Skip to content

Corinthians 1×1 SPFC, uma tarde com o Prof. Pardal em Itaquera

07/17/2016

Ao menos no 1º tempo, foi um clássico bem disputado, com os jogadores superando suas deficiências técnicas com muita velocidade, pegada e vibração.  Mas foi também um jogo violento por parte deles (26 faltas, contra 10 nossas).

Adversário impressionou pela velocidade na recomposição de bola – coisa que o Corinthians tinha, mas perdeu na virada do ano – e pela marcação forte (e faltosa) que conseguio equilibrar o jogo boa parte do tempo. O 0x1 foi num lance que se põe na conta da deficiência técnica do elenco, Yago fez um penal não muito comum no futebol profissional (fora da área, ok; mas dentro, hummm….).

Corinthians, melhor, empatou rápido num Bruno 1×1 que deu mais o jeitão do jogo. Dava até a impressão de um jogo de muitos gols, tal a correria do 1º tempo.

Mas entramos mal escalados, isso é quase certo. Em times como o nosso, em formação e com um modelo de jogo com camisa 9 de referência por 3 anos seguidos, a escolha do Danilo não é lá muito inteligente. Ademais, todos sabemos, Danilo é para o 2º tempo quando a queda física já é geral. Não deu certo, Danilo caia sempre para a esquerda e ninguém aparecia como referência no meio.

A escalação deixou o time mais complicado e Danilo nem serviu como referência, nem ajudou a prender a bola no ataque (coisa que faz com habilidade).

No 2º tempo, já com SPFC equilibrando o meio, Cristóvão entrou com Elias no lugar do Rodriguinho. Mudança natural, Rodriguinho não tem pegada e estava com amarelo, se Elias está no banco é porque pode jog… Putz. Elias entrou sem mísera pegada. Paradão. Resultado: Corinthians ficou com 2 jogadores sem muita força em campo.

Depois veio Guilherme no lugar do esquecível Giovani. Guilherme armou bem, apareceu para o jogo, mas não marca, o que deixou o time com menos pegada ainda. A cereja de bolo foi Rildo no lugar do Marquinhos, mexida absolutamente inútil.

No fim do jogo, Cristóvão argumentou que manteve Danilo “para proteger defensivamente e continuar tendo jogadas de lado (…). Eles colocaram o Luiz do lado direito, jogador rápido, então mantive o Danilo para bloquear”.

Não cola, Prof. Pardal!

Danilo não aguentava mais nada, quanto mais “bloquear” alguma coisa. Ele poderia ter colocado o próprio Rildo, que conseguiria um bloqueio melhor e mais velocidade, surpreendendo o sistema defensivo adversário. Tirar o Marquinhos e segurar o Danilo em campo, foi muita burrice.

Jogos assim, vai sobrar sempre para o seu desafeto mor no elenco (Elias? Romero? Giovani?), mas desta vez o erro partiu da casamata.

Mantivemos o aproveitamento de campeão, 64% e precisamos agora vencer ou vencer o Figueirense em casa. Não é fácil, taí um time enjoado em Itaquera.

Em tempo:

Copo cheio: campeão brasileiro de pontos corridos (tirando 2009) precisa de 73 pontos ou 64% de aproveitamento. Faltam só 45 pontos.

Sarrafo: 64%      Corinthians atual: 67%     SEP: 71%

 

 

 

 

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. 07/18/2016 7:29

    Comentários de colegas vascaínos e tricolores cariocas: eu já sabia! kkkkkk.
    Retiro tudo que já pensei sobre Cristóvão.

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      07/18/2016 7:32

      Vamos torcer que tenha sido um domingo ruim apenas.

      O problema é vencer a máxima: uma vez pardal, sempre pardal.

      Curtido por 1 pessoa

  2. 07/17/2016 19:42

    pela escolha felipesca do spfw de dar cassetada em todas as divididas para parar o jogo. claramente vieram para não perder de muito… mas não somos melhores no momento.
    Fágner hoje é a única certeza do elenco. Os contratados da temporada na média tem desempenho pior do que os que subiram ou do que os que já estavam por aqui (sem discutir potencial, mas desempenho). Guilherme o único com algumas partidas boas deveria jogar. inacreditável deixarem o Maycon sair.
    Danilo fez APENAS 30m decentes de centroavante naquele dérby que estreou o pasto do rival. é o jogador mais lúcido do elenco mas sem folego e fora de posição nem deveria ter renovado (com valores de titular que já não é desde 2013)
    resultados são melhores que o futebol mas não vão se sustentar até o final… é preciso reforçar. melhor que não seja o Patso.

    Curtido por 2 pessoas

    • bloguedotimao77 permalink*
      07/17/2016 19:54

      Sem dúvida, Fagner está jogando num nível bem mais alto (o que deve significar venda para a Europa, que gosta de lateral brasileiro).

      A observação do desempenho dos contratados é perfeita!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: