá em cima: os demais estádios do Brasil e América do Sul estarão na mesma condição, de modo a que favoreçam esse time de “padrão inglês”?

      Curtir

  17. 05/19/2014 0:05

    Sou um cara que nunca foi a estádios antes da Copa das Confederações, mas a cultura daqui de Brasília é diferente, não tem organizadas, quem ficava em pé apanhava.
    É interessante saber como será o comportamento da torcida daqui em diante.

    Curtir

    • 05/19/2014 0:06

      As organizadas acho que não atrapalham dentro do estádio, pois ficam bem atrás do gol (o que nem é problema para elas, pois mal prestam atenção ao jogo).

      Acho que de tanto senta-levanta, ou vamos todos sentar ou vamos todos ficar nos corredores!

      Curtir

      • 05/19/2014 0:10

        Na minha estúpida opinião, atrás do gol foi o melhor lugar que já achei para ver o jogo, ali por volta da fileira 25, visão do campo todo.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: