Skip to content

Mesa: a falácia do nivelamento

05/27/2014

Uma cascata recorrente é do nivelamento do Campeonato Brasileiro. Nivelamento em que o Botafogo tem, na 7ª rodada, 11 pontos a menos que o líder.

Com esse sistema bacana do PFC pela internet, consegui ver a muitos jogos e não há como colocar Cruzeiro junto das outras equipes. A menos de desmanche, eles devem passear no campeonato. Depois vejo o Fluminense e, a seguir, o Inter, que tomou um belo choque de realidade Domingo.

As outras equipes, ou estão em montagem de elenco ou dependem de que as outras se enfraqueçam na janela de transferências. Inclusive, o mercado europeu virou a plaquinha de EM CRISE para COMPRANDO.

Cruzeiro está jogando bem, mas já falam em desmanche.

Pontos corridos é assim

Aqui as equipes são usualmente montadas ao longo dos campeonatos. Quem tem equipe pronta e elenco bom (=reservas bons), sai na frente e não sai da frente a menos que venda sua equipe, como fez o Corinthians em 2009.

É uma zona. Olha a despertadores no meio do ano, premida pelos estaduais. O pior que pode ocorrer é um elenco bom vencê-la, acaba o ano do seu time.

Cruzeiro

No papel é jogo para goleada, mas o campo da Arena Portuguesa deve segurar um pouco a petulância mineira. Um empate seria fantástico, principalmente se você lembrar que perdemos um goleiro diretamente responsável pelo baixíssimo número de gols tomados.

Pedreira

NINGUÉM FOI ATRÁS DA INFORMAÇÃO, mas, alertado pela torcida do Santa, descobri que a torcida do SPORT jogou pedras no veículo do juiz. Está na súmula no saite da CBF:

apos o termino da partida quando a equipe de arbitragem chegou ao veiculo do quarto arbitro sr. sebastião rufino ribeiro filho, nos deparamos

com o vidro traseiro do lado esquerdo quebrado, atingido com uma pedra grande, a mesma se encontrava em cima do banco traseiro com os

estilhaços, foi feito um boletim de ocorrencia de numero 073/2014. informamos que o carro se encontrava estacionamento no local dentro do

estadio destinado pela equeipe do sport club do recife para arbitragem

A punição deveria ser rápida e exemplar como fora no caso da privada, mas como o assunto não saiu na mídia, não matou ninguém com privada…

Foto veio do blogue do Diário de Pernambuco.

Bom Senso FC

Como essa é a mesa da FALÁCIA, a Dilma fica estarrecida com alguma coisa falada por lá e o Ronaldo com vergonha do atraso da Copa.

Ponha a sua falácia futebolística na nossa mesa semanal!

 

Anúncios
30 Comentários leave one →
  1. Múcio Rodolfo permalink
    05/28/2014 0:11

    Sem querer ser repetitivo, eu vou lembrar aqui que no ano passado o discurso era que bastaria mandar aquele técnico ineficaz e paneleiro, trazer um que “entendesse realmente de futebol” que todos os nossos problemas seriam resolvidos. Diziam também que no elenco havia jogadores melhores que os então titulares que só tinham tal condição devido a um “estranho” critério de merecimento do então treinador. Acusavam-no de não dedicar ao Alexandre Pato o carinho que este precisava e merecia e de sacanear o Jocinei para favorecer o Ibson.
    Então, veio o Mano – antitese do Adenor (sqn) para resolver todos os problemas. No entanto, Pato continuou sem ter o tal carinho e o Jocinei seguiu esquentando o banco. Verdade que o time perdeu jogadores, mas eram aqueles que muitos consideravam como imprestáveis – Alessandro, Paulo André, Emerson…. Ok saíram o Edenilson e o Douglas também, mas estes dividiam opiniões.
    Assim, me parece que houve um erro de avaliação tanto com relação ao elenco que não era aquela oitava maravilha que muitos imaginavam e com relação ao treinador atual, que está entre os melhores do país, mas que não é tudo aquilo que dele se pensava. Como já foi dito por outro frequentador do boteco com 5 meses de trabalho e o time ainda não se encontrou. A goleada de domingo é tão ilusória quanto aquela vitória no amistoso diante do Atlético Paranaense.
    Apesar de não ter aquela força de 2009 e 2010 (times do Mano) e de 2011 e 2012 (times do Adenor), o time atual é muito melhor do que aquele de 2007 – que perdeu no meio do caminho tanto o Marcelo Matos quanto o Willian. Eu penso que a tal invasão teria um efeito maior se fosse associada a um desmanche no elenco -algo que parece não vai ocorrer e se o ambiente fosse tenso como nos tempos da decadência da parceria, que por sinal chegou cedo demais. Dessa forma, poderíamos ter um quadro similar a 2000 e 2006.
    Amanhá eu esto achando que vamos ganhar. Só não sei o porquê!

    Curtir

  2. 05/27/2014 22:54

    Sobre o elenco, nosso time titular tem nomes bons, mas nosso banco tem poucas opções. Isso é fato, mas não justifica falar em rebaixamento, longe disso. Estamos tranquilamente na frente de um monte de times aí. Em termos de time titular, acho que estamos atrás de Cruzeiro, Internacional e, desgraçadamente, São Paulo. O Fluminense também tem uns caras, mas acabo lembrando que eles foram rebaixados ano passado e penso no quanto não faz sentido considerá-los favoritos agora. Também dá pra lembrar do Atlético MG, mas a coisa parece que perdeu a magia por lá.

    A grande vantagem do Cruzeiro, no entanto, não são os nomes, mas o entrosamento de um time montado e vencedor, o que nenhum dos outros times já tem. Já foram citados aqui uma meia dúzia de jogadores bem mais ou menos que eles têm por lá, mas que casaram numa equipe muito boa. É aquele momento que os times têm em que caras medianos viram bons, e bons viram ótimos. Tem também peças de reposição em nível semelhante e também entrosadas, o que dá fôlego para o Brasileiro. Mas muda muita coisa num campeonato tão longo e se eles perderem uns dois caras chave podem perder também a química do grupo.

    Entrando Elias, Lodeiro e um atacante bom, fechamos um bom time titular e ganhamos alguns reservas úteis. Vai faltar dar a tal liga.

    Curtir

  3. Cesar Augusto permalink
    05/27/2014 17:37

    1. O Cruzeiro tem um elenco superior aos adversários, mas haverá o desmanche inevitável. Ademais, o futebol do Cruzeiro neste primeiro semestre, por enquanto, é decepcionante. Fez uma Libertadores pífia, sendo eliminado por um time simples, o San Lorenzo, mas o elenco, de fato, é bom, tem peças de reposição e, principalmente, entrosamento e confiança pelo título do ano passado.

    Porém, na minha opinião, é não é fanfarronice, o Corinthians, jogando em casa, nunca foi zebra.

    O Cruzeiro tem um time melhor, mas o Corinthians pode igualar na vontade, na raça e na força da torcida. E pode jogar no contra-ataque, sem problemas.

    2. Neste início, vejo o Corinthians abaixo do Cruzeiro e do Fluminense. E só. Não estamos abaixo nem de Inter, Grêmio e SPFC. E temos uma vantagem: Nenhum destes times têm o potencial de crescimento que o Corinthians pode ter com Elias, Lodeiro e mais um atacante. Por outro lado, todos os times do Brasileiro, até Cruzeiro e Fluminense, jogam com 10 atrás da linha da bola. O futebol moleque acabou no Brasil. Por incrível que pareça, o time mais faceiro do Brasil, hoje, é o São Paulo, do Muricy. Joga com apenas 1 volante de origem, Souza e três atacantes. O problema é a defesa, que é fraca. Se Muricy equilibrar o time, brigará lá em cima.

    3. Ronaldo e Romário são farinhas do mesmo saco. A diferença é que o Ronaldo, aparentemente, abandonou o barco em prol do apoio ao Aécio e o Romário foi “saído” do barco pelo Teixeira, pois, de início, Romário apoiava a Copa e serviu de garoto propaganda no evento que definiu o Brasil como sede. São oportunistas da mesma forma que eram quando balançavam as redes adversárias.

    Curtir

    • André Pinheiro permalink
      05/27/2014 21:17

      2. no futebol de hoje em dia é quase impossivel equilibrar um time com 3 jogadores que nao jogam sem a bola: pato, luis fabiano e ganso.

      Curtir

    • 05/27/2014 21:47

      O último jogo do Fluminense foi horroroso, terrível, pior até que o nosso, mas eles tem o Walter.

      Curtir

  4. cesar cachaça permalink
    05/27/2014 15:39

    Eu ainda acho que é nivelado por baixo; o Cruzeiro está em um patamar superior pq (i) é um time encaixado (ii) não mudou nada do ano passado para esse, ou seja, joga junto a mais tempo. Em termos de elenco e nível, não é nada que, por ex, São Paulo, Inter e Corinthians não poderiam estar jogando, se tivessem tido o mesmo encaixe. Na boa, pega o time que jogou contra o Inter: Ceará, Leo, Bruno Henrique, Egydio, Willian Farias, Henrique (que não jogou nada no Santos), Dagoberto (always refugo), Marcelo Moreno (banco do flamengo até ontem). Dizer que é um elenco superior é forçar a barra; talvez o marcelo seja um técnico que mereça mais crédito do que tenha. Para mim é isso + encaixe + tempo jogando junto. O Cruzeiro não foi eliminado da liberta por acidente; o time argentino foi amplamente superior na soma dos 2 jogos. Isso é um forte indicativo.

    Curtir

    • 05/27/2014 18:09

      Olha, o Inter tomou um baile…

      Curtir

    • André Pinheiro permalink
      05/27/2014 21:08

      podem até ser refugo, mas são jogadores cascudos, e ainda olha pro banco tem borges, julio baptista, william xororó, nao tem nenhum juvenil no banco, da pra mudar um jogo no segundo tempo. o mano olha pro banco e só tem apostas, num da pra contar mais nem com o danilo.

      Curtir

    • Correa Leonardo permalink
      05/28/2014 10:30

      Sobre a fórmula “base ruim que joga junto há muito tempo”, temos o nosso coirmão Velho Freguês que foi tricampeão brasileiro na base do Muricybol. Era um time horrível mas entrosado.

      Curtir

  5. 05/27/2014 15:32

    Um empate seria fantástico? Chego a duvidar da imparcialidade do dono do boteco tamanha a quantidade de desculpas que ele anda antecipando para justificar qualquer possibilidade de fracasso. Que mudança daquele crítico implacável de 2013, que chamava o técnico de mal caráter por não por o Pato para jogar. Eu não concordava sempre, mas prefiro aquele a este atual “chapa branca.” Nesse sentido, não, um empate em casa não será nunca fantástico. Na mesa da falácia a minha escolhida é aquela que insistentemente diz que alguns jogadores são péssimos e que o elenco é muito ruim. Em um mundo absoluto seguramente são medíocres. Mas como não competimos com o Bayern de Munique nem com o Real Madrid, é preciso ser minimamente razoável (e imparcial) e reconhecer que nosso elenco é muito melhor que pelo menos metade dos times do brasileiro (o que não quer dizer que é bom). Mas ainda não temos um time, e isso é responsabilidade da comissão técnica. Técnico bom é aquele que faz o melhor possível com o elenco que tem ou pode ter. Não duvido da capacidade do Mano, mas ele ainda está devendo bastante. Quarta vou ao Canindé para falar isso a ele pessoalmente :-).

    Curtir

    • 05/27/2014 18:07

      É que você não viu o jogo do Cruzeiro…

      Sobre o Mano, está indo melhor que o Tite, não fosse a invasão e as poucas contratações, estaríamos na disputa com o Cruzeiro.

      Curtir

      • 05/28/2014 9:28

        Só para deixar claro, não sou a favor da demissão do Mano. Qualquer técnico precisa de pelo menos um ano para “desabrochar”. Mas que em 5 meses ele já deveria ter montado um time, isso teria. E quanto ele ir melhor que o Tite, me surpreende que o Adenor seja o teu parâmetro para alguma coisa. Além disso, se a minha memória não falha, e costuma falhar com uma frequência maior do que eu gostaria, o Mano está indo pior nesse inicio de campeonato que o Carpegianni. Lembra daquele ano? Resumindo, não me importa se está indo melhor ou pior que um Corinthians de outra época, me importa sim que ande bem.

        Curtir

    • 05/27/2014 19:32

      Eu concordo, acho que o Álvaro está aliviando com o Mano.

      Pra mim os dois técnicos são iguais. A diferença não existe… os dois dependem de lances individuais pra fazer gol… os dois culpam os jogadores pelos empates e pelas derrotas…

      Curtir

    • Max permalink
      05/27/2014 20:37

      Dentro desse assunto Mano x Tite quero dar o meu pitaco:

      Devemos lembrar que TIte pegou uma espinha dorsal pronta e o MM pela segunda vez está juntando os cacos.
      Eu participei ativamente do MFT porque não aguentava mais a forma de jogar do Corinthians do Adenor. Cada vez que eu via o Romarinho dando combate na nossa linha de fundo o sangue me fervia nas veias.
      Por pura falta de opções no mercado de técnicos (já que no BR boleiro não joga pra técnico gringo) eu pedi pelo Mano. Até tive medo que ele se empregasse e sobrasse um Joel Santana da vida pra gente. No entanto quero fazer duas ressalvas:

      1 Minha lembrança da última passagem do Mano é do Corinthians se lançando ao ataque freneticamente no municipal e eventualmente tomando o gol primeiro num contra-ataque e algumas vezes sofrendo pra chegar ao empate ou até perdendo. (alguém tem as estatísticas do MM e do Tite no Pacaembú pra compararmos?)

      2 Me passou pela cabeça que Tite, motivador nato que é, talvez tiraria o mesmo que MM tirou desse elenco até agora, uma vez que o elenco que deram ao Mano é mais do tipo operário comparado ao que o Tite tinha.

      Curtir

      • Cesar Cachaça permalink
        05/27/2014 22:15

        o último time do Corinthians que jogou bola (com a bola nos pés, não taticamente), foi do Mano, em 2009. Quando saiu para a seleção ele tinha esboçado um novo time que estava na liderança do BR, embora fosse cedo para dizer que o time se manteria. Dá para dizer que o Mano montou 3 times com estilos diferentes nessa primeira passagem – 2008 na série B, 2009 e 2010. O Tite, com todos os seus méritos, pegou um time quase formado, recebeu ótimas peças (Liedson, Sheik, Alex) e, enquanto deu certo (e, mãos à palmatória, deu muito certo), foi em frente; não soube mudar. Sem contar outros times; o Grêmio do Mano em 2007 era um time bem interessante. Tite, fora o Corinthians, tem como méritos pegar times fracos, arrumar a defesa e ganhar jogos na base do catapimba. Tite e Mano tem muitas diferenças. Em benefício de Tite, lembramos o que já foi repetido aqui algumas vezes: no campo motivacional e no relacionamento com os jogadores, ele é bem superior. Enfim, acho que dizer Mano = Tite é só bobagem.

        Curtir

        • 05/27/2014 22:43

          Eu discordo um pouco da avaliação dada ao Tite. ele teve muitos méritos na montagem tática do time. Se pegou um elenco montado pelo Mano, criou um estilo de jogo bastante específico e diferente do antecessor – até porque este era o Adilson… Montou uma estrutura tática rígida, com linhas muito próximas na maior parte do tempo recuadas, mas em vários momentos adiantada numa pressão bem organizada. Era um sistema que não lembro de ver se manter no futebol brasileiro por tanto tempo, com tanta disciplina. E que valorizava o jogo do Paulinho, que era o melhor que tinha. Teve dois grandes problemas, um constante, outro no final: primeiro, o jogo era muito chato em muitos momentos; segundo, não conseguir mudar o time quando ficou claro que esse esquema não funcionaria mais com as peças que tinha.

          Mas acho Mano um técnico mais inteligente e criativo que o Adenor, pelos motivos que você citou. Nada me tira da cabeça que teríamos levado aquele brasileiro de 2010 se ele tivesse ficado. No time atual, é preciso dar tempo ao tempo. Defendo que nenhum técnico deva ser demitido antes de um ano de trabalho, a menos que a coisa degringole de forma trágica. Até aqui, estamos até que bem para um time em formação.

          Curtir

  6. Max permalink
    05/27/2014 14:40

    1 Já vimos esse filme. Time superior tecnicamente enfrenta time inferior num gramado ruim campo acanhado, jogo de correria e chutões. Empate ou até derrota do melhor time.

    2 Eu acho que estaremos em algum lugar entre o 4o e 6o em dezembro. Mas tudo pode acontecer na janela. 3 caras que saem desmancham um time inteiro e pelo que consta no timão não sai ninguém (talvez Ralf) e chegam Elias e Lodeiro (uau!).

    Curtir

  7. permalink
    05/27/2014 13:30

    Não concordo com a contatação “é jogo pra goleada”. Mesmo olhando “o papel”.
    Primeiro que o Cruzeiro não está com essa bola toda. Não entremos na mesma onda da imprensa que precisa encontrar um campeão logo no início do campeonato. Se o Cruzeiro fosse tão superior assim não teria sido eliminado bovinamente na Libertadores.

    Empate fantástico? Que isso… somos Corinthians e convenhamos que o nosso elenco não é ruim. O treinador também não. Vamos ter um pouco de paciência. Quando o Mano saiu era unanimidade. Claro que era outra situação, mas há de se considerar que o time já não passa pelo momento financeiro que vivia a um tempo atrás, e também que o Mano ainda não completou 6 meses de trabalho. Vamos ter paciência.

    Corinthians jogando nos seus domínios, independentemente de fase, treinador, elenco, adversário… é sempre o favorito.

    Curtir

  8. André Pinheiro permalink
    05/27/2014 12:02

    vejo que caiu a ficha do dono do boteco quanto aos fracos, inter, spfc e gremio. como o nivel é fraquissimo ainda acho que estamos na luta pela taça Vasco de Gama de vice-campeao.

    ontem saiu a notícia de que houve uma lavagem de roupa suja no vestiario pós atletico-pr, e parece que pagaram os direitos de imagem que estavam atrasados, acho q isso explica a derrota ridicula contra o figueirense.

    o cruzeiro destoa e nada de braçadas, se nao ouver desmanche acho que o campeonato termina em outubro.

    o Mano Menezes andou tendo uma conversinha com os deuses do futebol e amanha vem uma vitória do corinthians daquelas que ninguem explica.

    passamos um semestre inteiro sem ter um penalti a favor (com varios nao marcados na sem vergonhice) e em 2 jogos seguidos sao marcados 2 penaltis estranhos a nosso favor, tem coisas no futebol que ninguem explica.

    Curtir

    • André Pinheiro permalink
      05/27/2014 12:04

      *houver

      Curtir

    • 05/27/2014 12:28

      Seria o atraso dos direitos de imagem um preâmbulo de nossas potenciais dificuldades financeiras com o estádio?

      Curtir

    • cesar cachaça permalink
      05/27/2014 15:27

      na boa? é que a gente se acostumou a ser garfado…os 2 penalties dados foram bem claros, a meu ver. E o contra o figueira, embora seja muito admissível o juiz não dar, se o Arnaldo tivesse dito que foi 80% da opinião pública também concordaria. Foi cavado, mas foi bem cavado, e se o juíz desse não seria nenhum absurdo.

      Curtir

      • 05/27/2014 15:29

        Acho que se o jogo da arena não tivesse tanta mídia, o juiz dava numa boa, pois inegavelmente teve o choque.

        Apesar de eu não achar aquilo penal.

        Curtir

        • cesar cachaça permalink
          05/27/2014 15:47

          dá para não dar…mas a justificativa do Arnaldo (ouvi depois dos melhores momentos) foi meio ridícula, pq ele fala que o cara põe a perna na frente e que o Guerrero, portanto, teria a obrigação de fugir do choque. Até o Cléber, se entendi bem, dá uma ironizada (eles não tem se bicado né…), fala “quer dizer que se o zagueiro põe a perna antes não tem penalty??”…enfim, mas meu ponto é: embora se eu tivesse apitando talvez não desse, a gente já ta tão acostumado a ser garfado que já tá assumindo penalty duvidoso como “não foi de jeito nenhum”…

          Curtir

      • André Pinheiro permalink
        05/27/2014 20:54

        eu tb achei penalti no gabiru

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: