Skip to content

Coritiba 1×1 Corinthians, os times campeões não desprezam pontos assim.

07/27/2015

Ontem e quarta próxima são jogos que representam o verdadeiro desequilíbrio deste campeonato: a diferença dos 7 primeiros para os 7 últimos é das maiores que já tivemos. Uma comparação simples: Corinthians tem 9 vitórias e 17 gols, enquanto Coritiba tem 2 vitórias e 9 gols.

Nos pontos corridos, esses são jogos de 3 pontos obrigatórios para os 4 da ponta. Quem não é capaz de pegar esses 3 pontos fáceis é quem não disputa o título.

Mas essa diferença acachapante não entrou em campo.

Corinthians manteve sua proposta de jogo de marcação recuada e contra-ataques. O próprio 0x1, absolutamente aleatório, nasceu num contra-ataque que provocou o escanteio que provocou o gol contra. Esse gol foi o retrato técnico da partida, afinal, existem “gols contra” e gols contra… Esse foi daqueles provocados pela ruindade, pelo ato reflexo comum em jogadores assim, como nós, amadores. É da pintura do gol contra de calcanhar que nasce o quadro: A PELADA DE DOMINGO.

Foi uma pelada.

Corinthians fez o gol e foi marcar mais atrás ainda, como já faz há meses. Não tem o que analisar, a história tem se repetido em todas as partidas, seja com o time completo ou com o reserva, com Guerrero ou sem Guerrero, em Casa ou Fora. Não interessa: é sempre marcação recuada e basta o gol aleatório de contra-ataque para o recuo absoluto do Titenaccio.

O máximo que a gente faz é esperar as substituições: alguém no lugar do Malcom para ajudar na marcação, Danilo para segurar a bola e Ralf para fechar de vez.

É uma proposta de jogo que tem gente que gosta, defende ou mesmo encontra algum prazer em assistir. Eu vejo só o tédio, um deserto de ideias, a mutilação do criativo e fica difícil analisar alguma coisa, por tão medíocre que é o sistema. É o coitus interruptus da tarde de Domingo.

Assistir ao Corinthians hoje é tão emocionante quanto sala de espera de dentista sem ao menos uma Caras com o Roberto Justus na capa para a gente ler ver.

Copo cheio: campeão brasileiro de pontos corridos (tirando 2009) precisa de 73 pontos ou 64% de aproveitamento. Faltam só 43 pontos.

Sarrafo: 64%    Corinthians atual: 67%

Anúncios
48 Comentários leave one →
  1. Cesar Cachaça permalink
    07/28/2015 19:45

    Pessoal, apenas um contraponto a questão do elenco: o elenco tem problemas claros, ok, e acho que ninguém em sã consciência acha que o time deveria sobrar. Mas não precisa ser um super time para não ser eliminado com 2 derrotas pro grandioso Guarani do Paraguai, né? O elenco de Galo e Palmeiras não é melhor do que o nosso…se o Palmeiras tem o triplo de opções pro ataque, a zaga deles é pior e não tem opções se algum volante machuca. O Galo, então, é um time formado com 3 ou 4 peças achadas pelo Levir ano passado no próprio elenco. Aí alguem pode retrucar “mas estamos só a 2 pontos do Galo e 2 pontos a frente do Palmeiras”…sim, não falo de resultado, falo de postura. Tenho visto com frequência partes grandes dos jogos desses que citei, e o desenho tático / postura de jogo é bem diferente. E não, não acho que há mais qualidade na mão de Levir e Marcelo do que há na mão de Tite…continuo torcendo para um virada tática, mas tenho de admitir que é uma torcida mais passional do que racional.

    Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      07/28/2015 23:56

      1- Aparentemente sobra ao Chiqueirense o que falta ao Corinthians, boas opções para o ataque. Com relação a nossa defesa, tirando o Gil, os demais beques não são unanimidades. O Felipe embora esteja se firmando ainda não tem a confiança total da torcia. O Edu Dracena é bastante questionado. O Yago ainda é um tanto quanto cru.
      2- Eu não vejo nenhum problema em pegar um Coritiba lá e se encolher, tentando jogar no contra-ataque para aproveitar o desespero do adversário. A questão é fazer com que este contra-ataque saía com eficiência. Por outro lado, entendo que o importante é jogar bem e isto ai independe de esquema. Domingo se alguns jogadores estivessem numa jornada um pouco melhor, talvez o desempenho e o resultado fosse um pouco melhor.

      Curtir

      • 07/29/2015 12:55

        1- Acho que o Edu Dracena é uma perda de tempo e dinheiro… o Yago mostrou que tem potencial, mas tem que jogar muito mais… e o Felipe não é melhor que o Yago…

        Curtir

  2. Nicolau permalink
    07/28/2015 17:13

    Sobre a retranca titeana, pró ou contra, acho que já foi tudo dito abaixo, rs. Não gosto, especialmente nesses jogos contra times mais fracos. Acho que perdemos dois pontos em Coritiba, mas enfim, acontece.

    Um pouco sobre o desempenho dos jogadores. RA, Elias e principalmente Jadson estavam totalmente sem inspiração, e Love em sua média atual. Mas uma coisa me preocupou foi o aparente boicote dos camaradas ao centroavante. Vi claramente em duas ocasiões Elias e Jadson preferirem uma opção pior ao toque para Love, que seria mais óbvio. O cara pode ser ruim, mas esse tipo de atitude não ajuda em nada, pelo contrário. Tite precisa intervir, seja para sacar o Love ou para enquadrar os caras.

    Curtido por 1 pessoa

  3. @resparta permalink
    07/28/2015 14:20

    Senhores, esse Corinthians é o que temos. Aliás, tirando alguns lampejos de Atlético-MG e Sport, é o que o Brasil tem. Com a limitadíssima capacidade técnica (jogadores e comissões técnicas) não sei se dá para ser muito melhor. O que o Tite faz não é bonito, não é muito agradável de ver, mas por outro lado não é pouco com o desmantelamento que o time teve pós-Libertadores. Xinguei muito o recuo exagerado no segundo tempo. Tenho certeza que nem ele gostou muito. Aceitou, mas não gostou. E o que fazer se no jogo Jadson, Renato Augusto e Elias, o pouco que temos de pensante no time, não jogam nada. Jadson não acertava um passe, incrível. Não tenho muita ilusão que se tirarem o Tite vai melhorar muita coisa. Seguramente dificultará para que acha que tudo é culpa dele. Mas todos sabemos que não é, ainda que tenha muita responsabilidade. Continuo torcendo angustiado e honestamente acho ilusão acreditar em título, apesar da nosso ótima colocação. Com qualidade quase zero no ataque (nosso melhor jogador tem 18 anos!) será praticamente impossível. Não importa, continuo indo ao estádio e apoiando durante o jogo. E vendo os comentários abaixo que indicam que o Luciano poderia ser uma solução (e não discordo que hoje parece ser melhor que o Love), vejo como estamos realmente com opções quase nulas no ataque. E apesar da retranca não ser a nossa tradição (mas ninguém menciona que a nossa suposta tradição é um bando bem grosso e raçudo, o que não quero também), o sofrimento é. Então teremos um 2015 parcialmente tradicional. #VaiCorinthians

    Curtido por 1 pessoa

    • 07/28/2015 17:43

      Acho que tem que fazer esses caras (RA, Elias e Jads) descansarem… pois é visível que o time depende deles, mas se eles não aguentam… nem Love, nem Malcom e nem Luciano vão resolver…

      Curtir

    • Daniel CMS permalink
      07/28/2015 18:58

      Desculpe ter essa opinião, mas prefiro o bando grosso e raçudo com gana do que isso que tá aí. Já viu jogos da MLS? Tecnicamente horríveis, mas muito divertido de assistir e com MUITA emoção.

      Curtir

      • @resparta permalink
        07/29/2015 10:48

        Pois eu prefiro não ter um time nem retrancado e nem com bando de grosso raçudo :-). Desculpe, não resisti mas, obviamente entendi o que você quis dizer. Eu prefiro um misto de Barcelona, Bayern de Munique e Real Madrid. Defesa sólida, pressão para roubar a bola no campo do adversário e ataque envolvente com muito talento. Ou seja, algo que não existe pois tenho que juntar 3 dos melhores (e mais ricos) times do mundo. Mas o que tenho é o Love com Tite como técnico. Ai dureza. Não vou dizer que estou muito contente, mas não estou completamente infeliz e só vendo problemas. Da mesma maneira como no ano passado com os muitos tropeços do time do Mano. E aí me lembro do time agressivo que tivemos no início do ano (lembro dos jogos contra o São Paulo e Once Caldas na Libertadores e mais alguns contra algumas perebas no campeonato paulista) e vejo que era possível, ainda que improvável fisicamente para um campeonato com 38 rodadas. Mesmo com o Tite, mas com Sheik e Guerrero e mantenho a esperança. Não tenho a menor dúvida que o Tite vê tudo o que vemos, mas obviamente reage de maneira diferente (e conhece bem melhor o elenco do que nós). Só posso esperar que ele saiba o que está fazendo. Por que é isso que faço com o Corinthians, torço de maneira passional.

        E, para finaliza, não precisa pedir desculpa por expressar tua opinião.

        Curtido por 1 pessoa

  4. 07/28/2015 9:59

    1- Acho que Tite faz o que pode com o elenco que tem.
    2- Também penso que poderia fazer muito melhor.
    3- Não sei se os jogadores aguentam fisicamente jogar com a intensidade que queremos. Ou seja, talvez não sejam capazes de marcar mais adiantado e fazer mais pressão.
    4- O maior problema é a falta de utilização dos garotos da base. Tem que colocar os caras pra jogar 10 minutos que seja.

    Curtido por 1 pessoa

  5. 07/27/2015 20:49

    ExuTite me deixa tão descaralhado da cabeça que esqueci de mencionar outra coisa que tem chamado atenção.E é óbvio que é outra marretada nele,estou aqui para isso.
    Fico me perguntando por que diabos ele leva até 11 jogadores para o banco se são sempre as mesmas alterações Danilo,Ralf,e agora Rildo que roubou lugar do Mendoza.
    Uma criatividade espantosa.
    E o Marciel que nunca mais teve oportunidade,nem míseros 5 minutos.
    Matheus Pereira então nem adianta espernear.
    E advogados do Adenor jogo com ABC não conta hein !!!

    Curtido por 1 pessoa

  6. Múcio Rodolfo permalink
    07/27/2015 19:36

    Maldito treineiro retranqueiro! Sempre foi assim! Fazendo o time jogar recuado, na defesa!
    As imagens abaixo são uma afronta a história do Corinthians!

    Curtir

    • 07/27/2015 19:38

      Curtir

    • Múcio Rodolfo permalink
      07/27/2015 20:13

      Tem gente que tem uma predileção por lembrar de derrotas….
      Mas me parece que este mesmo América, rebaixado em 2011, também venceu o Conveninense e o Vice da Gama.

      Curtir

      • 07/27/2015 20:21

        Faz parte da natureza humana lembrar e se apegar apenas ao que lhe é conveniente.Não leve isso a sério só estou “pesando” um pouco na sua,como dizemos aqui na quebrada.

        Curtir

      • Correa Leonardo permalink
        07/27/2015 20:31

        isso foi lá em 2011. Hoje, com um elenco e time inferiores, o que temos é esse recuo acintoso to-do san-to jo-go (silabando, como o professor Tite).

        O problema nem é recuar. Ao longo de sua História, Timão já recuou e tomou sufoco de times muito piores. O problema é justamente a postura covarde, de entrar em campo sonhando com o empate e flertando com um único gol em um lance lotérico.

        E ser covarde nunca foi nossa Tradição.

        ISSO NÃO É CORINTHIANS, CACETE!

        Curtir

        • Múcio Rodolfo permalink
          07/27/2015 20:51

          Pensei que isto ai fosse exclusividade dos tempos Adenorescos. Alivio em ver que tem gente aqui com memória para dizer o contrário.

          Curtir

  7. Cesar Augusto permalink
    07/27/2015 18:31

    O Titenaccio é um eterno Ctrl C + Ctrl V nos comentários com pequenas nuances.

    Eu só assisto o Corinthians porque é o Corinthians. Eu sou apaixonado pelo Corinthians e nem sei o que seria da minha vida sem essa paixão, mas o atual Corinthians, o do Titenaccio, é tão emocionante quanto dançar com a irmã. É chato, repetitivo, feio e dominado pela covardia.

    O objetivo do futebol é o gol. O objetivo do Titenaccio é não tomar gol.

    O Palmeiras fez 1, 2, 3, 4 e aí sim relaxou. Brigará pelo título.

    O Corinthians faz 1 e deita sobre o resultado. Não é sempre que a retranca dará certo.

    Perdemos 2 pontos, que poderíamos ter perdido contra o Atlético. No final das contas, dá na mesma, mas o Corinthians perde oportunidades demais em obter pontos fáceis. Coritiba e Goiás que o digam.

    E isso é o reflexo do Titenaccio. Há quem goste, respeito, mas é pouco. O Corinthians merece mais.

    Curtido por 2 pessoas

  8. Múcio Rodolfo permalink
    07/27/2015 17:18

    Futebol Cards…. Febre que atingiu a molecada no final dos anos 70! Jairão ilustrando o post. Ele que fez parte daquele Coritiba hexacampeão paranaense nos anos 70, revezou com Tobias no gol do Timão no ano da verdadeira redenção (2012 não passa de coxinhisse) e foi dono absoluto da posição de 1978 a 1980. Outros poderiam estar ai na ilustração. O interminável Aladim, por exemplo. Ponta que o Timão trouxe do Bangu e que depois brilharia no time do Couto Pereira. Ou então, Cláudio Marques – jogador que atuava tanto pela zaga quanto pela lateral – dono de um chute fortíssimo. Enfim, uma lista enorme, passando pelos nomes de Adilson Miranda, Dida, Índio, Luis Carlos Gualter, Sérgio Valentim, Taborda…

    Curtido por 1 pessoa

  9. 07/27/2015 16:08

    Acho poupo provável que ele mude a maneira de jogar,é assim não tem.Fiquei pensando em uma maneira de amenizar isso para não padecermos de tédio antes do término do ano.
    A solução final talvez seja mudar esse 4-1-4-1 onde as linhas ficam muito “coladas” já que a ideia é jogar em 30 metros e para ele essa compactação só serve na parte defensiva deixa seu recúo,cagaço ou equilibrio ainda mais acentuado.
    No 4-2-3-1 por mais inabalável que seja a vontade de recuar o time,ganhamos uma linha e automaticamente o time é adiantado.

    Curtir

  10. Cesar Cachaça permalink
    07/27/2015 15:02

    acho que o comentário do André T abaixo reflete bem: eu já estava com raiva antes de tomar gol. Veja bem, se a análise não é por resultado, não o é pro bem (comemorar 1×0 sofrido em casa contra times inferiores) e não o é também pro mal (chorar apenas pelo empate). O que incomoda é a postura, entrar em campo contra esse time horroroso do Coritiba com a clara idéia de que empatar é bom. O que não aconteceu contra Ponte e Atléticos ia acontecer uma hora – confiar 50 minutos nos acertos milimétricos do bandeira e na ruindade do ataque adversário nem sempre vai dar certo. O Corinthians joga fora de casa com um objetivo: atravancar o meio-campo e especular alguma coisa de repente que possa acontecer lá na frente. Em 90 minutos foi criada uma jogada com bola rolando (finalização do Malcolm no primeiro tempo). Tomou 45 minutos de sufoco de um time que vai cair com quase um jogador a menos (como lembrado abaixo). e não vemos uma tentativa de mudar, um esboço, as únicas trocas são peça por peça ou para se defender mais. Repito: não é o resultado e talvez nem mesmo o desempenho per se (qualquer time pode ter dias ruins…). A campanha ainda é ótima. O problema é a cabeça. A exceção dos últimos 7 jogos foi contra o Flamengo, quando um bom contrataque encaixado desmontou a ruindade do adversário de vez. Todos os outros jogos, sem exceção, uns mais, um menos, o que vimos foi um time sem a mínima vontade de mandar tecnicamente no jogo. Os últimos 4 jogos fora de casa foram contra times de parte de baixo da tabela: uma derrota, dois empates melancólicos e a já citada exceção contra o Flamengo.

    Esqueçam título. Não por conta do resultado, mas da postura. Compare com Galo e Palmeiras quando saem pros jogos fora de casa. Corinthians não fará mais do que 70/71 pontos, na melhor das hipóteses. Esse ano, dado o desequilíbrio entre os blocos da frente e de trás, como o blogueiro citou, acho improvável que o campeão fique com menos de 75 pontos. Portanto o campeão não será o Corinthians, por uma mera questão de projeção matemática. Pontos corridos não é mata-mata.

    Curtido por 3 pessoas

  11. Daniel CMS permalink
    07/27/2015 11:45

    Ontem assisti aos últimos 15 minutos do jogo. Não tenho acompanhado mais, porque perdi o tesão, além do respeito pelo treineiro.

    Quando comecei a ver, ao 30 do 2T, recordei de 2013 e de toda a tristeza que o time covarde me causava.

    Nada mais me causa estranheza nesse time, o perfil Robin Hood continuará enquanto Tite estiver no comando. Assim, devo continuar, ainda, um pouco distante. Infelizmente.

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      07/27/2015 11:51

      Fica uma corrida de fórmula 1.

      Curtir

      • Daniel CMS permalink
        07/27/2015 12:26

        Pior é que acho que F1 pelo menos faz esforço para se reinventar e trazer emoção às corridas.

        Nós perdemos a janela de oportunidade para imprimir um DNA corinthiano ao time, janela essa que é a de títulos conquistados dando tranquilidade para algumas mudanças.

        Ou será que não percebemos e agora temos um DNA, este do Tite?

        Curtido por 1 pessoa

        • 07/27/2015 12:55

          Interessante seu comentário,já vi times ótimos e muito ruins,mas nunca com essa covardia acentuada.Aos poucos como em uma espécie de simbiose substitui o nosso DNA e torna-o dele .
          Então todos acham do caramba o estilo Bachiano.

          Curtir

        • Daniel CMS permalink
          07/27/2015 13:06

          Rodrigo, parece que estamos indo para esse caminho, o do pragmatismo com altas doses de medo.

          Curtido por 1 pessoa

        • José permalink
          07/27/2015 14:35

          Nestes anos de Mano e Tite, quando sinto uma saudade desgraçada do Corinthians, entro no YouTube e assisto aos 2 a 1 contra o Atlético Mineiro, gols do Neto, em 1990. Aquilo é Corinthians puro. Há outros vídeos também. Cito esse apenas como exemplo. Já tivemos, ao longo da história, times irritantes e times horríveis, mas o que o Tite está fazendo agora é instalar o absurdo no futebol. A postura de ontem não faz nenhum sentido, sob qualquer ângulo que se analise a partida. O seu temor é o mesmo meu. Nosso antigo DNA está sendo substituído por essa coisa insossa, tediosa, chata. O Cornthians hoje, campeão ou não, é sinônimo de futebol chato.

          Curtido por 1 pessoa

  12. Múcio Rodolfo permalink
    07/27/2015 11:28

    1- Olha só.. Em 2011 fomos campeões perdendo 10 pontos para times que amargaram a degola. Empatamos com Ceará (no Pacaembu), Atlético Paranaense (Curitiba); perdemos para o Avaí na Ressacada (derrota padrão) e para o América Mineiro (quando fomos clamorosamente prejudicados pela arbitragem – se bem que o time não jogou patavinas, verdade seja dita). Então dizer que time campeão não desperdiça pontos “fáceis” não se trata de uma axioma. O problema é que atualmente talvez não contemos um time capaz de recuperar contra os grandes esses pontos desperdiçados diante de Goiás, Coritiba…
    2- Ontem o time foi irritantemente ruim. Mas numa tarde em que Renato está mais para Arbusto do que para Augusto, em quem esteve em campo foi Jadsono e não Jadshow e que Wagner Love se mostrou bem mais ofensivo diante dos microfones não dava para esperar outra coisa. Mas é claro que todos os problemas serão solucionados com uma sessão de exorcismo, não é mesmo?
    3- Adenor pediu um atacante “pika”, um diretor meio surdo entendeu atacante “zika”.

    Curtir

    • bloguedotimao77 permalink*
      07/27/2015 12:00

      1- Foi exceção. Só 2 anos dos pontos corridos isso aconteceu, porque o campeonato tinha um nível muito fraco. 2015 está na média para melhor do que 2014.

      2- Não foi ontem só hein

      3- Ele quer alguém que resolva o jogo para ele

      Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        07/27/2015 12:17

        1- Não sei se o nível de 2011 era mais fraco do que o do ano passado. Só sei que a concorrência foi grande. Tanto que faltando dez rodadas para acabar o campeonato, seis equipes aspiravam a conquista.
        3- Creio que este seja o sonho de todo técnico, não é mesmo?

        Curtir

    • Andre.T permalink
      07/27/2015 14:19

      Múcio, o time vinha mal desde o 1.o tempo. Não é achar que trocando o técnico resolve. É cobrar para que esse técnico tenho uma postura mais de acordo com o Corinthians. Não da pra jogar como time pequeno contra o Coritiba. Viu que o time não estava bem, mexe, faz alguma coisa. Ele se satisfaz com empate fora, quando a obrigação é ganhar.

      Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        07/27/2015 14:26

        Pra mim foi a pior partida do Corinthians no campeonato. E de fato o Adenor demora para mexer no time. O problema é que ontem, não tinha ninguém do meio de campo pra frente que se salvasse.

        Curtir

  13. Andre.T permalink
    07/27/2015 11:26

    Eu já estava revoltado quando estávamos ganhando o jogo. Esse futebol de resultado é o fim do futebol. Torcedor que defende isso é trouxa (é para ofender mesmo).

    Ontem o meio de campo não acertava um passe. Após o gol achado, o Coritiba ofereceu o contra ataque para o Corinthians. Por que Tite não colocou Rildo no lugar de RA ou VL? Ou mesmo de forma mais retranqueira, não colocou Ralf no lugar de RA, mas liberando Elias pro ataque??

    Ao invés disso, não fez nada, ficou vendo o time ser massacrado por um timeco, com 10 jogadores e meio (Negueba tinha se maxucado).

    Eu desisto, esse time pode até ganhar alguma coisa, mas eu não compactuo com isso. Isso não é futebol pra mim.

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      07/27/2015 11:58

      Inclusive acho que a crítica do Casagrande e do Cléber já era algo da direção da Globo cobrando alguma qualidade do espetáculo.

      Afinal, eles pagam caro e devem estar sentido perda de audiência, pois é difícil ficar olhando a TV num jogo desses.

      Curtido por 1 pessoa

  14. Fabiano permalink
    07/27/2015 11:24

    Esta aí o motivo para eu nem ter ligado a TV ontem à tarde: “o coitus interruptus da tarde de Domingo”… Acho que o último jogo a que assisti do SCCP foi a derrota para o grande Guaraní latino…

    Curtido por 1 pessoa

  15. 07/27/2015 10:51

    O corinthians não precisa contratar jogadores,mudar esquema,diretoria…
    Precisa da ajuda do padre Karras para exorcizar um certo demônio, Exu Retranca Time também conhecido por Adenorius Macabrus,que empaca nosso time contaminando com seu cagaço,covardia e medo que graças a sua mágica poderosa transforma-se em EQUILÍBRIO.Inverte a lógica do jogo onde fazer gols é menos importante que não toma-los.

    Curtido por 1 pessoa

    • bloguedotimao77 permalink*
      07/27/2015 11:53

      Exato, eu não tenho medo da derrota ou do empate ou não ganhar títulos.

      Meu medo é o time virar isso aí: uma coisa amorfa, sem graça.

      Curtido por 1 pessoa

      • 07/27/2015 12:48

        Embora esse boteco (com raras exceções) seja critico do ExuTite,é apenas o último refúgio de foras da lei que ousam criticar o Gênio,não posso claro precisar com % mas sem medo de errar a grande maioria da torcida e da prensa (está por interesse e afagos) amam de paixão nosso Iluminado.
        Isto acontece por razões muito simples: não analisam desempenho,tudo se resume ao resultado,
        Então,eis a vantagem dele,mesmo com esse futebol morfético sempre irá beliscar uma vitória aqui e acolá minimizando as críticas de seus cruéis e injustos perseguidores, e massageando o ego dos seus adoráveis seguidores.
        E mesmo que os resultados não apareçam,único PILAR de sustentação do Titenaccio.
        Lembre-se sempre que ele é nosso Herói Libertador e graças a essa ilusão de 11/12,crio-se uma anacronismo onde Adenorzetes acreditam piamente que aquilo irá se repetir.
        E caso isso não ocorra,pode-se culpar jogadores,diretoria,torcida ,imprensa,eu,você,alinhamento dos planetas,tensões no Oriente Médio,alta do dólar……………

        Curtir

      • Múcio Rodolfo permalink
        07/27/2015 14:10

        Sabe aquelas pessoas que atribuem à Búlgara Usurpadora toda responsabilidade pela corrupção que assola o país nos níveis federal, estadual e municipal… O que se vê por aqui é mais ou menos por ai. O problema não é criticar o Adenor -algo permitido num regime democrático, mas.. achar que todos os nossos problemas serão resolvidos com uma simples mudança de comando técnico. Ora o Adenor é respeitado pela maioria dos torcedores por ter feito ótimos trabalhos nas duas passagens anteriores. Tem gente que prefere ver o todo, enquanto tem gente que tem um gosto por se fixar no segundo semestre de 2013.

        Curtido por 2 pessoas

        • 07/27/2015 18:26

          Ora.ora o suposto artificio citado é o mais usado para defender o pateta das críticas inclusive pelo nobre comentarista .Tolima culpa do pouco tempo de preparação e Ronaldo fora de forma,eliminação do Boca foi o Amarilla,2013 pífio culpa das contusões,suspensões,declínio técnico,do Pato,para o parmera não valia nada o campeonato mas você mesmo exalta 2013 ?! Guarany culpa do Cássio que falhou e estragou a estratégia do Iluminado, dengue do Guerrero.Não faz muitos gols culpa do Vagner Hate e minha claro que o persigo.

          A terceirização de culpa é maior benesse do mestre !!
          Ele tem mais fracassos do que vitórias essa conta não fecha pra ele, alias não fecha para ninguém por que no futebol ou qualquer outro jogo perde-se mais do que ganha.

          Sobre as ótimas passagens tenho uma visão divergente,não há diferença alguma entre 04/11/12/13 e agora, o conceito e maneira de se jogar são as mesmas,o que as “separam” é uma linha tênue do resultado.
          Como bem disseste o regime é democrático e não há qualquer problema em se gostar do Retranqueiro.

          Agora da minha parte para ficar bem esclarecido Tite não ruim quando perde e tão pouco ótimo quando vence.Ele é PÉSSIMO SEMPRE,por que não compactuo,desprezo e tenho ojeriza por essa maneira de jogar na minha cabecinha limitada não consigo admitir o Corinthians atuando desta forma covarde e cagona.
          O resultado não muda minha avaliação do gênio.

          E fique tranquilo sou apenas um cara se lamuriando na internet não tenho poder algum para derrubar o Mestre dos Mestres.

          Curtir

        • Múcio Rodolfo permalink
          07/27/2015 19:24

          1- Cada um valoriza o que achar melhor. Quando penso em 2013, prefiro fazer uma média do ano todo. Vc prefere se fixar nos segundo turno do campeonato brasileiro. Compreensível isso. 2- Tudo isto que vc está relacionando seria usado como justificativas se tais fracassos fossem registrados sob o mandato de um treinador mais digerível por aqui. O ano passado vi alguns fracassos do Mano serem atenuados por erros de arbitragem. A arbitragem do Amarilla não teve a menor interferência na eliminação do Corinthians, não é mesmo? Tudo isto não passa de fantasia dos adoradores do mestre dos mestres. Mais fracassos que sucessos? Vc pesquisou, tabulou….Se levar o time de 2004 ao quinto lugar no CB é considerado como fiasco,seu grau de exigência além de exagerado é fora da realidade. Se conquistar quatro títulos em pouco mais de três anos de trabalho é sinal de insucesso, creio que vc esteja confundindo futebol brasileiro com futebol espanhol. Evidente que para vc todos os jogos disputados a partir de fins de 2010 foram idênticos aos do ontem, não é mesmo? 3- Sei lá acho que teve muito corintiano que adorou a forma como vencemos algumas partidas durante o “mandato” do treineiro que terceiriza responsabilidades, Ah vai ver são todos corinthianos desprovidos de um mínimo de conhecimento estético, corinthianos que ignoram as tradições deste clube centenário; diferente daqueles iluminados que nunca viram o time recuar em momento algum de sua história, tomar sufoco de adversários mais fracos. No comum é comum expressões como “nunca se viu uma crise tão grave” ou “nunca se roubou tanto” – similares a “nunca vi um time jogando tanto assim na defesa”. 4- Tranquilidade total e torcendo para que ele continue no cargo porque isto significa o Corinthians vencendo, disputando títulos. O sucesso do Adenor é o sucesso do Corinthians.

          Curtir

        • 07/27/2015 20:10

          2- Vc fez a mesma coisa descreveu apenas o jogo do boca,mas ignorou os outros momentos que citei deixa pra lá.Como diria na leste escrevi uma tonelada e você não entendeu uma grama.

          3- Já disse antes fique à vontade para adora-lo,mas não espere o mesmo de mim e de alguns poucos corinthianos. Mas lembre-se adoração só dura enquanto ele vencer e esse ano já foram duas piabas este ano sendo uma vexatória,mas a culpa nunca é dele não é mesmo….

          4- Sua crença baseada em uma anomalia de todo carreira do pateta me comove,não tenho certeza de que isso acontecerá.Mas você poderá sempre acessar o you tube e relembrar 2012.

          Curtir

        • Múcio Rodolfo permalink
          07/27/2015 20:45

          2- Claro… O dom do entendimento é privilégio de seres iluminados, providos da capacidade de chamar profissionais respeitados utilizando se de termos como “demônio”, “exu”, “pateta”. Citei apenas o jogo contra o Boca porque ficaria longo demais explanar sobre os outros casos evocados por vossa senhoria. 3- Meu amigo, não espero nada de alguns corinthianos. Só me reservo ao direito de questionar quem acredita que todos os males universais possam ser atribuídos a uma única pessoa. Longe de mim querer alterar o pensamento de especialistas na matéria. Respeito da sua parte, ele não vai ter nunca. Isto é indiscutível. De alguns pode ser que ele perca por alguns momentos, mas algo que se recupera com o passar do tempo, quando se olhando de longe, com os ânimos mais serenos uma análise mais equilibrada possa ser feita. Traduzindo, mesmo que ele não conquiste nada neste segundo semestre, ainda assim terá o respeito, a adoração e a gratidão de alguns torcedores. 4- Eu também não tenho certeza. Sigo torcendo. Torcedores servem para isso, não é mesmo?

          Curtir

        • 07/27/2015 20:56

          3- Cada um de nós tem sua própria verdade,e assim seguimos.Não vou me estender mais nessa discussão paro por aqui.

          Curtir

  16. 07/27/2015 10:03

    Com Luciano artilheiro na série B (ou C) da copa América, e Love mitando nas caneladas, mais um troféu para Tite, o probo, inseguro e sortudo.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: