Skip to content

Guaraní 2×0 Corinthians, hora de apagar o ego, a vaidade, o 4-1-4-1 e voltar a jogar bola.

05/06/2015

Antes do apito, duas coisas chamavam a atenção. Primeiro, mais uma vez, a baixa presença de público mesmo com ingresso a R$ 5,00. Será que vale a ironia “o interior ama a despertadorzinha”?

Um segundo ponto, até mais importante, é destacar o absurdo do Corinthians jogar uma partida desse interesse exclusivamente para a TV fechada. Acho inadmissível que uma TV possa comprar os direitos apenas para que nenhuma outra TV concorrente possa transmitir. Deveria existir alguma lei que obrigasse a liberação do sinal para a TV pública.

Sobre o jogo, como havia cantado, Guaraní é muito fraco tecnicamente e o contraste só não foi maior, por conta da péssima jornada de Cássio e Felipe.

Taticamente, passado um tempão em que chegamos a conjecturar até a morte do 4-1-4-1 – dado o PAU que levamos de Ponte Preta em diante – Tite reapareceu igualzinho. O resultado? Guaraní pressionou as laterais (como todo mundo aprendeu a fazer) e complicou a saída corinthiana. Todos os erros ao mesmo tempo agora.

Só nos restou o recuo e a compactação. Quando aparecia uma boa bola para o contra-ataque, a lentidão era mãe, como se um raio trator impedisse alguém de dar um pique para o ataque.

Luciano foi assassinado pelo sistema. Jogando distante da área e ocupado em um estilo de marcação para a qual exige-se especialidade sucumbiu (reconheça que nunca viu ele jogar nesse posicionamento. Reconheça como isso minou a produção do Sheik no passado).

Foi um jogo chato como o diabo, equilibrado, mas chato.

O 2º tempo voltou no ritmo do último terço, com Guaraní mais ofensivo e insistindo na pressão pelas laterais. O Cássio 1×0 veio exatamente no último minuto do 1º terço, um gol que já assava há meia hora na parrilha.

Ato reflexo, adversário se posicionou atrás, espelhado e esperando mais alguma prenda da defesa corinthiana. E Felipe entregou o 2×0 rapidamente (o que é um paradoxo, pois se ele fosse “rapidamente”, não sairia gol algum).

Tite mexeu no modo pânico: Malcom (que não está com dengue como o resto) no lugar do Jádson (apagadíssimo), Danilo no lugar do queimadíssimo Luciano e, num ato de desespero para resolver a saída de bola, Bruno no lugar de Ralf.

Lentos, estáticos, burocráticos, não jogamos nada.

A verdade é que o sistema 4-1-4-1, que já não é tão bom na sua origem, ficou pior na mão de um treinador sem competência para formar times ofensivos. Urge voltar ao 4-2-3-1, que ao menos deixa a equipe mais equilibrada entre defesa e ataque (e elenco ele tem). Escalar os melhores também ajuda.

A melhor alternativa, disparada, seria voltar ao 4-4-2 do ano passado. Mas aí, um treinador que vê o Real Madrid jogar no 4-1-4-1 não conseguiria preparar a equipe durante a semana.

Você pode culpar algum desafeto do elenco, a falta de salários ou a altitude. Pode até fingir que nunca leu criticas sobre tudo que viu hoje… O auto engano já produziu até bons livros!

Se o momento é de análise e busca de algum descanso, então recomendo a reflexão sobre o Hexagrama 24 do I Ching: Fu/Retorno (O Ponto de Transição):

Afaste o orgulho do seu horizonte. Ele só nos leva ao desequilíbrio.

Este hexagrama significa que estamos nos afastando do Caminho Superior.

Por causa da dúvida, voltamos a um velho sistema de defesas e estratégias para lidar com os problemas. Estruturas de relacionamento que já haviam sido superadas ressurgem, porque deixamos de lado a autodisciplina ou simplesmente paramos de prestar atenção à nossa atitude interior.

Receber o hexagrama 24. Fu, portanto, é um aviso para que prestemos atenção na questão e voltemos ao Caminho não estruturado, o caminho que independe de defesas e estratégias e se baseia, sim, na humildade e na aceitação. É preciso renunciar à racionalização dos acontecimentos, que sempre nos leva a discutir e apelar para a força (Caminho Inferior).

Temos que dar espaço para a compreensão Cósmica, renunciando ao orgulho, e pedir ajuda ao Criativo. O orgulho provavelmente foi despertado pelas transgressões de outras pessoas, mas também porque nos sentimos abandonados pelo destino ou pelo Poder Superior. Mas se conseguimos ver que o Poder Superior não nos abandonou, poderemos voltar ao Caminho Superior, vencer o orgulho e seguir na perseverança.

Anúncios
44 Comentários leave one →
  1. Múcio Rodolfo permalink
    05/09/2015 11:16

    1- Não acho que o Corinthians tenha perdido de propósito para o Imaculado com o fito de pegar o Guarani Paraguaio. Tivesse vencido, iria pegar o Sucre da Bolívia. Apesar da altitude, os times bolivianos são tradicionalmente presas fáceis longe de casa. Em 2012, por exemplo, o mesmo Bolivar que venceu o Manjubinha do “menino mimado” por 2×1 lá, apanhou de 8 no Boqueirão. Além do mais, o caminho ficaria relativamente mais fácil daquele lado.
    2- Também não acho que tenha faltado humildade em relação ao adversário. Creio que a vitória do Guarani sobre o Racing serviria para alertar que o jogo lá não seria nada fácil.
    3- O time foi mal, merecia ter perdido de três ou quatro. Se o Fábio Santos tivesse aproveitado aquela oportunidade. Se o Cássio não tivesse falhado….. Por outro lado, se o Gil não tivesse salvado aquela lance. Se o tal de Santander não tivesse desperdiçado duas chances claras que teve. Futebol é circunstâncias. Diante disso, não há esquema que funcione numa noite em que Jadson está mais para Jadsono do que Jadshow, que Renato Augusto está numa apatia franciscana.
    4- Eu espero que este time reaja da mesma forma que o time de 2011 reagia depois de uma saraivada de críticas. Jogue bola e recupere sua imagem desgastada diante de parte da torcida.
    5- Tem muita gente lembrando a virada contra o Cianorte. Naquela noite,o Corinthians precisava vencer por 4×0 e não por 3×0. E ainda tomou um gol irregular do adversário. Aquele time tinha Tevez. Este não tem. Porém, em compensação, algumas tranqueiras que havia naquele time não tem correspondente no time atual.
    6- Falaram do Pato. Incrível que este ai seja o mesmo que não conseguiu jogar com o outro treinador. E pro falar na ave “gramática” – o estrupício teve a cara de pau de dize que a arbitragem do Amarila foi perfeita. Mais um pouco ele supera o Paulo Nunes.

    Curtido por 1 pessoa

  2. 05/08/2015 0:11

    De fato o futebol de hoje exigi que todos participem da marcação nem Messi nem C.Ronaldo estão isentos,mesmo que façam com menor intensidade.Porém,Tite leva isso as últimas consequências,não necessário que o atacante volte até a lateral defensiva para obter uma marcação eficiente.Fico até surpreso que nosso menino de vidro R.A ainda não tenha estourado.Tite matou Romarinho com isso e queimou o Pato.Malcom é a próxima vitima.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Morgana permalink
    05/07/2015 22:52

    O problema é que o Guaraní pode ser um Cianorte ou Goiás da vida e mascarar as falhas, de novo.
    =(

    Curtido por 1 pessoa

  4. André Pinheiro permalink
    05/07/2015 20:55

    sensação de deja vu, estamos em 2013 ou 2015???? falta muito para o proximo ano sabatico?

    Curtido por 4 pessoas

  5. Cesar Augusto permalink
    05/07/2015 17:05

    Sejamos realistas. Dois a zero foi pouco. Era para perder de 4. Em suma: Saiu barato. Ainda é possível.

    Curtido por 3 pessoas

  6. 05/07/2015 14:37

    Sobre a hipótese do burro sem sorte no segundo tempo (apenas conjecturando que ele deixe de ter sorte em Itaquera).

    Ressalvo que não assisti o primeiro tempo.

    Jogo a culpa do jogo além das falhas (imensas) individuais dos já (mal) falados Felipe e Cássio. Mas o Elias e o Ralf estão fod!@#$% tudo. O bom do campo de boate em Assunción é que a câmera abre mais e vemos o padrão de jogo, Jadson e Renato estavam isolados, a figura que se apresentaria para trabalhar na meia, já que as laterais foram neutralizadas, seria o Elias, em ritmo de operação padrão. Era triste ver Jadson ter que se livrar de três e o Elias parado logo atrás sem se apresentar. Jogadô de selessa ein? E Ralf… falo dele mais dois parágrafos abaixo.

    No segundo tempo, nenhuma novidade no modo de agir do Adenô, a primeira substituição foi aos 15, a segunda e a terceira aos 30′. Contudo, o time ficou muito, mas muito melhor na meia.

    Malcom foi o motor do time na direita, como se espera dele, Ralf enfim saiu da meia para entrada do Bruno Henrique, mas quem deveria sair era o Felipe, claramente sem condições de lidar com a velocidade do Santander-HSBC-Bradesco-Itaú, recuando Ralf para a zaga. Sim, ele nunca jogou de zagueiro, eu sei, mas como manter Felipe em campo? Dracena também não dá!

    Cássio, Fábio Santos, Gil, Ralf e Fágner, Bruno Henrique, Elias, Renato Augusto, Danilo/Jádson, Malcom e Guerrero. Ficou compacto, embora desequilibrado na esquerda.

    Prenuncio de escalação ideal? Nãããã… Tite não se convence fácil, ele é um cara que não aprende com a experiência, ponto.

    E vendo do meu lado torcedor nostálgico de raça, não tenho fé mesmo na próxima quarta-feira, o Guaraní virá com dez zagueiros e um Usain Bolt para fazer o inferno do Felipe. Jogaremos por três gols e eles por menos um.

    Curtido por 2 pessoas

    • 05/07/2015 15:37

      Meu time ideal é esse aí também.

      Curtido por 2 pessoas

    • 05/07/2015 21:57

      Eu não sou tão crítico dos jogadores assim, pois entendo que eles cumprem o sistema. Elias era mais dinâmico na marcação ano passado, pois o sistema exigia isso ao manter o atacante no ataque.

      Com Tite o papo é que 1 fica isolado e o resto volta. Assim, Elias fica restrito na movimentação (como a maioria do meio de campo) até pq, se ele sai da posição, abre-se um buraco na compactação.

      Isso é na defesa.

      No ataque, como o time recuou muito, a pegada ofensiva fica muito fraca (e o time estava realmente LENTO ontem).

      LI muitos textos na internet de que “Luciano isolou Guerrero”. Gol da Alemanha!

      Luciano cumpriu ordens. Quem isolou Guerrero foi o sistema que obriga o atacante a voltar para acompanhar a lateral.

      Ano passado, eram dois atacantes e a função primária de apoio na marcação era dos volantes e meias, liberando Guerrero e mais 1 no ataque.

      Foi assim que Luciano tornou-se, se eu não estou enganado, o artilheiro de Itaquera, depois superado pelo Guerrero.

      Curtido por 2 pessoas

  7. cesar cachaça permalink
    05/07/2015 13:55

    Acho que o maior dos problemas resume-se em: cag*aço de jogar fora de casa. Desde a última passagem, o único bom jogo que Tite fez fora de casa em mata-mata de liberta foi contra o Santos. Em todos os outros corremos o risco de acontecer o que aconteceu ontem: não sofrer tanto mas tomar um, duas ou três bolas que complicam muito. Ontem aconteceu. O que nos trás a outro ponto: essa estratégia não funciona se você tem Felipe na zaga (vide confronto contra o Galo ano passado). A diferença é que Mano naquele jogo não teve outra opção a não ser escalar Felipe e Guilherme Andrade…Voltando: mesmo se enfrentar o íbis fora de casa, a estratégia titeana será defender-se e embolar o meio de campo. E fica nisso.

    Tite não usou as duas semanas para treinar variações que fariam o time sofrer menos com as laterais fechadas. Lá continuava Ralf só passando de lado, lá continuava o time pouco compacto quando tentava atacar. Ralf traz um outro problema pq ou a presença dele cria uma quarta linha (que mata a compactação do time para sair com a bola) ou atrasa Elias para a terceira linha, diminuindo as opções desse segundo passe. Ralf faz sentido para jogos fora de casa aquele sistema antigo, com zaga confiável e alguma possibilidade de contrataque. Mas com essas peças e essas montagens não vai funcionar, mesmo. Esse time tem que jogar com posse de bola, compactando mais e achando um ou outro espaço na última linha do adversário. Deveria tentar imitar mais o Barça da época do Pepe e menos o Real do ano passado. Não faz uma coisa nem outra. Ontem não fez nada, na verdade.

    O resultado em si é reversível. O que preocupa é o desempenho e que tenhamos alcançado em Maio do primeiro ano o mesmo plateau que Tite alcançou em Maio do segundo ano em sua primeira passagem: o time não produz e ele tem dificuldades para entender onde precisa mudar.

    Curtido por 2 pessoas

    • 05/07/2015 22:00

      A solução eu dei no texto: volta o 4231 que a dinâmica de saída de bola melhora com um volante mais passador. Na frente, Renato Augusto, que não tem pernas para voltar tanto, jogaria mais próximo de Guerrero e o resto volta para marcar como Tite quer.

      Curtir

  8. Daniel CMS permalink
    05/07/2015 13:46

    1 – Tite passa ano sabático, traz uma variação de um sistema que surpreende adversários.

    2 – Tite arrota a quatro cantos esse novo sistema e adversários nem precisam estudar o time, ganhando um mês de estudo só ao ouvir as entrevistas do professor.

    3 – Esquema de Tite é anulado.

    4 – Segundo pilar do trabalho de Tite, a marcação pressão desaparece quando .Jogadores ficam sem receber direitos de imagem.

    5 – Tite continua teimoso e lento nas substituições e escalações.

    6 – Tite precisa de mais um ano pra inventar outro esquema.

    Corinthians vai ganhar na base da raça do Guarani.

    Curtido por 1 pessoa

  9. 05/07/2015 12:41

    Aproveitando a deixa do post,acho que Tite está pondo em prática os ensinamentos de Sun Tzu “Quando capaz, finja ser incapaz; quando pronto, finja desespero”. Agora falando sério além do engessamento tático que o Álvaro vem cantando faz tempo,o que me preocupa é essa empáfia e um certo ar blasé típico dos LEONORES que parece ter contaminado nosso clube,que vence a qualquer momento e que é o fodão da parada.
    Conseguiram transformar um confronto fácil em um possível vexame histórico ou em uma virada épica.
    Mais uma coisa fiquei pensando se o Diego Aguirre treinasse o Corinthians e tivesse 1/4 do media training titesco seria o Rinus Michels de itaquera ?

    Curtido por 1 pessoa

  10. alexandre lemos permalink
    05/07/2015 12:23

    Volta Mano !!!

    Curtido por 1 pessoa

    • 05/07/2015 22:04

      Não pode essas coisas. O pessoal tem MANOFOBIA NESSA PORRA!

      (Engraçado é o Juca: detonava o Mano até quando o Corinthians estraçalhava, mas no jogo de ontem, nem menciona o DT…)

      Curtir

  11. 05/07/2015 12:09

    E agora, já podemos falar mal do Tite?

    Curtido por 4 pessoas

  12. Daniel permalink
    05/07/2015 11:58

    Insisto em um ponto: se sempre houve limitação técnica e tática, o começo do ano foi marcado por muita disposição em campo. O Corinthians parou de correr desde o jogo conta a Ponte… Ontem o Guarani mostrou muito mais vontade. não sei o que acontece.

    o Malcom em 20 minutos produziu muito mais que o Luciano. Não sei porque não joga, mesmo quando é a opção mais óbvia.

    O Cássio pela primeira vez na vida falhou em um momento decisivo. Acontece, 0x1 não era nada de outro mundo. Mas parece que o time não estava sequer cogitando a possibilidade de sair atrás… o time estava muito mal, talvez fosse jogo para segurar o 0x1 e tentar uma ou outra jogada de forma organizada, sei lá. mas bateu o desespero, felipe mostrou a velocidade do dracena e foi incapaz de ir no corpo do atacante ou causar alguma dificuldade na finalização. mirim. péssimo.

    Dá para reverter porque o time dos caras é bem ruim. mas eles colocarão o paraguai inteiro na frente da área, e sabemos como temos dificuldades quando isso acontece.

    Enfim, tem muitas coisas acontecendo que sinceramente eu não entendo. Mas como bom corinthiano, acredito na virada. Tomara que a Arena vire um Pacaembu (que saudades…)!

    Abs.

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      05/07/2015 12:20

      Acho que Malcom ficou na geladeira para forçar a assinatura do novo contrato. Tenho quase certeza disso.

      No resto concordo, 0x2 é virável… O problema foi não ter feito o gol qualificado.

      Curtir

  13. Ph1910 permalink
    05/07/2015 10:16

    E a pergunta que não quer calar, será que o bom desempenho ofensivo do início do ano era apenas resquício do bom trabalho do Mano Menezes???

    Curtido por 2 pessoas

  14. Marcelo permalink
    05/07/2015 8:39

    1 – Como disse o Álvaro outro dia em um comentário meu, os Deuses do futebol punem, escolheram o adversário, acharam que ganhariam o jogo quanto quisesse e catapimba….mais uma lamentável atuação somada a falta de $$$.
    2 – O bom disto é que o Corinthians vai ter que ser Corinthians novamente na quarta-feira.
    3 – Luciano finge uma distensão na coxa para não tomar um esculacho dos companheiros e depois continua no jogo….só eu vi isto? Este muleque não serve para nada, picareta, vaidoso e ruim pra cacete!
    4 – Tá na hora de apsentar o Ralf e colocar o Bruno Henrique no lugar dele, melhoraríamos a saída de bola, não ficando restritos as saídas pelas laterais que já está manjada e travam o nosso jogo.
    5 – Felipe como diria o Mano do estádio 97 é como dar uma arma para um macaco, uma hora vai dar merda!

    Curtido por 3 pessoas

    • bloguedotimao77 permalink*
      05/07/2015 8:53

      3- Hahaha! Essa foi ridícula!

      Genial mesmo seria ele falar: “olha, sou meia-atacante e treinei só 1 semana na vida para essa posição de 2º lateral que o Tite tanto venera. Não sou o JH!”

      4-Ainda bem que todo mundo está concluindo isso, ANTES do brasileiro começar. Pois ali esse tipo de problema é explorado rapidamente pelos adversários.

      5-Foram 4 meses lendo/ouvindo que ele era “monstro” e 4 meses escrevendo que num sistema ultracompacto os zagueiros limitam-se a função de rebatedor.

      Bastou um jogo mais aberto e… tchibum!

      Curtir

  15. Luís permalink
    05/07/2015 8:38

    É, o negócio está feio mesmo, não vi o jogo, mas sinceramente não entra na minha cabeça um time com tanto talento individual, renato, jadson, elias, guerreiro e nenhum chamar a responsabilidade do jogo… aquela coisa tipo várzea mesmo, o cara vê que na base do toque de bola não vai então tenta o drible o chute de meia distância, o tranco mais forte no defensor para ganhar a bola e bater para o gol… coisa de boleiro amador que quer mostrar serviço no festival do bairro…. isso sem falar que nos falta um capitão gritando dentro de campo, o goleiro ao melhor estilo Ronaldo xingando o zagueiro que se posiciona mau, e por ai vai… um pouco de amadorismo, e raça quando se joga com times fracos tecnicamente, e não consegue encaixar o esquema de jogo, é sempre bem vindo e costuma dar bastante resultado… Já na próxima semana, quero ver se o Corinthians em casa, consegue o que ha mais de uma década não vejo, uma virada de jogo que nos garanta uma classificação no mata mata… quem diria, nos últimos, parece que a raça, tão característica do nosso time, anda por bandas bem distantes do PSJ…

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      05/07/2015 8:49

      Eu ainda acho que 0x2 é placar fácil de reverter em Itaquera. O problema maior foi não ter feito o gol qualificado

      Curtir

  16. Correa Leonardo permalink
    05/07/2015 7:52

    Time que entra pra empatar merece perder. O duro é entrar pra empatar e “respeitando a grandeza” do Aborígen paraguayo, um time absolutamente vencível.

    Se o Corinthians fosse o supertime que muita gente da imprensa trombeteava até outro dia, deveria ir até lá e impor seu jogo contra um adversário tecnicamente inferior. Maaaas… acho que já estamos anestesiados com essa falta de tesão pela vitória. Triste.

    (Em tempo: iluminação de boate do Defensores del Chaco, hein?)

    Curtido por 2 pessoas

    • bloguedotimao77 permalink*
      05/07/2015 8:48

      Até entendo que “entrar para empatar” seria uma opção (mesmo sabendo da inferioridade adversária). Mas, com esse elenco caríssimo à disposição, não é possível ficar com um ataque (ou contra-ataque) tão medíocre.

      Curtir

  17. Emboava permalink
    05/07/2015 2:10

    Ainda bem que eu não vi o jogo. Da pra sentir o desânimo e a decepção no Álvaro e nos outros comentários. É foda. Ficar sem ve. O Timão jogar e ver o mesmo problema de sempre.

    O Tite tem que ser humilde, mudar o esquema. Não somos o Madrid, não temos um Messi. Nossa defesa está fraca. O Felipe não é jogador pro Corinthians.

    Bom, como eu já disse. Esse ano vou ver pouco o Corinthians, pois não aguento a politicagem e a sacanagem daqueles dirigentes vagabundos que comandam o Timão. São tão ruins que nem roubar sabem direito.

    É triste ver eu time com o bom potencial de jogadores, de negócios e de torcida na mão dessa gente. Aí fica difícil.

    Mas não vamos desistir. Vai Corinthians. Vai Tite. Muda.

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      05/07/2015 8:45

      Ou Tite muda ou vai ser difícil encher Itaquera no brasileiro…

      Curtir

  18. viramundo permalink
    05/07/2015 0:11

    Já era, mano. Acho que não só o ano, o Corinthians acabou.
    Essa verdade que tentamos mascarar a cada dia se esfrega pornograficamente em nossa cara.
    Vexame. Dívidas. Orgulho. Vaidade. Arroto de benesses.

    O Corinthians não existe mais.

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      05/07/2015 8:44

      O pior é que time que deve tanto não sai contratando Vágner, Mendoza, reforma contrato de Jadson etc.

      Curtir

    • Daniel CMS permalink
      05/07/2015 13:36

      pena, mas concordo

      Curtir

  19. Gabriel permalink
    05/07/2015 0:01

    Podemos culpar Cássio, pelo frangaço, e Felipe pelo segundo gol (fora suas cagadas no jogo). O primeiro tem crédito, e o segundo, nem em sua melhor fase me enganou. Não tem capacidade pra jogar no timão. Ele parece um boneco de pano, os cara encostam nele e ele não aguenta o tranco. Bonecão de Olinda. Ou então, culparmos Jadson, que não jogou nada, ou Luciano, isolado marcando o gandula e sem competência para acompanhar o lateral. Mas a verdade é que o culpado só mesmo o Adenor. Com 10 minutos era óbvio que a escolha por Luciano tinha sido equivocada. Aos 40, ele sente a coxa.. Agora vai!!! Não, o burro sem sorte volta com o mesmo time pro segundo tempo, e só foi mexer aos 25 do 2º (PQ?!). Pq ele insiste tanto em suas cagadas? Um time não jogando nada, absolutamente, e o cara demora 70 minutos para mudar alguma coisa. É simplesmente inacreditável.
    Temos totais condições de meter 5 em casa nesse time aí, mas ta dificil acreditar. Ainda mais que os caras vão se fechar atrás e jogar no contra ataque em cima do felipe, e se fizerem 1×0, podemos até virar 4×1, mas é praticamente tchau.
    Bom, aí pelo menos podemos ganhar o brasileiro, já faz tempo, to com saudade. E vendo o nível dos elencos rivais, só perdemos o BRA se ganharmos a liberta e o elenco entrar em férias pré mundial.

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      05/07/2015 7:42

      O problema é jogar sistematicamente mal diversas partidas seguidas.

      Ontem não foi produto simplesmente de erros individuais, mas resultado de um time perdido desde a vitória contra a Ponte.

      Some-se o atraso salarial e buuummm!

      Curtir

    • cesar cachaça permalink
      05/07/2015 12:08

      pois é…ontem, o Bayern tomando um vareio do Barcelona, aos 15 do primeiro tempo Pepe inverte as peças e ganha taticamente o jogo. Até que Messi resolveu no último quarto do jogo. Mas é incrível a demora de Tite em mudar algo que estava claramente errado…

      Curtido por 1 pessoa

      • bloguedotimao77 permalink*
        05/07/2015 12:21

        inclusive o Bayer fez 49% de posse de bola, algo raríssimo contra o Barça.

        Curtir

  20. 05/06/2015 23:27

    Sinceramente, já estou pensando em brasileirão.
    E que nunca mais joguemos esse campeonato de araque.
    #foratite

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: