Skip to content

Botafogo 1×0 Corinthians, São Caetano, és tu?

10/12/2014

Botafogo 21 vitórias, Corinthians 18 vitórias e 16 empates.

Nos últimos 13 (TREZE, 1 mais 12) jogos, o Corinthians venceu 1 jogo só: 0x2 em São Januário, em 2011. Antes disso, só com Carpeggiani 2×3, em 2007!

Assim não dá!

Fui na numerologia para tentar alguma explicação racional e consegui: Botafogo é o novo São Caetano.

Sobre a ruína de nosso Sábado, como sempre relembro no pré-jogo, contra times ruins o jogo é sempre ruim. E, mesmo sendo um time muito ruim, ainda assim a diferença TÉCNICA, não é lá tão grande assim no campeonato brasileiro. Por exemplo, se tecnicamente eu dou uma nota 6,0 para a capacidade técnica do Cruzeiro atual; para o 2º melhor time vou dar no máximo 5,5, o Corinthians titular 5,0 e o Botafogo 4,5. Ou seja, tecnicamente, o hiato é pequeno, apesar da diferença do Cruzeiro ser bem marcada em relação aos demais.

Sobre o jogo, começamos muito bem, com toda pinta que resolveríamos a partida logo aos primeiros 20 minutos. Mas o jogo seguiu e faltou isso mesmo: resolver a partida. Apesar de Bruno jogar muito bem – talvez o único, além do goleiro adversário – sofríamos na saída de bola, pois o Botafogo mantinha uma marcação bem recuada e a bola rolava fácil entre nossos zagueiros e volantes. Num jogo assim, que tem se repetido não só com a gente mas com os outros G4s, a solução é menos coletiva e depende um pouco mais do drible, da infiltração ou mesmo do jogo aéreo.

Num lance fortuito, FS, o único do time que foi na palestra da CBF sobre a nova “regra” do pênalti, comete aquela imbecilidade que resulta no 1×0 definitivo. Eu gostei da nova regra, mas confesso que esse é o tipo de caso em que ela erra mais do que acerta: um lance lateral, sem perigo, decidiu o jogo. Talvez, o melhor seria: sem intenção clara, é marcada a falta dentro da área e com intenção é pênalti. Minimiza-se assim o prejuízo quando a marcação é tão duvidosa.

Reparem, também, que um juiz faltelho como o de ontem, ajuda ao time mais fraco, que só se defende.

Para o 2º tempo Mano acertou ao tirar o Guilherme e puxar o Petros para ajudar na saída de bola, tanto que a intensidade ofensiva foi bem maior, mas, sem jogadores de definição a bola não entrou. Pessoalmente, fiquei muito triste e decepcionado com o Romero, não é o mesmo jogador que chegou ao clube (e que ninguém venha com a desculpa de posicionamento, pois foi nessa posição que ele começou a nos seduzir quando chegou). Eu fico triste com essas coisas.

Mano tentou todo mundo que tinha no banco, inclusive um rapaz que foi trocado, vejam só, por Alexandre Pato.

Enfim, faltou resolver o jogo. Eu deixei para escrever isso Domingo à noite, talvez vocês não acreditem, mas durante o jogo e assistindo com meu irmão eu disse: Corinthians sem aqueles jogadores que resolvem o jogo e o Alex está lá no Inter não sei como… Depois descambamos para falar da Argentina que prefere Aguero em detrimento do Tevez, uma cara que basicamente vive de resolver jogos sozinho.

Quem está aqui no boteco há mais tempo, entende o que é um “resolvedor turbo de jogos”.

Enfim, perdemos uma chance de ouro de voltar à disputa do campeonato. E fiquem espertos: se passarmos pelo CAM, será isso até o fim do ano!

Anúncios
11 Comentários leave one →
  1. 10/14/2014 10:28

    http://www.meutimao.com.br/noticia/157823/petros_isenta_mano_da_retranca_e_elogia_sistema_defensivo_do_corinthians

    Petros falou a verdade, como sempre! O que acontece em campo é muito mais pelo perfil de nossos jogadores do que ordem do treinador…
    Temos um esquema tático definido e um time bem montado, agora vamos olhar nossas peças… temos Guerrero como referência no ataque, quem se firmou ao seu lado? Ninguém? Renato Augusto vem bem, mas é um carregador de bola, não é criador de jogadas… esse seria Jadson, mas caiu demais de produção!
    Enfim galera, vamos ser justos e compartilhar as responsabilidades… os primeiros a saberem quando um técnico está enganando são os jogadores… e até o momento todos defendem o Mano!

    Curtir

    • Morgana permalink
      10/14/2014 14:01

      A defesa do Corinthians é a cara do paradigma dos macaquinhos.
      Sai jogador e chegam jogadores e o espirito continua o mesmo.
      Tem, acho, uns três anos que associo o time em campo aos 5 macaquinhos.

      Curtir

    • 10/15/2014 11:44

      Mas olhem como muda nossa opinião dependendo se gostamos ou não do analisado. O técnico não tem culpa pois o perfil dos jogadores não ajuda, ou, tem culpa pois sabendo que o perfil dos jogadores não ajuda insiste em algo que não funciona em situações específicas. Concordo que isso pode ser parte da explicação, mas não basta. E acrescento, eu não tenho nenhuma explicação melhor.
      Quanto aos jogadores não reclamarem do Mano, o Sheik não reclamava quando estava no time. Se há algo de errado não reclamarão publicamente. No que você poderá retrucar, nesse caso também não defenderiam publicamente. É verdade. Mas aí volto a uma conclusão similar à anterior, a hipótese pode indicar que o técnico não está enganado, mas não é prova disso. Em resumo, tenho mais dúvidas do que certezas :-).

      Curtir

  2. 10/13/2014 19:33

    Todas as justificativas que leio para a derrota seriam razoáveis, não estivesse do outro lado o Botafogo. Qualquer coisa que tenha nos prejudicado é no mínimo em dobro pior para o Botafogo. Alguém contesta? E às vezes fico pensando se eu estou enxergando bem. Vi um trilhão de cruzamentos para o Romero. Isso faz sentido? Em outros momentos isso seria chamado de burrice (confesso que gritei isso com o televisor, que não me contestou. quem cala consente :-). Muito ruim. Como o Botafogo. Não, o Botafogo é pior que ruim. Para esquecer.

    Curtir

  3. Daniel CMS permalink
    10/13/2014 11:31

    Comentário perfeito. Só acrescentaria que, enquanto não resolvermos a questão estaduais/brasileiro, ficaremos com esse calendário maluco.

    Curtir

    • Daniel CMS permalink
      10/13/2014 11:32

      ops, meu comentário foi em resposta ao Cachaça

      Curtir

      • cesar cachaça permalink
        10/13/2014 12:43

        ah, sim, esqueci também do gramado e seus tufos esvoaçantes!!

        Curtir

  4. luciano Guedes permalink
    10/13/2014 11:22

    Em 2008, tivemos uma vitória sobre o Botafogo na CdB.

    Curtir

  5. 10/13/2014 10:57

    E o Cruzeiro ainda perde… se não fosse essa síndrome de Robin Hood dá pra dizer que estaríamos na frente do badalado líder… mas sem resolver esse problema com times abaixo da tabela não dá! Pra nossa sorte o próximo jogo é contra o vice líder!!!

    Curtir

  6. cesar cachaça permalink
    10/13/2014 9:23

    é a cara do time esse ano ganhar do Cruzeiro na quarta e perder do Bota. Mas, tudo contextualizado, as dificuldades eram esperadas, pois esse jogo juntou os dois pontos nos quais o time sofre problema: propor o jogo e jogar fora de casa. Tudo considerado, não achei o jogo horrorosamente ruim. Embora a pressão tenha sido 80% inefetiva, os 20% que foram efetivos foram suficientes para criar 5 boas chances de gols, e não entrar realmente faz parte do futebol. O lado que ameniza é que a rodada tratou de descastatrofizar: se Inter desgarrou e Galo passou, SP, Grêmio Flu e Santos também estacionaram. E parece que Mano (acertadamente) já fez a escolha de Sofia, embora moderadamente.

    Quanto à diferença técnica, no Brasil isso é mais evidente. Na sexta estava ouvindo um programa de rádio com um jogador que passou pela Europa, e perguntaram esse lance do campeonato não parar nas datas Fifas. O cara falou que claro que aquilo era absurdo, mas também comentou que o jogador na Europa tem muito mais tempo. Por ex, se vai ter datas Fifas e os campeonatos param por 10 dias, o cara ganha um descanso de uns 3 dias para ficar com a família etc. Aqui no Brasil isso quase não acontece durante o ano. Pois bem, esse é só um detalhe, mas vejamos: o Corinthians com 5 desfalques (7 considerando as poupadas), jogando menos de 70 horas depois do jogo anterior e tendo feito uma viagem de 5/6 horas até o local do jogo, como vc quer exigir que o time “se imponha”? O jogo vai ser decidido em um lance ou outro, em quem errar menos, dificilmente haverá imposição de um dos lados. Aí alguém retruca “é, mas é assim para todo mundo!”, e esse é o ponto! ser assim para todo mundo nivela muito por baixo…o Barcelona só é amplo favorito para jogar contra o Levante pq conta com todos os seus jogadores razoavelmente descansados entre os jogos. Bota os caras para jogar 75 partidas por ano e tira 5 ou 6 por jogo para ver como o campeonato se iguala…o todo badalado Cruzeiro, sem seus 2 principais jogadores, perdeu 2 seguidas pela primeira vez no campeonato. E isso que é o ÚNICO time do campeonato que pode-se dizer que destacava-se do resto. Imagine o resto…o Inter, agora o novo “perseguidor” do Cruzeiro, tomou uma piaba histórica na quinta dum time da ZR. Ontem ganhou dum suposto concorrente por g4. Há lógica nisso? E assim vamos, cada semana fazendo um novo gênio / uma nova anta.

    Apenas outro ponto: a cera que o Bota fez sábado foi digna de jogos da Libertadores dos anos 80. O problema não é isso em si, ou talvez nem somente o fato do juiz não ter coibido. É isso ser simplesmente ignorado, tratado como “comum”, normal, e o Bota ter sido tachado como “heróico”. Nâo dá, a cultura brasileira ainda é muito terceiro-mundista em certos aspectos. Duvido que aquilo teria sequer acontecido no grandes centros Europeus mas, se tivesse, era jogo pro juiz dar 10, 12 de acréscimo como já vi acontecer.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: