Skip to content

Mais um Paulistão

01/31/2015

Começa o tão amado e tão surrado Paulistão.

Não é um campeonato organizado, não é campeonato ético e, para alguns, não é nem um campeonato que deveria existir. Mas ainda assim é campeonato do imponderável, quase sempre humilhante para quem se perde no caminho e nunca, nunca mesmo, esquecível. Engraçado isso. Parece que a memória do Paulistão é sempre mais viva que a dos brasileiros de pontos corridos.

Mas ética é coisa que passa longe daqui. O 1º jogo de 2015 já é uma inversão de mando patética. SFC tem mando infinito contra a gente. E tem os árbitros… Todos eles apontando a falta para o lado que a FPF quer.

Para os cronistas esportivos, os estaduais parecem o fim do mundo. A novidade agora entre eles é defender a tese do Bom Senso, de que o campeonato deveria durar o ano inteiro para salvaguardar o emprego dos jogadores das pequenas equipes. Ora, quem defende essa tese não deve entender muito bem de finanças. Os valores pagos pela TV para os 2 meses de campeonato não sustentam 1 ano de equipe alguma.

Eu até preferiria que o campeonato durasse o ano inteiro, mas imagino que pela ausência de recursos financeiros, veríamos um festival de jogadores amadores, o que aumentaria ainda mais a centralização do futebol, já turbinada pelos pontos corridos no nacional.

Outra ideia é a volta do torneio Rio-SP. Para mim uma ideia suicida, pois as equipes de ponta não têm condições físicas (ou técnicas) de se enfrentar tão rapidamente. Teve até um ano em que o Corinthians disputou o Rio-SP com time misto e tomou goleadas acachapantes contra equipes até bem fracas.

Então, vamos a mais um campeonato que a gente torce, nos traga boas memórias!

Coringão, SEP, SFC e SPFC

  • SEP. No troca-troca de técnicos, entendo que a SEP levou a melhor. Trocou um técnico horrível por um bem acima da média. OO fez excelente trabalho no Botafogo em 2013 e um bom trabalho no SFC até ser demitido sem razão.
  • SFC. Vai com o Ederson segurando as pontas até o reequilíbrio financeiro. Como tem sempre bons jogadores jovens, não deve sofrer nas fases iniciais, mas pode dar novos e maiores vexames nas finais. Seja o que for, tem tudo para falir em 2015, ano em a recessão deve minguar as rendas dos clubes pequenos. (Nota: Lusa e Guarani já sucumbiram à nova ordem).
  • SPFC. Favorito ao título pelo elenco e por ter mantido seu treinador. O problema ali é o quebra-pau da direção chegar no elenco, afinal o goleiro é cheio de conexões com diretores e opositores.
  • Corinthians. Fez muito mal em trocar de treinador e isso já fica claro em algumas decisões de escalação, dispensa de jogadores da base, sistema tático defensivista etc. Mas ganhamos tanto desse campeonato, que as vezes penso que está no DNA corinthiano como vencê-lo, independente do burro com sorte da vez.

À luta corinthiano!

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: