Skip to content

Corinthians 6×1 SPFC, #Soberano6x1!

11/22/2015

No mínimo um jogo gozadíssimo!

Primeiro foi a escalação que fez meu zap-zap ficar congestionado de impropérios contra Tite. Num dia tão festivo, ninguém queria um time reserva, muito menos com ROMERO!?! (DISCLAIMER: O paraguaio é aquele cara que um blogueiro maluco acha melhor que o MITO VÁGNER).

“Sacanagem” foi o mais light que li.

Para piorar, o time era realmente fraco limitado e começou levando uma canseira dos diabos. Cássio, o melhor goleiro do campeonato, fez defesa CRUCIAL-TREPIDANTE num chute à queima roupa, que partiu (como tudo no jogo) da esquerda.  A decisão do time reserva caminhava para o previsto: um desastre total.

Uma troca rápida de carrinhos cafajestes na esquerda e um soco de Fágner na direita, denunciavam um jogo violentíssimo dos dois lados.

Estrategicamente, Corinthians só com Danilo na criação, era balão na área. E quem disse que balão não é futebol, avisa Felipão? Logo no primeiro, Bruno ganhou de cabeça para provocar o 1º escanteio e ele mesmo abrir o 1×0, como se o lance todo fosse dele. Noutro balão bem longo mais à frente, Romero, melhor disparado do jogo, quase faz um golaço. Um tique de relógio depois, o 2º escanteio já provoca o Romero 2×0.  Outro balão adiante e Dracena 3×0! Acabou.

Quando falo em “balão” estou mesmo diminuindo o adversário, pois face a escalação, era natural a nossa opção por cima (jogávamos apenas com Danilo na criação e isso nunca funcionou muito bem).

Gosto aqui do paralelo com o 1×7 Alemanha: lá, eles destruíram o Brasil partindo pela nossa fraquíssima esquerda (digo no sentido defensivo) e concluíam com liberdade pelo meio.  Hoje, Corinthians destruiu o adversário por cima e concluiu na raça sempre chegando antes nas bolas divididas.

O 2º tempo foi só festa, um penal defendido, +3 gols e quase o 7º gol icônico (impedido pelo apito final bem safado aos 44:58).

O jogo fica assim marcado como o #Soberano6x1.

Se eu fosse do lado de lá, diria que era amistoso e amistoso não vale. Mas o Milton Cruz foi mais longe e disse que a “festa atrapalhou”.

Só festa! (Mas que papelão do #RenunciaRoberto, hein?)

No Penta foi 5×1. No Hexa 6×1. Agora vem o Hepta…


E olha que o CAM não vai mesmo passar o sarrafo de 64%?

Em tempo:

Copo cheio: campeão brasileiro de pontos corridos (tirando 2009) precisa de 73 pontos ou 64% de aproveitamento. 

Sarrafo: 64%      Corinthians atual: 74%    Atlético: 61%

 

Anúncios
9 Comentários leave one →
  1. 11/24/2015 14:54

    Algo de positivo para o blog com o título de 2015, paramos de ler a bobagem do “burro com sorte.” O Tite não é burro. Não é gênio. É um ótimo técnico em circunstâncias especiais? Não diga? Mas isso vale para qualquer profissão em qualquer área. Está claro que por aqui muitos não gostam da forma (discurso politicamente correto, catequizador, evangelizador… deem o nome que quiser), mas como eu não sou torcedor de jogador, nem de técnico, nem de dirigente, mas sim torcedor do Corinthians, eu estou muito feliz. E orgulhoso. E não, não acho que vale qualquer coisa por um campeonato. Mas não conseguir achar nenhum mérito no ótimo trabalho do segundo semestre de 2015 (sim, plantado desde 2014, já que o Corinthians é lider do Brasileiro há três turnos) é também pouco razoável. Pois apesar de termos a melhor campanha com folga do campeonato brasileiro, não dá para dizer que temos disparado o melhor elenco do país. Mas temos sem nenhuma dúvida o melhor time/a melhor equipe. E isso não se faz só com sorte (ou é só resultado do trabalho de 2014, é também, mas não é só). E sim, poderia ser melhor se o Ralf fosse melhor passador, se o Vagner fosse mais regular e menos caneludo, se não precisássemos aguentar as “titênicas” entrevistas do nosso treinador. Mas é miopia não dar algum crédito a cada um deles (jogadores, inclusive o Ralf, comissão técnica, inclusive o TIte, e dirigentes, inclusive o Andrés) por um bom 2015. E é é por isso que saúdo as críticas equilibradas, que nos fazem abrir os olhos para aprender com nossos erros e tentar melhorar onde temos fraquezas. Correto buscar a perfeição, mas pouco razoável não reconhecer que em um esporte coletivo estamos extraindo algo bom de todos. Mas o momento é de festejar um pouco e deixar as críticas para o planejamento de 2015. E nesse espírito, como disse o Rica Perrone em comentário do Facebook, o campeonato do Cruzeiro de 2013 foi também um passeio, mas sem novidade tática, sem evolução na intensidade de jogo e na filosofia de trabalho [como o do Corinthians de 2015]. Hoje o imperfeito Corinthians é responsável pela novidade e evolução na intensidade e filosofia de jogo no Brasil. Não é a solução de todos os problemas, que ainda são muitos, mas não é pouca coisa.

    Curtir

  2. Luís permalink
    11/23/2015 17:18

    Estou revoltado, como não conseguiram fazer o sétimo??? Faltou raça pro nosso time….kkkkk

    Outra coisa, o técnico do sãopaulo ia cari logo após a partida, mas ai lembraram que o time deles já não tinha técnico, então não poderiam mandar embora né….

    Vai CURINTIÁ!!!!!!

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      11/24/2015 13:01

      O engraçado é que no meio da desgraça eles ainda estão no G4…

      Curtir

  3. Múcio Rodolfo permalink
    11/23/2015 16:01

    E eu achando que a festa corinthiana iria ajudar o adversário.
    Vivendo e aprendendo.
    Ah… em 2011 foi 5×0 e não 5×1.

    Curtido por 1 pessoa

  4. 11/23/2015 12:41

    1- “Cause in my dreams, it’s always there
    The evil face that twists my mind and brings
    Me to despair”
    “Was all this for real, or just some kind of hell
    SIX,SIX ,SIX, the number of the beast”

    Steve Harris fez a letra baseada a partir de um sonho e do filme A Profecia,e tal qual ontem os são paulinos estiveram face a face com seus maiores “demônios”,nem nos piores pesadelos poderiam imaginar Corinthians campeão e uma histórica surra.

    “Estamos sofrendo muito” (Ataíde Gil guerreiro)
    Que ótimo dia para se estar vivo.

    2- Romero ontem estava no Edílson Capetinha Mode On.

    3- Eu nunca espero nada da rapaziada do Renovation e “Transparation”,mas ontem foi constrangedor em um nível estratosférico por parte do seu Roberto Da Nova e Ronaldo um dos maiores que vi no campo ser tão pequeno e oportunista(no pior sentido possível da palavra),pior que tem quem caia nesse “amor fenomenal” pelo Corinthians.

    4- Depois volto para escrever sobre o “gênio” salvador e a catequização que toma parte da torcida.
    E sobre o “monstro” Ralf que “melhorou” o desempenho do time quando voltou a ser titular.

    Curtido por 2 pessoas

    • bloguedotimao77 permalink*
      11/24/2015 13:05

      3-Achava tão elegante aquele gesto do presidente entregar a taça na mão do seu capitão!

      Curtir

  5. Cesar Augusto permalink
    11/23/2015 11:30

    Exceto o oportunismo do Ronaldo e a patifaria do Fantoche, a festa foi sensacional.

    Deu tudo certo para o Corinthians. Seis a um foi pouco.

    Mesmo com um time misto, há um time. Do outro lado, há um bando sem nenhuma alma comandados pelo Mito Cruz…

    O SPFC não ganha nada, há tempos, e o Milton Cruz permance intocável.

    Quanto ao Corinthians, parabéns a todos nós que temos o maior e mais importante clube do Brasil no coração.

    Só quem é, sabe.

    Curtido por 2 pessoas

    • bloguedotimao77 permalink*
      11/24/2015 13:05

      O que impressiona e eles estarem no G4… Mostra como o campeonato está desequilibrado

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: