Skip to content

-2 dias para depois do começo: o inesperado toque de Zenon num Domingo qualquer.

05/04/2015

Como sempre a grande final do Paulistão é dos jogos mais legais do ano. Disparado é o jogo do 1º semestre.

Enfim, jogo interessante, mas, convenhamos, RUIM PRACACETE do ponto de vista TÉCNICO. A própria violência rivale era mais por ruindade do que maldade (veja a expulsão do Vitor Ramos!)

  • Taticamente, apesar do que você possa achar, vi um SFC muito desorganizado. Um bando (eles pretendem jogar assim o brasileiro?)
  • SEP era mais consciente e sucumbiu em dois erros mortais (reparem que o 2º gol só se toma em pelada).
  • Valdívia, um erro brutal do OO, não ajudava em nada e deixava a marcação, até então a melhor coisa do campeonato, capenga.
  • Como 2+2=4, SFC definiu o 1º tempo na sua melhor qualidade individual ofensiva (Robinho remostrou que tem um hedge enorme sobre a rapa.)
  • Nas expulsões, SEP foi favorecida e melhorou bastante no 2º tempo. Valdivia, o amaldiçoado, fez um toque que Zenon assinaria no gol que levou tudo para os penais.

Sem mais investimentos, creio que nenhum dos dois times sequer chega a rivalizar com o Corinthians. Mas não dá para dizer como será o desempenho dos dois finalistas no brasileiro, pois não sabemos como está o resto do Brasil.

LEMBREM-SE: este é um ano de recessão forte e a primeira coisa que some é o dinheiro do mercado de marketing esportivo. Portanto, não é só o Corinthians que está quebrado, mas todas as equipes estão enroladas com folhas de pagamentos fantasiosas. O time que aparecer com salário em dia, já é candidato à vaga da despertadores.

Seleção do campeonato

Foram tantos jogos inúteis, que não sei se consigo montar!

O MVP foi, sem dúvida, o Ricardo Oliveira. Escalação provável:

O goleiro do Santos

Fagner – zagas horríveis – Zé Roberto

Arouca – Elias

Ninguém – Lucas Lima – Robinho

Ricardo Oliveira

Anúncios
7 Comentários leave one →
  1. Múcio Rodolfo permalink
    05/04/2015 12:40

    Não assisti a decisão….. Creio que era um título que poderia ser conquistado pelo Timão não fossem as contingências. Era preciso garantir primeiro a classificação numa competição (isto na quinta feira) e depois pensar na semifinal de um campeonato que também era importante. Fomos eliminados numa partida que poderíamos ter vencido. Coisas de uma partida de futebol em que existe alternância de domínio…. Sem dar muita atenção a decisão, noto que o praiano apostou em jogadores veteranos -Robinho, Renato, Elano e Ricardo Oliveira- o que de certo modo contraria a tão decantada natureza de investir na garotada. Na verdade eu estava mais interessado em outras decisões e na perspectiva de que clubes que nunca foram campeões na vida conseguirem tal feito. Dos três candidatos, o que tinha mais vantagem foi o que sofreu a derrota mais vergonhosa, o Vitória da Conquista. A Caldense, já se sabia seria muito complicado. Mesmo assim, perdeu por um placar apertado e com um gol duvidoso do Jô que, na minha humilde opinião, seria mais negócio ter contratado que o Wagner Love. O único que obteve a consagração inédita foi o Operário de Ponta Grossa que não só se aproveitou da vantagem obtida na primeira partida quanto a ampliou, não dando margem a nenhum tipo de contestação. Destaque para o coro dos torcedores. O estádio todo gritando “fora Beto Richa”. Eram todos “Black Blocs”

    Curtido por 2 pessoas

  2. Cesar Augusto permalink
    05/04/2015 11:32

    Joguinho mequetrefe digno do futebol brasileiro atual. Muita correria, pouca técnica, mas sempre há emoção.

    O Santos venceu porque tem Robinho. O Palmeiras perdeu porque quis encarar o Santos, de igual para igual, no primeiro tempo. Foi fatal. O Palmeiras ainda é um time em formação que não tem equilíbrio defensivo nem equilíbrio emocional, vide Dudu, o novo Edmundo…

    O Corinthians perdeu o Paulista mais fácil dos últimos tempos.

    Porém, aposto que o Palmeiras, no Brasileiro, briga pelo G4. E o Santos briga pelo Z4. O Corinthians dependerá da Libertadores.

    Venceu quem deu valor ao Paulista, quem não renegou às suas origens e, principalmente, venceu quem o establishment do futebol NÃO queria. O mundo do futebol queria o título palmeirense. Dançaram.

    O Santos não tem grana e perderá Lucas Lima e Robinho, provavelmente.

    O Palmeiras tem um Presidente milionário que fará qualquer coisa para ser campeão, principalmente endividar o clube. Com 3 ou 4 reforços, o Palmeiras briga pelo título, inclusive. A briga pelo G4 já é uma realidade, desde que se livre de Valdivia.

    Zenon foi o grande craque da democracia corinthiana. O outro era Gênio…

    Curtido por 1 pessoa

    • Mario permalink
      05/04/2015 13:00

      O Dudu não lambe as frieiras do Edmundo, que tinha o miolo mole mas jogava muita bola. Esse tatuadinho chiliquento, até agora, não mostrou nada além de um pouco de habilidade e evidentes problemas de ego.

      Joguinho fraquíssimo, realmente. Esse brasileiro vai ser osso, viu.

      Curtido por 2 pessoas

      • Cesar Augusto permalink
        05/04/2015 13:07

        Dudu é, no máximo, o novo Serginho Fraldinha, lançado por Telê Santana, em 1990, aos 17 anos. O mestre também errava. E muito…

        Curtido por 1 pessoa

        • bloguedotimao77 permalink*
          05/04/2015 16:21

          e vai pegar um belo gancho…

          Curtir

  3. Correa Leonardo permalink
    05/04/2015 11:30

    Esse Lucas Lima é bom jogador mesmo. Entrava facinho de titular no lugar do Jádson. Mas fomos buscar outro jogador lá na baixada…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: