Skip to content

Vitória 0x0 Corinthians, dentro do esperado.

07/20/2014

Como eu escrevi no pré-jogo, era óbvio que o jogo seria ruim. Todos os elementos estavam lá.

Mas que jogo ruim, meus amigos!

Deu até saudade de quando o Tite ia lá para o Barradão, punha o time para frente e não mexia errado!

Corinthians até apresentou maior volume de jogo no 1º tempo, mas o desempenho técnico individual foi queimando nossas chances. Jadson até deu um passe brilhante, mas conseguiu errar todos os escanteios (e não foram poucos!). Nesse mesmo lance do passe, Fagner até deu um bom passe para uma bica do Guerrero (eu achei pênalti nesse lance), mas no 2º tempo, Fagner foi terrível. Guerrero teve boa movimentação (saindo da área), mas depois desse lance da bica – em que ele recebeu uma 2ª entrada criminosa – entrou no modo peruano curtindo férias em Salvador. (Sobre essas pancadas em Guerrero, chamou atenção o sobrepeso do Héber Roberto Lopes).

Enfim, coisinha feia.

O 2º tempo piorou por conta de um jogo mais ofensivo do Vitória e um aparente e temido desgaste físico corinthiano. Como nosso time, em tese, tem mais qualidade, deixar o jogo ofensivo com o Vitória piorou em muito a qualidade do (HAHA!) ESPETÁCULO.

Mano mexeu bem, colocando RA, Romarinho e Romero. À exceção de Romarinho, as mexidas melhoraram nosso jogo, a ponto de serem criadas as nossas duas únicas chances reais de gol dos pés e cabeças desses caras. De fato, RA foi uma luz nas trevas (e o Barradão é bem escuro mesmo!). Já Romero, parece realmente melhor que a trinca Guerrero-Luciano-Romarinho. A questão é quem joga com ele no ataque? Como ele aparenta competência para jogar dentro da área, a escolha sensata é no lugar do Guerrero, mas com a história do peruano no clube, é Luciano quem deve dançar (o que também não é nada de mais). O importante é que ele jogue imediatamente já quarta.

Em jogos assim, a tendência é de se colocar a lupa sobre algum desafeto do time e culpá-lo pelo naufrágio de toda equipe. Bobagem isso.

Contudo, o jogo pode servir para discutirmos algumas escolhas de investimento o clube. Por exemplo, acredito que vendemos o volante errado e esse é um jogo típico que confirma que Ralf não tem espaço num time que se pretende mais ofensivo ou criativo. Não é à toa que Guilherme, um volante com mais recursos, encontrou rapidamente mercado no futebol italiano, coisa que Ralf não conseguiu.

Entendo a nossa gratidão em relação a tudo o que Ralf fez, mas cada vez mais tenho a impressão de que ele vai ter de se reinventar para manter seu espaço no time. Mas longe de culpar Ralf pelo mal desempenho de hoje, pois acho que tirando Cássio, Romero e RA, todo mundo jogou abaixo da sua média. Estou colocando um problema de equipe em formação que tem o melhor ladrão de bolas do campeonato jogando na meia.

Concluindo, o jogo foi dentro do esperado e o desgaste físico estava lá (mas também estava em todas as partidas que assisti da rodada). Acho que o time está se montando aos poucos, mantendo-se entre os 4 primeiros é muito acima do esperado. (Do 2º ao 10º colocado a distância é de 3 pts).

Em tempo:

Copo meio cheio: para quem não sabe, campeão brasileiro (tirando 2009) precisa de 73 pts ou 64% de aproveitamento (em 2010 foram 71 pts). Faltam só 55 pontos.

 

Anúncios
18 Comentários leave one →
  1. Nicolau permalink
    07/22/2014 23:53

    Jogo feio demais, ao contrário da boa análise. Também gostei de Romero e Renato Augusto.
    Sobre o Petros, é realmente complicado. Ele ajuda menos do que deveria no ataque e na armação, dada sua função de meia. Mas marca que é uma beleza. Gostaria de ver um teste com ele de primeiro volante, ao lado do Elias, com RA e Jadson fechando o meio. Talvez o time perdesse mesmo na defesa, como disse abaixo o Thiago, teriam que os 4 participar bastante sem a bola. Mas se desse samba, poderia ficar um time bem bacana.

    Curtir

  2. 07/22/2014 10:31

    Álvaro, como sempre gostei muito de sua análise. RA e Romero estão nos dando esperanças de variações táticas, quem sabe nossa expectativa não aumente de patamar para terminar no G4? Acho que Mano ajeita esse time ao longo do Brasileirão.

    Só tenho posição diferente quanto a Ralf e Guerrero… pra mim são peças fundamentais!!! Aliás Ralf evitou a derrota domingo e o vejo como ponto de equilíbrio da nossa defesa. Sobre o Guerrero, o que joga pro time é uma grandeza, se entrega o tempo todo, tanto abrindo espaço na frente, quanto se aplicando na marcação. Ele é tão importante que tanto Tite quanto Mano fizeram o mesmo diagnóstico…o elenco não possui alguém que consegue substituí-lo.

    Concordo com as qualidades do Guilherme, e mesmo com elenco grande não gostei de sua saída. Se queremos sonhar em brigar com o Cruzeiro não podemos abrir mão de jogadores como ele.

    Por fim, sobre a arbitragem ridícula do último jogo, Mano está correto ao reclamar dos acréscimos…Heber parou o jogo o tempo inteiro, até porque não conseguia correr, quando estávamos pra fazer o gol me vem com 2 minutinhos… isso com 6 alterações e atendimentos médicos no segundo tempo.

    Curtir

  3. 07/21/2014 19:06

    Se precisou lembrar do Tite para criticar é por que não encontrou nada para elogiar. Jogo para esquecer, horrível. A lerdeza na evolução (que vimos na 4a mas não deu as caras ontem) me preocupa.

    Concordo com o Cesar, tá na hora da arbitragem fazer algo para desestimular jogos com mais de 30 faltas. Não gosto de não dar “faltinhas”, para mim ou é falta ou não é. Não importa se grande ou pequena. Agora, quem faz mais de duas faltas em 45 minutos já merece amarelo. Aliás, ontem eu daria cartão amarelo para todos os jogadores dos dois times no final do primeiro tempo pela falta de vontade de jogar bola e por respeito a quem pagou ingresso :-).

    Curtir

  4. Cesar Augusto permalink
    07/21/2014 12:43

    Por incrível que pareça, o Corinthians tem time para ser vice-campeão, que, aparentemente, é o que se disputa, neste momento.

    O ataque do Corinthians é muito fraco e será, certamente, o calcanhar de aquiles deste time que, ora veja, é dependente de Jádson, que não jogará contra os fascistas da Turiassu.

    Não basta ter uma boa defesa, se, por enquanto, ofensivamente o time é limitado, faz poucos gols e vive na base do 1×0, 0x0 e chutão pra frente.

    É muito pouco. O dono do boteco tinha razão quando afirmou que 2014 seria um ano sabático.

    Curtir

    • 07/21/2014 13:09

      A menos que alguém desencante nesse ataque, não vejo surpresas no brasileiro. Só na Copa do Brasil é possível conseguir alguns coisa.

      Curtir

      • Cesar Augusto permalink
        07/21/2014 14:51

        Já que sabemos que Romarinho, Guerrero e Luciano não darão conta do recado, isto é claro, o paraguaio e Malcolm merecem mais chances, pensando no futuro do clube.

        Curtir

        • 07/21/2014 18:06

          [2]

          E o clube recusou vender Guerrero…. Inacreditável

          Curtir

        • 07/22/2014 9:19

          Foi a pedido do Mano. E concordo que, sem a chegada de mais um, vendê-lo seria loucura. Ruim com ele, pior sem (nem que seja para compor elenco).

          Curtir

  5. Cesar Augusto permalink
    07/21/2014 12:38

    O futebolzinho do Corinthians é do tamanho deste comentário. Pequeninho, pequeninho…

    Curtir

  6. André Pinheiro permalink
    07/21/2014 12:19

    ficaram 45 dias sem jogar, e no segundo jogo ja estao falando em desgaste fisico, na boa isso não me convence, se formos bem na copa do brasil iremos fazer quase 40 jogos em 140 dias, pelo jeito entao no fim do ano estarão todos mortos e enterrados.

    Curtir

    • 07/21/2014 13:11

      Garanto que o SPFC também estava morto aos 20 do 2o tempo!

      Acho que para os atletas é como um reinicio de temporada. Mais alguns jogos e eles retomam o ritmo

      Curtir

  7. Max permalink
    07/21/2014 7:25

    1 É consenso aqui no boteco que não brigamos por título e essa rodada mostra bem o porque. Enquanto o Cruzeiro faz bem seu papel fora o Timão tropeça num time pífio.

    2 Vamos para a décima chance de RA, o homem de vidro.

    3 O paraguaio promete e tem raça ainda, deverá cair nos braços da torcida

    4 Antes da parada da copa nem no G4 eu acreditava muito, agora acredito que temos condições de nos manter entre os 3 com consistência até pq os rivais não andam lá essas coisas vide SP x Chapecó

    Curtir

  8. Estevam permalink
    07/20/2014 22:19

    Para mim parece que temos outro tite. Até os chutes de longe do Jadson desapareceram. Não dá para perder 2 pontos fáceis destes. O time dos caras era péssimo. Guerrero sinceramente não sei o que faz no Corinthians. Pelo menos como titular. O que me animou foi o Romero. Jogou mais que todos os atacantes desde o R9. Ganha todas dos zagueiros.

    Curtir

  9. Cesar Cachaça permalink
    07/20/2014 21:47

    jogo horrendo, e o time fez uma partida tecnicamente sofrível. Como vc disse, quase todos bem abaixo da média. Enfim, apertemos o reset e esperamos uma polegada da contínua melhoria na quarta-feira. Há amenizantes, como o desgaste, a arbitragem paulistão mode on, o gramado, mas enfim, deixa para lá. De positivo, a possibilidade de variações táticas. O 231 do final com Romero e Guerrero variando quem entra na área do final do jogo foi interessante.o 422 com RA no lugar do Petros é uma outra variação também. A avaliar.

    Queria fazer um a parte sobre arbitragem. Nesses tempos pós Copa vamos ouvir muito sobre a diferença do futebol brasileiro do europeu. Tem toda uma cultura, mas acho que muito disso passa por arbitragem. Afinal, quem tem o poder tem responsabilidade. No jogo de hoje, passou de 50 faltas, o jogo simplesmente não andava (mas o primeiro cartão foi lá em meados do segundo tempo pro cotovelaço do Jadson).. Com o apito, um rolha de poço sem a menor condição de acompanhar o jogo de perto – então a opção era dar qquer falta para não deixar o pau comer (ainda que com critérios completamente esquisitos). Não sou grande fã do Vuaden, mas vendo partes de Flu e Santos, deu para ver uma grande diferença – acompanhando sempre o lance de perto, tinha moral para não marcar faltinha e olhar pro cara caído no chão há 2m do lance e só lançar aquele olhar “levanta marmanjo”. O juiz estabelecer o ritmo do jogo nos primeiros 10 minutos. Se começar a marcar faltinhas e conversar, pronto, está estabelecido o jogo de 35 minutos de bola rolando que tanto estamos acostumados a ver no paulistão. E sim, isso sempre prejudica o time mais técnico.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: