Skip to content

Corinthians 3×2 SPFC, não era o Tolima, não era um derby. Era muito MELHOR que isso!

09/21/2014

Interessante que o jogo ficou tanto tecnicamente, quanto taticamente bem previsível, encaixando-se com a descrição do post de pré-jogo: melhor qualidade de toque de bola do SPFC, com KK como destaque e muita pressão corinthiana de Guerrero e Maicon (este o melhor em campo) nos laterais adversários. O melhor do jogo não estava na tática ou técnica, estava mesmo na neblina de corinthianismo que impregnou a partida desde a estação da Luz.

Ainda na plataforma da nossa mais bela estação ferroviária, fomos surpreendidos por algo que Mano nos escondeu desde sexta: um estado febril tiraria Elias do jogo. Se Bruno já era minha escolha óbvia para o lugar de Petros, sem Elias, não haveria outro caminho. A escolha de Danilo foi outra decisão sensata, afinal, Lodeiro não tem qualidade para jogar no futebol brasileiro (mesmo no atual nível técnico). E convenhamos, Danilo jogou muita bola.

Corinthians entrou no 4-4-2 que tem dado mais certo nesta temporada:

Cássio

Fágner-Gil-Anderson-FS

Renato-Bruno-Ralf-Danilo

Guerrero-Maicon

Um 4-4-2 que ofensivamente lembrava bem o 4-2-2-2 das antigas. SPFC foi espelho, com KK mais aberto e Ganso na meia. Do nosso lado, Mano não colocou Maicom pressionando o lateral uruguaio cabeçudo (que eu acho ruim também) e preferiu colocá-lo para cima do outro lateral, mais jovem e eventualmente mais fraco (na coletiva, Mano confirmou e disse que temeu a força física do uruguaio, que eventualmente poderia machucar Maicon).

Corinthians começou muito bem, em excelente partida de Bruno e Danilo. Mas foi Maicon quem primeiro colocou Guerrero na cara do gol. SPFC, recuado, jogava todas as bolas em KK e este realmente não vencia Fagner. Mas juizão quebrou o galho deles e inventou a falta que resultou no 0X1. Revendo o lance, a impressão é que KK erra a batida e dali em diante todo mundo TRUPICA.

O gol só nos fez correr mais, torcer mais, se embebedar de um vinho místico e tornamos Itaquera num imenso bacanal futebolístico. Numa orgia que não queríamos mais que terminasse.

Itaquera finalmente fervia!

E Guerrero, que parece o mais raçudo por ali, coloca Maicon na cara do gol. A coisa descamba num pênalti que claramente o juiz não pretendia marcar. Se você seguir o TUTORIAL que o Gaciba colocou no blog dele, aquilo NÃO FOI PENALTI e não tem nada a ver com bola na mão ou mão na bola. A questão é se você entende que o movimento do braço é natural ou não. Eu entendo que é movimento natural, daí não vi pênalti (*). FS espera Denis cair para fazer 1×1. (Nota: não vi ninguém do SPFC pedir aquele amarelo que pediram tanto contra o Dedé 8) …)

O 1×2 foi um erro de coordenação típico de uma equipe em que os altões nunca jogaram junto (não sei exatamente se a culpa é do Danilo ou do Gil. Para mim, não parece tão óbvio que Danilo TINHA de acompanhar o adversário, pareceu mais um vacilo do Gil).

Nota: foram apenas 2 chances adversárias em 45 minutos.

Começamos o 2º tempo até melhores e não demorou muito para Maicon colocar Guerrero na cara do gol, num toque raríssimo no futebol atual. O lateral uruguaio faz um penal tão bizarro quanto violento. (E Muricy escandalosamente gesticulava que aquilo não era pênalti!)

FS 2×2 e voltamos ao jogo!

Adversário insistia nas bolas em KK que, de modo um pouco constrangedor para um Bola de Ouro FIFA, limitava-se acavar faltas para mais uma tentativa de bola parada. Se por um lado é sucumbir à própria mediocridade, por outro é inteligente ao explorar nossas falhas coletivas decorrente do pouco tempo de treinamento (1 dia apenas).

Quase 30 minutos de jogo e Mano iria colocar Romero no lugar de alguém. Primeiro a numeração subiu o 20 (Danilo), mas um membro da comissão técnica cortou o barato. Um pouco mais seria o 25 (Bruno), mas antes disso o 20 genialmente arruma o 3×2 redentor… Essa era nossa! Romero volta para o banco e vocês já sabem o resto da história.

Era até previsível que a discussão ficaria puxada para as decisões da arbitragem. Mais do que minhas opiniões (faltas inventadas nos gols deles e não daria o 1º pênalti), o importante é lembrar que, apesar da proposta medíocre de jogo de Muricy, não lhe é reservado o mesmo tratamento de quando Mano perdeu jogos na “mão grande” e o consenso era “ah, mas mereceu perder”.

A verdade do jogo é que Mano Menezes seria o merecedor do Motoradio de melhor em campo, pois montou um belo time em 1 dia de treinamento apenas. Venceu os caras que formariam o “único time” capaz de vencer “o único time que dá gosto de ver”. E este “seria” não era uma probabilidade, mas já uma certeza.

Menos, amigos!

Não isento Mano de deixar a coisa chegar neste ponto, principalmente por demorar tanto em colocar Danilo e/ou Bruno para jogar, optando sempre pelo uruguaio e pelo exagerado jogo de segurança fora de casa. Criou sua própria crise.

Mas, para sorte dele, a história se repetiu: se antes do Tolima chegamos ao derby, agora da Chapecoense chegamos ao Majestoso. Que Mano aproveite o momento e cale seus críticos jogando sempre para vencer, no toque, com os melhores que tem e esquecendo essa estratégia de redução de danos quando joga fora.

Afinal Mano, talvez você não saiba, mas quando um treinador atinge a TRANSMUTAÇÃO ALQUÍMICA do Corinthianismo num clássico, o limite não é apenas o infinito… É ALÉM!

Faltam 12 11 vitórias e 1 empate.

Em tempo:

Copo vazio: para quem não sabe, campeão brasileiro (tirando 2009) precisa de 73 pts ou 64% de aproveitamento (em 2010 foram 71 pts). Faltam só 33 pontos.

(*) Precisamos de um post sobre isso e me propus a procurar algo na Inglaterra, onde os caras apitam melhor. Contudo, antecipo que a nova interpretação é bem mais fácil que a da tradicional mão na bola.

Anúncios
30 Comentários leave one →
  1. 09/22/2014 21:19

    “Afinal Mano, talvez você não saiba, mas quando um treinador atinge a TRANSMUTAÇÃO ALQUÍMICA do Corinthianismo num clássico, o limite não é apenas o infinito… É ALÉM!”

    Perfeito. Mano, não seja arrogante. Deixe-se levar pelo povo. O povo sempre sabe o que é certo!

    No mais… Precisamos para ontem acertar nossa defesa. Caiu muito de produção!

    Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      09/22/2014 21:32

      Sem Cleber (que nem era aqui tudo) complicou bem ali atrás. A bola área já estava ruim antes…

      Curtir

  2. Daniel CMS permalink
    09/22/2014 19:45

    Foi um grande jogo, digno de Corinthians.

    Aliás, a rodada inteira foi muito interessante e me fez começar bem a semana.

    Malcom X: tomara que seja quem esperamos há tempos. O cara da base que joga muito.

    Como disseram aí embaixo: se o penal do Fagner foi dado, todos os outros têm que ser dados também.

    Curtido por 1 pessoa

  3. 09/22/2014 19:14

    Foi um bom jogo ontem. Mas me preocupa alguns comentários um tanto eufóricos aparentemente decretando que tudo foi corrigido e agora em diante será sempre assim. Oxalá estejam certos, mas conservadoramente mantenho meus pés no chão. Quero muito acreditar que agora vai. Mas eu ainda me lembro dos jogos contra o Flamengo e a Chapecoense. Você lembram? Não foram há muito tempo assim. E como sempre reajo depois de um bom jogo, aguardo pela consistência na evolução. Consistência essa que ainda não aconteceu. E mais, devagar com o Malcom. Ele só começou a ser testado de verdade em um momento em que o Guerrero estava na seleção Peruana, o Romarinho vendido e o Luciano suspenso. Ou seja, emergência e a fórceps. O mesmo que agora chamam de gênio, claramente para contrapor aquele que odiavam e ofendiam (e ainda ofendem por aqui), não o testou de verdade antes. Sorte? Que bom que ela veio, mas temos que ter calma com o moleque de 17 anos. E vamos parar com essa bobagem de Tite burro, mau caráter, viúvas do Tite e afins. Eu mesmo, provavelmente erroneamente enquadrado no boteco como “viúva do Tite,” nunca pedi a volta dele. Mas sempre pedi respeito a ele. Como nunca pedi a saída do Mano, mas ainda não estou convencido que ele é esse gênio que alguns aqui parecem querer decretar. Tite e Mano são parecidíssimos, nem gênios, nem burros (como disse o PVC no artigo de hoje na FSP, não espere futebol vistoso dos times de Tite e Mano). Mas Mano é o técnico atual e é dele que quero falar. Só que vou continuar pedindo respeito ao antigo treinador, que cometeu muitos erros, mas fez também um trabalho admirável. Nem por isso o quero de volta agora. Mas é inequívoco que o Mano ainda não provou ao que veio. E provar é diferente de parecer que vai funcionar. Tem alguns motivos para ratear, mas para mim está rateando um pouco demais. Mantenho a calma e quero muito que dê certo, mas ainda não tenho evidências para acreditar que um time melhor virá de maneira consistente. Terei paciência nesse momento. Entretanto isso não o isentará de receber minhas críticas quando eu achar que devo criticar. E elogios quando eu achar que devo elogiar. Foi um bom jogo ontem. Os próximos (Figueirense e Atl-PR) serão supostamente menos difíceis. Que venha a consistência. É a minha torcida.

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      09/23/2014 6:32

      O problema é que são jogos fora de casa, o calcanhar de aquiles desse time.

      Acho que você pesa um pouco mais a mão na hora de avaliar o trabalho atual, até como contraponto ao anterior.

      Eu entendo que o trabalho atual já é vencedor na medida em que houve a invasão do CT.

      Insisto que quando ocorrem esses atos de violência o resultado são anos perdidos, rebaixamento etc. Se Mano fosse um técnico ruim, já teria caído. Mas não, estamos no G4.

      Por fim, ninguém comentou, mas deveremos perder ao menos 1 mando de jogo…

      Curtir

      • 09/23/2014 10:53

        Pois é Alvaro, não consigo considerar um trabalho vencedor quando em 50% dos jogos (fora de casa) não apresentamos o mesmo padrão que em casa. Time vencedor (e não estou falando de ganhar campeonatos, mas em lutar por eles) precisa ter consistência (o que não quer dizer ganhar tudo) de longo prazo. Continuo crítico mas acreditando no trabalho do Mano, mas só decretarei como um bom trabalho quando fizermos meia dúzia de jogos razoáveis fora de casa. E jogos razoáveis não significa necessariamente ganhar. Por exemplo, ganhamos do Santos e da Chapecoense fora de casa mas não fizemos um bom jogo. Não me lembro de nem um único jogo razoável ou bom fora de casa no segundo semestre (minha memória pode estar me traindo). Alguém se lembra? Sem dúvida um calcanhar de Aquiles. Uma teoria: será que o time só consegue jogar bem (apesar de alguma apresentações fraquíssimas como contra a Chapecoense) em gramado muito bom e baixo como o de Itaquera?

        Curtir

        • bloguedotimao77 permalink*
          09/23/2014 12:15

          É vencedor pela invasão. Fosse um ano normal, minha avaliação seria por outra linha.

          O que transparece é que ele acredita que se vencer todos em casa e emissor todos fora, a gente é campeão de qualquer coisa. Por isso jogo fora é sempre travado, sem muita ambição.

          Contudo, os jogadores estão com um discurso diferente esta semana.

          Curtir

  4. Marcus permalink
    09/22/2014 18:50

    Guerreiro deitou ontem. Que matada no peito no lance do primeiro penalty….ficou feio pro zagueiro do SP que depois saiu chorando na entrevista ainda no gramado pra tentar tirar atenção desse lance.
    E depois o Guerreiro humilhou com um passe de calcanhar…se o Luciano faz aquele gol ein…
    Choram as Rosas…
    abs e vai Corinthians

    Curtir

  5. Luís permalink
    09/22/2014 18:49
    • Sobre o penal, penso o seguinte… imagine se aquela bola na mão fosse no meio de campo… iriam dar, não foi intencional, mas mudou o rumo da bola e é falta. Ponto, ninguém iria discutir mais… então foi penal e fim de papo, principalmente levando em conta os 4 lances identicos que não marcaram a nosso favor nos últimos 4 jogos e marcaram vários para os adversário, principalmente para o time da glogo e para o fluvirada…

    • Sobre o jogo, o clima realmente foi extraordinário, e os jogadores corresponderam em campo, correndo e procurando a vitória a todo estante. Pergunto, jogar no Corinthians, ganhando a fortuna que eles ganham, porque não entram com essa vontade e essa determinação em todos os jogos??? dá para entender????

    Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      09/22/2014 21:33

      Na hora, confesso que achei pênalti, mudei quando vi a câmera de trás do gol. Pareceu movimento natural do braço…

      Curtir

  6. Cesar Augusto permalink
    09/22/2014 16:33

    Grande vitória. Grande jogo.

    O Corinthians dominou do primeiro ao último minuto e o melhor que poderia acontecer, de fato, foram os gols tricolores que evitaram a contumaz recuabilidade do time.

    O time buscou a vitória o tempo todo e, desta vez, foi recompensado com grandes atuações de Guerrero, Malcom e Bruno Henrique. Não acho que Danilo foi tão bem assim, mas foi decisivo. O mesmo se aplica a Renato Augusto que, no meu entender, não fez uma grande partida. Falta-lhe sangue nas veias.

    Taticamente, para variar, Mano engoliu Muricy, que foi modesto lá em Itaquera ao apostar tudo em jogar no erro do Corinthians.

    O adversário se ressentiu de Pato, que é o jogador com mais velocidade no ataque.

    A questão agora é como se comportar nas partidas fora de casa, uma vez dos próximos 6 jogos, 5 serão fora de casa. É preciso outra postura. E este é o desafio de Mano Menezes, que não é o Rinus Michells, mas é bem melhor que a maioria dos endeusados pela mídia. A verdade, nua, crua e indisfarçável, é que Mano Menezes é perseguido por parte da mídia, que minimiza o seu papel nas vitórias e maximiza os seus defeitos nos maus resultados.

    O Corinthians tem que jogar mais fora de casa. Isso é ponto pacífico.

    De resto, a arbitragem foi mais ou menos. Os 2 gols do SPFC saíram de lances duvidosos, o segundo é quase unanimidade que não foi falta.

    O primeiro pênalti eu não marcaria, mas a orientação da comissão de arbitragem é para marcar a penalidade em lances desta natureza. Se aquele lance do Fagner foi pênalti, qualquer toque de mão tem que ser pênalti. E lembremos que não foi dado pênalti naquele lance do Romarinho contra o Grêmio. Em suma, o Corinthians sempre é roubado, mas os adversários, que tem à canalhice na veia, dizem que nós é que somos os beneficiados.

    O segundo pênalti foi lamentável. Álvaro Pereira, um Jacenir que habla espanhol, deu um carrinho, um chute e uma tesoura no Guerrero. Não foi pênalti, foi muito pênalti e para achar o contrário tem que ser muito cara de pau. Até o Birner, repito, o Birner disse que a arbitragem seguiu as orientações da comissão de arbitragem. O choro é patético.

    Enfim, vencemos um grande adversário, melhor que o Corinthians, diga-se, mas que, novamente, sucumbiu diante da força do Corinthians. É impressionante como o São Paulo se encolhe quando enfrenta o Corinthians, especialmente, na adversidade.

    Por fim, não se brinca com freguesia…

    Curtido por 2 pessoas

    • bloguedotimao77 permalink*
      09/22/2014 21:36

      Muricy tem o mérito de cultivar essa freguesia!

      De fato, Renato Augusto não entrou no clima do jogo, não que tivesse jogado mal.

      Curtir

  7. André Pinheiro permalink
    09/22/2014 14:48

    como joga bola o tal do Malcom, 2 lances de craque a matada que deu ajeitando pra bater na defesa do denis e a bola que enfiou pro guerrero no penalti. como alguem ja tinha dito aqui uma vez o atauqe da copa de 2018 tem tudo pra ser neymar e malcom.

    Curtido por 1 pessoa

  8. Cesar permalink
    09/22/2014 13:26
    1. Uma vitória pra lavar a alma, depois de uma semana nojenta da ética do ex treinador. Não sei aos companheiros daqui do blog, mas estava me sentindo muito incomodado. O cara é muito mal caráter (e muito bem relacionado) e agora fica aí na espera, não fecha com nenhum outro clube e cria uma pressão adicional ao clube.
    2. O Juquinha, entre um clássico, com vitória corinthiana contra elas, e a derrota do palmeiras, é claro, deu destaque à goleada sofrida pelo time da Barra Funda. Nojento!
    3. Danilo e mais dez!!!

    Curtido por 1 pessoa

    • Cesar Cachaça permalink
      09/22/2014 16:09

      cara, essa do jk foi de lascar…ele passou do ponto do ridículo.

      Curtir

    • 09/22/2014 19:23
      1. Eu me lembro de um outro treinador que saiu do time onde estava em setembro do ano passado, não fechou com nenhum outro clube e criou uma pressão adicional ao Corinthians. Você sabe de quem estou falando? Pois é, não o achei mau caráter então, como não tenho motivos para achar que agora é mau-caratismo do Tite. Esqueça dele e entenda que grande parte da torcida tem respeito e gratidão a ele pelo que fez (eu incluso), goste você ou não disso. O Mano é o nosso (experiente) técnico e seguramente sabe lidar com a pressão. Faz parte da vida dos treinadores.

      2. JK deu destaque para os dois jogos.

      3. Danilo é craque, peque que não aguente muito. Lembro-me que em 2012 o meu mantra era, quando o Danilo joga bem, o Corinthians joga bem :-).

      Curtir

      • bloguedotimao77 permalink*
        09/23/2014 6:25

        O problema do Danilo é não sustentar uma média alta. Por exemplo, é improvável que jogue bem na quarta e se o Mano for inteligente, preserva o cara para domingo que vem.

        Curtir

        • 09/23/2014 10:44

          Concordo, o Danilo não é mais solução, é só alternativa. Sem garantia que vai funcionar. Não sei nem se ele aguenta um jogo por semana. É o provável ano de despedida dele, mas é bom para por um pouco de pressão no preguiçoso Jadson. Esse sim, apesar de um começo alentador, uma decepção até agora.

          Curtir

        • bloguedotimao77 permalink*
          09/23/2014 12:12

          Ano de despedida? Sabe nada inocente!

          Segundo o vertebrais, renovaram até o fim de 2015 com ele.

          Curtir

  9. 09/22/2014 10:26

    Bela análise como sempre Álvaro, me permita discordar apenas do papel do Danilo na marcação na área pois se ele está lá fazendo parte do esquema defensivo nas bolas paradas… nos dois lances ele teria que ter acompanhado até o final.

    Agora, queria deixar meu manifesto contras a viúvas do Tite:

    Antes de qualquer coisa, gostaria de dizer que respeito o EX-treinador do Corinthians, sua história no clube, seus títulos em um longo ciclo de trabalho de 3 anos e meio.

    No entanto, temos que aceitar que vivemos hoje um novo ciclo, um trabalho que se iniciou há 8 meses em meio a invasão e pressões de todo o tipo. Soma-se a isso, uma mídia bambi e de corinthianos que são amigos pessoais de Muricy, Tite, Marin, Del Nero (lembrando que Andrés e Mano viraram personas não gratas a CBF)… e que trabalham todos os dias pra tirarem o desafeto do cargo de técnico do Corinthians e colocar lá alguém de sua patota (nojento isso!)

    Vamos lá, primeiro clássico contra os bambis na Nova Arena, momento complicado depois de um tropeço no meio de semana… façamos agora uma avaliação justa das atitudes de Mano Menezes:

    1) Bancou Malcom mais uma vez, mesmo no clássico; nossa reclamação de anos não é de pouco aproveitamento da base?

    2) Enxergou em Danilo no elenco como aquele que poderia trazer a criação de volta pro nosso meio, mesmo Renato jogando muito ele não é criador e sim carregador de bola; vamos ser honestos e admitir que a própria torcida já tinha aposentado nosso Zidanilo, certo?

    3) Sua alteração de esquema tático matou o Muricy, mesmo quando perdíamos por gols acidentais e faltas inexistente, não deixamos de dominar um só minuto; ué o rótulo para Mano não era de medroso e retranqueiro? Será que alguém vai falar em nó tático hoje?

    Enfim, tenho minhas críticas pontuais ao Mano mas vejo esses primeiros meses de trabalho como positivos e como clube grande que somos não podemos ficar reféns, viúvas mesmo, de um ex-treinador que teve muito tempo pra trabalhar, a cada tropeço do atual. Se queremos avançar como clube grande, sério, com planejamento, que somos… não vamos perder a oportunidade de criar outro ciclo vencedor de 3, 4, 5 anos (a cada final de ano avalia-se as metas estabelecidas no trabalho) por modismos ou seguir ondinha de imprensa interesseira!

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      09/22/2014 12:57

      Muito bom!

      Eu entendo, inclusive, que é possível Mano se recriar quanto aos jogos fora.

      É certo que ele é rígido nas escolhas, mas sem uma mudança na mentalidade das partidas fora, acho difícil ele sobreviver nos pontos corridos

      Curtir

  10. 09/22/2014 10:08

    Acho que o Malcom assinou com o Carlos Leite… por isso está recebendo mais chances…

    Brincadeiras a parte…

    Jogo muito interessante… não tinha como deixar de assistir…

    Concordo que as faltas dos gols do São Paulo, principalmente a do segundo, não foi falta.

    Eles não jogaram bola… ficaram só no chuveirinho…

    Ainda bem que o mano deu oportunidade desse Malcom jogar… ele é bom mesmo… espero que mais jogadores da base apareçam… na base temos goleiro bom, zagueiro, laterais esquerdos, volantes, meias e atacantes… tem que fazer que nem o Braça… deixar jogar… mas no Corinthians e não no Bragantino…

    Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      09/22/2014 12:59

      Exato, deixar jogar e não vender a preço de banana!

      Curtir

      • Sergio Santana permalink
        09/22/2014 14:10

        Gostei do Wendell ( é da base ?) também , que deu uma boa bola para o Luciano finalizar para fora em grande lance do Guerrero.

        Curtir

        • bloguedotimao77 permalink*
          09/22/2014 14:18

          Uendel veio da Ponte. É excelente ofensivamente e uma catástrofe defensivamente…

          Curtir

  11. Cesar Cachaça permalink
    09/22/2014 7:32

    ontem aquele lugar estava fantástico! E a maturidade que o time mostrou, saindo atrás duas vezes e tendo calma para retomar o ataque sem desespero…Se não foi brilhante, quando precisou atacar o fez com iinteligência, paciência, trocando passes em profundidade, e não no bumba meu boi.

    as duas faltas dos gols deles foram inventadas, ao menos no sentido de que ele estava usando, para nós, critério Vuaden. Ficou evidente que o spfw se perdeu após o empate e o juiz tentou acalmar o jogo marcando qquer encostão em jogadores deles. Na terceira faltinha seguida que ele marcou e eles jogaram na área, outra falha e 2×1. Também senti que o juiz voltou do intervalo sentindo o peso de ter usado critérios diferentes e fez um segundo tempo muito bom.

    Quanto ao primeiro penalty, também concordo: vendo o lance depois pela TV eu não daria. Acontece que o Gaciba falou algo interessante: se em vez do zagueiro, fosse um atacante, e a bola fosse rolando pro gol…vc como juiz validaria o gol ou daria mão? a tendência nesse caso é dar mão, então o critério não pode ser diferente. O mais interessante é ouvir ontem a maioria da imprensa descendo o cacete ou na nova regra da Fifa ou no erro do árbitro; sendo que esse foi bem mais penalty do que o do Fagner domingo passado, e lá, como vc pontuou, o discurso foi bem mais “mas o Corinthians não jogou nada e mereceu perder”. A diferença de padrão é abissal…

    Malcom foi genial, muita personalidade. Achamos o segundo atacante, e é da base! Guerrero foi outro monstro. E Mano…de novo, deu nó no Muricy, que pôs seu time para jogar como time pequeno e não tivesse achado os gols talvez tivesse saído de Itaquera futebolisticamente humilhado! (na verdade ele saiu, só não ficou evidente pq a imprensa fez seu papel de blindá-lo).

    Diferenças táticas: o gringo que nós chamávamos tão carinhosamente de Gabiru passou a jogar e jogar muito esse ano. E em 9 meses já revelamos um garoto com algum futuro vindo da base, coisa que não tínhamos feito em 3 anos. Pq será hein? MInha resposta vem de alguém sentado no banco.

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      09/22/2014 13:02

      E nosso Gabiru dos Andes ainda mostra que produz mais quando parte da ponta para o meio, do que quando joga centralizado (mas parece que nem todo mundo reconheceu isso ainda…)

      Curtir

      • Cesar Cachaça permalink
        09/22/2014 19:14

        Tite passou três semestres com o ex-Gabiru tentando recriar o sistema de jogo que tinha com Liedson sem notar que Liedson e Guerrero tem características muito diferentes.

        Curtir

Trackbacks

  1. O possível duelo Corinthian x SPFC pela despertadores-15 | Não pára de lutar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: