Skip to content

Corinthians 4×0 Once Caldas, a gente só precisa de 10 para vencer 11! (e às vezes 9 para vencer 10…)

02/04/2015
Leandro Castan também foi expulso nesse jogo e vencemos!

Coringão começou com tudo, como mesmo se esperava. Aos 5, Sheik olhou claramente para o meio da área e cruzou errado, acertando uma bola que se tornou indefensável: 1×0, vamos golear!

Dali em diante, só deu Once.

Corinthians num 4-1-4-1 uber-compacto sem a bola e que tentava se remontar no 4-3-3 do jogo anterior, mas o recuo exagerado dos meias deixou o time muito atrás, sem muita presença ofensiva.

Once fez um gol legítimo, que não achei mal anulado, pois o bandeirinha estava com a visão encoberta. Pela distância, nem o 4º árbitro conseguiria identificar o gol contra (nota: na regra mais atual, aquilo é gol legítimo, pois mudou a interpretação do impedimento passivo *).

Eles perderam ainda uns dois gols fáceis na falta de habilidade nos pés, em que superaram com lançamentos a barreira de corinthianos ainda lentos, sem muita explosão na defesa. Quanto a isso, não se tem o que fazer,  a não ser aguardar a evolução física.

A superioridade tática adversária se consumou quando Guerrero tomou a expulsão que deveria ter tomado no domingo, contra o MAC. Expulsão merecida: deu duas cotoveladas e tentou um soco. Tite tem tanta sorte, que já arrumou seu Pato-2015.

Da expulsão em diante, Corinthians tinha carta branca para recuar e o que se viu foi um time atacando com poucos jogadores, mas, mesmo assim, mostrando imensa superioridade técnica.

Na prática, olhado o 1º tempo com frieza, criamos quase nada. Acho até que não criamos nada e nossa melhor jogada era o escanteio.

Some-se a tudo uma torcida absolutamente quieta.

Começa o 2º tempo e voltamos recuados, atacando com pouca gente, mas claramente mais espertos. Sinceramente teria sacado o Jádson pelo Petros e confirmado que sou um burro sem sorte: foi Jádson quem bateu o escanteio tecnicamente perfeito na cabeça do Felipe 2×0!

Do 2×0 para frente, finalmente a torcida acordou e ficamos cutucando o adversário com contra ataques franco atiradores. Adversário não conseguia penetrar nas 2 linhas compactas e tentava (as vezes conseguia) jogadas de infiltração com dribles partindo da ponta, mas ainda desperdiçados na ruindade.

Quase aos 30, juizão arrumou uma expulsão contra o Once e Elias fez 3×0 numa jogada típica da era Mano (ou absolutamente ausente nas equipes de Tite). Ainda comemorávamos um golaço atípico em despertadores, quando Fágner, mais uma vez bem, foi lá e carimbou o 4×0, numa jogadaça do Renato e concluída com muita categoria.

No finzinho, Fábio Santos arrumou uma expulsão lamentável.

Foi um jogo ainda de problemas físicos da dupla de zaga, limitação tática do sistema 4-1-4-1, vencido na acachapante diferença técnica das duas equipes e nas jogadas de contra-ataque mais comuns na era Mano. Indiscutivelmente, uma vitória que deve dar muita moral para todo mundo, a começar pelo técnico.

Creio que se Tite voltou piorado taticamente, voltou, com certeza, com muito mais sorte!

Domingo é derby, amigo!

* No Blog do Gaciba — que explica a regra direito, mas raramente… Bah, esquece! — ele reforça que a interpretação da regra mudou em Julho de 2013. Claramente o atacante do Once INTERFERE NA DECISÃO do Ralf e o impedimento seria automático. Contudo, de Julho/13 para cá, o adversário precisaria estar DISPUTANDO A BOLA (impossível, pois ele está 2 metros à frente) ou OBSTRUINDO O CAMPO DE VISÃO (impossível, idem). Por isso não haveria o impedimento.

Contudo, sem rever o lance ainda, paira a dúvida de que o atacante teria ou não obstruído o campo de visão do Cássio.

Anúncios
54 Comentários leave one →
  1. 02/05/2015 20:56

    Foi um bom jogo. Achei que o Corinthians jogou muito melhor sem o Guerrero, ou melhor, com dez em campo. O Guerreiro que se cuide. Eu se fosse o presidente lhe ofereceria o salário do Pato + premiações (número de gols, número de assistências e etc.). Se não aceitar? Adeus e obrigado.
    Acho que o Tite deveria jogar com o Renato Augusto como um segundo atacante, mais próximo da área e não com meia.
    Colocar o Bruno no lugar do Ralf, pra dar mais qualidade à equipe.
    Espero sinceramente que o zagueiro Felipe me surpreenda como fez o Castán.
    O Emerson chutou no gol mesmo, não cruzou.
    Se o Corinthians ganha a Libertadores esse ano, meu Deus! Vai ser demais.

    Curtido por 2 pessoas

    • bloguedotimao77 permalink*
      02/05/2015 21:12

      Bela análise, mas a panela do Tite é Ralf, Fábio e Sheik. Esses não saem.

      Curtir

      • mestretite permalink
        02/06/2015 9:21

        sao as opcoes do Mestre, não a panela. o jenio do Mano tinha as suas.

        Curtir

  2. Cesar Augusto permalink
    02/05/2015 12:34

    Não foi um show de bola, como o placar sugere, mas o Corinthians fez uma partida bastante satisfatória e foi cirúrgico nas finalizações. Não há motivo para maiores empolgações, pois a vitória apresenta virtudes que, às vezes, nem sempre se confirmam.

    Discordo do Dono do Boteco, no tocante ao gol do Sheik. Eu vi consciência.

    Aliás, Emerson fez uma partida soberba. Muito boa mesmo. E fez um gol após 40 jogos, o que é um claro sinal de sua inutilidade ofensiva, especialmente, em 2013.

    Guerrero, por sua vez, foi patético. Mas isso foi bom para baixar a sua bola. O Guerrero, antes do Corinthians, era um peruano encrenqueiro.

    Tite armou o seu 4141 com bastante inteligência. O time estava compacto. O problema neste esquema é que volantes como Ralf não servem. É preciso um armador nesta posição como são Xabi Alonso ou Schweinsteiger. Não é preciso tanto, até porque não temos jogadores deste nível, mas não é preciso tão pouco. E quem seria o meu titular nesta posição?

    Óbvio que seria Marciel, o Redondo do Parque São Jorge.

    Concordo que a longo prazo, a dupla Jádson e Fágner sucumbirá, pois o ex-são-paulino não tem característica tampouco condição física para fazer um trabalho defensivo. E Tite sabe disso. Por isso insistiu tanto na continuidade de Lodeiro, que seria o seu brinquedinho tático, uma espécie de assessor de lateral em ambos os lados.

    O grande mérito da equipe foi saber se comportar com 10 atletas. Isso é difícil e Tite é mestre na arte de defender com 2 linhas de 4. Aliás, Tite, por várias vezes, se eximindo da responsabilidade por mais um 0x0, disse que é muito difícil jogar com 1 jogador a mais quando se enfrenta 2 linhas de 4.

    Mas, como dizia Nelson Rodrigues, “sem sorte não se chupa um picolé”.

    Em 2015, já tivemos umas 4 ou 5 “sem sorte não se chupa um picolé”, a maior delas a venda de Lodeiro, que ainda gerou lucro. Com Lodeiro em campo, eu duvido que o Corinthians se sobressairia tanto no aspecto técnico, pois o uruguaio, claramente, destoava do restante da equipe. Jádson é o elemento facilitador do time quando tem a bola. Da mesma forma, Jádson será o busílis quando o time for atacado.

    Em suma, foi apenas o início. Animador, mas é preciso cautela para não exagerarmos nas expectativas. O time têm lacunas em algumas posições e questões táticas a serem melhor dirimidas.

    Elogios, sim, exageros, não, por favor. O caminho é árduo.

    Curtido por 3 pessoas

    • Morgana permalink
      02/05/2015 22:37

      Olha…
      Será que juntando o salario do Emerson, Pato e Guerrero não da pra trazer o Xabi Alonso?
      =)
      (Danilo, com gás, funcionaria ali)

      Curtido por 1 pessoa

      • Cesar Augusto permalink
        02/06/2015 13:22

        Nem com gás. Naquela posição, o jogador tem que ter dinâmica de jogo. Danilo não tem a dinâmica necessária para ser volante. O nome é Marciel.

        Curtir

        • Nicolau permalink
          02/06/2015 17:10

          Acho que o melhor que teremos nessa é Cristian, se entrar logo em forma. Não é um Pirlo, mas lembro dele ser melhor q Ralph com a bola no pé.

          Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      02/07/2015 8:32

      Bela análise. Só errou no lance do sheik, mas o resto é uma aula.

      Curtir

  3. Daniel permalink
    02/05/2015 11:05

    Concordo, os 4×0 não refletem as dificuldades que enfrentamos no jogo, principalmente depois da expulsão do Guerrero no primeiro tempo. Acho que o time demorou um pouco para encontrar o ajuste porque foi a primeira vez que ocorreu isso no ano, e acho que pegou a equipe de surpresa, despreparada. A saída então foi recuar o time para ir se ajustando aos poucos.

    O que achei interessante ontem foi o posicionamento do Elias (ou sua movimentação). No ano passado, talvez pela condição física, vi o Elias jogando atra’s do Ralf em diversos jogos. Ontem ele jogou muito mais avançado, chegando para tabelar com Jadson, RA e Sheik. Se ele aguentar o tranco, como o Tite espalha bastante o time, acho que encontrará muitos espaços para jogar pelo meio, e terá protagonismo, como o Paulinho teve.

    Outro aspecto impressionante com o Tite, é o anímico… é inacreditável como o time corre com o Tite (pelo menos nos jogos mais decisivos). Acho que algumas deficiências táticas são disfarçadas em razão da pilha do time.

    Sobre a torcida: toda a parte superior é obrigada a assistir sentada, mas ontem vi alguns pedaços rebeldes que se levantaram. Depois do segundo gol o negócio inflamou e deu para perceber: na Arena o volume aumenta muito! Fiquei com zumbido no ouvido até de manhã…

    Como é bom ver o Corinthians fazendo vários gols! E que golaços!

    O lado bom das expulsões é que ganhamos automaticamente dois reforços para domingo!

    Abs e VAI CORINTHIANS!

    Curtido por 2 pessoas

    • bloguedotimao77 permalink*
      02/05/2015 11:38

      Sobre a Arena:

      Pela TV, a imagem dos torcedores junto ao gramado, era de torcedores silenciosos.

      Foi o time quem incendiou a torcida e não o contrário (torcida organizada não conta, pois ultimamente a preocupação é cantar musiquinha para TV e foda-se o jogo).

      Já o Elias jogava assim com o Mano também. O que ocorreu ontem é que isso foi decisivo.

      Curtir

      • Morgana permalink
        02/05/2015 22:45

        Aquela arquibancada que fica de frente pra transmissão dava dó.
        Povo tava com cara de assutado. (tipo eu, tensa o 1ºtempo inteiro)

        Elias:
        Talvez seja pq começa fisicamente igual a todo mundo. Ano passado só jogou praticamente 1/3 de temporada.

        Curtir

        • bloguedotimao77 permalink*
          02/06/2015 5:50

          Isso que eu vi também, pareciam torcedores do cruzeiro.

          Curtir

  4. Max permalink
    02/05/2015 10:17

    1 Eu já comentei aqui em épocas passadas que por mim Emerson Sheik nunca mais vestiria a camisa do Corinthians. Aguardem o BR pra voltar naquele esquema canalha de 1 amarelo por jogo, joga 3 folga 1.

    2 Não devemos esquecer que se não fosse a vontade do Lodeiro em sair ele seria titular.

    3 Tite mito. Transformou um empate com gols em goleada. Rá.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Nicolau permalink
    02/05/2015 9:53

    Vitória com belos gols, um antológico do Elias! Cabe reconhecer a qualidade de Tite em armar o time na defesa. Com a expulsão, ele pode mostrar bem a compactação e disciplina que fecharam os colombianos. Do meio pra frente é que sempre foi o problema.
    Mas dessa vez tem uma sinais novos aí. Deixar Jadson no time e não Petros, por exemplo. E ontem, achar uma saída até que interessante pra jogar com 10, a partir do momento em que centralizou Renato. Acho que falta ainda mais movimentação dos 4 atrás de Guerrero, alguém tem que entrar na área com ele.

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      02/05/2015 10:56

      Você tocou num ponto que melhor caracteriza os dois tempos do jogo e o que pode ser o Corinthians na cabeça do Tite:

      Mesmo admitindo que Jadson/Fágner mantenham o nível técnico que estão jogando — coisa que a história desconfirma — acho que a ideia do Tite é a do 1º tempo, em que Renato fica muito atrás e, friamente, fomos mal.

      O problema é sério, pois Renato é jogador de condução da bola, toque curto (não lança) e lento. No supercompactação do 4-1-4-1, ele retomava o ataque muito afastado do meio de campo.

      Já o elogiado Renato do 2º tempo jogou como o “1” do 4-4-1, já bem à frente e pronto para executar seus passes curtos.

      Curtir

      • Morgana permalink
        02/05/2015 11:17

        Acho o Alex(ex nosso, atual do Inter) melhor que o RA.
        Ele domina a condução, o toque curto, os longos e chuta, chuta, chuta ao gol.

        Curtido por 1 pessoa

        • bloguedotimao77 permalink*
          02/05/2015 11:33

          Isso^^^

          O Renato é mais para aquilo do 2º tempo

          Curtir

      • Nicolau permalink
        02/05/2015 11:24

        Faz muito sentido. Junta isso com o Sheik preso na ponta esquerda e o Guerrero fica isolado na área, fora quando Elias avança em velocidade.
        Também me chamou a atenção que, de certa forma, foi um jogo em que tudo que a gente tentou com a bola deu certo (juiz claro que não entra nessa conta), todos os desafetos de cada torcedor fizeram gol e jogaram bem… Enfim, comemoramos, mas convém ainda controlar a expectativa.
        Entre os pontos positivos de tire 2015, liso tb uma entrevista para o André Rocha, da ESPN, em que ele fala abertamente que sua maior preocupação é achar formas de entrar com tabelas em defesas fechadas. Vai que…

        Curtido por 1 pessoa

        • bloguedotimao77 permalink*
          02/05/2015 11:34

          Isso é fato novo dele preocupado com o ataque.

          Curtido por 1 pessoa

  6. 02/05/2015 9:01

    Álvaro, apenas discordo da sua avaliação da arbitragem:

    1) Guerrero: apanhou desde o primeiro segundo de jogo; no lance da expulsão tomou primeiro uma cotovelada na costela… ou amarelo para os dois (como disse Simon na Fox); ou expulsa os dois…

    2) O gol anulado do Once: independente de recomendação, a participação do atacante na banheira foi absurda… ele não precisa tocar na bola para atrapalhar a ação do Cássio…

    3) Expulsão do FS: já vi passar coisa muito pior em Liberta… mas o vermelho é aceitável…

    4) Por fim, que juizinho ruim hein?! Queria ser a estrela do jogo!!!

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      02/05/2015 9:32

      1) Pode ser, mas o ponto é que ele já tinha feito esse furdunço contra o MAC!

      2) Essa é minha dúvida, porém, na hora, não vi o Cássio com reação ao chute direto do Ralf. Por isso não vi o impedimento.

      4) Não comentei, mas achei o Corinthians violento, o que não via há muitos anos. Estranho, pois Tite monta equipes absolutamente não-violentas.

      Curtir

  7. Marcelo permalink
    02/05/2015 8:51

    Quero falar apenas da atuação do Sheik…
    1 – para mim, ele chutou para o gol.
    2 – se não fosse o migué que ele deu no meio para o fim do primeiro tempo, a vaca tinha ido para o brejo, se tivesse algum jogador na seleção com a malandragem dele, não tínhamos tomado de 7 da Alemanha, foi cirúrgico pois depois daquele episódio o time acertou a marcação no final do primeiro tempo e ainda teve a bola na trave do mesmo Sheik, porque ele voltou para a esquerda.
    3 – O lance do escanteio no segundo gol, bola no maloqueiro que ele estava a fim de jogo e catapimba…
    4 – No lance do 3 gol ele domina, faz embaixadinha para deixar os colombianos putos, vem dois marcadores para cima dele e ele toca para o meio todo escancarado, e ainda deu sorte porque se a bola tivesse ido para o Jádson como era a intenção dele, acho difícil que o gol saísse.
    Vai Corinthians!!

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      02/05/2015 9:34

      Aí eu retruco: qual a chance disso se sustentar na temporada? Qual a chance da dupla Jadson e Fagner se sustentar com esse futebol na temporada?

      Para não me frustar, seguro um pouco e espero para ver como Tite vai montar a equipe.

      Curtir

      • 02/05/2015 13:55

        Vou advogar ao capeta: com Tite os jogadores readquirem tesões esquecidos. Tite é pilula azul para jogador, ainda mais com o esquema já montado pelo ex.
        E que continue com sorte.

        Curtido por 2 pessoas

    • 02/05/2015 13:24

      Tenho que concordar. Sheik é mito :-). Dane-se se ele não sustentar isso na temporada, ele não é um jogador de temporada (faz tempo). Quer um jogador de temporada? Esqueça do Sheik. Mas ele é fundamental em situações especiais. Pode afundar tudo arrumando uma expulsão. Ou pode ser espetacular como foi ontem. Sem dúvida um jogador para quem aceita e toma riscos. Entendo que muita gente não goste, mas nesta porcaria de Libertadores (juízes fraquíssimos e mal-intencionados, jogos violentos, punições incoerentes…) acho fundamental. Em resumo, gosto do Sheik e aceito o risco, mas entendo que tenha medo disso (vide Mano Meneses).

      Curtido por 1 pessoa

      • bloguedotimao77 permalink*
        02/05/2015 14:24

        Eu gost…ava dele.

        Minha cisma é menos com relação ao futebol e mais com o extra-campo. Essa postura de arrendatário do PSJ, acho inaceitável.

        É daqueles caras que deveriam tomar mais cuidado, pois novos erros (fora do campo) podem excluí-lo de memoriais, homenagens etc.

        Curtir

      • Nicolau permalink
        02/05/2015 16:32

        Concordo com a visão, em termos de futebol ele pode ajudar. Mas o fato dele ser um baita paneleiro, dificultar o ambiente, torna o custo-benefício muito ruim. Se ele tivesse a postura do Danilo…

        Curtido por 1 pessoa

        • 02/05/2015 17:57

          Se todos tivessem a postura do Danilo a vida dos treinadores de futebol seria muito mais fácil e previsível… e o mundo seria um lugar chatíssimo. E não me entenda mal, adoro o Danilo, mas o temperamento dele é exceção entre seres humanos e precisamos aprender a lidar com isso no mundo real. Reconheço que o Sheik pode dificultar o ambiente e há um enorme risco nisso… mas é bem mais divertido assim :-). E aparentemente o Tite tem alguma ascendência com ele. Claro que estou sendo um pouco inconsequente nesse julgamento e entendo o receio de vocês, mas há algum tempo resolvi tentar ter uma abordagem mais lúdica com o futebol. Não consigo sempre mas continuo tentando.

          Curtido por 2 pessoas

        • bloguedotimao77 permalink*
          02/05/2015 21:09

          Nice try!

          Queria ver vice topar trabalhar com um ENGENHEIRO assim…

          Curtido por 1 pessoa

        • bloguedotimao77 permalink*
          02/05/2015 21:08

          Isso ^^^^

          Curtir

  8. Cesar permalink
    02/05/2015 8:44

    Uma bela vitória.
    Muito bom ver gols oriundos de tabela pelo meio. Espero que esse tipo de jogada se torne comum nessa temporada.
    Cassio, sempre nos salvando.

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      02/05/2015 9:36

      Gols que vimos no derby e no majestoso do ano passado. Agora é esperar domingo.

      Curtir

  9. mestretite permalink
    02/05/2015 2:54

    passei aqui apenas para conferir o amargor e a inveja de nosso grao mestre em taticas futebolisticas. vc é risivel. quer dizer que emerson errou o chute? como pode afirmar isso, com certeza? pq eu vi e revi o lance dez vezes, e vejo o emerson olhar pro gol, e pro goleiro adiantado. mesmo pq os atacantes estavam se infiltrando no primeiro pau e meio da area (e chegaram depois) e o emerson chutou muito alto, e fechado, e no segundo pau, aonde nao havia ninguem… quer dizer – ou ele errou muito, mas muito, o tal cruzamento… ou tentou encobrir o goleiro, sim. alias, emerson fez um gol decisivo, apesar de nao tao cinematografico (contra santos ou sao paulo?) muito parecido, chutando do bico da grande area e guardando no angulo oposto. e quer dizer que a goleada se definiu nas “jogadas de contra-ataque mais comuns na era Mano”. que “era” Mano, loki!? nao houve “era mano” nenhuma no corinthians. apenas uma breve passagem do treinador, que nao se firmou, nao fechou grupo, nao apresentou resultados. exatamente como nao se firmou no flamengo… time grande nao é pra qualquer inteligente azarado, veja voce… uma duvida – o mano te paga pra fazer campanha de marketing pra ele, ou voce escreve tantas bobagens assim apenas por capricho?

    Curtido por 1 pessoa

    • mestretite permalink
      02/05/2015 3:24

      pq ou esse cara é assessor de marketing do mano, ou é palmeirense infiltrado. impossivel! foram 3 anos com tite ganhando tudo, e o cidadao fazendo campanha contra. “burro com sorte”. mas um ano com mano sem apresentar padrao de jogo consistente, ou grupo fechado, aguerrido, ou algum outro resultado concreto… e tome campanha a favor. vc deve ser um palmeirense infiltrado. é isso.

      Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      02/05/2015 8:31

      Claro que posso afirmar que Sheik tentou o cruzamento. São raros gols de fora da área, inclusive ele tem mais a tendência do chute forte e alto, como na belíssima batida na trave ao final do 1º tempo.

      Se fosse o Ronaldinho Gaúcho, que é especialista no chute colocado de fora da área, poderia aceitar uns 50% de chance de que chutou no gol.

      Quanto ao Mano, nesse blogue é assim: o foco é no comportamento tático das equipes. E ontem o desenvolvimento ofensivo foi típico do ano passado (=era Mano), enquanto o sistema ultra-compacto à frente da área foi típico de 2011-2012 (=era Tite).

      Ah, já ia me esquecendo: Bem vindo ao nosso boteco!

      Curtir

      • mestretite permalink
        02/05/2015 10:33

        Discordo. Reveja o lance. os dois jogadores que se infiltravam estavam proximos ao primeiro pau. e nao havia ninguem, mas ninguem mesmo, entrando proximo ao segundo pau. quer dizer – ou emerson errou muito o chute, ou foi proposital sim. e relembro novamente o gol contra santos ou sao paulo, em que emerson recebou livre no bico da grande area ( apenas ha uns 4 metros daonde fez o gol contra o Once). emerson podia ter adiantado em direcao ao goleiro, encurtar a distancia e chutar forte. era a jogada mais obvia, ele estava completamente livre de marcação. mas dominou e inesperadamente chutou colocado, no angulo superior oposto. fez o mais dificil. e foi um gol por cobertura, de placa, intencional. e um tipo de chute muito parecido com esse gol agora. outra coisa a favor da hipotese é o tipo de chute: muito alto, contando com a queda natural na trajetoria da bola pela gravidade… se a bola descesse ali pela marca de penalty, seria um chuveirinho, o tipo de cruzamento que leva pouco perigo, é pouco efetivo… mas a questao é – NINGUEM em sã consciencia pode afirmar (alem do proprio emerson) se foi intencional ou não. eu, como nao sou o DONO DA VERDADE, apenas ACHO que foi intencional.

        Curtido por 1 pessoa

        • Nicolau permalink
          02/05/2015 11:46

          Só pra botar lema na fogueira, Renato Augusto disse que foi sem querer hehe. Mas na boa, isso importa? O fora é que o Sheik jogou ben, contra todas as minhas expectativas… Não acredito que se mantenha, mas torço.

          Curtido por 1 pessoa

        • bloguedotimao77 permalink*
          02/05/2015 11:54

          A-há!

          Curtir

  10. 02/05/2015 0:40

    a. Sai catiça de Tolima.
    b. Guerrero vai ter que dar um descontão por essa asneira.
    c. Sheik, Felipe e Tite mitando. Sei de nada inocente.
    d. Obrigado por ser corinthiano.

    Curtido por 3 pessoas

  11. Fabiano permalink
    02/05/2015 0:32

    Na boa to preferindo o burro com sorte que um inteligente azarado

    Curtido por 3 pessoas

    • bloguedotimao77 permalink*
      02/05/2015 0:40

      Sem dúvida!

      Curtir

    • 02/05/2015 13:32

      cuidado, eu disse isso (ou algo parecido) há uns dois anos atrás aqui no boteco e teve gente que ficou melindradíssima :-). Enfim, burrice (ou parcialidade) é achar que trabalhos tão longos se resumam a sorte. Levianamente eu poderia começar a dizer que um burro dispensou o Sheik, contratou o Lodeiro e posicionava o Elias atrás do Ralf no ano passado. Mas sei que há mais por trás de tudo isso do que simples “burrice”. A temporada ainda é muito jovem para qualquer análise mais elaborada, mas espero que o Tite continue com muita “sorte.”

      Curtir

      • bloguedotimao77 permalink*
        02/05/2015 14:27

        O burro anterior não posicionava o Elias atrás de ninguém. E o gol de ontem foi visto no derby, por exemplo.

        A diferença é que o Mano não fazia aquela compactação do 1º tempo.

        Aquilo é erro.

        Curtir

        • 02/05/2015 18:03

          Então o Elias não obedecia o burro anterior (ou o esqueve o forçava a jogar assim) por que frequentemente ele estava em linha ou atrás Ralf. Senhores eu vi. Mas entendo que o Elias não esteve bem fisicamente em nenhum momento em 2014 (além de outras dificuldade do grupo) e por isso tenho muitas reservas em julgar inequivocamente o burro anterior, como com frequência se faz por aqui como burro atual.

          Curtir

        • bloguedotimao77 permalink*
          02/05/2015 21:11

          Não é isso, mas bebi e não da para explicar.

          Você deu um sotogari semântico!

          Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: