Skip to content

SPFC 2×0 Corinthians, sai deste corpo que não te pertence!

04/23/2015

Preâmbulo 1: nem passa pela minha cabeça que Timão entregou o resultado. E se alguém torceu por isso, só lembro que os Deuses do Futebol estão vendo!

Preâmbulo 2: no primeiro lance, Sheik, 36 anos, foi infantil. Ali o juiz tem duas opções: nem amarelo ou vermelho (fica como exercício provar que só amarelo é impossível). Para a Despertadores, a expulsão é exagerada, para a Copa do Mundo é normalíssima. Quanto à segunda expulsão, que prejudicou tecnicamente mais ao SPFC, ele errou na sequência de cartões, mas aplicou o método “Oscar Roberto de Godói” e expulsou Junior e Edilson. Novamente, na Despertadores não se dá nem bronca num lance desses, na Copa é amarelo para os dois e aí seríamos nós os favorecidos com a expulsão do LF (que tomou um 1º amarelo muito forçado).

Corinthians entrou em campo com o time titular e nem quis saber de blitz, marcação, pressing etc. Foi lá para trás para se garantir na compactação de 10 metros. Toda saliva gasta para justificar o injustificável desprezo ao derby, terminou com uma equipe optando pela retranca desde o 1º minuto de partida.

SPFC, tecnicamente fraco, pressionava nossas laterais como já virou padrão, fazia a passagem fácil por essas mesmas laterais (na esquerda, putz), vencia as bolas aéreas ofensivas sem marcação e fez 1×0 sem nada, zero, nenhuma dificuldade. Não dá para relacionar este gol à expulsão de Sheik.

Mas dá para reconhecer um Corinthians RECUADO e ENGESSADO num sistema em que basta TORTURAR um pouco os laterais, que eles confessam todo o aparelho.

Eu identifiquei duas razões ao menos para essa decadência veloz e furiosa do “melhor time do Brasil”. Primeiro é uma questão de má aplicação tática: o 4-1-4-1, sistema defensivo por excelência, exige uma coordenação que o Corinthians não está mostrando, principalmente na bola alçada que, em tese, favorece o miolo de zaga. A segunda razão pego de algo que nasceu aqui em comentários de posts anteriores, mas que o Cesar Augusto resumiu bem: Corinthians parece uma Lei de Keirrison. Ou seja: o sistema defensivo aproveitou-se das equipes mal preparadas de início de temporada e quando essas mesmas equipes aumentaram sua intensidade, elas que se aproveitaram do mal coordenado (e treinado) sistema corinthiano.

Não é à toa, portanto, que Corinthians teve dificuldades contra equipes fraquíssimas como o San Lourenzo (e teve gente que discordava da fragilidade do time papal…) ou mesmo contra a Ponte. Não dá para simplesmente montar uma retranca e deixar que o ataque funcione sozinho. Não dá.

Ao longo deste 1º terço de temporada, fui pontual nas críticas, sabendo que não podia puxar muito a braçada contra um time inspirado em 82 ou que jogaria a UCL. Não fui tão incisivo como 2013, até porque, reconheci que a equipe estava muito competitiva e guardava, melhor: melhorava jogadas ofensivas do time campeão do 2º turno do brasileiro.

O time ainda é forte e favorito ao título do torneio (para o brasileiro acho que ainda precisa de um zagueiro e resolver o Ralf).

De volta ao jogo, o 2×0 veio num erro BRUTAL do Elias, possivelmente em sua pior partida da vida. Sim, falhou o Cássio, mas desde o dente-de-leite aprende-se que é função do marcador interpor-se entre a bola e o gol SEMPRE. Reveja o lance, aquilo não se aceita no futebol profissional.

Aliás, Elias deveria ter sido expulso.

As atuações individuais foram tão fracas que é até injusto eu falar que Romero joga mais que Vágner ou lembrar que Malcom está praticamente afastado do elenco.

Na coletiva, Tite fez valer as horas pagas de media training e enrolou no modo turbo, sabendo que a blindagem na mídia de São Paulo faria o resto. Inclusive, minha antipatia contra ele vem mais dessa malandragem dialética do que propriamente do seu bom ou mal trabalho como o burro da vez.

Outros treinadores estariam sangrando nas colunas esportivas hoje. Pense nisso.

Precisamos falar sobre o Paulistão

Ok, todo mundo já deu seu pitaco.

Mas do que adiantou poupar os jogadores para este jogo inútil?

Anúncios
70 Comentários leave one →
  1. Cesar Cachaça permalink
    04/24/2015 20:06

    aliás, um ponto que passou batido: para os que achavam que o jogo contra o Sl semana passada não valia nada, pensa o Deus nos Acuda que seria quarta-feira tivéssemos perdido o jogo contra o San Lorenzo…

    Curtido por 1 pessoa

  2. alexandre lemos permalink
    04/24/2015 8:54

    Fischer em 1992, retornou aos tabuleiros e percebeu que desconstruía a áurea em torno de seu nome, retirou-se então em definitivo, Tite permaneceria imortal no clube se não tivesse aceitado voltar, em pouco tempo retornará ao limbo dos técnicos comuns

    Curtido por 1 pessoa

  3. 04/23/2015 21:29

    Querendo relaxar e buscando extrair algo de bom na horrível noite de ontem? Leia isto:Tite e a estratégia que você não percebeu | http://bit.ly/1DUxELg :-).

    Curtir

  4. 04/23/2015 21:26

    É óbvio que não gostei dos resultados do dois últimos jogos, mas… Fala sério, perdemos o primeiro jogo em 22 de abril e já passamos a duvidar de tudo. Sim eu também estou apreensivo, mas longe de entrar em pânico. E digo mais, acho que o Corinthians “entregou” ontem sim. Explico, sempre fui da tese que quem não dá 100% no campo (mentalmente e fisicamente) está de alguma maneira “entregando.” E dado o reltativo equilíbrio entre os grande times brasileiros (e alguns sulamericanos), se der “só” 95% já tem uma chance enorme de perder. E o Corinthians não deu 100% ontem, disso eu não tenho nenhuma dúvida. E na minha opinião nem deveria dar. E essa é a parte que me preocupa, mais do que essa teoria (furada na minha opinião) de que basta marcar os laterais, o Elias e o Renato Augusto que o Corinthians acaba. Pode ser, mas o adversário além de “só” marcar esses quatro ainda tem que fazer algo para ganhar, e isso ninguém lembra nessa teoria de anular o Corinthians. Não é tão simples assim. Como vimos a Ponte e o Santos fazerem, o Corinthians fica bem menos ofensivo, mas em ambos os jogos houve momentos de predomínio Corinthiano, sinal que não é possível anular o Corinthians 100% do tempo e ainda fazer algo para ganhar dele. Voltando ao jogo de ontem, novamente não é possível fazer qualquer análise conclusiva. Todas as três expulsões foram exageradas. O São Paulo fazia pressão nos minutos iniciais, mas essa era muito dependente do acaso, assim, não consigo dizer que o Corinthians perderia de qualquer jeito como muitos querem nos fazer acreditar. Muitos dos quais diziam que o Corinthians era um timaço. E assim aprendemos que temos que ser muito cuidadosos com a opinião de torcedores e da imprensa esportiva. Sheik foi juvenil? Talvez, mas em toda cobrança de escanteiro tem tapas tão ou mais violentos que o totó que ele deu no animal que deu um pisão proposital nele 1 minuto antes. Não perdoo o Sheik, mas não o crucifico. Ainda não ganhamos nada, mas não tenho nenhuma evidência clara dessa decadência que alguns vem. Ainda mais agora que teremos duas semanas para regenerar. Continuo moderadamente otimista.

    Curtido por 1 pessoa

  5. 04/23/2015 20:31

    Peço ao dono do boteco que delete este comentário épico, por gentileza. Estava testando o teclado – sobre o qual derramei cerveja dias atrás -quando dei enter sem querer. 😀

    Valeu!

    Curtido por 4 pessoas

  6. Cesar Augusto permalink
    04/23/2015 17:24

    Preâmbulo 1: Não entregamos., infelizmente, o que significa problemas técnicos, táticos, emocionais, físicos e indisciplina. Foi o 4º jogo no ano que jogamos 1 a menos.

    Preâmbulo 2: Fomos assaltados pelo canalha do apito, que sabia quem estava com a corda no pescoço. A sua arbitragem foi danosa. Entretanto, Sheik foi infantil e burro, para variar. Por mim, não joga mais no Corinthians, pois ele deu a oportunidade ao ladrão da vez e, vocês sabem, que a ocasião faz o ladrão.

    Guinei: Não foi tão ruim quanto dizem, muito pelo contrário, mas falhou em 3 dos gols do Boca, em 91. Eu estava lá, no 1×1. Não jogamos nada. O Corinthians pegou o Boca porque fez um joguinho mequetrefe contra o Nacional, no Morumbi. O 0x0 nos jogou para enfrentar o Boca. O Nacional enfrentou o Bolívar e chegou nas semifinais.

    Bola Aérea defensiva: Um desastre desde o jogo contra o Once Caldas. E sem tempo para treinar, beira o patético.

    Esquema tático: Melhor voltarmos ao 4231 que todos conhecem que insistir no 4141 com um zagueiro central, como Ralf, jogando de volante. Basta marcar Elias e RA, que o Corinthians morre, obrigando Ralf, que apanha da bola, a iniciar as jogadas ofensivas. Não dará certo.

    Jogo de Ontem: Entramos sem energia. O juiz favoreceu o São Paulo, mas não demonstramos mais vontade em nenhum momento. O Corinthians, no quesito vontade, jogou mais um jogo. O SPFC jogou o jogo. No clássico, vence quem quer mais. Ontem, eles quiseram mais.

    Adversário – O Corinthians é favorito contra o Guarani, mas não nos esqueçamos que o Nacional, que é menor que o Guarani, chegou a final da Libertadores em 2014. É preciso respeito. Se passar pegará Wanderers ou Racing. Se respeitar o adversário e atacá-los, sem medo, estaremos na semifinal.

    Tite: Sabia que o adversário era o Guarani, mas disse que imaginava ser o Atlético. Fez bem. Para a imprensa, não é necessário falar a verdade. De resto, não disse nada de útil, mas sabe muito bem que o time caiu de produção; que Emerson é incorrigível; que Sandro Meira Ricci nos roubou; que com esse futebol corremos o risco de passar vexame contra o Guarani, inclusive.

    Contratações: Um winger e um meia urgem.

    Guerrero: Paguem o que ele pede e mandem Love embora. O peruano é mais de 50% do time. É o único com poder de decisão.

    Acredito no título, apesar dos pesares.

    Curtido por 2 pessoas

    • 04/23/2015 18:20

      Enfim entendi a diferença em 4231 e 4141

      Curtir

    • Cesar Cachaça permalink
      04/23/2015 19:38

      resumo perfeito do quadro geral!

      Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      04/23/2015 19:54

      Título eu acho que ainda somos favoritos, principalmente pelo tanto de jogo ruim que tenho visto (Inter e Cruzeiro, putz).

      Mas é pouco jogo bom para muito jogo enrolado.

      Aliás, Corinthians virou o time do rolo.

      Guinei dá dó, mas não foi o Jacenir que temeu na bomboneira?

      Curtir

      • Cesar Augusto permalink
        04/23/2015 20:21

        Guinei falhou em 2 gols e ainda arrumaram um pênalti mandrake para o Boca, quando estava 1×1. O apito “bostero” é fantástico.

        E Neto não jogou, pois foi expulso, burramente, 1 jogo antes. Se tirarmos 90 da carreira do Neto, conclui-se que jogou menos que o Souza, o meia de 94 e 95…

        Curtido por 1 pessoa

        • Múcio Rodolfo permalink
          04/23/2015 20:50

          O Neto foi expulso contra o Bella Vista. A gente ganhou este jogo por 4×1, o que reforça o “burramente” dito por você. Mas entre antes do jogo contra o Boca teve um jogo contra o Nacional-Uru. O Neto pegou dois jogos de gancho? Se não me engano, no mesmo dia, teve jogo da seleção brasileira e e o Neto preferiu atuar pela seleção.

          Curtido por 2 pessoas

        • bloguedotimao77 permalink*
          04/23/2015 21:07

          Para dar uma moral ao Neto, eu lembro bem que na noite do 1o jogo fui à casa de um colega pegá-lo para ir à pizzaria.

          Chegando lá, aquela pergunta: “Corinthians não joga hoje?”

          Um cara falou: “acho que eu vi um jogo na band”. Vimos um tanto pela tv, a fome apertou e fomos à pizza sem nem se preocupar com o resultado.

          Era boca x Corinthians.

          Isso numa época em que ia todo santo jogo.

          Mas o jogo de volta teve mais divulgação e lotou o Morumbi.

          Curtir

        • Múcio Rodolfo permalink
          04/23/2015 21:11

          Naquela mesma noite em que o Corinthians enfrentou o Boca na Bombonera, a seleção brasileira enfrentou a Romênia num amistoso em Londrina. Neto jogou pela seleção.

          Curtido por 1 pessoa

  7. Múcio Rodolfo permalink
    04/23/2015 16:00

    Eu penso que o Corinthians não entrou em campo com aquela obsessão de derrotar o Imaculado. Dentro das limitações atuais, entrou desejando a vitória, mas apenas para garantir uma melhor colocação e vantagens nas fases posteriores. Não entrou com aquela gana de eliminar o clube aristocrático. Tal gana existiria se o presidente fosse o Trindade e não o Roberto Andrade. Então, time entrou querendo ganhar (pelo menos eu quero crer nisto) mas sem aquela vontade da parte do adversário cuja vitória era questão de vida ou morte. Isto sem contar outros detalhes de cunho “moral”, como o fato de não ter vencido um único clássico na temporada,não vencer o time dos carroceiros desde 2007. Enfim….. No começo do jogo, Casagrande (ou o Caio) disse que o Corinthians estava na dele, deixando o tempo correr, atuando naquele ritmo titeano, mais ou menos conhecido pelos torcedores. Salvo em algumas ocasiões, o Corinthians não é um time que ataca como um kamikaze. Nesta toada, o Corinthians poderia ter vencido a partida. Mas eis que o árbitro mostrou sua visão ultra-mega-hiper-super desenvolvida e expulsou o Emerson num lance para o qual ele estava de costas. O salto neymarético do Tolói e os gritos indignados da platéia purpurinada convenceram do ato ilícito do Emerson. E ai veio o segundo gol deles. Acho que até o Bastos se surpreendeu com tamanha facilidade com que se aproximou da nossa área e teve a oportunidade pra chutar. E o Cássio colaborou. No começo do segundo tempo, o time partiu pra cima. Não chutou a gol, mas estava frequentando o campo ofensivo – muito mais do que na primeira etapa. Mendoza parecia que seria mais útil do que o Wagner Love. Mas aí o juizão resolveu aparecer novamente. E num lance que deveria expulsar o Cabuloso por conseguir interpretar pior que aquele ator que fez o papel do cigano Igor numa novela da grobo, achou por bem expulsar o Mendoza também. Neste momento ele minou com o resto de possibilidade ofensiva do Corinthians que, diga-se de passagem, não vem sendo la essas coisas depois que o Guerrero pegou dengue. É claro que perder para o clube mais pretensioso do universo é foda. Mas vendo pelo lado bom, além de pegar o Guarani do Paraguai, acabou com esta história de invencibilidade e o Corinthians caiu na realidade. Tem um time em condições de conquistar esta bagaça, mas está longe de ser aquela time irresistível que alguns imaginavam. Pode ser que este choque de realidade faça um bem danado pra nós.

    Curtido por 2 pessoas

    • 04/23/2015 21:39

      Também estou nessa onda “wishful thinking” de que a derrota pode ser regenerativa. Acaba com o oba-oba e aumenta o nosso foco. E lembro ainda que nosso melhor atacante tem 14 dias para se recuperar. Tô curtindo esse jogo de Poliana. Me lembra do dono do boteca comentando o time no ano passado :-).

      Curtido por 1 pessoa

  8. 04/23/2015 15:04

    Não sei nem o que dizer.
    Sinceramente.
    Aqui em Brasília, surgiram do nada porquinos e são paulinos aos montes. Até o síndico tomou coragem e me mandou tirar a bandeira da janela.
    Valeu Tite.
    Não me lembro de uma dor de cabeça tão grande.

    Curtido por 1 pessoa

  9. Cesar Cachaça permalink
    04/23/2015 13:49

    Há coisas que poderiam ser ditas sobre atuação, tática, posicionamento. Mas é forçoso reconhecer que, por razões ou forças que desconheço, o desfecho desse jogo estava arranjado. . Pense quantas vezes você lembra de um jogo onde o Corinthians (ou qualquer time) teve 2 jogadores expulsos com vermelho direto? bom, aí vamos supor que vc seja um incauto que não viu o jogo e vai ver os lances para ver como foram…Além disso, pior , é o contexto (que é o que uso para diferenciar erros legítimos de coisas estranhas). No primeiro lance, quando todos os olhos estavam voltados para a jogada, Tolói pisa no Sheik, nada acontece. Aí fora do lance, quando nenhum olho (juiz, bandeira, quarto árbitro) estava no lance, Sheik dá um totó e é expulso direto, sendo que dificilmente alguém viu o lance como foi! Aí vc pensa “bom, o cara vai ser rígido…”, Denilson e Luis Fabiano dão pixotadas e nem uma conversinha…bom, jogo corre, 2 x 0…vira o segundo tempo e o Corinthians começa levemente a igualar o jogo. Luis Fapipoca, como sempre, demonstra que não vai conseguir terminar o jogo em campo…o que o juíz faz? Para não correr o mínimo risco da situação igualar, arruma uma expulsão mais ridículo ainda pro colombiano no exato mesmo momento. Na boa, não dá para analisar qualquer coisa. Já tinha dito aqui num jogo do brasileiro do ano passado: Sandro Ricci, que era um ótimo árbitro 4 anos atrás, virou queridinho na CBF e é o cara geralmente escalado para “fazer o serviço”. Ontem fez bonitinho o que lhe foi pedido. O que me estranha é a não reclamação em geral do nosso lado. Estranho, muito estranho.

    Curtido por 1 pessoa

    • Ph1910 permalink
      04/23/2015 14:26

      Assinado! Considero o assalto de ontem tão grande quanto o do Amarilla.
      No replay do lance do Emerson dá pra ver claramente que juiz e bandeira NÃO estavam olhando o lance.

      Provas:
      Juiz: https://www.youtube.com/watch?v=BkfZ-O2p3U8&feature=player_detailpage#t=18
      Bandeira: https://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=BkfZ-O2p3U8#t=25

      Como disse o Elias, “O árbitro às vezes erra, mas hoje existiram algumas coisas meio diferentes aqui…”.

      Curtido por 1 pessoa

      • Múcio Rodolfo permalink
        04/23/2015 19:59

        Discordo… o Amarilla anulou dois gols do Corinthians e deixou de anotar dois pênaltis a nosso favor. Em termos de arbitragem danosa ao Timão, Amarilla ainda é insuperável. Vence até o Zé Aparecido.

        Curtido por 1 pessoa

        • bloguedotimao77 permalink*
          04/23/2015 20:28

          Amarilla é ponto fora da curva. Insuperável.

          Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      04/23/2015 14:37

      Antero Greco, no ESPN, comentou o seguinte: se ele amarelou o Cabuloso por simulação, então não deveria ter expulso o Mendoza por agressão e se expulsou o Mendoza por agressão não deveria ter amarelado o Cabuloso por simulação. A expulsão do Emerson foi excesso de rigor da parte dele. Mas isto aí já estava no script.

      Curtido por 1 pessoa

      • bloguedotimao77 permalink*
        04/23/2015 19:44

        Eu achei esse lance mais tranquilo, pois favoreceu o Corinthians (perdemos um ruim e eles o único atacante de área).

        O mais correto era só o LF, mas ambos expulsos não é erro não. Júnior e Edilson foram expulsos por muito menos. Muito menos.

        Curtir

        • Cesar Cachaça permalink
          04/23/2015 20:40

          acho que a conta de favorecimento não é essa, quem é pior ou melhor. E sim que LF já estava no lucro dado o critério do árbitro…tinha dado um esp* homérico no bandeira no primeiro tempo, uma solada no Felipe, toda hora (como sempre) se estranhando com alguém. O Mendoza não tinha feito nem falta ainda…o Sandro entendeu que não tinha jeito do LF terminar o jogo (aliás, como o pipoca é burro, 2 x 0 e eles com um a mais e ela ainda comprando briga com Deus e o mundo) e deu um jeito de expulsar um dos nossos junto para que a vantagem numérica continuasse. Isso para mim é claro e evidente. Não se trata daqueles desentendimentos “põe os dois para fora”, dizer que o Mendoza tentou agredir é forçar muuuuito a barra, ainda mais em jogo de liberta. Tanto é assim que pro pipoca ele deu segundo amarelo, e pro Mendoza vermelho direto. Fosse ele um pouco mais esperto teria dado vermelho direto pros 2 e disfarçaria mais sua trapalhada.

          Curtido por 1 pessoa

        • bloguedotimao77 permalink*
          04/23/2015 20:43

          Eu só discordo quando você diz que o Mendonça não quis agredir.

          Não só quis, como já é a 3a partida em que ele solta o braço contra o adversário

          Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        04/23/2015 19:58

        Então, Alvaro, pode ser que a memória esteja me traindo, mas na época fiquei com a impressão de que o Godoi enrolou para avermelhar o jogador do Chiqueirense exatamente para levar junto um do Corinthians.

        Curtir

        • bloguedotimao77 permalink*
          04/23/2015 20:27

          Eu lembro que ele exagerou na expulsão e prejudicou o Corinthians, pois o Edilson estava em boa forma (fez gol) e era sempre um cara que podia resolver jogos sozinhos.

          Enquanto ontem perdemos um ruim e adversário um importante (Saldo positivo)

          Lá os dois perderam caras bons, mas sempre achei essa expulsão de saldo muito negativo.

          Curtir

    • Correa Leonardo permalink
      04/23/2015 14:51

      Também achei essa arbitragem meio esquisita, mas a disposição do time não permitiria resultado muito diferente disso, não…

      Curtido por 1 pessoa

    • Daniel permalink
      04/23/2015 16:04

      o árbitro fez o que tinha que fazer (a mando de que interesse, não sei) e isso já era mais que esperado. o mais estranho nessa história toda foi a postura do Corinthians, realmente. entrou para tudo, menos pra ganhar.

      Curtir

      • Cesar Cachaça permalink
        04/23/2015 16:24

        na boa, acho precipitada essa análise de postura. Acho que as vezes há incoerência no sentido de, se por um lado criticam a postura, por outro assumem que do outro lado tem um ninguém, um timeco. Ora, você vai jogar contra um SP desesperado pela vitória na casa deles, é super natural vc começar o jogo postado atrás, esperando o contrataque. Foram 10 minutos de superioridade meio enganosa do spfw, até que o Corinthians igualou, segurando a bola, trocando passes, sem chegar o ataque mas controlando. Seria o desenvolvimento natural do jogo. O que aconteceria dali, ninguém pode prever, mas mesmo se o Corinthians viesse a controlar de vez o jogo e ganhá-lo (aliás seria um discorrer de primeiro tempo muito parecido com o que foi do Palmeiras), o normal é vc sofrer os primeiros minutos. Aliás é tão senso comum que nessas situações todo comentarista fala “se o visitante conseguir segurar os 15 primeiro minutos, aí o jogo equilibra bla bla”. P*, o Sheik foi expulso aos 20 do primeiro, não do segundo tempo! acho que afirmar qualquer coisa sobre postura, na boa, é só vontade de cornetar…

        Curtido por 1 pessoa

        • Daniel permalink
          04/23/2015 17:05

          Bom, pode até ser só vontade de cornetar mesmo, até mesmo porque foi o que sobrou depois de domingo e de ontem… rs

          Curtido por 1 pessoa

        • Ph1910 permalink
          04/23/2015 17:06

          Assinado de novo.

          Curtir

        • bloguedotimao77 permalink*
          04/23/2015 19:49

          Mas aí você simplificou a parte em que foram, acho que dois quase gols só nesse comecinho.

          A derrota era esperada. O juiz só catalizou.

          Curtir

        • 04/24/2015 15:09

          É só vontade de cornetar mesmo e videntes de um passado que não aconteceu. Qualquer outra coisa é só achismo barato. Eu, por exemplo acho que o São Paulo entraria em desespero a partir do minuto 21 e venceríamos em uma goleada histórica. Tão plausível (ou implausível) quanto qualquer outra previsão de passado inexistente.

          Quem não gosta do Emerson vai espinafrá-lo. Quem gosta (eu!), vai dizer que ele é isso para o bem e para o mal, que ele foi pisado na cara do juiz que nada fez… Se não gosta ponha o Romero que nunca é expulso (isso foi irônico tá?).

          Curtir

      • bloguedotimao77 permalink*
        04/23/2015 19:48

        E se esse time acha que pode escolher jogar bem ou mal, precisa ser avisado que não é assim que funciona.

        2013 foi logo ali

        Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      04/23/2015 19:40

      Se teve esquema, as consequências serão terríveis para o Clube.

      Eu acho que não teve apesar da insinuação da SporTV.

      Curtir

    • Morgana permalink
      04/23/2015 20:26

      Quando mandou pensar em um jogo com dois expulsos direto, deu um estalo e lembrei:
      Jogo da estreia do Amoroso, dois jogadores nossos foram expulsos contra o spfw ainda no 1º tempo. Jogo que terminou oxado.

      Curtido por 1 pessoa

      • Cesar Cachaça permalink
        04/23/2015 20:44

        é verdade…mas aquele foi merecido: o lateral César deu pontapé em não sei quem e o outro foi o (acho) magrão. Bom, time do Leão né…

        Curtido por 1 pessoa

        • Morgana permalink
          04/24/2015 11:26

          Pontapé no carniça do Souza.

          Curtir

      • bloguedotimao77 permalink*
        04/23/2015 20:45

        Aquele que o ratinho foi expulso?

        Curtir

        • Morgana permalink
          04/24/2015 11:25

          Achei uma matéria. E é sim o jogo no qual o Ratinho foi expulso.

          “Na estréia de Amoroso, Magrão e César, o 0 a 0 foi conquistado de forma dramática. O time de Leão ficou com dez homens desde os 5min do primeiro tempo com César expulso. Perdeu Eduardo Ratinho, por cartão vermelho, aos 25min do primeiro tempo, e, com nove em campo, segurou o São Paulo com a raça tão estimada pela torcida corintiana.”

          http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/fk1109200606.html

          Curtido por 1 pessoa

        • bloguedotimao77 permalink*
          04/27/2015 6:35

          Jogão! Muita raça do time.

          O SP estava em alta e Corinthians segurou a bronca 90 min.

          Curtir

  10. 04/23/2015 12:28

    Supondo que eu concorde com o que feito domingo (que não aceito de maneira alguma),ainda sim todas as decisões tomadas de maneira equivocada.Se o paulistinha não é prioridade e nunca foi, pq não jogou com um time todo reserva. Ora mandou a campo vários titulares,um jogador voltando de contusão,quando a corda apertou o pescoço colocou R.A e Elias este último perdeu o penal e ganhou uma carga emocional desnecessária.Ontem era dia para um time todo reserva,colocaria uma pressão a mais nas tricoletes,se perdesse normal e em caso de vitória provocaria uma hecatombe na Vila Sônia.Mas não,achamos por bem ressuscitar mais um cadáver inacreditável.

    Curtido por 2 pessoas

    • Múcio Rodolfo permalink
      04/23/2015 13:10

      Bom.. se não estou enganado, o Renato Augusto e o Elias entraram quando o jogo estava 2×1 para o Corinthians…

      Curtir

      • bloguedotimao77 permalink*
        04/23/2015 13:34

        Mas a fala do Tite explicando o quer queria já anula definitivamente o seu argumento.

        Curtir

        • Múcio Rodolfo permalink
          04/23/2015 14:33

          Bom…. se o Palmares (Chiqueirense) tivesse empatado a partida e o Adenor, então, tivesse colocado os dois ai sim poderia se dizer que a corda estava apertando o pescoço.

          Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      04/23/2015 13:33

      ISSO!

      Curtir

    • Cesar Cachaça permalink
      04/23/2015 13:37

      você realmente acredita nisso? Você realmente que poderíamos / deveríamos chegar em Maio tendo jogado apenas os 7 jogos da libertadores com o time titular, em termos de entrosamento, ritmo de jogo, formação de time etc?

      Curtir

    • 04/23/2015 16:11

      Sem querer polemizar com religiões, mas nem mesmo o Todo Poderoso que está nos Céus queria ver o Corinthians, e não Seu filho, ressuscitando mortos.
      Estamos plenamente de acordo.

      Curtir

  11. Andre.T permalink
    04/23/2015 12:18

    Em uma semana ressucitamos dois rivais.. chato pra caraleo.

    Bom, agora teremos 2 semanas pra fazer uma pré-temporada, e pra eu esfriar a cabeça.

    Pegamos uma chave mais tranquila na libertadores, sem viagens longas até a semi-final. Dá tempo de arrumar a casa e recuperar os machucados.

    PS: Ao contrário de Guinei, o erro de Emerson não nos custou a eliminação. (só pelo chiste).

    PS2: Tá cada vez mais barato os 7mio do guerrero.

    Curtido por 2 pessoas

  12. Max permalink
    04/23/2015 12:11

    1 Sheik o que dizer? Desde o segundo semestre de 2012 que eu defendo aqui que ele NUNCA MAIS deveria vestir a camisa do Corinthians.

    2 Expulsão mexeu com o emocional do time qualquer chance de equilibrar uma partida que estava nas mãos do adversário acabou ali.

    3 Salários atrasados já começam mostrar interferência em campo à meu ver e o que mais vai fingir que joga será o Emerson.

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      04/23/2015 13:32

      3 hummmmm…. Isso é muito complicado.

      Curtir

    • Golfo permalink
      04/23/2015 18:23

      Perfeito! Por aqui, a vontade de trolar o Tite beira o irracional.
      Imagine ter que lidar com os jogadores (do jeito que são hoje em dia) com os salários há MESES atrasados. Colocaram no colo do treineiro um problema que não é dele.
      No mais, muito mimimi por conta do empate com os suínos. Jogamos melhores, mesmo sem descanso de uma semana como eles. Perdemos nos penais. Acontece.
      No jogo de ontem, o sem-mãe foi decisivo no resultado.
      O jogo do Corinthians (tirando algumas poucas exceções) tem sido assim nos últimos anos (seja com Tite, seja com o idolatrado Engano Menezes): cozinhação de galo e espera de esparsas oportunidades de contra-ataque. Assumir que o jogo seria das madames mesmo com o idiota do Emerson em campo (se não fosse expulso) é mero achismo.
      Por fim, vendo o lado bom da coisa: se jogarmos com um mínimo de seriedade, levamos essa libertinha. O único jogo difícil que se avizinha é a semi-final. O chaveamento foi ótimo para nós.

      Curtir

  13. Múcio Rodolfo permalink
    04/23/2015 11:52

    1- Mais uma vez: os jogadores foram poupados não para o jogo de ontem, mas pensando na temporada como um todo.
    2- O Corinthians entrou com a intenção de ganhar o jogo e obter a melhor classificação possível, o que lhe daria vantagens nas fases posteriores. O Imaculado atacou mais no começo porque jogava diante de sua torcida e precisava do resultado. O Corinthians poderia ter equilibrado as ações não fosse a expulsão do Emerson que, como foi dito pelo anfitrião do boteco, resultou de enorme rigor por parte do árbitro.
    3- O time caiu de rendimento. Esta é a verdade. Tem alguns dias para se recuperar. Resolver alguns problemas internos. Dizem que tem salários atrasados. O Guerrero precisa se curar da dengue. É preciso resolver o problema da avenida que se tornou a nossa lateral direita.
    4- Andrés cantou a bola dizendo que o Imaculado de Vila Sonia venceria por 2×0 e o San Lorenzo não venceria o Danúbio. Aliás, alguém aqui tinha a ilusão de que não haveria uma forçada de barra para que o clube “exemplar” se classificasse?

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      04/23/2015 12:08

      3- Acho que a avenida é dos dois lados, os dois meias (Elias/Renato) não dão apoio na marcação e fica fácil a penetração.

      4- Nisso eu fiquei mais impressionado com o tão bom SL que perde em casa para um time horrível num jogo que não poderia perder.

      Essa 1ª fase é muito fraca e altamente influenciada por gramados e juizes.

      A próxima melhora um pouco.

      Curtir

  14. Daniel permalink
    04/23/2015 11:28

    Para mim, das duas uma: ou o time está escolhendo os jogos que quer jogar, ou o físico já foi pro saco e deve ser mais fácil correr 10m o jogo inteiro, por isso eles ficam lá atrás o tempo inteiro. Ontem foi medonho. A postura não era, desde o primeiro segundo, de quem queria vencer. parece que a derrota era até querida. perdemos para um time feio, que achou dois gols na total displicência de nosso time. a arbitragem foi ridícula, acabou nos prejudicando mais que o São Paulo, mas, nem de longe, serve como desculpa.
    ontem felipe foi felipe de novo…

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      04/23/2015 11:34

      Quanto a parte física continuo a minha pregação: esse time jogou pouquíssimas partidas na temporada.

      Não era para estar tão caído.

      Mas teremos ai uma semana de trabalho (se o Corinthians não conseguir adiar o jogo da próxima semana).

      Curtir

      • Morgana permalink
        04/23/2015 11:50

        Pra mim é adaptação física. Os outros já encaixaram o Domingo-Quarta-Domingo. As poupadas/2 times “atrasaram” essa adaptação. No começo estávamos igual time de interior ou time jovem do Santos. Agora estamos quase fim de temporada, todo mundo estourando.

        Curtido por 1 pessoa

  15. Correa Leonardo permalink
    04/23/2015 10:59

    Pra mim, no 2º gol o corta-luz do árbitro acaba atrapalhando o Cássio.

    Elias vem jogando muito mal, o que até explica a fase. No derby, pouco produziu e recuou o pênalti decisivo. Ontem, falhou no 2º gol e merecia a expulsão no final.

    Se nossa opção para mudar o jogo na substituição é o Mendonza, tá feia a coisa. Mas o treinador é tão sortudo que já arranjou dois reforços para o primeiro mata-mata: as ausências do colombiano e do “malandro” Érmensson Sheik – baita juvenil, digasse de passage.

    Sinceramente, vendo o Vágner em campo, penso: em vez de gastar 500 pau por mês numa nulidade dessas, por que não renovaram logo pelo valor que o Guerrero pediu? Ou por que não compraram o Prattto (que parece meio grossão, mas faz gol todo jogo)? Ou por que não botam logo o Malcom pra jogar?

    Honestamente, vendo o Felipe em campo, rumino: pra insistir com esse cara e ter o Edu Dracena no banco, era melhor ter importado um Paulo André da China.

    Curtido por 2 pessoas

    • bloguedotimao77 permalink*
      04/23/2015 11:22

      Concordo, a contratação do Vágner foi realmente das coisas mais malucas da temporada. Atravessou tudo, até o presidente.

      Se Tite não levar o Malcom para o Paraguai, aí temos uma situação.

      Curtir

  16. Luís permalink
    04/23/2015 10:30

    Na verdade entendo que qualquer análise do jogo e suas variações táticas, ficam prejudicadas quando se entra com um a menos, no caso o Vagner love, que se no início não fazia gol, mas atuava bem e dava passes, contribuía com as jogadas ofensivas, nos últimos jogos não conseguiu sequer dominar uma única bola… perdeu todas as divididas, errou todos os passes, não acertou um drible, enfim, tivesse entrado com um a menos de fato, seria melhor, pois o time teria consciência disso e tentaria suprir a falta de um homem…

    De resto basta lembrar que Seheik merece uma punição de 100% do salário, para largar de ser juvenil com 36 anos na carcaça, mesmo que a expulsão dele tenha sido absurdamente arrumada, assim como a do Mendonça, e mesmo que o time tenha atuado de forma bizonha, com erros individuais e técnicos, a arbitragem operou de forma descarada o time do povo… até quando não teve como evitar o segundo amarelo e vermelho para o l. fabiano, quis sem critério algum expulsar o nosso jogador tb, para não igualar numericamente as equipes…

    Quanto ao paulistinha, entendo que tite fez bem em poupar jogadores, pois se trata de uma competição modorrenta que está minando fisicamente os atletas em maratonas de jogos bizonhos e modorrentos… “campeonato caça níquel” se joga com time B e fim de papo… aliás para mim essa competição já deveria ter acabado no mínimo a uma década!!!!

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      04/23/2015 10:48

      Vágner: pergunta para seu amigo rivale mais próximo! A maioria vai falar que o futebol dele é esse, que não dá para contar nos momentos decisivos, péssimo finalizador etc.

      Sobre o Paulistão, aí eu concordo. Se vai esvaziar, assume isso até o fim e não fica no meio termo, pois o Corinthians não pode desprezar um derby sem combinar antes com sua história.

      Curtir

      • 04/23/2015 21:50

        Se você perguntar a um porquinho o que ele acha do Vagner, ele vai dizer o que ele quer que que o Vagner seja. Não vale. Ele não é craque, mas é melhor do que isso. Está realmente mal, mas como técnicos, precisamos dar um tempo para ele. Eu diria pelo menos 6 meses. Lembra como a maioria dos torcedores vaiaram o Danilo no primeiro ano dele? Mais pelo passado na Vila Leonor, mas também por que demorou para engrenar. Ainda acho que ele pode ser muito útil. Mas é óbvio que ainda não estou satisfeito com o que ele vem jogando. E que precisamos muito dele jogando bem agora, mas não temos muita alternativa. Claro que pode não funcionar, mas ainda estou na fase de torcer para que funcione.

        E antes que me esqueça, e também cornetando um pouco, hoje eu tentaria o Bruno Henrique no lugar do Ralf e o Malcom no lugar do Sheik. Coisas do merecimento do Tite, que tem vantagens e desvantagens. Nos caso citados acho que já está valendo a pena testar.

        Curtido por 1 pessoa

        • bloguedotimao77 permalink*
          04/23/2015 22:00

          Estou com pressentimento que ele vai abandonar o 4141, então Ralf ganha sobrevida.

          Já o Malcom, espero que ele apareça e permaneça…

          Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: