Skip to content

Corinthians 3×1 Bragantino, o primeiro aqui é Corinthians do Itaquerão

09/04/2014

Corinthians ganhou na base do Aqui é Corinthians, num baita jogo do Renato Augusto e no melhor  aproveitamento da jogada mais frequente no Itaquerão: o escanteio.
Jadson não entrou não só pela sua queda técnica recente, mas parece-me, por sua dificuldade de entender o que é um Aqui é Corinthians, termo tão representativo para nós. Temo muito pela consequência desse banco…
Esse jogo lembrou muito aquele ante Goiás em 2008, naquela que foi uma bela campanha comprometida por um jogo de erros na final.
E Mano tirou o PSSSSSS da panela de pressão, mais uma vez e sem depender de dirigentes.
Estou fora da cidade, então comentem!
PS: isto aqui é um auditor do STJD:
https://mobile.twitter.com/impedimento/status/507376337045434368
Mas isso não absolve o Grêmio, só materializa a necessidade de se acabar com o STJD.

Anúncios
14 Comentários leave one →
  1. viramundo permalink
    09/04/2014 17:50

    Eu só peço um (UM) jogo do Mano em que o time jogue bem os dois tempos. Um só.

    Curtir

  2. 09/04/2014 16:31

    Excelentes 25 minutos iniciais. E sim, tudo deu certo, mas isso ocorre, fico feliz que estávamos preparados para aproveitar. Imagine como seria se depois disso se ainda tivéssemos um pouco de vontade de continuar atacando (ainda que seja compreensível puxar o breque com 3 x 0 em tão pouco tempo) e tivéssemos só um pouquinho de competência para contra-atacar (nosso contra-ataque continua péssimo). Renato Augusto e Bruno Henrique foram os pontos mais positivos. E, apesar de não ser fã do Fagner, acho que ele fez jogo acima da média. Nosso ataque permanece na média, média baixa (Romero, Romarinho e Luciano voluntariosos mas pouco capazes). E pra finalizar, posso estar sendo prematuro mas acho que a torcida começa a se sentir cômoda e em casa no estádio novo. Mesmo assim eu deveria ter ido para casa após 30 minutos, era previsível o que aconteceu depois disso. Sair correndo do estádio e ir dormir à 1h30min da manhã é de lascar.

    Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      09/04/2014 20:53

      Desses 3 do ataque, só Romero é atacante de origem. Gostaria que o Maicon estivesse jogando em algum time profissional.

      Essa volta em jogo das 22h está impossível. Acho que deveriam criar uma linha de ônibus só para o fim do jogo.

      Curtir

      • luis permalink
        09/05/2014 9:55

        Quem mora na zona leste e ia assistir jogo das 22h no Pacaembu, e antes disso no Panetone, devia sentir a mesma coisa…

        Curtir

        • 09/05/2014 15:59

          Muito pior, o estádio hoje tem metrô e CPTM na porta. Preciso de uma consultoria desse pessoal para saber como eles se viravam.

          Curtir

        • bloguedotimao77 permalink*
          09/05/2014 20:43

          Já expliquei isso: o Itaquerão custou mais de 1bi e precisa arrecadar assíduo algo jamais arrecadado.

          Se quem mira na Zona Leste pode pagar mais de R$ 150/jogo, beleza. Está resolvido.

          Como isso não é verdade e como o Corinthians precisa lotar os setores mais caros, sem solução de transporte, o estádio levará o clube à falência.

          Digo isso desde que esse estádio ainda era projeto

          Curtir

      • Correa Leonardo permalink
        09/05/2014 20:57

        Se o Malcom tivesse surgido no Insignificante Litorâneo, provavelmente nessas alturas já seria titular. A base do Corinthians é muito maltratada mesmo.

        Curtir

  3. Correa Leonardo permalink
    09/04/2014 12:40

    Isso aí! Como eu pedira no pré-jogo, um Timão kamikaze, um combinado Wilson Mano-Tupãzinho-Ezequiel, sem “respeitar a GRAN-DE-ZA do adversário”. Um verdadeiro “aqui é Curíntia!” esses vinte primeiros minutos. Vai!

    Curtir

  4. cesar cachaça permalink
    09/04/2014 10:08

    Olha, se eu critiquei o Mano pela escalação / postura tática contra o Flu, não dá para não virar a chavinha e elogiá-lo por ontem. Deu tudo certo? Deu, sim. Se o Renato não acerta aquele chute aos 3 min poderia ser diferente? Mas futebol é cheio de ses, e o que importa é que a postura do time, tanto tática quanto emocional, foi vencedora. O Caio foi feliz ontem, quando o Cléber dava aquela “mas deu tudo certo…” e ele rebatia “não, mas o Corinthians veio para decidir”, e é isso mesmo. RA de novo partida de gala, e no meu entender não pode ficar de fora. No médio prazo o esquema / escalação tem que se adaptar a ele se ele provar que pode fazer 70% das partidas iguais as que fez contra o Flu e ontem. Achei BH muito tem enquanto teve pernas; Romero me desagradou menos tentando fazer o pivô – acho que quando ganhar corpo e experiência pode ser ainda mais útil. E o juizão…não tem jeito, virou o intervalo e ele entrou no “critério Corinthians mode on”, que é: falta pro Corinthians só marca se for claríssima, falta pro adversário é só encostar que apita. Foi numa dessas que o Braga fez seu gol. Eu acho que há um espírito de época muito clara na arbitragem, mesmo pros bem intencionados: ele não pode correr o risco de ser interpretado como tendo ajudado o Corinthians. Se errar, tem que errar pro adversário que fica tudo certo. Isso é muito sério. E para não dzier que não falei das flores: ah se o que aconteceu no Maracanã ontem fosse a nosso favor hein…

    Curtir

    • Cesar Augusto permalink
      09/04/2014 11:39

      Desde 2005, a arbitragem apita neste esquema. Prejudicar o Corinthians, pode. Beneficiar, jamais. Isso causou o rebaixamento, pois o Corinthians foi prejudicadíssimo naquela fase final, mesmo merecendo cair pelo conjunto geral.

      Enquanto isso, há times por aí que são ajudados, constantemente, há uma gritaria de poucos, mas que continua ganhando roubado…

      Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      09/04/2014 15:25

      Bela análise, de fato jogar como o futebol do Renato. O risco é a contusão…

      Sobre arbitragem, não é estranho que fluminense e flamengo sejam favorecidos, enquanto Grêmio é punido.

      Curtir

  5. Cesar Augusto permalink
    09/04/2014 8:55

    O Corinthians fez o que se espera de um grande quando se enfrenta o pequeno. Resolveu a parada em 19 minutos com direito a gol de Felipe Slater…

    Mano foi muito feliz na escalação. Deu tudo certo. Gostei demais do Renato Augusto e Bruno Henrique, enquanto teve pernas.

    Mano Menezes só perdeu um mata-mata pelo Corinthians, pela Copa do Brasil. Aquele contra o Sport, em 2008, que, cá entre nós, foi extremamente roubado.

    Galo ou Palmeiras, Flamengo e Cruzeiro. Esse é o caminho. A Copa do Brasil é viável. É a chance de salvar o ano.

    E para as “titetes”, um recado:

    Silêncio.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: